A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Arnaldo Niskier da Academia Brasileira de Letras e presidente do CIEE/Rio UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Arnaldo Niskier da Academia Brasileira de Letras e presidente do CIEE/Rio UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Arnaldo Niskier da Academia Brasileira de Letras e presidente do CIEE/Rio UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2009

2 O ensino médio inovador: 4 eixos interdisciplinares - TTCC Reflexos no Ensino Superior.

3 Deve-se garantir a eficiência institucional e a aquisição de valores fundamentais para o exercício da cidadania.

4 A gestão por competência: alunos, professores e funcionários. O valor do capital humano no plano estratégico da instituição.

5 Objetivo maior: corpo docente de excelência, com informações atualizadas. A forte concorrência leva a investimentos em alta tecnologia.

6 O engajamento dos docentes e a fidelização dos alunos (reuniões com equipes interdisciplinares).

7 A presença da língua portuguesa no processo de valorização da Universidade (estímulo à leitura).

8 A linguagem não é mero instrumental do homem; é ela que constitui o homem. Barthes

9 Ensino de graduação, pesquisa e extensão indissociáveis e, portanto, obrigatórios. União de esforços, via consenso, para a realização dessas tarefas, que visam à excelência acadêmica.

10 A Universidade não pode se render ao natural envelhecimento do saber. Deve estar sempre atualizada.

11 Explorar a capacidade de abstração (aprender a pensar).

12 Formar pessoas para a vida.

13 O Brasil investe em educação 4,2% do PIB. O ideal seria 6% (a esperança do pré-sal).

14 No Brasil formam-se 20 mil engenheiros por ano; na China são 300 mil e na Índia, 200 mil. Vamos precisar de engenheiros nos próximos três anos.

15 7 milhões de universitários – a meta é chegar ao dobro. Foco na classe média.

16 120 anos depois da Abolição da Escravatura, não conseguimos colocar 10% da população negra na Universidade.

17 72% dos que se formam no Ensino Superior obtêm emprego.

18 Cursos de Pedagogia são de baixa qualidade. Perdem um tempo enorme discutindo ideias. O professor não sabe o que ensinar.

19 O professor poderia ser pago por meio de resultados (SP, MG, PE).

20 Pesquisa do Ibase: os jovens sul- americanos estão mais escolarizados do que as gerações mais velhas; são menos religiosos que os adultos e estão mais conectados à internet.

21 O Brasil tem hoje (2009) cerca de 45 milhões de internautas, considerando os que acessam de casa ou do escritório. (IBOPE)

22 A computação é a área que mais empregou no País entre 2005 e 2009.

23 Temos um déficit hoje de profissionais de software, número que crescerá para em 2012.

24 Computadores, internetês e twitter. Os riscos.

25 O potencial da EAD.

26 Há, hoje, IES brasileiras. Houve um crescimento de 93% no período 2000/2007. (Censo Escolar de 2008)

27 No Brasil, a oferta de cursos de graduação é de Esse número poderá crescer para cursos, em 2010.

28 Há, hoje, cerca de ingressantes. O número poderá chegar a 1,9 milhões em 2010.

29 Número de concluintes no ES (dados de 2007): egressos, o que significa o crescimento de 115%, no período 2000/2007.

30 A evolução dos processos seletivos demonstra que a relação candidatos/vagas reduziu-se em 45%, a partir de A média de 3,3 foi-se reduzindo, para ser em 2007 de 1,8 c/v.


Carregar ppt "Arnaldo Niskier da Academia Brasileira de Letras e presidente do CIEE/Rio UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google