A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PANORAMA CULTURAL DE CURITIBA E AS CONTRIBUIÇÕES DOS IMIGRANTES: PRESENÇA DA CULTURA JAPONESA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PANORAMA CULTURAL DE CURITIBA E AS CONTRIBUIÇÕES DOS IMIGRANTES: PRESENÇA DA CULTURA JAPONESA."— Transcrição da apresentação:

1 PANORAMA CULTURAL DE CURITIBA E AS CONTRIBUIÇÕES DOS IMIGRANTES: PRESENÇA DA CULTURA JAPONESA

2 OBJETIVO Este trabalho de cunho etnográfico pretende fazer a princípio uma breve análise do panorama cultural de Curitiba, tendo em vista as contribuições dos diversos imigrantes que aqui se instalaram, trazendo consigo sua língua, hábitos, valores e crenças. Partindo daí, nos deteremos nas contribuições dos imigrantes japoneses, verificando em que medida sua cultura ainda permanece viva entre os descendentes aqui residentes.

3 INTRODUÇÃO A formação da população curitibana é resultado da miscigenação de três etnias básicas, as mesmas que compõem a população brasileira: indígena, portuguesa e negra. Porém, com a chegada dos imigrantes, formou-se um caldo cultural singular, o qual caracteriza a população de Curitiba, bem como seus valores e modo de vida. Atualmente existem na cidade colônias de vários grupos étnicos, como os poloneses, ucranianos, italianos, sírio-libaneses, entre outros.

4 Um fator motivador para esta pesquisa foi justamente o grande número de descendentes de distintas etnias presentes em Curitiba, o que nos chamou a atenção para uma oportunidade de enriquecer o trabalho voltando-o para a interculturalidade no ensino de línguas estrangeiras ou mesmo portuguesa, a partir do material cultural que se pode encontrar na própria cidade em que se reside, tais como: tradições mantidas, arquitetura, alimentação, religião, entre outros elementos.

5 CURITIBA, UMA CIDADE COSMOPOLITA Muitos migraram e continuam migrando para Curitiba, transformando-a em uma metrópole de muitos sotaques. Em perfeita harmonia, diversas culturas geraram uma Curitiba diferente, com uma identidade cosmopolita ímpar. Os primeiros a chegarem foram os portugueses, no século XVII, depois vieram os alemães, os poloneses, os ucranianos, os japoneses, os árabes, os italianos e muitas outras etnias. Com a chegada das montadoras (década de 90) observou-se a chegada de famílias, principalmente americanas e francesas, que tem se estabelecido na região.

6

7

8

9 ARQUITETURA EM CURITIBA Curitiba possui uma arquitetura diversificada. Além de uma arrojada arquitetura moderna, em muitas construções, a cidade possui estilos arquitetônicos de origem européia e asiática, trazida pelos imigrantes. Na foto, arquitetura característica de imigrantes no início do século 20. Residência no bairro do Umbará, região colonizada por imigrantes alemães, poloneses e, principalmente, italianos.

10 Construções com desenhos modernos no Ecoville, novo bairro de Curitiba e área de acelerado crescimento vertical. O Suite Vollard, prédio redondo no centro da foto, é o primeiro edifício giratório do mundo. Onze apartamentos com visão panorâmica de 360°. Construído em concreto armado e plataformas metálicas, permite que seus moradores vejam a paisagem "passar".

11 CURITIBA E A INTERCULTURALIDADE RELIGIOSA

12

13

14 Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Antioquina São Jorge, construída em Arquitetura em estilo bizantino, na rua Brigadeiro Franco, Mercês, em Curitiba.

15 Catedral Ortodoxa Ucraniana São Demétrio, Igreja. Rua Cândido Hartmann, 1310, Champagnat. Fone

16 Instalações da Ordem Rosacruz no bairro do Bacacheri.

17 Sinagoga Francisco Frischmann, na rua Cruz Machado, 126.

18 Imigração japonesa no Brasil e a sua influencia cultural A imigração japonesa no Brasil começou no ínicio do século XX, como um acordo entre o governo japonês e o brasileiro, pois o Japão vivia desde o final do século XIX uma crise demográfica enquanto que o Brasil necessitava de mão-de-obra para a lavoura do café. A população japonesa do Brasil está estimada em um milhão e quinhentas mil pessoas, sendo a maior população nipônica fora do Japão. Do total, 12% são nascidos no Japão (issei) e o restante dividido entre nissei (filhos de japoneses), sansei (netos), yonsei (bisnetos) e assim por diante. O uso do termo nikkei ( ) é, atualmente, mais adequado para se denominar os japoneses e seus descendentes.

19 Um cartaz para atrair imigrantes japoneses para o Brasil

20 Religião: Uma moça brasileira de ascendência japonesa durante uma celebração xintoísta em Curitiba

21 PRAÇA DO JAPÃO

22 PRAÇA DO JAPÃO A Praça do Japão fica localizada em Curitiba, no Paraná. Foi revitalizada em 1993 e ganhou a Casa da Cultura, uma área arborizada de 14 mil metros quadrados, no bairro de Água Verde. A praça é uma homenagem à imigração japonesa de Curitiba. Seu projeto foi iniciado em 1958 e a praça concluída em Uma reforma, em 1993, incluiu o Portal Japonês e o Memorial da Imigração Japonesa. Ali é possível conhecer as dobraduras de papel (origami), da arte floral (ikebana) e dos poemas de três versos (hai-kais). Há 30 cerejeiras, o Portal Japonês e a Casa de Chá. O Buda no centro do lago marca a irmandade entre Curitiba e Himeji e transmite toda a paciência e arte dos japoneses, no Brasil desde Localiza-se na avenida Sete de Setembro, esquina com a Rua Francisco Rocha. O Memorial é aberto de terça a domingo, das 9h as 18h.

23 QUESTIONÁRIO DE PESQUISA ETNOGRÁFICA 1. QUEM DOS SEUS ANTEPASSADOS É NATIVO DO JAPÃO? 2. COMO É SEU SENTIMENTO EM RELAÇÃO AOS JAPONESES? 3. NA SUA CASA AINDA SE FALA JAPONÊS? 4. QUAL A RELIGIÃO DA SUA FAMÍLIA? 5. EM SUA CASA SÃO MANTIDOS OS COSTUMEES ALIMENTARES JAPONESES?

24 QUEM DOS SEUS ANTEPASSADOS É NATIVO DO JAPÃO:

25 COMO SE SENTE EM RELAÇÃO A SUA ORIGEM?

26 NA SUA CASA AINDA SE FALA JAPONÊS?

27 QUAL A RELIGIÃO DA SUA FAMÍLIA?

28 EM SUA CASA SÃO MANTIDOS OS COSTUMES ALIMENTARES JAPONESES?

29 HÁBITOS JAPONESES: 1.O contato visual direto é mal visto. 2. É normal fazer barulho com a boca quando comer Udon e Soba (um tipo de spaguetti). 3. O compromisso com datas e horários é cumprido à risca. 4. Mesmo nos compromissos informais costumam chegar antes do horário combinado. 5. Faz parte de sua vida, programar tudo com antecedência e raramente realizam programas de última hora.

30 HÁBITOS JAPONESES: 6. Delega-se a administração do lar para a mulher, onde ela tem total poder e controle sobre todo o salário que o homem recebe. 7. A hierarquia é tão rígida de modo que todos, sem exceção, a respeitam, veneram e, em muitos casos, a temem. 8. Numa situação de atrito, o subordinado nem sempre tem chance de se defender diante do patrão ou colocar o seu ponto de vista, por mais que esteja com a razão. 9. O vínculo de um funcionário com a empresa é vitalício. 10. É um povo extremamente detalhista e perfeccionista.

31 OBRIGADO... ARIGATÔ KAREN CALONACI PABLO RODRIGUEZ YOSHIKO OSHIMA FIM


Carregar ppt "PANORAMA CULTURAL DE CURITIBA E AS CONTRIBUIÇÕES DOS IMIGRANTES: PRESENÇA DA CULTURA JAPONESA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google