A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação PROEP INFRA-ESTRUTURA Jonathan Madeira de Barros Nunes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação PROEP INFRA-ESTRUTURA Jonathan Madeira de Barros Nunes."— Transcrição da apresentação:

1 Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação PROEP INFRA-ESTRUTURA Jonathan Madeira de Barros Nunes

2 MOTIVAÇÃO: Desde o nascimento do PROEP (1998 a 2006): transformações e mudanças na equipe (eleições 2002, concurso 2004, transferência SETEC – FNDE, novos profissionais em OBJETIVO: Orientar instituições conveniadas e padronizar informações sobre procedimentos para execução de obras em convênios com o FNDE/PROEP

3 Papel da infra-estrutura no desenvolvimento do convênio Pré-licitação - análise e autorização de licitação; Licitação - Convenente; Pós-licitação - acompanhamento; Alteração de projeto - análise e aprovação.

4 Pré-licitação: problemas frequentes e ações adequadas - Projeto Básico (PEC) x Projeto Executivo (Obras compatíveis com o PEC) - Documentação incompleta (Projetos arquitetônico, estrutural, elétrico, hidráulico, sanitário, incêndio, gás, pluvial etc, planilhas, especificações, memorial) - Discrepância de valores conveniados (Custos - limites previstos no PEC) - Compatibilidade entre obra e equipamentos

5 Licitação: problemas frequentes e ações adequadas - Divulgação insuficiente da licitação - Disponibilidade de todos os projetos e demais documentos aos licitantes - O contrato da obra é de preço global (Planilha ilustrativa, projetos governam o contrato, licitantes devem verificar quantitativos in loco) - Rigor nas exigências legais (Critérios de habilitação seguidos à risca)

6 Pós-licitação: problemas frequentes e ações adequadas - Papel do convenente, do PROEP, do fiscal, da contratada e do supervisor do PROEP Convenente – contratante; PROEP –financiador e orientador; Fiscal – responsável pela correta execução; Contratada – executora dos serviços; Supervisor PROEP – acompanhamento para evitar problemas de execução, pagamentos indevidos etc - Medições (Só são pagas etapas executadas. Medições feitas pelo fiscal e só pagas após supervisão do PROEP. Feitas em percentuais dos serviços da obra.)

7 Pós-licitação: problemas frequentes e ações adequadas - Reunião inicial de obra (Reunião com todas as partes para definição das regras de medição, pagamento etc) - Qualificação dos profissionais (O convenente deve buscar profissionais gabaritados para as diversas funções) - Agilidade na comunicação (Problemas que afetem a obra devem ser informados ao PROEP rapidamente para tomada de providências)

8 Alteração de Projeto: problemas frequentes e ações adequadas - Alterações pré-licitação (Mudança motivada por demanda, redirecionamento, alteração de valores – Solicitação de alteração do PEC) - Alterações pós-licitação (Erros de projeto ou planilha, motivo extraordinário e imprevisível, nova necessidade – Alteração do PEC ) - Aditivos (O PROEP não assume erros de responsabilidade do convenente ou da contratada)

9 EXECUÇÃO EFICIENTE E DE QUALIDADE - Respeito ao PEC - Documentação completa - Observância dos equipamentos - Divulgação da licitação - Disponibilidade dos documentos ao licitantes - Definição do papel dos envolvidos - Regras claras da condução da obra - Profissionais qualificados - Comunicação direta com o PROEP - Evitar pedidos de alterações ou aditivos


Carregar ppt "Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação PROEP INFRA-ESTRUTURA Jonathan Madeira de Barros Nunes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google