A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXAME. FUNÇÕES DA LINGUAGEM FUNÇÃO REFERENCIAL Faz referência a acontecimentos, fatos, pessoas, animais ou coisas. Objetivo de transmitir informações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXAME. FUNÇÕES DA LINGUAGEM FUNÇÃO REFERENCIAL Faz referência a acontecimentos, fatos, pessoas, animais ou coisas. Objetivo de transmitir informações."— Transcrição da apresentação:

1 EXAME

2 FUNÇÕES DA LINGUAGEM

3 FUNÇÃO REFERENCIAL Faz referência a acontecimentos, fatos, pessoas, animais ou coisas. Objetivo de transmitir informações. EX: O tempo amanhã será nublado, com melhoria no fim do período. EXEMPLOS: MAPAS/ TEXTOS JORNALÍSTICOS/ TEXTOS CIENTÍFICOS/ RECEITAS CULINÁRIAS/ BULAS DE REMÉDIOS/ MANUAL DE INSTRUÇÕES

4 FUNÇÃO FÁTICA Ocorre quando o emissor deseja verificar se o canal de comunicação está funcionando. Se está sendo compreendido. Empregada quando no decorrer de uma conversa emitindo sons. EX: Alô... / Entenderam?/ Hein?

5 FUNÇÃO POÉTICA Realça a elaboração da mensagem. Criatividade. Rimas, sonoridade, polissemia NESSE CASO, O EMISSOR TRABALHA A PALAVRA NO TEXTO COMO UM ESCULTOR TRABALHA A MADEIRA PARA CRIAR A ESCULTURA

6

7 FUNÇÃO METALINGUISTICA A linguagem que fala sobre a própria linguagem. Objetivo esclarecer, ou ensinar. EX: Estética: s.f. Parte da filosofia que trata das leis dos princípios do belo.

8 FUNÇÃO EMOTIVA Centrada na 1º pessoa. Objetivo: expressar o sentimento do emissor. EX1: Estou muito feliz. EX2: Este jantar está excelente.

9 FUNÇÃO APELATIVA Centrada na 2º pessoa. Objetivo de influenciar o receptor. Vocativo. Imperativo. EX: Não deixe de ver aquele filme.

10 EXERCÍCIO : A. tirotricina é um antibiótico composto de gramicidina e tirocidina. A gramicidina tem grande poder bactericida contra germes gram-positivos. A tirocidina tem eficiência contra germes gram- negativos. B.PROPRIEDADE PRIVADA. ENTRADA PROIBIDA. C. Os fardos de farinha empilhados na noite contra o muro do armazém dormem pesados calmos alimentícios. D.Quem sabe o que quer, quer saúde. Não fume!

11 E. Torce, aprimora, alteia, lima a frase; e, enfim, no verso de ouro engasta a rima, como um rubim. F. - Que coisa, né? - É. Puxa vida! - Ora, droga! - Bolas! - Que troço! - Coisa de louco! - É G. O homem letrado e a criança eletrônica não mais têm linguagem comum." (Rose- Marie Muraro)

12 H."O discurso comporta duas partes, pois necessariamente importa indicar o assunto de que se trata, e em seguida a demonstração. (...) A primeira destas operações é a exposição; a segunda, a prova." (Aristóteles) J. "Olá, como vai? Eu vou indo e você, tudo bem? Tudo bem, eu vou indo em pegar um lugar no futuro e você? Tudo bem, eu vou indo em busca de um sono tranquilo..." (Paulinho da Viola)

13 Narração/dissertação/injunção/descrição

14 NARRAÇÃO É o ato de narrar fatos reais ou fictícios. Que se organizam numa ordem de acontecimentos e que são relatados por alguém.

15 DESCRIÇÃO Descrição é o ato de descrever detalhadamente sobre personagens, cenários numa progressão linear.

16 DISSERTAÇÃO São textos dissertativos que se constituem pela apresentação de um tema acompanhado de uma opinião. Se divide em:

17 DISSERTAÇÃO EXPOSIÇÃO ARGUMENTAÇÃO O tema é apresentado sem juízo de valor. O produtor procura convencer seu leitor/ ouvinte, por meio de evidências, justificativas ou apelos. Usa- se a persuasão.

18 INJUNÇÃO Textos que se constroem as instruções. Modos verbais predominantes no indicativo e imperativo.

19 EXERCÍCIO 1 1. Quando o autor quer contar um caso usa-se Quando quer caracterizar dizer como é algo, usa-se Quando o autor deseja refletir, explicar, avaliar, comentar conceituar, usa-se Quando o autor quer orientar, aconselhar, usa-se...

20 EXERCÍCIO 2 A. A moça tinha ombros curvos como os de uma cerzideira. Aprendera em pequena a cerzir. Ela se realizaria muito mais se desse ao delicado labor de restaurar fios, quem sabe se de seda. B. Ele foi cavando, cavando, cavando, pois sua profissão - coveiro - era cavar. Mas, de repente, na distração do ofício que amava, percebeu que cavara demais.Tentou sair da cova e não conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que sozinho não conseguiria sair.

21 EXERCÍCIO 2 C. Ele foi cavando, cavando, cavando, pois sua profissão - coveiro - era cavar. Mas, de repente, na distração do ofício que amava, percebeu que cavara demais.Tentou sair da cova e não conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que sozinho não conseguiria sair. D. Grave problema presente no Brasil é o baixo nível cultural da população devido à falta de leitura de boa qualidade. Segundo o Pisa (Programa internacional de avaliação de alunos), que verifica a capacidade de leitura do jovem, dentre os 32 países envolvidos na pesquisa de 2001, o nosso ficou com a última colocação

22 EXERCÍCIO 2 E. A história do celular é recente, mas remonta ao passado –– e às telas de cinema. A mãe do telefone móvel é a austríaca Hedwig Kiesler (mais conhecida pelo nome artístico Hedy Lamaar), uma atriz de Hollywood que estrelou o clássico Sansão e Dalila (1949). F. Cada comprimido revestido contém: Paracetamol ,0 mg Excipientes q.s.p comprimido (hidroximetilpropilcelulose, polietilenoglicol, crospovidona, dióxido de silídio coloidal, estearato de magnésio)

23 REPORTAGEM/PROPAGANDA/CARTA COMERCIAL/PARÓDIA

24 PROPAGANDA

25

26 CARTA COMERCIAL

27 Florianópolis 18 de outubro de 2012 Caro Cliente, Estamos inaugurando um belíssimo lugar onde você poderá ficar tranquilo, curtir uma boa música e apreciar nossas delicias culinárias. Compareçam ao nosso novo endereço e faça parte do ambiente maravilhoso que proporcionamos a você. Atenciosamente, JM S.A

28 REPORTAGEM

29

30

31 PARÓDIA

32 A paródia é uma imitação cômica de uma composição literária (também existem paródias de filmes e músicas), sendo portanto, uma imitação que possui efeito cômico, utilizando a ironia e o deboche.cômicaliteráriaironia Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê … …Chega aí, pode entrar, quem ta aqui, ta em casa é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê … Paródia A família não para de crescer, usou, passou, limpou, é Assolan fenômeno Lã de aço, têm esponjas, panos multiuso, saponáceos Hoje é festa na casa e no apê, usou, passou, limpou, é Assolan fenômeno (bis)


Carregar ppt "EXAME. FUNÇÕES DA LINGUAGEM FUNÇÃO REFERENCIAL Faz referência a acontecimentos, fatos, pessoas, animais ou coisas. Objetivo de transmitir informações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google