A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Identificando necessidades e definindo os requisitos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Identificando necessidades e definindo os requisitos."— Transcrição da apresentação:

1 Identificando necessidades e definindo os requisitos

2 Overview A importância dos requisitos Diferentes tipos de requisitos Aquisição de dados Descrição de tarefas: Cenários Casos de uso Casos de uso essenciais Análise das tarefas: HTA

3 O quê, como e por quê? O quê 2 objetivos: 1. Entender o máximo possível a respeito dos usuários, das tarefas e do contexto 2. Produzir uma lista consistente de requesitos Como: Atividades de aquisição de dados Atividades de análise dos dados Entender quais são os requisitos necessários Saber que tudo isso é interativo

4 Porque: Definição de requisitos: é o estágio onde as falhas ocorrem mais freqüentemente Definir corretamente quais são os requisitos é crucial O quê, como e por quê?

5 Definindo os requisitos O quê os usuários querem? O quê eles realmente precisam? Os requisitos precisam ficar bem definidos, serem refinados, completados, analisados dentro do escopo Entrada: documentação dos requisitos (talvez) Saída: requisitos bem definidos Por quê definir os requisitos corretamente é crucial? Conhecer bem os requisitos ajuda a entender melhor as necessidades dos usuários e a trabalhar melhor com os dados do problema

6 Diferentes tipos de requisitos Funcionais: O quê o sistema deve fazer Históricamente o foco principal nas atividades-requisitos Não funcional: memória, tempo de resposta... Dados: Quais os tipos de dados que devem ser armazenados? Como estes dados serão armazenados (banco de dados)?

7 Ambiente ou contexto de uso: físico: poeira? ruídos? vibração? luz? calor? umidade? social: compartilhamento de arquivos, de equipamentos, através de grandes distâncias, privacidade para os clientes organizacional: hierarquia, políticas internas (procedimentos adotados pela empresa) e de TI, suporte ao usuário, estrutura e infraestrutura de comunicação, treinamento Diferentes tipos de requisitos

8 Usuários: quem são eles? Características: habilidades, formação, atitude no computador Quanto a utilização do sistema: novato, experiente, casual, freqüente Novatos:necessidade de realizar operações passo a passo, é necessário mais restrições, informações disponíveis de forma muito clara Experiente: flexibilidade, permissões de administrador Freqüente: disponibilidade de atalhos Casual: instruções e tutoriais muito claros Diferentes tipos de requisitos

9

10 Usabilidade: facilidade de aprender a operar o sistema e flexibilidade Observe que os requisitos do usuário e os requisitos de usabilidade são coisas diferentes

11 Quais são os fatores (ambiente, usuários, usabilidade) que influem nos seguintes sistemas? Compra de passagem aérea em um site de empresa nacional Compra de um produto relativamente barato em um site de leilão Operações de pagamento de contas no Internet Baking de bancos nacionais Tipos de requisitos

12 Técnicas de aquisições de dados Questionários: Uma série de perguntas para tentar obter algumas informações específicas Questionários podem ter diferentes tipos de respostas: simples sim/não; múltipla escolha; comentada Freqüentemente são utilizadas com outras técnicas Podem fornecer dados quantitativos e qualitativos São ótimas para obter respostas que envolvem questões relacionadas a um grupo muito grande e disperso de pessoas

13 Entrevistas: Fórum para conversar com as pessoas Estruturada, não estruturada, semi-estruturada Propostas que abrangem cenários e casos de uso podem ser utilizados na entrevistas Bom para explorar alternativas Entretanto consome tempo e é inviável aplicar-se a todos quando o grupo de pessoas é muito grande Técnicas de aquisições de dados

14 Workshops: Entrevistas com todo o grupo de usuários É ótimo para obter-se consenso e para identificar pontos ou áreas de conflito Técnicas de aquisições de dados

15 Observação naturalista: Acompanhar os stakeholders em suas tarefas diárias, observando-os trabalhar e vendo como o processo acontece Melhor compreensão das tarefas É ótimo para entender a natureza e o contexto onde as tarefas são executadas Isso requer tempo e dedicação de uma pessoa da equipe de design, e pode resultar em uma grande quantidade de dados Etnografia é uma forma Técnicas de aquisições de dados

16 Estudo da documentação: Procedimentos e regras estão freqüentemente descritos em manuais É boa para entender as regras, legislações e práticas de mercado que envolvem a atividade Não deve ser utilizada isoladamente É boa para entender a legislação e regras envolvidas Não toma o tempo dos stakeholders, que geralmente é o fator limitador nas outras técnicas Técnicas de aquisições de dados

17 Escolhendo as técnicas As técnicas de aquisição de dados diferem de 2 formas: 1. A quantidade de tempo, nível de detalhamento e risco associado às nossas conclusões 2. O conhecimento que o analista necessita A escolha da técnica é também afetada pelo tipo de tarefa a ser estudada: Etapas seqüenciais ou conjuntos integrados de subtarefas? Detalhada ou superficial, informações complexas ou simples? É necessário assessoria técnica de um especialista da área ou de assessoria jurídica?

18 Problemas com a aquisição de dados Identificar e envolver os stakeholders: usuários, gerentes, desenvolvedores, clientes?, associações?, sociedades? Envolvendo os stakeholders: workshops, entrevistas, estudos no local, participação dos stakeholders na equipe de desenvolvimento Usuários reais, não os gerentes: tradicionalmente são um problema em engenharia de software, mas muito melhor agora

19 Requisistos de gerenciamento: controle de versão, direitos autorais Comunicação: entre os membros da equipe de desenvolvimento com o usuário / cliente entre os usuários… diferentes partes da organização usam diferentes terminologias O domínio do conhecimento é distribuído e explícito: difícil de se aprofundar e de compreender o conhecimento é articulado: como você raciocina na hora que vai caminhar? Pensa na posição dos pés? Disponibilidade das pessoas-chave Problemas com a aquisição de dados

20 Problemas políticos da organização Domínio de certos stakeholders (autoritarismo) Mudanças na economia e no contexto dos negócios Equilíbrio entre as demandas de usuabilidade e as funcionais Problemas com a aquisição de dados

21 Algumas diretrizes Foco na identificação das necessidades dos stakeholders Envolver todos os grupos de stakeholders Envolver mais de um representante de cada grupo de stakerholders Use uma combinação de técnicas de aquisição de dados

22 Forneça suporte ao processo com a elaboração de protótipos e descrição das tarefas Execute uma seção piloto É necessário o seu compromentimento com a coleta e análise dos dados; antes de assumir o compromisso de desenvolvimento é necessário estabelecer realmente aonde você quer chegar Considere com cuidado como esses dados serão armazenados Algumas diretrizes

23 Interpretação dos dados e análise Comece o mais rápido possível após a aquisição dos dados Faça uma interpretação inicial antes de uma análise mais aprofundada As diferentes técnicas enfatizam diferentes elementos. Por exemplo: diagramas de classes para sistemas orientados a objetos, diagramas de entidade-relacionamento para sistemas de bancos de dados

24 Descrição de tarefas Cenários uma história narrativa informal, simples, natural, pessoal, não corriqueira Casos de uso assumem a interação com o sistema assumem um entendimento detalhado da interação Casos essenciais de uso sumário sem muitos detalhes não tem as mesmas suposições que os casos de uso

25 As descrições de tarefas são usadas freqüentemente para prever sistemas ou dispositivos novos A análise de tarefas é utilizada principalmente para investigar uma situação existente É importante não se concentrar em atividades superficiais O que as pessoas estão tentando fazer? Por quê elas estão tentando fazer isso? De que forma elas estão tentando fazer isso? Existem muitas técnicas, mas a mais popular é a HTA (Hierarchical Task Analysis, ou seja, Análise Hierárquica de Tarefas) Análise de tarefas

26 HTA Consiste em dividir uma tarefa em subtarefas, subdividindo-se também as subtarefas em outras, e assim por diante HTA é focada em ações físicas e perceptíveis e inclui a observação de ações não relacionadas com o software ou dispositivo de interação Comece com os objetivos do usuário os quais devem ser examinados e as principais tarefas para atingi-lo devem ser identificadas Tarefas são subdivididas em subtarefas

27 Exemplo de HTA 0.Emprestar um livro da biblioteca 1.ir até a biblioteca 2.achar o livro desejado 2.1 acessar o catálogo da biblioteca 2.2 entrar na tela de busca no sistema 2.3 entrar com um critério de busca 2.4 identificar o livro requisitado 2.5 anotar a sua localização 3.ir até a prateleira e retirar o livro 4.levar o livro até o balcão e oficializar o empréstimo

28 plano 1: execute Se o livro não estiver na prateleira, execute plano 2: execute Se o livro não for encontrado, execute Exemplo de HTA

29 Emprestar um livro da biblioteca Vá até a biblioteca Encontre o livro Retire o livro da prateleira Leve o livro até o balcão Catálogo de acesso Utilize sistema de busca Entre com umcritério de busca Identifique o livro Anote a localização plano 1: execute Se o livro não estiver na prateleira, execute plano 2: execute Se o livro não foi encontrado, execute Exemplo de HTA

30 Sumário Definir os requisitos corretamente é crucial Há diferentes tipos de requisitos, cada um deles é significativo no design de interação As técnicas mais freqüentemente utilizadas na aquisição de dados são: questionários, entrevistas, workshops, observação naturalista, estudo da documentação Cenários, casos de uso e casos esseciais de uso podem ser usados para articular práticas existentes e previstas do trabalho Técnicas de análise como a HTA ajuda a investigar sistemas existentes e práticas


Carregar ppt "Identificando necessidades e definindo os requisitos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google