A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Óbitos Infantis e Fetais Estudo de caso ÓBITO INFANTIL ÓBITO FETAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Óbitos Infantis e Fetais Estudo de caso ÓBITO INFANTIL ÓBITO FETAL."— Transcrição da apresentação:

1 Óbitos Infantis e Fetais Estudo de caso ÓBITO INFANTIL ÓBITO FETAL

2 CASO INFANTIL IG : 37 semanas DN e DO:03/06/2011(08:40h/23:45h) Idade da mãe:29 anos, tem trabalho remunerado, estudou até a 2ª série do 2º grau. Peso ao nascer:3.300 grs. Gravidez planejada,teve acesso a informações e aos métodos contraceptivos, gravidez única,primigesta, realizou primeira consulta de pré-natal com 8 semanas de gestação, tomou vacina antitetânica, pré-natal no PSF São Francisco I,informou quesaia sem dúvida, que era bem atendida. Quando chegou ao hospital foi atendida antes de 30 minutos, avaliou o atendimento como ruim, parto hospitalar em hospital público, conveniado ao SUS, parto cesáreo, realizado por médico não obstetra, aspecto do líquido amniótico com mecônio, sem intercorrência. Na admissão na U. Hospitalar, apresentou TA de 140x90 mmHg, colo com dilatação de 5cm,bcf de 142 bpm, apresent. cefálica, membrana amniótica rôta, houve indicação de cesárea devido ao sofrimento fetal agudo. Fez uso de raquianestesia. RN chorou fraco ao nascer, foi assistido por um médico clínico. Foi aspirado as vias aéreas,passagem de sonda nasogástrica e O 2 inalatório. Apgar no 1º minuto:05 e 5º minuto de 06,apresentou síndrome de aspiração meconial, classificado como adequado para idade gestacional(AIG).O Rn permaneceu em: Berçario de cuidados intermediários(BCI),fez uso de berço aquecido, medicação venosa e O 2 inalatório. Não houve transferência e fez exame de hemograma/hematócrito.

3 CASO INFANTIL Avaliado pela Câmara Técnica Estadual de Análise de óbito Infantil e Fetal em Enviado pela DIVEP Ofício nº 108/ 2012 para a 22ª Dires com as seguintes recomendações Recomendações gerais: Necessidade de encaminhamento das recomendações abaixo descritas as unidades e instituições pertinentes. Formação da Câmara Técnica Municipal de Análise de Óbitos Infantis e Fetais.

4 CASO INFANTIL Recomendações Específicas: Após leitura dos dados da investigação, o óbito foi classificado pela Lista Brasileira (Malta et al,2007) e considerado evitável, por ações adequadas de atenção à mulher no parto(1.2.2) Assistência Hospitalar: Necessidade de capacitação da equipe hospitalar para atenção ao parto e reanimação neonatal.Pela informação da investigação havia necessidade de indicação de cesárea já no 1º dia de internamento tendo em vista que na admissão a gestante apresentava 5 cm de dilatação com bolsa rota; Recém nascido apresentou anóxia e síndrome de aspiração meconial e pela descrição a assistência imediata ao RN não foi adequada para o quadro apresentado. Recomenda-se que,na inexistência de profissional habilitado para realização de parto cesáreo providenciar transferência para realização de procedimento em tempo oportuno.

5 CASO INFANTIL Solicitamos esclarecer o número de gestações incluindo esta, pois no cartão do pré natal e na Declaração de óbito informa que a mãe teve um filho antes dessa gestação.


Carregar ppt "Óbitos Infantis e Fetais Estudo de caso ÓBITO INFANTIL ÓBITO FETAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google