A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uso de corretivos líquidos em solos sob sistema de Plantio Direto FERNANDO PAIVA DE OLIVEIRA Engenheiro Agrônomo – P & D FERTEC (17) 98151-9666

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uso de corretivos líquidos em solos sob sistema de Plantio Direto FERNANDO PAIVA DE OLIVEIRA Engenheiro Agrônomo – P & D FERTEC (17) 98151-9666"— Transcrição da apresentação:

1 Uso de corretivos líquidos em solos sob sistema de Plantio Direto FERNANDO PAIVA DE OLIVEIRA Engenheiro Agrônomo – P & D FERTEC (17)

2 Fundada em março de 2004, na cidade de Barretos. A Embrafós é uma empresa focada em nutrição vegetal, que após anos de pesquisas vem inovando ao oferecer um produto diferenciado para fertilização fosfatada. Atualmente a EMBRAFÓS ocupa uma área de 34 mil metros quadrados e conta com uma equipe de profissionais treinados e capacitados para garantir a qualidade e confiabilidade aos seus produtos.

3 Fundada em 19 de março de 2009, na cidade de Colina – SP. A empresa é especializada na produção de fertilizantes fluídos de alta concentração e atua forte no desenvolvimento de novos produtos, visando práticas agrícolas mais sustentáveis. Instalada atualmente em uma ampla área de m², com investimentos na base de R$ 1,5 milhão na cidade de Barretos - SP, a Fertec conta com a experiência de profissionais capacitados, com mais de vinte anos de mercado.

4 Desenvolve tecnologias visando aumento da eficiência no uso do Cálcio, Magnésio, Enxofre e Micros ( B, Cu, Mn, Zn ) Suspensões fluídas de alta concentração (ex. Zn 50 % dens. 2,00) Uso de Nanopartículas Uso de sais pouco solúveis em água – Carbonatos e Óxidos Baixo risco de incompatibilidades Baixo risco de efeito fito tóxico Maior disponibilidade do nutriente em aplicações via solo

5 SISTEMA SOLO – PLANTA SISTEMA SOLO – PLANTA DINÂMICA DOS NUTRIENTES FASE GASOSA (25%)– POROS DE AERAÇÃO FASE LÍQUIDA (25%)– SOLUÇÃO DO SOLO FASE SÓLIDA (45%)– RESERVATÓRIO FASE VIVA (5%)- MICROORGANISMOS

6 FASE SÓLIDA FASE SÓLIDA DISPONIBILIDADE DOS NUTRIENTES REATIVIDADE = TROCA IÔNICA E REAÇÕES DO SOLO FRAÇÃO INERTE: AREIA E SILTE > 0,002 mm FRAÇÃO ATIVA: ARGILAS E HÚMUS (M.O) PARTÍCULAS < 0,002 mm OU 2 um OU nm (NANÔMETROS) nm (NANÔMETROS)

7 Escala de Nano Tecnologia 1 mm / 1000 = 1 micrômetro / 1000 = 1 nanômetro

8 USO DE NANO TECNOLOGIA Tamanho das partículas X Tamanho das Células

9 USO DE NANO TECNOLOGIA Tamanho das partículas X Tamanho das Células a nm MgO 100 nm H ³ BO ³ 160 nm MnCO³ 240 nm ZnO 280 nm CaCO³ / CaO 409 nm

10 FLUID LIME OR SOLID LIME ? COMPARISON E UM DESAFIO EM SISTEMAS DE PLANTIO DIRETO

11 Calcário Líquido: é uma novidade? Vocês sabiam que já utilizam Calcário Líquido em diversos países? E que as pesquisas existem desde início da década de 60?

12 Exemplos de Produtos nos EUA Valor na Agricultura de Hoje 1980

13 CalMag

14

15

16 PNW CONSERVATION TILLAGE HANDBOOK SERIES Chapter 6 - Fertility, No. 11, Spring 1987 Wheat Response to Lime on Acid Soils Roger Veseth The research has been conducted by Robert Mahler, University of Idaho soil scientist, in cooperation with Robert McDole, UI Extension soil specialist. 4-Year Research Effort Mahler completed 4 years of research from 1983 through 1986 directed at: (1)evaluating the effect of liquid lime on yields of spring wheat and winter wheat, (2)determining the optimum timing and placement of liquid lime and (3)comparing the effectiveness of liquid lime to a typical solid lime material.

17 1 Means in the same column followed by the same letter are not statistically different at the 0.05 level of probability Table 1. Yields of spring wheat and winter wheat from plots treated with liquid lime either 5 months before or 2 days before planting at Moscow, ID, In 1983 and 1984 (Mahler, Ul). Lime rate (lb/acre) Application time Yield 1 Spring wheat 1983 (bu/acre) Winter wheat 1984 (bu/acre) 0Control38d48.3c 1,0005 months before62ab69.0a 5005 months before57abc58.6b 2505 months before53abcd56.3bc 1,0002 days before48bcde64.7a 5002 days before42cde59.6ab 2502 days before37e56.1bc

18 Table 2. Comparison of spring wheat and winter wheat yield responses to liquid and solid lime broadcast and incorporated 1 day before planting near Moscow, ID, in 1985 and 1988 (Mahler, IA) Lime rate (lb/acre)Lime source Yield (bu/acre) Spring wheat 1985Winter wheat ,000Liquid61.5NS114.4** 2,000Solid ,500Liquid55.8NS118.0** 1,500Solid ,000Liquid56.3NS117.6** 1,000Solid Liquid54.8NS105.0** 500Solid Liquid54.4NS95.4* 250Solid Check NS, * and ** designate not statistically different, statistically different at the 0.05 level and statistically different at the 0.01 level, respectively (statistical comparisons are only between lime sources at each application rate).

19 Table 3. Comparison of spring wheat and winter wheat yield response to broadcast Incorporated and non-incorporated applications of solid and liquid lime near Moscow, ID, in 1985 and 1988 (Mahler, Ul). Lime rate (lb/acre)Lime source Application timing 1 Yield 2 (bu/acre) Spring wheat 1985Winter wheat ,000Liquid1 day before56.3NS117.6NS 1,000Liquid3 days after ,000Solid1 day before53.0*90.6NS 1,000Solid3 days after Liquid1 day before54.8NS105.0** 500Liquid3 days after Solid1 day before52.5NS84.6NS 500Solid3 days after Check day before incorporated before-planting application; 3 days after non-incorporated after- planting application. 2 NS, * and * * designate not statistically different, statistically different at the 0.05 level and statistically different at the 0.01 level, respectively (statistical comparisons are only between application for each lime source and rate).

20 Exemplos de Produtos nos EUA MOJO Lime – Advanced Liquid Alkalizer is a proprietary microsized suspension that maximizes the efficiency of limestone for pH adjustment. Mojo Lime is often referred to as Liquid Lime. However, Mojo Lime is smoother and easier to handle than other Liquid Lime formulas. Mojo Lime is made with food grade calcium carbonate and proprietary suspension and dispersal agents. Mojos calcium carbonate particles are less than 5 microns in size when the competitions Liquid Lime products range from microns in size. MOJO Lime – Liquid Lime offers the finest calcium carbonate particulates available in suspended form. Ultra-fine limestone solids will react more rapidly to achieve the desired pH, when compared to the typical Ag Lime. Course dry liming materials are unevenly spread over treated surfaces and difficult to handle. MOJO Lime – Liquid Lime has no dust and provides an even particle distribution with the use of proper application equipment. Mojo Lime – Liquid Lime can improve soil pH on contact for more nutrient absorption from coinciding fertilizer feed rates. For a wide variety of soil treatments, 2.5 to 5 gallons per acre has proven to be the accepted application rate. Typically, a soil pH in the low 6 range will use 2.5 gallons per acre, while a pH below 6 may require 5 gallons per acre. Instant pH increases can be expected after a soil treatment and pH buffering can last for up to 3-12 months. Mojo Lime – Liquid Lime enhances the pH of the soil germination zone to improve the quality of the planting. Dry and clay soils may experience slower pH changes.

21 Exemplos de Produtos nos EUA The commercial fluid lime products were (in no order) pHast-Cal-Pro®, Cal Flow®

22 Exemplos de Produtos na Austrália

23 III.PONTO DE VISTA QUÍMICO Característica: Poder de Neutralização (PN) Espécies Neutralizantes Capacidade de neutralização relativa ao CaCo 3 CaCo 3 1,00 MgCo 3 1,19 CaO1,79 MgO2,48 Ca(OH) 2 1,35 Mg(OH) 2 1,72 CaSiO 3 0,86 MgSiO 3 1,00 - PN indica a capacidade potencial do corretivo em neutralizar a acidez dos solos. - Cada espécie neutralizante tem uma determinada capacidade de neutralização, como informa a tabela ao lado (expressas em relação a capacidade do CaCo 3 ):

24 III.PONTO DE VISTA FÍSICO - Granulometria Devido a baixa solubilidade das espécies neutralizantes, a ação dos corretivos no solo depende: Umidade do solo; Contato do corretivo com o solo; Para o contato efetivo do corretivo com o solo, depende: 1°) da moagem do corretivo: quanto mais moído, maior é o contato e mais rápido será sua ação no solo; Desvantagens: quanto mais fino for o produto sólido, maior a dificuldade de aplicação, maiores perdas em conseqüência do vento e maior contato do corretivo com o operador

25 III.Granulometria 2°) Aplicação adequada e uniforme: - Dosagem correta; - Distribuição uniforme na área; Observação: Perde-se muito efeito dos corretivos devido as imperfeições na aplicação; Qual a dificuldade de realizar isto?

26 IV.Reatividade e Período Residual Taxas de reatividade para diferentes frações granulométricas: Período residual: % de ação do Calcário no solo em 3 meses:

27 Peneira N° Retida na peneira Kg% RE Reação em 3 meses Residual (ação futura) > que – 20 5%100 kg20%20 kg80 kg 20 – 50 15%300 kg60%180 Kg120 kg ˂ que 50 80%1.600 kg100%1.600 kg- Necessidade / Ação / Efeito Residual kg1.800 kg200 kg Exemplo do funcionamento de um bom calcário pó kg/hectare

28 Quais os objetivos de uma correção/calagem em sistemas de plantio direto ? -Diminuir a acidez potencial -Neutralizar o alumínio disponível -Aumentar o teor de cálcio e magnésio Em superfície ou no perfil do solo ?

29

30

31

32

33 Água: transporte íons e moléculas Água Livre ou não adsorvida Macroporos: > 0,05 mm Água não Livre ou adsorvida Microporos: < 0,05 mm

34

35

36 Tese: Por que 5L do fertilizante mineral misto com característica de corretivo de acidez de solo Líquido Fertec tem a equivalência a 1 tonelada de calcário convencional ?

37 -An. Esalq, Piracicaba, 45 (parte 2) : 499 – 515, 1988 REATIVIDADE DE CALCÁRIOS AGRÍCOLAS E A RELAÇÃO ENTRE OS TEORES DE CÁLCIO E MAGNÉSIO P.A. Bellingieri, J.C. Alcarde, E.C.A. Souza Diversos tem sido os fatores considerados nos calcários e que influem na correção da acidez dos solos: teor de carbonatos, grau de moagem, estrutura cristalina do material, relação entre os teores de cálcio e de magnésio e teor de umidade e temperatura do solo. 0 calcário é um material pouco solúvel. Considerando-se um teor de umidade no solo de 25 %, pode- se dissolver somente 7,0 kg de CaC0 3 por hectare.

38 -An. Esalq, Piracicaba, 45 (parte 2) : 499 – 515, 1988 REATIVIDADE DE CALCÁRIOS AGRÍCOLAS E A RELAÇÃO ENTRE OS TEORES DE CÁLCIO E MAGNÉSIO P.A. Bellingieri, J.C. Alcarde, E.C.A. Souza Para que a correção da acidez seja eficiente, deve-se, portanto, aumentar a área de contato entre o corretivo e o solo pela diminuição do diâmetro das partículas de calcário. Dada uma quantidade de material, quanto menores as partículas, maior será a área externa total, e maior a eficiência na correção da acidez.

39 Tese: porque 5L do fertilizante mineral misto com característica de corretivo de acidez de solo Líquido Fertec tem a equivalência a 1 tonelada de calcário convencional ? Exemplo teórico: calcular a solubilidade de um calcário pó (carbonato de cálcio e carbonato de magnésio) com 40% de CaO e 1% de MgO, em um solo que tem dm³ na camada de 0-20 cm, considerando um teor de umidade de 25%, considerando incorporação até 20 cm ? (cálculo teórico) Solubilidade de CaCO ³ (p.a) : 0,014 g/L a 25 o C e de MgCO ³ (p.a): 0,106 g/L a 25 o C Teor umidade do solo 25% : L água ou chuva de 50 mm Solubilizaria aproximadamente 7 kg de CaCO ³ por hectare !!! Considerando um calcário com 100% CaCO ³ (p.a) Em um ciclo de cultura de soja de 120 dias com precipitação de 400 mm Solubilizaria 56 kg de calcário ou 16 kg de Ca e 6 kg de Mg Considerando uma região com precipitação de mm/ano Solubilizaria 1 tonelada de calcário convencional em aproximadamente 5 anos !!!

40 Tese: porque 5L do fertilizante mineral misto com característica de corretivo de acidez de solo Líquido Fertec tem a equivalência a 1 tonelada de calcário convencional ? Exemplo prático: calcular a solubilidade de um calcário pó (carbonato de cálcio e carbonato de magnésio) com 40% de CaO e 1% de MgO, em um solo que tem dm³ na camada de 0-20 cm, considerando um teor de umidade de 25%, considerando incorporação até 5 cm ? (cálculo teórico) Solubilidade de CaCO ³ (p.a) : 0,014 g/L a 25 o C e de MgCO ³ (p.a): 0,106 g/L a 25 o C Teor umidade do solo 25% : L água ou chuva de 50 mm Solubilizaria aproximadamente 1,75 kg de CaCO ³ por hectare !!! Considerando um calcário com 100% de CaCO ³ (p.a) Em um ciclo de cultura de soja de 120 dias com precipitação de 400 mm Solubilizaria 3,5 kg de calcário ou 1 kg de Ca e 0,64 kg de Mg

41 Tese: porque 5L do fertilizante mineral misto com característica de corretivo de acidez de solo Líquido Fertec tem a equivalência a 1 tonelada de calcário convencional ? Exemplo teórico: primeira reação e segunda reação de ionização, segundo Boletim nº 6 da ANDA – Corretivos da Acidez de Solos – J C Alcarde, g CO 3 -² + H 2 O X 0,00022 g/L = 924 g HCO 3 -² 924 g HCO 3 -² + H 2 O X 0, g/L = 0, g H ² CO 3

42

43 USO DE NANO TECNOLOGIA Análise do Tamanho das partículas CaCo 3

44

45

46 CalMag

47 VANTAGENS – FERTILIZANTE MINERAL MISTO COM CARACTERÍSTICA DE CORRETIVO DE ACIDEZ LÍQUIDO UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO DE PULVERIZAÇÃO EFEITO MAIS RÁPIDO DE REAÇÃO NO SOLO MAIOR UNIFORMIDADE DE APLICAÇÃO NO SOLO MELHOR RESPOSTA EM RENDIMENTO OPERACIONAL MELHOR FONTE DE CÁLCIO E MAGNÉSIO

48 FERTILIZANTE MINERAL MISTO COM CARACTERÍSTICA DE CORRETIVO DE ACIDEZ LÍQUIDO FERTEC PIONEIRO COM TECNOLOGIA DE NANOPARTÍCULAS ÚNICO COM CÁLCIO E MAGNÉSIO NO MESMO PRODUTO FÁCIL MANUSEIO E APLICAÇÃO: PRÉ DILUIÇÃO NEUTRALIZA O EFEITO FITOTÓXICO DO ALUMÍNIO POTENCIALIZA O EFEITO DOS FERTILIZANTES PODE SER UTILIZADO SOB SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO FÁCIL UTILIZAÇÃO EM FERTIRRIGAÇÃO

49 NYon Solo Cal Características Concentrações: Ca: 17,5 %; Mg: 6 %; Densidade = 1,70 Relação Ca:Mg – 3:1 Vantagens -Rápida absorção via solo de Ca e Mg; -Neutraliza toxicidade do Alumínio; Benefícios -Corrige acidez do solo; -Prevenir doenças: áreas deficientes em Ca; -Melhorar fornecimento de magnésio; -Dose: 5 litros para cada tonelada de calcário recomendado; -Reação alcalina no solo: pH do produto 8; -Economia com Frete.

50 NYon Power Mag Características Concentrações: Ca: 16,5 %; Mg: 11 % ; Densidade = 1,80 Relação Ca:Mg – 1,5:1 Vantagens -Rápida absorção via solo de Ca e Mg; -Neutraliza toxicidade do Alumínio; Benefícios -Corrige acidez do solo; -Prevenir doenças: áreas deficientes em Ca; -Maior fornecimento de magnésio; -Dose: 5 litros para cada tonelada de calcário recomendado; -Reação alcalina no solo: pH do produto 10 -Economia com Frete.

51

52

53 TratamentoDescriçãoTipo de SoloInstalação e Incubação TestemunhaSem aplicaçãoArgiloso08/03/2012 Calcário PóPRNT 85% - 1,7 t / haArgiloso08/03/2012 Calcário Líquido Fertec 8,5 Litros / haArgiloso08/03/2012 TestemunhaSem aplicaçãoArenoso08/03/2012 Calcário Pó PRNT 85% - 0,7 t / haArenoso08/03/2012 Calcário Líquido Fertec 3,5 L / haArenoso08/03/2012

54

55

56

57 ALTURA (cm) TratamentoR1R2R3R4 Média T1 51,00 53,75 11,75 54,75 12,50 55,75 11,50 37,75 CT1 T2 39,05 11,25 79,00 15,50 58,50 11,00 60,75 12,50 35,94 CT2 T3 80,55 15,00 63,50 14,50 81,25 14,75 95,72 20,75 48,25 BT3

58 ALTURA (cm) TratamentoR1R2R3R4 Média T6 55,00 55,50 58,13 12,13 56,63 12,50 58,63 11,50 40,00 BT6 T7 51,03 11,63 81,50 15,75 62,00 11,50 63,38 12,75 38,69 BT7 T8 82,53 15,50 66,75 15,50 83,38 14,13 98,58 21,63 49,75 AT8

59

60 TratamentoDescriçãoTipo de SoloInstalação Calcário Líquido Fertec 20 Litros / haArenosoAbril/2012 Calcário Líquido Fertec 10 Litros / haArenosoAbril/2012 Calcário Pó + Gesso 2 t / há + 1 t / haArenosoAbril/2012 Calcário Pó2 t / háArenosoAbril/2012 Testemunha -ArenosoAbril/2012

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71 ANTES 30 DAA

72 Volume de calda 500L/ha

73 Pré-Diluição

74 Mistura e Agitação - tanque

75 Aplicação a Campo Vídeo

76

77 FERNANDO PAIVA DE OLIVEIRA Engenheiro Agrônomo (17) Muito Obrigado ! Juntos pensamos, criamos e agiremos.


Carregar ppt "Uso de corretivos líquidos em solos sob sistema de Plantio Direto FERNANDO PAIVA DE OLIVEIRA Engenheiro Agrônomo – P & D FERTEC (17) 98151-9666"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google