A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A atividade de Relações com Investidores e sua importância para o Mercado de Capitais Geraldo Soares Presidente Executivo do IBRI 09 março 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A atividade de Relações com Investidores e sua importância para o Mercado de Capitais Geraldo Soares Presidente Executivo do IBRI 09 março 2007."— Transcrição da apresentação:

1 A atividade de Relações com Investidores e sua importância para o Mercado de Capitais Geraldo Soares Presidente Executivo do IBRI 09 março 2007

2 Programa/Objetivos da Apresentação Hoje falaremos sobre: 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil. 2)O IBRI no Mercado de Capitais 3)O que é RI (Relações com Investidores)? O papel do Profissional de RI.

3 Programa/Objetivos da Apresentação 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil. 2)O IBRI no Mercado de Capitais 3)O que é RI (Relações com Investidores)? O papel do Profissional de RI.

4 A revolução do Mercado de Capitais no Brasil * 1976: Criação da CVM e Nova lei das Sociedades Anônimas: Lei 6404/76; * Instrução CVM 202 (dez/93) institui a figura do Diretor de Relações com Mercado; * Fundação do IBRI – 5/jun/97 – Instituto Brasileiro de Relações com Investidores; * Revista RI – mar/98 – Primeira Revista especializada em Relações com Investidores no Brasil;

5 A evolução do Mercado de Capitais no Brasil * Instrução CVM 309 (jun/99) altera o nome de Relações com Mercado para Relações com Investidores; * Implantação do Novo Mercado pela Bovespa em dez/00; * Instrução CVM 358 (jan/02) regula as informações sobre fato relevante, além da negociação de papéis por pessoas da própria empresa com acesso a informações privilegiadas; * Instrução CVM 400 (dez/03) dispõe sobre as ofertas públicas de valores mobiliários nos mercados primário e secundário. * Mercado buscando a auto-regulação: Criação do CODIM em abr/05:

6 EMPRESA BOVESPA ABERTURA DE CAPITAL CVM ANBID INÍCIO DE NEGOCIAÇÃO BOVESPACVMANBIDANCOR INVESTIDORES CVM BOVESPA ANCOR ABRASCAIBRIINI APIMECIBGCABRAPP IBRI ABRASCA IBGC O Mercado de Capitais e seus players

7 A evolução do Mercado de Capitais no Brasil Alguns números do Mercado de Capitais: * Participação de Pessoas Físicas no volume financeiro diário negociado na Bovespa 2001 = 18% 2006 = 25% * Empresas registradas nos níveis diferenciados de Governança Corporativa da Bovespa (Fev/07) (% capitalização mercado) Novo Mercado = 51 empresas-> 14% Nível 2 = 14 empresas-> 4% Nível 1 = 36 empresas-> 41% Tradicional = 300 empresas-> 41%

8 Revolução no mercado de Capitais no Brasil Evolução dos IPOs

9 Nº de Empresas nos Segmentos Diferenciados de Governança Corporativa da Bovespa * até 1/mar Revolução no mercado de Capitais no Brasil

10 Volume Médio Diário Negociado na Bovespa Revolução no mercado de Capitais no Brasil

11 Valor de Mercado das Cias.Listadas Revolução no mercado de Capitais no Brasil Jan/2007 – 77,3% do PIB 1995 a 2004 – 33% do PIB (média)

12 Revolução no mercado de Capitais no Brasil COMPARAÇÃO - IGC x IBOVESPA x IBRX50

13 Programa/Objetivos da Apresentação 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil. 2)O IBRI no Mercado de Capitais 3)O que é RI (Relações com Investidores)? O papel do Profissional de RI.

14 O IBRI no Mercado de Capitais Missão do IBRI: contribuir para o crescimento e valorização da função e do profissional de RI. Entidade de direito privado, sem fins lucrativos presente há 10 anos no mercado de capitais brasileiro. Associado ao IIRF – International Investor Relations Federation

15 Conselho de Administração Diretoria Executiva Conselho Fiscal Comissão Técnica Comissão de Desenvolvimento Profissional Comissão de Divulgação Órgãos e Comissões do IBRI: Vice-Presidências – SP/RJ/MG 4 Diretorias Específicas Estrutura do IBRI Comissão Internacional Comitê de Ética Comissões Externas Comissão de Novos Associados

16 Realizações do IBRI Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais: Realizado anualmente, é o maior evento no âmbito do setor na América Latina. 9ª Edição em 2007; Encontros Informais: Estimular a convivência e troca de idéias da comunidade de RI; Seminários e Cursos: mais de 90 realizações envolvendo a participação de mais de participantes; Coordenação do CODIM (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado), em conjunto com a Apimec

17 Realizações do IBRI Eventos Internacionais Brazil Day em Nova Iorque – caminha para 4ª edição Tarde de Brasil en Latibex (Madrid): 2ª edição em MBA de RI em conjunto com a Fipecafi/USP: Pioneiro na América Latina. Em 2007 iniciará a 7ª Turma. Pesquisas e Enquetes sobre RI Espaço na Mídia: Coluna Institucional em Jornal de Finanças e Espaço para publicação de artigos de profissionais de RI em revistas especializadas.

18 Representatividade Das companhias de capital aberto, mais de 100 possuem seus profissionais de RI associados ao Instituto. Cerca de 90% da capitalização de mercado. Além desse público, cerca de 40 empresas possuem representantes no Instituto, entre entidades, corretoras, bancos de investimento, editoras e consultorias.

19 Principais Convênios IBRI / CVM Comitê de Educação da CVM IBRI / Bovespa Guia do Profissional de RI IBRI / Fipecafi-USP MBA de RI IBRI / Instituto Chiavenato Divulgação Acadêmica de RI IBRI / Pinheiro Neto Advogados Boletim Jurídico

20 Coluna e artigo no jornal Valor Econômico e Mesa Redonda na revista Investidor Institucional Revista RI (gratuita ao associado) IBRI News Portal IBRI – Livraria Impressa e Virtual (+ de 80 títulos) Canais de comunicação do IBRI

21 Visite o nosso portal

22 Programa/Objetivos da Apresentação 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil 1)Revolução no mercado de Capitais no Brasil. 2)O IBRI no Mercado de Capitais 3)O que é RI (Relações com Investidores)? O papel do Profissional de RI.

23 Conselho de Administração e Diretoria Criação de Valor para o Acionista Relações com Investidores Redução do Custo de Capital Objetivo: Fornecer ao mercado de capitais informações transparentes, tempestivas e confiáveis sobre as operações da empresa. O que é RI ?

24 RI: Principais atividades Desenvolvimento interno da Cultura de Companhia Aberta; Divulgação de informações Obrigatórias; Relacionamento com Órgãos Reguladores; Divulgação de Informações Voluntárias ao Mercado; Monitoração dos Serviços aos Acionistas e respectivas Assembléias; Relacionamento com as Bolsas de Valores e Mercado de Balcão;

25 RI: Principais atividades Reuniões com Analistas de Investimento, Acionistas e Investidores Potenciais; Acompanhamento das Avaliações feitas sobre a Companhia; Relacionamento com a Imprensa especializada; Acompanhamento das condições de negociação dos valores mobiliários da companhia (liquidez); Levantamentos de Inteligência de Mercado.

26 RI baseado na Governança Corporativa TRANSPARÊNCIA Compromisso com a Informação espontânea, ágil e direta PRESTAÇÃO DE CONTAS Responsabilidade na prestação de informações EQÜIDADE Tratamento justo e indiscriminado aos grupos minoritários SUSTENTABILIDADE Responsabilidade Social nas práticas Corporativas

27 Conselho de Administração Define e Acompanha as Metas estratégicas Implementa e realiza a Gestão das metas estratégicas Diretoria Executiva Produção, Vendas e Financeiro Controle RI Padroniza, Controla e checa os resultados Persegue as metas estratégicas Interpreta e Divulga as Informações COMITÊS DE GESTÃO COMUNIDADE FINANCEIRA RI na ponta do fluxo de informação

28 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

29 Relatório Anual; Publicação trimestral; Teleconferências; Envio de comunicados aos usuários; Reuniões públicas em todas as regionais da Apimec; Site de Relações com Investidores (vários idiomas); Disponibilização de informações no site de RI; Roadshows anuais no exterior (EUA e Europa); CRM em RI; Análise Gerencial da Operação Balanço Social (Novos Públicos Estratégicos); e US GAAP – Investidores Estrangeiros (Globalização). Transparência = Desejo de Informar Transparência

30 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

31 Website de RI - O que deve conter um site de RI? Simuladores, Cotações e gráficos das ações desde 1990 Press releases, fatos relevantes e comunicados desde 1995 Cobertura dos analistas e estimativa de lucros Calendário de eventos de interesse para o ano inteiro Teleconferências trimestrais desde 1999 Apresentações desde Alert Demonstrações Contábeis Completas trimestrais desde 1996 Histórico de dividendos pagos desde 1980

32 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

33 Investidores Profissionais Investidores Não-profissionais Enfoque analítico no aspecto operacional Foco em dividendos Relatório Impresso Glossário, FAQ Menor importância à tempestividade (algumas informações!) Enfoque analítico nas demonstrações financeiras Foco em recompra de ações Relatório On-line Análise Gerencial da Operação Grande importância à tempestividade da informação, visão trimestral Públicos diferentes, demandas diferentes

34 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

35 Exposição no Mercado Atendimento aos analistas (sell-side, dívida e buy-side); Reuniões em grupo e One-on-One meetings; Participação em conferências e apresentações em geral ; Confecção de earnings-releases em português e inglês; Conference Calls com transmissão via Internet; Atualização permanente da Homepage de RI; Apoio/Informações a acionistas e investidores individuais; Confecção de relatórios internos - feedback p/a Diretoria Executiva; Apoio a outras áreas da Cia. (controladoria, financeiro, jurídico, planejamento estratégico, comunicação interna e assessoria de imprensa)...

36 Exposição no Mercado Em relação a reuniões públicas nas Apimecs, a sua empresa pretende realizar em 2006: Fonte: 4ª Enquete – IBRI - Forma de Divulgação de Informações Contábeis (maio de 2006)

37 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

38 Tempestividade Formas de divulgação de Demonstrações Contábeis Anuais. Fonte: 4ª Enquete – IBRI - Forma de Divulgação de Informações Contábeis (maio de 2006)

39 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

40 Outros Academia RI EmpresaMercado de Capitais Coletar, analisar, sintetizar e uniformizar informações internas Disseminar informações transparentes democráticas tempestivas acessíveis Áreas da Empresa Analistas Acionistas Investidores Retroalimentação O RI é a voz do mercado dentro da empresa e a voz da empresa no mercado de capitais. Raters Mídia Responsabilidade do RI

41 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

42 Oportunidades de Mercado A participação do investidor individual está crescendo no Brasil. Em sua percepção a demanda destes investidores no ano de 2005, em relação a 2004, teve: Fonte: 4ª Enquete – IBRI - Forma de Divulgação de Informações Contábeis (maio de 2006)

43 Oportunidades de Mercado A procura do investidor estrangeiro está crescendo no Brasil. Em sua percepção a demanda destes investidores no ano de 2005, em relação a 2004, teve: Fonte: 4ª Enquete – IBRI - Forma de Divulgação de Informações Contábeis (maio de 2006)

44 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

45 * Dow Jones Sustainability World Index (desde 1999) * ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa (desde 2005) * Reporte de Sustentabilidade de acordo com a metodologia do GRI (Global Reporting Initiative) * Fundos SRI * Reuniões APIMEC em todo o Brasil * Tag Along * Relatório Anual Online * CRM em RI * Quiet Period * Políticas de Divulgação e Negociação * Programa de Reinvestimento de Dividendos Inovação

46 Seja transparente - sempre! Comunicação é a alma do negócio! Apresente-se. Vá ao mercado! Não perca tempo. Seja tempestivo! Não invente. Seja a cara da sua empresa Reconheça oportunidades. Inove! Conheça seu público! Segmente! Seja estratégico. Pense no longo prazo! Nove Mandamentos para estruturar um bom programa de RI

47 Dimensão Econômica Dimensão Ambiental Dimensão Social Sustentabilidade Cidadania Corporativa Responsabilidade social Aumentar a equidade Conservar e reciclar recursos (Eco-eficiência) Reduzir desperdícios Minimizar impactos ambientais Performance Financeira Criação de Valor Perpetuidade Competitividade A empresa somente é sustentável quando clientes, fornecedores, investidores...são sustentáveis. Sustentabilidade

48 Dimensão engajamento com Stakeholders Colaboradores Concorrência Outros Stakeholders Sociedade Parceiros e Fornecedores Acionistas Clientes Autoridades Respeito à pessoa Observância estrita às leis e aos regulamentos Busca permanente do desenvolvimento Respeito à diversidade Ética Transparência Excelência no atendimento RI

49 3ª Pesquisa sobre o perfil do Profissional e da Área de RI Divulgada em coletiva de imprensa realizada ontem 08/mar/07 09 março 2007

50 2003 Faixa Etária 2000 Crescimento no nº de profissionais com até 29 anos 2006

51 Graduação Economia e Administração continuam sendo a maioria. 2003

52 Pós Graduação Manutenção de cerca de 80% de profissionais com pós-graduação

53 2006 Experiência em RI 2000 Chegada de novos profissionais na área de RI 2003

54 2006 Tempo de Empresa 2000 Predomínio de profissionais com mais tempo de casa 2003

55 Faixa Salarial – Gerente de RI Profissionais mais bem remunerados 2003

56 Benefícios que integram a remuneração

57 Salim Augusto A. Ali Superintendente do IBRI - Rodney Vergili Assessoria de Comunicação - IBRI - Contatos

58 OBRIGADO! Geraldo Soares Presidente Executivo do IBRI 09 março 2007


Carregar ppt "A atividade de Relações com Investidores e sua importância para o Mercado de Capitais Geraldo Soares Presidente Executivo do IBRI 09 março 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google