A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tema : A Experiência do GAT Palestrante : Cel. R/1 Paulo César da Silva Alípio Comandante da Guarda Guarda Civil Municipal Jaboatão dos Guararapes Pernambuco.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tema : A Experiência do GAT Palestrante : Cel. R/1 Paulo César da Silva Alípio Comandante da Guarda Guarda Civil Municipal Jaboatão dos Guararapes Pernambuco."— Transcrição da apresentação:

1 Tema : A Experiência do GAT Palestrante : Cel. R/1 Paulo César da Silva Alípio Comandante da Guarda Guarda Civil Municipal Jaboatão dos Guararapes Pernambuco

2 GAT Grupamento de Apoio ao Turista. Garantindo a Segurança do Turista.Garantindo a Segurança do Turista.

3 SUMÁRIO 1. GÊNESE: o nascituro do projeto. 2. AÇÕES INICIAIS 3. PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO 4. PPP: Parceria Público-privada. 5. OBJETIVO 6. ATRIBUIÇÕES 7. ATUAÇÃO 8. METAS DO COMANDO 9. CONCLUSÃO

4 1 – GÊNESE: o nascituro do projeto. O Comando da Guarda, preocupado com os índices alarmantes de violência e criminalidade, especialmente no que diz respeito aos turistas que visitam o Município do Jaboatão dos Guararapes – público este que gera divisas e aquece a economia local – concebeu a idéia de formar um grupo especializado de guardas, voltado à proteção desse segmento. O Comando da Guarda, preocupado com os índices alarmantes de violência e criminalidade, especialmente no que diz respeito aos turistas que visitam o Município do Jaboatão dos Guararapes – público este que gera divisas e aquece a economia local – concebeu a idéia de formar um grupo especializado de guardas, voltado à proteção desse segmento.

5 2 – AÇÕES INICIAIS 2.1 – Primeiro Passo: viabilizar o projeto. O Comando contatou o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Dr. Carlos Fernando Pereira, o qual, receptivo à idéia, dispôs-se a apoiar a implementação do projeto. O Comando contatou o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Dr. Carlos Fernando Pereira, o qual, receptivo à idéia, dispôs-se a apoiar a implementação do projeto.

6 2.2 – Segundo Passo: selecionar e capacitar os guardas. Foram selecionados vinte e sete servidores dos quadros da Guarda Civil Municipal, sendo um inspetor, uma subinspetora e vinte e cinco guardas, mediante critérios de escolaridade, disciplina, capacidade de iniciativa e ética profissional, os quais foram submetidos a um curso de capacitação especialmente criado para o segmento turístico e hoteleiro. Foram selecionados vinte e sete servidores dos quadros da Guarda Civil Municipal, sendo um inspetor, uma subinspetora e vinte e cinco guardas, mediante critérios de escolaridade, disciplina, capacidade de iniciativa e ética profissional, os quais foram submetidos a um curso de capacitação especialmente criado para o segmento turístico e hoteleiro.

7 3 – PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO O programa de capacitação para o GAT foi constituído de oito cursos, disponibilizados pela Secretaria de Turismo, perfazendo um total de 252 (duzentas e cinqüenta e duas) horas-aula. A seguir, a grade curricular:

8 3.1 – Grade Curricular. Noções de Turismo e Hotelaria; Qualidade no Atendimento ao Turismo; Noções de Meio Ambiente; Noções de Inglês para o Turismo; Primeiros-Socorros e Saúde; Elaboração de Roteiros Turísticos; Noções de Legislação e Ética para Turismo e Meio Ambiente; e, Noções de Espanhol para o Turismo.

9 3.2 – Ampliação da Grade Curricular. O Comando da Guarda, visando maximizar os serviços de apoio ao turista, interveio junto ao GBMAR (Grupamento de Bombeiros Marítimos), viabilizando a participação dos guardas municipais no Curso Básico de Salvamento em Praias, enriquecendo, destarte, a grade curricular do GAT. O Comando da Guarda, visando maximizar os serviços de apoio ao turista, interveio junto ao GBMAR (Grupamento de Bombeiros Marítimos), viabilizando a participação dos guardas municipais no Curso Básico de Salvamento em Praias, enriquecendo, destarte, a grade curricular do GAT.

10 4 – PPP: Parceria Público-privada. Num Município com tantas carências, a viabilização financeira do projeto afigurava- se um obstáculo a ser transposto. Havia, portanto, que se angariar recursos junto à iniciativa privada, haja vista a indisponibilidade do Erário. Com esse intuito, foram procurados, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, empresários do ramo hoteleiro, obtendo-se resposta positiva de cinco deles, quais sejam:

11 DORISOL RECIFE GRAND HOTEL; HOTEL GOLDEN TULIP GOLDEN BEACH; HOTEL BLUE TREE TOWERS; TERRAMAR HOTEL; HOTEL BARRAMARES.

12 4.1 – Aparelhamento do GAT. ItemEspecificaçãoQTDValor unitário Valor total 1Bicicletas – 18 marchas5180,00900,00 2Capacetes para ciclistas2070, ,00 3Boné4010,00400, 4Camisa operacional4028, ,00 5Calção4018,00720,00 6Meias soquete406,00240,00 7Tênis4065, ,00 8Cinto de guarnição2030,00600,00 TOTAL GERALR$ 7.980,00

13 5 – OBJETIVO O GAT tem o objetivo de apoiar as ações municipais voltadas para o fortalecimento dos serviços de segurança nas áreas de interesse turístico, visando promover maior assistência aos turistas nacionais e estrangeiros que se hospedam no Município do Jaboatão dos Guararapes. O GAT tem o objetivo de apoiar as ações municipais voltadas para o fortalecimento dos serviços de segurança nas áreas de interesse turístico, visando promover maior assistência aos turistas nacionais e estrangeiros que se hospedam no Município do Jaboatão dos Guararapes.

14 6 – ATRIBUIÇÕES Com o fito de proporcionar ao seu corpo operacional diretrizes básicas para o exercício de suas funções, foram estabelecidas algumas atribuições para o GAT, quais sejam: Com o fito de proporcionar ao seu corpo operacional diretrizes básicas para o exercício de suas funções, foram estabelecidas algumas atribuições para o GAT, quais sejam:

15 Atuar nas áreas de interesse turístico do município; Exercer atividades voltadas à informação turística, à orientação e ao atendimento de qualidade à população e aos visitantes; Emitir relatórios de ocorrência para posterior acompanhamento do Comando da Guarda Civil Municipal e suporte técnico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo; Exercer a guarda do patrimônio público na área de atuação;

16 Contribuir para o fomento e desenvolvimento da atividade turística municipal, através do exercício de suas atribuições; Fortalecer a presença e melhorar a imagem do Poder Público Municipal como agente participante das ações de segurança da população e dos visitantes; Colaborar, dentro dos limites do Estatuto da Guarda Civil Municipal e de sua área de atuação, com as ações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Pernambuco;

17 Participar das ações de prevenção e conscientização na área da orla municipal e nas outras áreas de interesse turístico; e, Realizar outras atribuições que forem conferidas pelo Comando da Guarda Civil Municipal.

18 7 - ATUAÇÃO O GAT atua, permanentemente, na orla marítima, no horário das 7h às 19h, efetuando patrulhamento preventivo, conforme veremos a seguir:

19 Patrulhamento na Orla.

20 Patrulhamento nas Vias.

21 Patrulhamento nas Áreas de Concentração de Turistas.

22 Patrulhamento na Igreja de N. Sr.ª da Piedade.

23 Patrulhamento na Igreja N. Senhora dos Prazeres.

24 Parque Histórico do Monte Guararapes; Lagoa Azul; Colônia dos Padres. O GAT também atua nos principais pontos turísticos da cidade do Jaboatão dos Guararapes, dentre os quais, destacam-se:

25 Resultados das ações do GAT: A execução da prisão, em flagrante delito, de um elemento que agredira uma mulher nas proximidades do Hotel Blue Tree Towers, no dia 27/2/06, o qual fora conduzido à Delegacia de Prazeres para as providências de praxe; A prisão de um elemento acusado de furtar uma senhora nas proximidades da Igreja N. Sr.ª da Piedade, e, posterior condução à delegacia supra;

26 O aprisionamento e proteção de um elemento que, no dia 24/03/06, sob a acusação de atentado violento ao pudor, estava prestes a ser linchado pela população no Parque Histórico Monte dos Guararapes, sendo o suspeito entregue, a salvo, a uma guarnição da PM.

27 8 – METAS DO COMANDO Aumentar o efetivo do GAT para ampliação e eficácia do serviço prestado; Equipar o grupamento com viaturas para dar mais eficiência às suas ações; Aumentar o número de conveniados; Prover o grupamento de rádios transceptores para agilizar a comunicação; Cobrir em horário integral as áreas de interesse turístico; Empenhar-se, junto ao Executivo Municipal e demais entidades envolvidas, visando oferecer melhores condições de trabalho aos integrantes do GAT.

28 9 – CONCLUSÃO Necessário é investirmos no elemento humano se pretendemos que nossos projetos, desde os mais simples aos mais complexos, tornem-se realidade e, assim, produzam resultados com a eficácia e perfectibilidade almejadas. Necessário é investirmos no elemento humano se pretendemos que nossos projetos, desde os mais simples aos mais complexos, tornem-se realidade e, assim, produzam resultados com a eficácia e perfectibilidade almejadas.

29 OU ENCONTRAMOS UMA FORMA OU A INVENTAREMOS Hannibal.


Carregar ppt "Tema : A Experiência do GAT Palestrante : Cel. R/1 Paulo César da Silva Alípio Comandante da Guarda Guarda Civil Municipal Jaboatão dos Guararapes Pernambuco."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google