A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COESÃO E COERÊNCIA TEORIA. Conceituando Na construção de um texto, assim como na fala, usamos mecanismos (palavras ou expressões) capazes de garantir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COESÃO E COERÊNCIA TEORIA. Conceituando Na construção de um texto, assim como na fala, usamos mecanismos (palavras ou expressões) capazes de garantir."— Transcrição da apresentação:

1 COESÃO E COERÊNCIA TEORIA

2 Conceituando Na construção de um texto, assim como na fala, usamos mecanismos (palavras ou expressões) capazes de garantir que o interlocutor compreenda a mensagem que ele vai ler. Para que um texto (ou um fala) seja compreendido facilmente, é necessário que ele seja coeso e coerente. Um texto coerente é aquele que apresenta idéias ligadas em uma seqüência lógica, (para que tenha sentido), sem erros de grafia,de coerência verbal e nominal. A coesão é a parte da gramática que se preocupa com a parte estética do texto (erros gramaticais relacionados com a grafia: acentuação, pontuação, conjugação verbal, escrita correta das palavras, repetição, substituição de palavras). Vamos analisar os exemplos a seguir para compreendermos melhor o conceito da coesão. a) Moradia e educação é direito do cidadão. CORREÇÃO: Moradia e educação são direitos do cidadão. b) Agente vive em Brasília. CORREÇÃO: A gente vive em Brasília. ou Nós vivemos em Brasília. c) Cadernos apartir de R$2,00. CORREÇÃO: Cadernos a partir de R$2,00. Dessa forma, é possível concluir que a coesão se refere aos aspectos formais do texto. São erros de coesão: má concordância, repetição desnecessária, pronomes indevidos e palavras inapropriadas.

3 COERÊNCIA A coerência não se preocupa com a estética, mas com o sentido apresentado no texto ou na fala. Os exemplos a seguir demonstrarão o que acabamos de falar: a)A modelo pousou para o repórter. CORREÇÃO: A modelo posou para o repórter. b)O aumento do desemprego foi de 0% em novembro. CORREÇÃO: Não houve aumento do desemprego em novembro. c)A nova terapia traz esperanças a todos que morrem de câncer todo ano. CORREÇÃO: A nova terapia traz esperanças a todos os que sofrem de câncer a cada ano.

4 PARTE 2 – VAMOS PRATICAR Encontre as incoerências existentes nas frases a seguir: a) Apesar da meteorologia estar em greve, o tempo esfriou intensamente ontem. b) Os sete artistas compõem um trio de talento. c) A vítima foi estrangulada a golpes de facão. d) Os nossos leitores não nos desculparão por esse erro indesculpável. e) No corredor psiquiátricos os doentes corriam como loucos. f) O presidente de honra é um jovem septuagenário de 81 anos.

5 A relação a seguir apresenta a grafia correta dos erros morfológicos e sintáticos mais comuns. Alguns erros revelam maior desconhecimento de língua que os outros. 1) A MODELO POUSOU PARA O FOTÓGRAFO. Modelo não pousa. O que ela pode fazer é posar (de pose); quem pousa é avião, ave. A modelo posou para o fotógrafo. 2) ELE SAIU BÊBEDO DA COMEMORAÇÃO. É um tanto estranho, mas Bêbedo ou Bêbado estão corretos. Assim: Ele saiu Bêbedo ou Bêbado da comemoração. 3) DIZEM QUE ARROZ E GIZ NÃO TÊM PLURAL. Tem sim: um arroz->dois arrozes / um giz->dois gizes. O ouvido parece rejeitar o plural, porque normalmente se diz um grão de arroz, dois grão de arroz, assim como acontece com feijão. Giz tem plural até em inglês (chalks). Dizer ou escrever dois giz é o mesmo que dizer ou escrever dois real. 4) TAMPEI O NARIZ PARA NÃO SENTIR O FEDOR. Não tampe o nariz. Nariz não tem tampa. Pode-se dizer tampei apenas para coisas que tenham tampa. O nariz você pode tapar: Tape o nariz para não sentir o fedor. Tape os olhos, o nariz e tudo que não tiver tampa.

6 5) NÃO VIAJEI POR CAUSA QUE ESTOU DOENTE. Por causa não existe. Use porque: Viajei porque estou doente(e não por causa que). 6) MEU CADERNO É ASPIRAL. Esse seu caderno não existe. O que você tem é um caderno ESPIRAL. 7) AINDA SOU DE MENOR. Você não pode ser de menor. escreva sem a preposição de. Eu ainda sou menor (menor de idade); Meu irmão já é maior (maior de idade). 8) ESTOU PASMO. Veja: pasmo é substantivo. Pasmado (estado de alguém) é adjetivo. É o que deve ser usado.

7 9) JÁ TIREI O RAIO X. Raio-x não existe. Se não existe, ninguém pode tirar. Podemos tirar raios-x. 10) CORTOU A FRUTA EM DUAS METADES. isso é pleonasmo. Metade são sempre duas. E não existem três metades. Escreva ou diga: cortou em duas partes; três partes. Da mesma maneira, não se divide uma circunferência em duas metades iguais ou em duas metades iguais. é redundante. 11) ELE FICOU COM A METADE MAIOR! Isso é incoerência. metades são iguais. Outras frases incoerentes: Estou preso do lado de fora. Ele é o protagonista secundário. Uma vítima fatal foi salva do... 12) O PREÇO DA CARNE ESTÁ CARO. Preço não pode ser caro. Pode ser alto ou baixo. Está muito alto o preço da carne. A carne está muito cara. 13) ACONTECEU HÁ DEZ ANOS ATRÁS. há e atrás indicam passado na frase. Portanto, não há necessidade de usar os dois. Use apenas há ou somente atrás. Aconteceu dez anos atrás ou aconteceu há dez anos.


Carregar ppt "COESÃO E COERÊNCIA TEORIA. Conceituando Na construção de um texto, assim como na fala, usamos mecanismos (palavras ou expressões) capazes de garantir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google