A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento Estratégico do PGQP Ciclo 2002 - 2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento Estratégico do PGQP Ciclo 2002 - 2003."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento Estratégico do PGQP Ciclo

2 1-VISÃO / MISSÃO VALORES 4-MACRO - OBJETIVOS E ESTRATÉGIAS INDICADORES NO PLANO ESTRATÉGICO PROJETOS PLANOS DE AÇÃO PLANO OPERACIONAL INDICADORES DAS OPERAÇÕES DIRECIONAMENTO DO CONSELHO 2- ENTRADAS PARA O PROCESSO - Análise de cenários e conteúdos - Reflexão, negócio e missão PGQP SUPORTE COMITÊS PENSAMENTO E DIRECIONAMENTO ESTRATÉGICO ALINHAMENTO E DESDOBRAMENTO ESTRATÉGICO PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MACROFLUXO 3- POSICIONAMENTO ESTRATÉGICO FCS Partes interessadas

3 PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROGRAMAÇÃO ETAPA DATA OBJETIVOS PARTICPANTES 1. Análise das entradas para o processo MARÇO 02 Preparação com base em fatos,dados e sensibilidade Comitê Executivo com apoio Comitês 2. Consolidação do Posicionamento estratégico 30/04/02 Consensar as linhas mestras para as estratégias Comitê Executivo, Presidentes e Coordenadores Comitês 3.Proposta de macro- objetivos e estratégias 28/05/02 Traduzir o posicionamento em objetivos e estratégias Participantes do Comitê - Q 4.Proposta de Projetos estratégicos 14/06/02 Traduzir os objetivos e estratégias em ações Comitês e pessoas convidadas 5. Aprovação dos macro- objetivos, estratégias e projetos 1/07/02 Consensar o foco das ações Comitê Executivo

4 ETAPA DATA OBJETIVOS PARTICPANTES 7. Início de execução dos projetos JULHO 02 Grupos de trabalho PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROGRAMAÇÃO 8. Construção do Balanced scorecard estratégico AGOSTO 02 Definição e alinhamento dos indicadores estratégicos e operacionais Comitê - Q e convidados 6. Consolidação da MAPE- Matriz de Projetos Estratégicos JULHO 02 Identificar os Projetos e interrelações Comitê - Q 9. Aprovação do Balanced scorecard estratégico AGOSTO 02 Comitê Executivo

5 Visão: Tornar o RS referência mundial na obtenção de resultados através da aplicação de métodos de gestão pela Qualidade Total Elementos da Visão –Estado como referência mundial –Resultados ( estado/organizações ) –Metodologia de gestão pela QT –QT engloba a busca do nível de excelência nas relações e resultados para todas as partes interessadas 1- A visão e seus elementos

6 2- Entradas para o processo 1.Desempenho do Sistema do PGQP e resultados no Estado, Claus Süffert; 2. Desempenho dos Comitês Setoriais e Regionais/Estrutura, Décio Schnack: 3. Receita e Fontes de Recursos, Eduardo Guaragna; 4. Gestão do Portal Qualidade.com, José Paulo Martins; 5. Satisfação dos Clientes/Pesquisas de Opinião, Luiz Pierry; 6. Desenvolvimento de Alianças Estratégicas, Paulo Cirne Lima; 7. Estratégias do Movimento Brasil Competitivo, Fernando Mattos. Um conjunto de sete conteúdos foram analisados para subsidiar o posicionamento estratégico

7 3- Reflexões para o posicionamento estratégico 1. O PGQP deve atuar com foco em elevar a competitividade do nosso Estado OU / E elevar a competência das organizações gaúchas ? 2. Para a competência das organizações deve dar ênfase à capacidade de formulação estratégica E / OU a utilizar métodos e sistemas de gestão que as conduzam a operar em nível de excelência ? 3. Para a competitividade do estado deve dar ênfase nos aspectos sistêmicos e estruturantes ( ambiente Macro-Econômico, Social, etc. ) ou apenas setoriais/regionais? ( Micro ) ? 4. O PGQP deve contar com sócios pessoas físicas? E atuar com foco também no treinamento/certificação destas pessoas, como atividade fim ? 5. O PGQP deve buscar receita decorrente da venda de produtos e serviços? Atuando no estado? No país? Como deve ser a relação com consultores?

8 3-O posicionamento estratégico do PGQP ATUAÇÃO : no desenvolvimento da competitividade das organizações associadas, capacitando-as para utilização de diferenciadas práticas de formulação estratégica, de melhorias na gestão e fornecendo orientação para o uso de tecnologias relativas às suas operações ; no desenvolvimento da competitividade do Estado, criando e fortalecendo cadeias e arranjos setoriais em alinhamento com o MBC ( estratégia/gestão, benchmarking e inovação ) e com os interesses do Estado. no desenvolvimento, qualificação e certificação de profissionais utilizando-se de padrões reconhecidos internacionalmente. No desenvolvimento, disponibilização e comercialização de produtos e serviços qualificados e certificados, segundo diretriz: O PGQP deve contar como membros: organizações públicas, privadas e terceiro setor em absoluta igualdade de condições e pessoas físicas, segundo critérios a serem definidos em seu estatuto.

9 Diretriz : –Produtos de conteúdo básico para massificação: Busca por custo baixo e ampla disseminação. O PGQP elabora ou contrata a elaboração de produtos para sua propriedade/marca e comercialização, estimulando parceria com agentes locais e/ou certifica os produtos existentes, caso já atendam; –Produtos de conteúdo médio para disseminação normal: Busca por qualidade e disseminação. O PGQP seleciona seus possíveis fornecedores ou parceiros e/ou certifica os produtos existentes, caso já atendam. –Produtos de ponta: Busca trazer a vanguarda. O PGQP busca fornecedor para disseminar e comercializar o conhecimento em eventos, publicações específicas, aplicação nas organizações, mediante contrato específico, caso a caso. 3- O posicionamento estratégico do PGQP É necessário a criação de uma Comissão de Ética para dar suporte a esta diretriz

10 3-Elementos-chave para viabilizar o posicionamento estratégico Viabilizadores para o sucesso do PGQP Parcerias Funding Estrutura Organizacional Processos-chave Excelência nas operações Índices técnicos e BMarking Atuação da SE Desempenho dos Comitês Segmentação de clientes Satisfação dos clientes Resultados Posicionamento estratégico adotado Desempenho operacional Auto-sustentação Nº pessoas em org. com mais de 100 pontos Maturidade dos Comitês Marca Taxa de crescimento da pontuação nas organizações Certificações de prof. no estado Avaliadores com bom desempenho Indice de desenvolvimento RS ? Competitividade das cadeias RS ? A realização da visão do PGQP com base no posicionamento estratégico adotado requer ações de mudanças no sistema PGQP

11 3- Estrutura Organizacional segundo Processos Fundamentais Coordenação Executiva e Gerentes VP Int. VP Mob. VP Téc. VP Mark. Presidente Com.Q Estrutura e Processos Desenvolvim. Parcerias Estrat. Desenvol.e Criação Comitês Marketing/ Vendas Funding e Recursos Desenvolvim. Rec. Humanos Geração/desenv. Produtos Planejam./Desdob. Estratégico Responsável pelo processo CE VP I

12 3-Os Processos Fundamentais Desenvolvimento de Parcerias estratégicas - DPE –Busca a criação e o desenvolvimento de parcerias com instituições afins aos propósitos do PGQP, de modo a auxiliar na realização da missão/objetivos do PGQP Desenvolvimento e Criação de Comitês - DCC –Busca o alto desempenho dos comitês e a mobilização da sociedade para a criação de novos comitês. Compreende a identificação de lideranças, a orientação das rotinas, a capacitação da equipe, uso do GAMA, execução de planos de melhorias e de outros instrumentos afins. Marketing e vendas - MV –Inclui a definição das estratégias para divulgação dos produtos, sua comercialização e entrega aos clientes e todos os aspectos relacionados ao atendimento e satisfação Funding e Recursos Financeiros - FRF –Busca definir os canais e procedimentos apropriados à obtenção de recursos para implementação de projetos relevantes à realização da missão/objetivos do PGQP

13 Desenvolvimento de Recursos Humanos - DRH –Buscar o desenvolvimento da equipe da Coordenação Executiva, incluindo os aspectos de treinamento, educação, desempenho, remuneração, satisfação, reconhecimento, entre outros. Geração e desenvolvimento de Produtos - GDP – Identifica os meios necessários à realização/obtenção dos produtos a serem ofertados pelo PGQP e sua disponibilização para comercialização junto aos clientes Planejamento e desdobramento estratégico - PDE –Define o pensamento, o posicionamento estratégico e os projetos estratégicos a serem empreendidos, a cada ciclo. Contempla a definição do sistema de indicadores e seu acompanhamento. 3-Os Processos Fundamentais

14 3-Papéis e responsabilidades PGQP deve operar no dia a dia segundo os Processos Fundamentais. Para implementação de mudanças a estrutura adotada é organização por projetos tipo ad hoc.(caso a caso) Responsabilidades Vice-Presidentes, Presidente do Comitê Q e Coordenação Executiva Atuam como um colegiado com foco sistêmico Ser o Responsável pelo Processo fundamental Definir Diretrizes para o processo fundamental junto ao Comitê Executivo Desenhar o processo e definir os indicadores de desempenho junto com a equipe de Coordenação Executiva Efetuar Análise crítica periódica do processo e reportar resultados ao Comitê Executivo Participar na definição dos processos fundamentais quando forem interfuncionais

15 A Coordenação Executiva contará com uma equipe formada por um Superintendente e n gerentes gestores dos processos-chave no dia a dia, assim como pessoas de nível técnico: Responsabilidades –Participar na definição dos processos fundamentais –Conduzir os processos no dia a dia –Buscar as metas de desempenho, gerenciando os elementos causadores do resultado –Reportar-se ao Superintendente ( para os Gerentes ) na busca de sinergia e recursos –Subsidiar o Responsável pelo processo nas definições e nas análises críticas 3-Papéis e responsabilidades

16 –Representatividade na comunidade –Credibilidade dos produtos ofertados –Credibilidade e expressão das lideranças –Motivação para o voluntariado –Uso de tecnologias de gestão de vanguarda –Capacitação e desempenho da Rede de Comitês –Disponibilizar resultados na linguagem executiva –Qualificação de profissionais que atuam em nome do PGQP –Comunicação ágil, objetiva e confiável –Capacidade de adicionar valor a todas as partes interessadas 4-FCS - Fatores críticos de sucesso

17 4-Atributos de satisfação das partes interessadas Organizações com T.A. –Valor adicionado pelo PGQP –Lucro-rentabilidade –Exercício da cidadania - papel na comunidade –Imagem institucional Colaboradores que atuam no PGQP –Participação –Oportunidades de crescimento –Reconhecimento –Melhoria de remuneração no mercado –Realização pessoal

18 Gestores ( Conselho, S.E., Comitês ) –Sustentabilidade do Programa –Imagem do Programa - ética –Reconhecimento do PGQP na comunidade –Realização pessoal –Oportunidades de crescimento para suas organizações Sociedade ( pessoas no estado ) –Qualidade no dia a dia –Transparência –Auto-estima / orgulho de ser gaúcho –Competência da entidade PGQP 4-Atributos de satisfação das partes interessadas

19 Fornecedores –Continuidade nas relações com o PGQP –Desenvolver parcerias –Critérios transparentes na seleção/recomendação feita pelo PGQP às organizações Associados pessoas físicas –Desenvolvimento e capacitação profissional –Empregabilidade –Relacionamento com os pares –Sentimento de pertencer a uma comunidade –Oportunidade de exercício da responsabilidade social 4-Atributos de satisfação das partes interessadas

20 4- Definição de Macro-objetivos e estratégias Consistências –Macro-objetivos estratégicos x Elementos da visão Os macro-objetivos estratégicos definem as grandes direções de atuação do PGQP para que a visão seja atingida. –Os macro-objetivos estratégicos suportam os elementos da visão ? –Estratégias x satisfação das partes interessadas As estratégias definem a abordagem escolhida para atingir os macro-objetivos com base no posicionamento estratégico definido. Deve considerar as partes interessadas para garantir o equilíbrio. –As estratégias suportam os atributos de satisfação das partes interessadas?

21 1. TORNAR O SISTEMA PGQP REFERÊNCIA INTERNACIONAL Estratégias: 1.1. Implementar a parceria com a ASQ 1.2. Desenvolver parceria com o MBC 1.3. Participar das principais redes internacionais relacionadas a qualidade e competitividade, visando intercâmbio e Benchmarking Macro-objetivos e Estratégias

22 2. SER UM AGENTE DIFERENCIADOR NO DESENVOLVIMENTO DA COMPETITIVIDADE DAS ORGANIZAÇÃOES E DO ESTADO Estratégias: 2.1.Capacitar as organizações em metodologias para formulação estratégica 2.2.Disponibilizar produtos e serviços para melhorias da gestão, apropriados às necessidades das organizações 2.3.Fornecer orientação para uso de tecnologias. 2.4.Promover o desenvolvimento da inovação. 2.5.Alavancar as organizações gaúchas para o reconhecimento classe mundial 2.6.Desenvolver cadeias e arranjos produtivos Macro-objetivos e Estratégias

23 3. SER UM AGENTE DIFERENCIADOR NA QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DAS PESSOAS ASSOCIADAS Estratégias: 3.1. Desenvolver programa de certificação de profissionais em parceria com a ASQ Desenvolver a rede de competências profissionais entre os membros associados 3.3. Desenvolver programas que tornem os membros associados profissionais mais valiosos. Macro-objetivos e Estratégias

24 4. ATUAR COM VISIBILIDADE NA BUSCA DE DESEMPENHO EM NÍVEL DE EXCELÊNCIA Estratégias: 4.1. Implementar a gestão por processos fundamentais 4.2. Buscar auto-sustentação financeira; 4.3. Elevar significativamente o desempenho dos Comitês 4.4. Desenvolver lideranças 4.5. Atingir nível de excelência segundo CE-PNQ 4.6.Trabalhar a marca e os resultados do PGQP, dando visibilidade e disseminação ao movimento Macro-objetivos e Estratégias

25 Consistências Elementos da visão Macro-objetivos Referência Internacional. Competitividade Organ. e Estado Qualificação das pessoas Visibilidade e Excelência Estado como Ref. Mundial Resultados Estado e Organ. Gestão pela QT Excelência para as PI Consideradas as contribuições mais significativas Os macro-objetivos estão suportando a visão estabelecida

26 Consistências Partes Interessadas Estratégias Organizações com T.A. Colaboradores Gestores Sociedade Fornecedores Pessoas físicas Associadas Consideradas as contribuições mais significativas As estratégias contemplam todas as partes interessadas

27 Consistências Busca da Inovação Excelência + Posiciona mento estratégico adequado INEFICÁCIA EFICÁCIA - -+ Gestão Estratégia Os Macro-objetivos estratégicos atendem simultâneamente o posicionamento estratégico e o alcance da excelência, levando a eficácia do sistema PGQP 2, 3 4 1

28 Planejamento Recursos Humanos Comitês Marketing Produtos Financeiro Parcerias Sistema de Como Funcionamos

29 Comitê Executivo SE E Times de Projetos DPE DCC MV FRF DRH GDP PDE Gestão por processos e projetos Forma de Atuação do PGQP PROCESSOS : CHAVE PARA UMA EXCELENTE GESTÃO DE ROTINA PROJETOS: CHAVE PARA ALAVANCAR MUDANÇAS DE MAIOR PORTE OS RESULTADOS OBTIDOS COM OS PROJETOS DEVEM SER MANTIDOS PELOS PROCESSOS

30 DIRETRIZES PARA OS ITENS DE CONTROLE


Carregar ppt "Planejamento Estratégico do PGQP Ciclo 2002 - 2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google