A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Adam Smith e A Riqueza das Nações Aula do Pensamento Econômico Aula 05.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Adam Smith e A Riqueza das Nações Aula do Pensamento Econômico Aula 05."— Transcrição da apresentação:

1 Adam Smith e A Riqueza das Nações Aula do Pensamento Econômico Aula 05

2 Adam Smith (1723 – 1790) Iluminismo na Europa (XVII – XVIII). Professor de Teologia Moral em Glasgow Teoria dos Sentimentos Morais (1759) A Riqueza das Nações (1776)

3 Teoria dos Sentimentos Morais (1759) Tese central: o homem, que é uma criatura egoísta, é capaz de se colocar na figura de uma terceira pessoa, ao realizar julgamentos morais.

4 A Riqueza das Nações (1776) Manifestação de uma época; Tratado para promover a riqueza dos Estados modernos;

5 Pontos importantes de A Riqueza das Nações Divisão do trabalho Valor de uso e valor de troca Auto-regulação dos mercados

6 Divisão do Trabalho Diferença crucial do operário para o artesão; Vantagens: produtividade, padronização e extensão da atividade produtiva à sociedade em geral; O limite da divisão do trabalho é o mercado.

7 Valor de uso X Valor de troca O valor de uso de um bem é o dado pela sua utilidade; O valor de troca de um bem é o dado pelo seu valor no mercado; o trabalho foi o preço primitivo, a moeda primeira que serviu para o pagamento e a compra de todas as coisas. Não foi com o ouro nem com a prata, mas sim com o trabalho, que se processou de início, em todo o mundo, a aquisição de todas as formas de riqueza; seu valor, para aqueles que as possuem e desejam trocá-las por outros bens produzidos é precisamente igual à quantidade de trabalho que podem com elas adquirir ou delas dispor.

8 Valor de Uso O valor de um bem consiste àquele que é dado pela sua UTILIDADE. Paradoxo da água e do diamante.

9 Origem do Valor de Troca O valor de troca de um bem é o valor de mercado. Então, qual o denominador comum? O denominador comum, para Smith, é o TRABALHO. Trata-se da teoria do valor- trabalho. o trabalho é a medida real do valor de troca de todas as classes de bens. Mas, QUAL trabalho?

10 As Duas Teorias do Valor- trabalhode Adam Smith 1) A Teoria do Valor-trabalho comandado: todos os homens são ricos ou pobres segundo o grau em que possam desfrutar das coisas necessárias, convenientes e aprazíveis da vida. (...) um indivíduo será rico ou pobre de acordo com a quantidade de trabalho alheio de que possa dispor ou que se ache em condições de adquirir. Portanto, segundo essa concepção, o valor de uma mercadoria corresponde à quantidade de trabalho que ela é capaz de adquirir.

11 Mas existe uma segundaTeoria do Valor, em Smith... 2) Valor-trabalho incorporado: Portanto, segundo essa outra concepção, o valor de uma mercadoria corresponde à quantidade de trabalho empregada em sua elaboração.

12 E Agora? Smith, aparentemente, não percebeu a diferença entre valor-trabalho comandado e incorporado. Ricardo, Marx, e muitos outros após ele, perceberam tal diferença. Para o proprietário de uma mercadoria, qual o melhor valor-trabalho?

13 Auto – regulação dos mercados Mercado de trabalho (valor dos salários) Mercado de bens Comércio internacional (livro 2) Auto-regulação NÃO é laissez-faire! Crítica ao mercantilismo

14 Questões a refletir Transferência da esfera da circulação de mercadorias para a da produção – tributo aos Fisiocratas Confusão entre teorias do valor Explicação da supremacia do poder da Inglaterra Adam Smith resumiu todos os aspectos que seriam estudados pela Economia nos duzentos anos seguintes. Origem do termo Economia Política


Carregar ppt "Adam Smith e A Riqueza das Nações Aula do Pensamento Econômico Aula 05."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google