A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: Luís Aguilar Viagem Virtual apresentada por Normand Raymond Universidade de Montréal Inverno 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: Luís Aguilar Viagem Virtual apresentada por Normand Raymond Universidade de Montréal Inverno 2007."— Transcrição da apresentação:

1 Professor: Luís Aguilar Viagem Virtual apresentada por Normand Raymond Universidade de Montréal Inverno 2007

2 A Guiné-Bissau é membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

3 As subdivisões administrativas da Guiné-Bissau Nove regiões Bafatá Biombo Bissau (sector autónomo) Bolama Cacheu Gabú Oio Quinara Tombali

4 Números comparativas Com uma área de 36,120 km², a Guiné-Bissau tem uma superfície sendo aproximadamente a mesma do que a Bélgica. Mas comparando-a com a de outros países se pode dizer que é: 36 vezes maior do que São Tomé e Príncipe 9 vezes maior do que Cabo Verde 4,5 vezes maior do que o enclave de Cabinda 2,5 vezes maior do que Timor-Leste 2,5 vezes menor do que Portugal 22 vezes menor do que Moçambique 34,5 vezes menor do que Angola 43 vezes menor do que Quebeque 235 vezes menor do que Brazil 276 vezes menor do que Canadá

5 Edifícios importantes em Bissau Catedral católica Porto de Bissau Palácio presidencial Assembleia nacional Centro Cultural Português Centro Cultural Francês

6 Os parques nacionais para a conservação da natureza

7 Paisagens e natureza da Guiné-Bissau Fonte:

8 O povo guineense Familia balante Os pobres Os ricos Cidadãos guineenses Guiné-Bissau tem um dos mais baixos IDH no mundo. A taxa de alfabetização só era de 42,4% da população em 2003, ocupando o 171 lugar no mundo. Nem 60% da população não têm acesso à agua. A esperanza de vida, só é de 47 anos. Só tem 19,000 utilizadores de Internet em tudo o país. Mulher fula Fonte:

9 Império do Mali Os limites do Império do Mali em 1350 e as fronteiras dos atuais Estados da área noroeste africana. Fonte:

10 Fortaleza do Cacheu e Fortaleza dAmura, vestígios coloniais portugueses em Guiné-Bissau A vila de Bissau foi fundada em 1697, mas nos finais do século XVIII viu edificar-se a Fortaleza dAmura como fortificação militar e entreposto de tráfico negreiro. A Fortaleza do Cacheu, estabelecida pelos navegadores portugueses no século XVI, dava protecção à primeira feitoria e uma das mais importantes do noroeste da Guiné.

11 Populações indígenas da Guiné-Bissau (Estimação 2002) Balanta 367,000 (30%) Fula 245,130 (20%) Manjaco 170,230 (14%) Mandinga 154,000 (13%) Papel 125,550 (07%) Biafada 41,420 Mancanha 40,855 Bijogó 27,575 Felupe 22,000 Mansoanca 14,300 Baniung 8,170 Nalu 8,150 Soninké 6,470 Jola 5,996 Bigola 4,220 Bayot 2,025 Casanga 650 Cobiana 650 Basari 475

12 Expressão artística dos povos originários guineenses

13 Artes visuais antigas e modernas Gravura de Barbant (1887) Luta fula – Augusto Trigo 1977 – Augusto Trigo Étnias da Guiné-Bissau – A. Trigo Bissau – Luís Lacerda

14 Alguns instrumentos musicais originários da Guiné-Bissau Tambin (a fula flute) Balafom (um tipo de marimba) Kora (um tipo de harpa de 22 cordas) Bombolom (um tambor feito no tronco de árvore) Akonting (clique aquí)clique aquí (possível antipassado do banjo)possível antipassado do banjo

15 Música popular guineense e de raíz Nino Galissa Eneida Marta Keba Cissoko Ramiro Naka Zé ManelMory Kanté A música popular da Guiné-Bissau é normalmente associada com o género poli-rítmico denominado de gumbé. Este estilo de música urbana guineense é a primeira exportação musical do país para o estrangeiro. Fonte:

16 Literatura e autores guineenses Romancistas Fernanda de Castro António Baticã Ferreira Nelson Carlos de Medina Odete Semedo Helder Proença Filomena Embaló Vasco Cabral Abdulai Silá Jorge Neto Poetas António Baticã Ferreira António Soares Lopes Carlos-Edmilson Vieira Juliã Soares Sousa Tony Tcheca Fonte:

17 Bibliografia e outras ligações Goberno (Consulate of the Republic of Guinea-Bissau, Grevenmacher, Luxembourg): Statistiques :http://www.stat-guinebissau.comhttp://www.stat-guinebissau.com CIA: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-actbook/geos/pu.htmlhttps://www.cia.gov/library/publications/the-world-actbook/geos/pu.html Fundação Projustitiae : Rosmaninho, Jorge. Africanidades: Neto, Jorge. Africanidades: Povos indígenas: Étnias da Guiné-Bissau: Instrumentos de música malinkés: Provérbios Crioulo-Guineenses: Asociación Organato Casa Emanue: Agencia Bissau: Carnaval de Bissau et autres photos (de Michel Craig): Bissauhttp://fr.trekearth.com/gallery/Africa/Guinea- Bissau Fotos da Guiné-Bissau: Artes e culturas: Merriam-Webster : Forte dArmor: Guiné-Bissau contributo: Diario da Guiné-Bissau: Le voyage en papier:http://www.antique-prints.de/shop/catalog.php?lang=FRA&list=KAT53http://www.antique-prints.de/shop/catalog.php?lang=FRA&list=KAT53 Wood sculpture from Bidjogo, Guinea-Bissau (S. Burney, London, 1946 / From the book Art/Artifact, 1989.


Carregar ppt "Professor: Luís Aguilar Viagem Virtual apresentada por Normand Raymond Universidade de Montréal Inverno 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google