A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vida e Obra: Francisco Rebolo Gonzales E.E. Dom José de Camargo Barros – Indaiatuba TRABALHO DE FILOSOFIA DO 4º BIMESTRE 2007 Alex 01 Camile 08 Éder 13.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vida e Obra: Francisco Rebolo Gonzales E.E. Dom José de Camargo Barros – Indaiatuba TRABALHO DE FILOSOFIA DO 4º BIMESTRE 2007 Alex 01 Camile 08 Éder 13."— Transcrição da apresentação:

1 Vida e Obra: Francisco Rebolo Gonzales E.E. Dom José de Camargo Barros – Indaiatuba TRABALHO DE FILOSOFIA DO 4º BIMESTRE 2007 Alex 01 Camile 08 Éder 13 Julian 26 Kaique 27 Leandro 29 Thaís 42 Wesley 43 3º E

2 Nosso Trabalho: Segue aqui a biografia do pintor Francisco Rebolo Gonzales e suas obras.

3 Sua Vida Em 1915 trabalhou como aprendiz de decorador. Como jogador de futebol, no Corinthians, conquistou o título de Campeão do Centenário, em A partir de 1934, depois de trabalhar como decorador, decidiu-se pela pintura e em seu ateliê no Edifício Santa Helena, na Praça da Sé, formou um grupo de pintores que mais tarde seria chamado por Mário de Andrade de o Grupo Santa Helena.

4 Integrou também as exposições da Família Artística Paulista. Participou da Bienal de São Paulo (1951 e 1953). Obteve pequena medalha de ouro no Salão Paulista de Belas Artes em Em 1954, o prêmio de viagem à Europa no Salão Nacional de Belas Artes. Em 1973, o Museu de Arte Moderna de São Paulo inaugurou uma retrospectiva de sua obra. Entre 1994 e 1995 integrou a mostra da Coleção Unibanco, na Casa da Cultura de Poços de Caldas (MG) e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Em 1996, o Centro Cultural Banco do Brasil inaugurou a exposição O Grupo Santa Helena, no Rio de Janeiro.

5 Até fins da década de 40, Rebolo concentrou-se na confecção de paisagens ao ar livre, seja no interior do Estado de São Paulo, no litoral ou nos subúrbios paulistas, nos bairros paulistanos do Tremembé e do Cambuci. O interesse pela arquitetura ressaltou, em um primeiro instante, as estruturas unitárias de composição e a função construtiva de sua pintura. Depois, revelou-se espontânea, feita de tons suaves, sem fortes contornos na representação de árvores, nuvens e outros elementos. A influência maior aqui é de Cézanne. A primeira exposição individual ocorreu em 1944.

6 100 anos! A exposição Rebolo – 100 anos, promovida no Museu de Arte Moderna, na cidade de São Paulo, relembrou a arte paulista. A mostra reuniu cerca de 100 óleos de Francisco Rebolo Gonsales ( ), produzidos entre 1932 e A retrospectiva integrou a comemoração do centenário de nascimento do pintor paulistano, um dos principais nomes do chamado segundo momento do modernismo brasileiro. Além de mostras paralelas em galerias de São Paulo e a edição de um livro sobre o artista. Disposta em ordem cronológica, Rebolo – 100 anos reconstituiu o percurso temático da obra do artista, dividida em quatro módulos, de acordo com as várias fases que definiram suas investigações plásticas. Trouxe paisagens do campo, urbanas e imaginárias, retratos e auto-retratos, trabalhos com modelo vivo e composições com figuras e naturezas-mortas.

7 O Menino e a Carroça O menino caminhava pelas ruas esburacadas do velho bairro do Morumbi, onde morava, numa chácara, em companhia de seus pais, imigrantes espanhóis que vieram ao Brasil em busca de um futuro melhor, mas viviam aqui a mesma miséria que deixaram do outro lado do Atlântico. A preocupação tomava conta de sua mente, mas não a ponto de desorientá-lo. Na noite anterior, surpreendera os pais numa conversa sombria em que tentavam buscar uma solução para a crise financeira que, a esta altura, chegara a um ponto em que não havia dinheiro nem mais para atender as necessidades básicas da família. Sentindo-se já um adulto, do alto de seus doze anos, o guri saiu de casa, sem avisar os pais e foi a busca de trabalho, qualquer coisa que os ajudasse a sair dessa situação aflitiva. Foi a primeira obra de Francisco Rebolo Gonzales, que mais tarde viria a tornar-se um referencial importante da pintura brasileira, um dos criadores do Grupo Santa Helena e incentivador de vários outros nomes, como Alfredo Volpi e Mário Zanini.

8 Estilos de Rebolo Desde o começo da carreira artística, Rebolo foi considerado pela melhor crítica do período (Mário de Andrade, Sérgio Milliet e outros intelectuais) um dos mais importantes paisagistas da pintura nacional. Não obstante sua consagração como mestre da paisagem, sua apreciada obra, com um total estimado superior a 3000 pinturas, centenas de desenhos e um conjunto de 50 diferentes gravuras, de variadas técnicas, envolve também como temática um expressivo conjunto de retratos, figuras, naturezas- mortas e flores. Hoje, os trabalhos de Rebolo estão nos principais museus brasileiros, no acervo de órgãos culturais e governamentais e em coleções particulares em todo o Brasil.

9 Por fim... Francisco Rebolo Gonzales nasceu em São Paulo no ano de 1902 e faleceu na mesma cidade em Ainda criança, enquanto cursava o primário, saia à cata de alguns «bicos», obtendo trocados, o suficiente para ajudá- lo nas despesas com os estudos.Tinha 15 anos quando, após as primeiras experiências com a pintura de paredes, conseguiu um emprego efetivo como aprendiz de uma oficina de decoração.Não acreditava, porém, que essa fosse sua arte e, na primeira oportunidade que surgiu, abraçou a carreira de jogador de futebol, entrando para o time do Corinthians. Como o futebol de antigamente, no peito e na raça, não dava para as despesas, o tempo livre era aproveitado para prosseguir no trabalho de decoração, que nunca abandonou, e que lhe foi o esteio, quando, em 1934, desligou-se do esporte para dedicar-se à pintura, montando um escritório na rua de São Bento.

10 Fontes:


Carregar ppt "Vida e Obra: Francisco Rebolo Gonzales E.E. Dom José de Camargo Barros – Indaiatuba TRABALHO DE FILOSOFIA DO 4º BIMESTRE 2007 Alex 01 Camile 08 Éder 13."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google