A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ARNALDO GRIN BAIRRO: SANTO AFONSO – NOVO HAMBRUGO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ARNALDO GRIN BAIRRO: SANTO AFONSO – NOVO HAMBRUGO."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ARNALDO GRIN BAIRRO: SANTO AFONSO – NOVO HAMBRUGO

2 BREVE RELATO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA MODALIDADE EJA DE ENSINO NA EMEF ARNALDO GRIN-NH A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade específica da Educação Básica que se propõe a atender a um público ao qual foi negado o direito à educação durante a infância e/ou adolescência seja pela oferta irregular de vagas, seja pelas inadequações do sistema de ensino ou pelas condições sócio econômicas desfavoráveis. A Educação de jovens e Adultos – EJA iniciou suas atividades na EMEF Arnaldo Grin no ano de A escola localiza-se no bairro Santo Afonso, um dos maiores bairros do município em número de habitantes, caracterizando-se pela visível situação de desigualdade social, apresentando em função disso, uma população flutuante, carente de uma identidade cultural definida. O bairro é palco de frequentes conflitos, supostamente decorrentes de toda a conjuntura sócio econômica acima mencionada. A implantação da EJA na escola, deu-se devido ao Programa do Governo Municipal atendendo a uma solicitação da comunidade. O bairro Santo Afonso não contemplava a comunidade com ensino noturno. Os integrantes dessa comunidade para estudar, necessitavam deslocar-se para o centro ou outros bairros. Devido a esses fatores havia uma grande clientela de alunos identificados com o perfil da modalidade EJA. No inicio a escola não possuía uma estrutura adequada para atender ao EJA, como vice-diretor, coordenador, orientador, apoio, tampouco um grupo satisfatório de professores. A Diretora da escola e a vice-diretora do diurno faziam revezamento para atender a demanda da modalidade recém instalada na escola. Atualmente a EJA atende a todos os requisitos de estrutura funcional. O grupo de professores agora completo, participa de reuniões e formações semanais nas quais são oferecidos materiais de estudo, reflexões e discussões sobre especificidades da modalidade, realizadas na escola ou na Secretaria de Educação.

3 A EJA é integrada às atividades da Escola e ultimamente também é procurada por estagiários de Universidades próximas a Novo Hamburgo. No momento temos estagiários de orientação e de informática além de um projeto desenvolvido pela pedagoga Marilene Lemes aluna de pós graduação da UFRGS tendo como público alvo, alunos na EJA com previsão de início para Maio em que serão trabalhadas questões como Maioridade Penal e Senso de Justiça para os Jovens. Além disso a Professora Facilitadora de Informática da escola realiza acessória semanal à professores e/ou alunos da EJA. A Secretaria Municipal de Educação dá um suporte bastante significativo à escola. No princípio bem como na atualidade, esse suporte tem sido fundamental para que possamos superar as dificuldades e oferecer uma educação de qualidade a este segmento da comunidade. A adesão dos alunos à modalidade tem aumentado a cada novo período letivo e porquanto tenhamos apenas um turma por fase mantemos uma fila de espera sempre crescente. Nosso desejo é aumentar a oferta de vagas na medida das possibilidades. Entretanto oferecemos hoje, 140 vagas distribuídas por 04(quatro) fases. Iniciamos o processo com duas turmas de AJA ( 1ª e 2ª fases) e 3 turmas de EJA (3ª, 4ª e 5ª fases). As fases equivalem a turmas do ensino fundamental, 1ª e 2ª fase equivalem, do 1º ao 4º ano do ensino fundamental. A 3ª fase equivale ao 5º ano do ensino fundamental e assim respectivamente. A EJA foi aprovada pela comunidade de tal forma, que no ano seguinte foi implantada a 6ª fase, a qual equivale ao 8º ano do ensino fundamental. Nesse período enfrentamos alguns desafios como: conflitos entre alunos mais jovens com alunos adultos, problemas de conduta de alunos mais jovens e evasão escolar.

4 A partir de reflexões entre a equipe diretiva, professores, alunos e Secretaria de Educação, foram sendo tomadas medidas alternativas e preventivas como momentos de integração, palestras com membros do Ministério Público, palestras sobre drogas, intercâmbio de vivências com visitantes estrangeiros, apresentação de peças teatrais entre outras medidas que além de promoverem a integração entre os dois segmentos atendidos pela modalidade, visam motivar o ingresso e sobretudo a permanência dos alunos na escola diminuindo a evasão que tem sido o principal desafio enfrentado pelos profissionais que compõem o corpo docente da EJA. Entre outros programas, a escola oferece refeição aos alunos do noturno a exemplo do que acontece no diurno tendo sido a escola, a primeira no município a garantir efetivamente este direito. O programa tem sido um grande sucesso visto que atende a uma grande parcela de alunos que se deslocam do trabalho diretamente para a escola não tendo portanto uma outra alternativa de alimentação em horário adequado que não seja esta oferecida pela escola sempre no início do turno. Atualmente servimos uma média de 700 almoços, 170 jantares e cerca de 400 repetições. A escola serve almoço para o turno manhã/tarde e jantar para o turno da noite que engloba o EJA e o Pró- Jovem um outro programa do Governo Federal que a escola hospeda desde Maio/2007. O programa da merenda escolar em nosso município funciona quantitativa e qualitativamente, uma vez que as crianças são atendidas durante os 200 dias letivos com um cardápio que atende as recomendações exigidas. O município sempre privilegiou este setor, disponibilizando recursos, exigindo qualidade considerando as escolas e o público alvo.

5 A EJA se define pelas características e especificidades dos alunos aos quais ela se destina e permite a inclusão daqueles que só podem estudar durante o dia. São homens e mulheres, trabalhadores empregados e desempregados ou em busca do primeiro emprego; filhos, pais e mães; moradores urbanos de periferias, favelas e vilas, privados do acesso à cultura letrada e aos bens culturais e sociais, comprometendo uma participação mais ativa no mundo do trabalho, da política e da cultura. Nosso Projeto Político Pedagógico considera a heterogeneidade desse público, quais seus interesses, suas identidades, suas preocupações, necessidades, a partir dessas expectativas em relação à escola, suas habilidades, enfim, suas vivências. A partir desses dados, e percebendo que a esse aluno podemos e devemos destinar conteúdos mais adequados a um mundo moderno prático e em constantes transformações, buscamos construir em conjunto com profissionais de outras escolas que também oferecem a EJA, um regimento que contemple os desejos e necessidades deste público além de uma proposta pedagógica no momento em construção que esteja mais de acordo com as especificidades da modalidade. É fundamental perceber quem é esse sujeito com o qual lidamos para que os conteúdos a serem trabalhados façam sentido, tenham significado, sejam elementos concretos na sua formação e instrumentos úteis à consecução de seus objetivos para que, apropriando-se destes conhecimentos os sujeitos possam estar efetivamente prontos para interagir e intervir no mundo onde se inserem contribuindo para a construção de uma sociedade de boas relações, de oportunidades e de paz.


Carregar ppt "ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ARNALDO GRIN BAIRRO: SANTO AFONSO – NOVO HAMBRUGO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google