A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma."— Transcrição da apresentação:

1 Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma expectativa com relação à rentabilidade futura de um ativo; b) o quanto um investidor deseja receber pelo investimento; c) um valor que é enviado à Comissão de Valores Mobiliários e divulgado pelos bancos; d) a média entre o que o investidor deseja receber e o que o gestor imagina como rentabilidade futura.

2 Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma expectativa com relação à rentabilidade futura de um ativo; b) o quanto um investidor deseja receber pelo investimento; O desejo do investidor deve coincidir com a rentabilidade esperada da aplicação. c) um valor que é enviado à Comissão de Valores Mobiliários e divulgado pelos bancos; Banco não garante rentabilidade esperada nem estima, muito menos estima e publica d) a média entre o que o investidor deseja receber e o que o gestor imagina como rentabilidade futura. Não faz sentido. O gestor não fala com o investidor Rentabilidade esperada é calculada com base em princípios estatísticos com base na rentabilidade observada.

3 Princípios de Investimento 1.Dadas as carteiras abaixo, compostas 100% por títulos públicos, qual delas tem o maior risco? CARTEIRA ALFA CARTEIRA BETA Prazo Fluxo Prazo Fluxo a) A carteira ALFA, pois seu prazo médio é maior. b) A carteira BETA, pois o seu prazo médio é maior. c) O risco é igual, pois o prazo médio de ambas é idêntico. d) Apesar de o prazo médio ser idêntico, a carteira ALGA apresenta um risco maior, pois o vencimento do último fluxo é mais longo.

4 Princípios de Investimento 1.Dadas as carteiras abaixo, compostas 100% por títulos públicos, qual delas tem o maior risco? CARTEIRA ALFA CARTEIRA BETA Prazo Fluxo Prazo Fluxo a) A carteira ALFA, pois seu prazo médio é maior. b) A carteira BETA, pois o seu prazo médio é maior. Beta tem mais títulos concentrados em 30 dias, enquanto Alfa tem mais títulos em 180 dias c) O risco é igual, pois o prazo médio de ambas é idêntico. Não, alfa tem prazo maior d) Apesar de o prazo médio ser idêntico, a carteira ALGA apresenta um risco maior, pois o vencimento do último fluxo é mais longo. Não existe esta informação Dá para fazer a conta, sem HP é difícil, mas visualmente dá para ver qual carteira tem prazo maior, é a Alfa, portanto, Beta, com prazo menor, tem menos risco.

5 Princípios de Investimento O princípio básico de controle de risco de mercado de uma carteira de ativos é: a) medir e controlar a exposição da carteira, uma vez que a volatilidade do mercado não é controlável; b) medir e controlar o risco sistêmico da carteira, uma vez que a exposição do mercado não é controlável; c) manter constante o valor da carteira, uma vez que o objetivo é ganhar no longo prazo. d) Aumentar o número de operações da carteira, através de operações de Bolsa, câmbio e juros, pois a correlação diminui pela diversificação.

6 Princípios de Investimento O princípio básico de controle de risco de mercado de uma carteira de ativos é: a) medir e controlar a exposição da carteira, uma vez que a volatilidade do mercado não é controlável; b) medir e controlar o risco sistêmico da carteira, uma vez que a exposição do mercado não é controlável; c) manter constante o valor da carteira, uma vez que o objetivo é ganhar no longo prazo. d) Aumentar o número de operações da carteira, através de operações de Bolsa, câmbio e juros, pois a correlação diminui pela diversificação. Risco de Mercado –Sistemático – risco do mercado todo – aumento da taxa de juros. Não tem jeito - Específico (intrínseco) – risco do investimento ou da empresa ou do negócio – entrada de um concorrente. Reduz com diversificação

7 Princípios de Investimento Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade.

8 Princípios de Investimento Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade.

9 Princípios de Investimento Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. b) Não há risco em operações prefixadas. c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento.

10 Princípios de Investimento Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. Títulos pré fixados tem elevado risco de mercado por causa de taxa de juros. Uma alta nos juros desvaloriza o título. b) Não há risco em operações prefixadas. Há risco de mercado e de crédito c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. Não, títulos pós fixados protegem contra alta nos juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento. Um título pré fixado só não tem risco de mercado se o investidor ficar até o final do período do título. Se for para ficar até o fim, tem risco de liquidez.

11 Princípios de Investimento A volatilidade é uma medida: a) de risco; b) de retorno esperado; c) de retorno médio estatístico; d) de retorno futuro implícito

12 Princípios de Investimento A volatilidade é uma medida: a) de risco; b) de retorno esperado; c) de retorno médio estatístico; d) de retorno futuro implícito A volatilidade não indica se um ativo está valorizando ou desvalorizando, mas sim se ele está variando seus preços em posições diferentes. A bolsa pode estar caindo e estar com baixa volatilidade, pois sempre cai. Se ela cai um dia, sobe no outro e cai no outro, aí sim temos volatilidade

13 Princípios de Investimento Um prospecto descreve o seguinte fator de risco: Este fundo corre risco de subida de taxa de juros, fazendo com que os preços dos títulos prefixados caiam, prejudicando a rentabilidade do fundo. O prospecto refere-se ao: a) risco de crédito; b) risco de mercado; c) risco com derivativos; d) risco com liquidez.

14 Princípios de Investimento Um prospecto descreve o seguinte fator de risco: Este fundo corre risco de subida de taxa de juros, fazendo com que os preços dos títulos prefixados caiam, prejudicando a rentabilidade do fundo. O prospecto refere-se ao: a) risco de crédito inadimplência b) risco de mercado; c) risco com derivativos; Não existe este risco d) risco com liquidez. Venda pelo preço justo Juros, comoditties, inflação, desemprego, crises macro econômicas são riscos de mercado sistêmicos.

15 Princípios de Investimento Entende-se como risco um ativo: a) possibilidade de perda acima do benchmark; b) possibilidade de ganho acima do mercado; c) expectativa de perda ou ganho com o ativo; d) possibilidade de não receber a remuneração esperada

16 Princípios de Investimento Entende-se como risco um ativo: a) possibilidade de perda acima do benchmark; b) possibilidade de ganho acima do mercado; c) expectativa de perda ou ganho com o ativo; d) possibilidade de não receber a remuneração esperada Não ganhar também é perder, pois o dinheiro poderia ter sido investido em outro ativo.

17 Princípios de Investimento Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom.

18 Princípios de Investimento Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom. NTN-D visa justamente prevenir contra o risco de variação cambial.

19 Princípios de Investimento Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

20 Princípios de Investimento Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

21 Princípios de Investimento Ao dar consultoria sobre investimentos, um bom executivo e contas deve orientar um cliente quanto a que variáveis? a) Rentabilidade passada, liquidez e volatilidade. b) Rentabilidade passada e esperada, liquidez, riscos envolvidos nos produtos e volatilidade. c) Rentabilidade esperada, risco de mercado e volatilidade. d) Rentabilidade passada e esperada, comparação com benchmark e operacionalidade do produto

22 Princípios de Investimento Ao dar consultoria sobre investimentos, um bom executivo e contas deve orientar um cliente quanto a que variáveis? a) Rentabilidade passada, liquidez e volatilidade. b) Rentabilidade passada e esperada, liquidez, riscos envolvidos nos produtos e volatilidade. c) Rentabilidade esperada, risco de mercado e volatilidade. d) Rentabilidade passada e esperada, comparação com benchmark e operacionalidade do produto Quanto mais completo melhor

23 Princípios de Investimento O prazo médio de uma carteira de renda fixa é útil para determinar seu a) perfil de liquidez e prazo final b) perfil de risco de crédito c) nível de sensibilidade à inadimplência sistêmica. d) nível de sensibilidade à oscilação da taxa de juros

24 Princípios de Investimento O prazo médio de uma carteira de renda fixa é útil para determinar seu a) perfil de liquidez e prazo final – perfil de liquidez está correto, mas não dá para saber o prazo final, vencimento do último título, somente o prazo médio. b) perfil de risco de crédito – não dá para afirmar c) nível de sensibilidade à inadimplência sistêmica. – trata-se de risco de mercado, prazo está relacionado com risco de liquidez. d) nível de sensibilidade à oscilação da taxa de juros Prazo mais curto reduz o efeito da oscilação da taxa de juros. Um aumento na taxa de juros baixa mais o valor de um título de 2 anos do que um título de 1 ano

25 Princípios de Investimento Com base na volatilidade dos investimentos listados abaixo, podemos afirmar que o mais arriscado foi o investimento a) W – volatilidade de 1,0% b) X – volatilidade de 0,5% c) Y – volatilidade de 4,0% d) Z – volatilidade de 1,5%

26 Princípios de Investimento Com base na volatilidade dos investimentos listados abaixo, podemos afirmar que o mais arriscado foi o investimento a) W – volatilidade de 1,0% b) X – volatilidade de 0,5% c) Y – volatilidade de 4,0% d) Z – volatilidade de 1,5% Quando maior a volatilidade, maior a incerteza, maior o risco

27 Princípios de Investimento Em relação a marcação a mercado de um título de renda fixa prefixado é correto afirmar que quando a taxa de juros a) sobe, o valor do título sobe b) sobe, o valor do título cai c) cai, o valor do título não se altera d) cai, o valor do título também cai

28 Princípios de Investimento Em relação a marcação a mercado de um título de renda fixa prefixado é correto afirmar que quando a taxa de juros a) sobe, o valor do título sobe b) sobe, o valor do título cai c) cai, o valor do título não se altera d) cai, o valor do título também cai Renda fixa prefixada é inversamente proporcional aos juros. Vamos ver mais para frente quando falarmos de fundo.

29 Princípios de Investimento A carteira de renda fixa X tem prazo médio de 180 dias e a carteira Y tem prazo médio de 360 dias. A sensibilidade à oscilação das taxas de juros de mercado será: a) menor na carteira X b) maior na carteira X c) menor na carteira Y d) idêntica nas duas carteiras

30 Princípios de Investimento A carteira de renda fixa X tem prazo médio de 180 dias e a carteira Y tem prazo médio de 360 dias. A sensibilidade à oscilação das taxas de juros de mercado será: a) menor na carteira X b) maior na carteira X c) menor na carteira Y d) idêntica nas duas carteiras Quanto menor o prazo, menor o efeito da oscilação na taxa de juros.

31 Princípios de Investimento Um fundo de investimento que apresenta alta volatilidade indica a) menor risco de mercado b) maior concentração em títulos atrelados a índice de preços c) maior risco de mercado d) maior concentração em títulos com taxa prefixada

32 Princípios de Investimento Um fundo de investimento que apresenta alta volatilidade indica a) menor risco de mercado – se a volatilidade é alta, o risco é maior. b) maior concentração em títulos atrelados a índice de preços – essa ação reduz o risco, pois anula um possível risco de mercado, portanto, abaixa a volatilidade c) maior risco de mercado d) maior concentração em títulos com taxa prefixada – está parcialmente correto, maior concentração em títulos prefixados aumenta a volatilidade, pois aumenta a influência da taxa de juros, ligada ao risco de mercado. A alternativa D está errada pois não está totalmente correta, pois alta volatilidade significa maior risco de mercado (maior exposição a taxa de juros, câmbio, inflação, mercado externo), não só taxa de juros.

33 Princípios de Investimento Observe a rentabilidade de algumas aplicações no último semestre Poupança: 3,85% Fundo DI: 4,20% Fundo Multimercado: 5% Sabendo que o IGPM do período foi de 4%, podemos afirmar que o retorno real da poupança, do fundo DI e do fundo multimercado foi, respectivamente: a) negativo – positivo - positivo b) negativo – negativo - positivo c) positivo – positivo – positivo d) negativo – negativo - negativo

34 Princípios de Investimento Observe a rentabilidade de algumas aplicações no último semestre Poupança: 3,85% Fundo DI: 4,20% Fundo Multimercado: 5% Sabendo que o IGPM do período foi de 4%, podemos afirmar que o retorno real da poupança, do fundo DI e do fundo multimercado foi, respectivamente: a) negativo – positivo - positivo b) negativo – negativo - positivo c) positivo – positivo – positivo d) negativo – negativo – negativo Rentabilidade Real = Rentabilidade Observada - Inflação

35 Princípios de Investimento Em uma carteira de títulos de renda fixa, o risco de mercado está diretamente associado a) quantidade de crédito dos emissores dos títulos b) ao prazo médio dos títulos, somente. c) à oscilação na taxa de juros somente d) ao prazo médio da carteira e à oscilação da taxa de juros

36 Princípios de Investimento Em uma carteira de títulos de renda fixa, o risco de mercado está diretamente associado a) quantidade de crédito dos emissores dos títulos – esta ação abaixa o risco de crédito, não o do mercado. b) ao prazo médio dos títulos, somente. – resposta radical, parcialmente correta c) à oscilação na taxa de juros somente– resposta radical, parcialmente correta d) ao prazo médio da carteira e à oscilação da taxa de juros

37 Princípios de Investimento Os produtos de investimento normalmente adotam um índice de referência, também conhecido como benchmark, com a finalidade de a) oferecer ao investidor um parâmetro para efeito de analisar a rentabilidade de seu investimento b) permitir que o investidor possa calcular o nível de risco de seu investimento c) demonstrar a competência do gestor de um fundo de investimento na gestão da carteira. d) oferecer ao investidor a garantia de uma rentabilidade mínima em seu investimento

38 Princípios de Investimento Os produtos de investimento normalmente adotam um índice de referência, também conhecido como benchmark, com a finalidade de a) oferecer ao investidor um parâmetro para efeito de analisar a rentabilidade de seu investimento b) permitir que o investidor possa calcular o nível de risco de seu investimento – ele pode ter uma idéia do risco, mas não calculá-lo. c) demonstrar a competência do gestor de um fundo de investimento na gestão da carteira – existem fundos que se propõem a acompanhar o benchmark e fundos que se propõe a superá-lo. Nada tem a ver com a competência do gestor. d) oferecer ao investidor a garantia de uma rentabilidade mínima em seu investimento – não há garantias em fundos. Rentabilidade esperada é calculada sempre comparando com o benchmark (CDI, SELIC, PTAX, IBOVESPA)

39 Princípios de Investimento Quanto menor o prazo de um título de renda fixa a) maior o risco de crédito b) maior o risco de mercado c) maior a rentabilidade esperada d) menor a sua liquidez

40 Princípios de Investimento Quanto menor o prazo de um título de renda fixa a) maior o risco de crédito – prazo não está ligado com risco de crédito (calote) b) maior o risco de mercado – ao contrário, terá menor risco de mercado. c) maior a rentabilidade esperada d) menor a sua liquidez – ao contrário, quanto menor o prazo, melhor a liquidez do título e menor seu risco de liquidez. Se os riscos de mercado e de liquidez são menores e o de crédito é igual, então a rentabilidade esperada será maior (diferença entre retorno e risco).

41 Princípios de Investimento A rentabilidade observada está associada a um conceito de taxa de juros a) real e futura b) líquida e futura c) nominal e passada d) líquida e passada

42 Princípios de Investimento A rentabilidade observada está associada a um conceito de taxa de juros a) real (observada – inflação) e futura (esperada) b) líquida (bruta – impostos, não cai na ANBIMA) e futura (esperada) c) nominal e passada d) líquida (bruta – impostos, não cai na ANBIMA) e passada (correta) Rentabilidade observada é uma rentabilidade expressa em valores nominais (1% a.m.) de um período que já passou.

43 Princípios de Investimento A rentabilidade relativa de um investimento a) deve ser maior que a rentabilidade nominal b) é sempre conhecida no início do investimento c) é conhecida no início do investimento de taxa prefixada d) refere-se a um benchmark

44 Princípios de Investimento A rentabilidade relativa de um investimento a) deve ser maior que a rentabilidade nominal – Não pode ser uma rentabilidade nominal (1% a.m.) b) é sempre conhecida no início do investimento – não, pode ser pós fixada, portanto, vai variar. c) é conhecida no início do investimento de taxa prefixada – apenas se o investidor ficar todo o período do título, se ele vender antes do vencimento, não será conhecida. d) refere-se a um benchmark Rentabilidade relativa deve sempre se basear no benchmark (90% do CDI, 100% do Ibovespa).

45 Princípios de Investimento Dois fundos de investimento ABC e XYZ apresentaram as seguintes rentabilidades Fundo ABC Benchmark = CDI Rentabilidade Benchmark = 1,50% Rentabilidade Fundo = 1,52% Fundo XYZ Benchmark = IBOVESPA Rentabilidade Benchmark = 4,00% Rentabilidade Fundo = 3,90% Podemos afirmar que a) a rentabilidade absoluta do fundo ABC é maior que a rentabilidade absoluta do fundo XYZ, mas a relativa não b) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo ABC são maiores que a rentabilidades do fundo XYZ c) a rentabilidade absoluta do fundo XYZ é maior que a rentabilidade absoluta do fundo ABC, mas a relativa não d) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo XYZ são maiores que a rentabilidades do fundo ABC

46 Princípios de Investimento Dois fundos de investimento ABC e XYZ apresentaram as seguintes rentabilidades Fundo ABC Benchmark = CDI Rentabilidade Benchmark = 1,50% Rentabilidade Fundo (rentabilidade absoluta) = 1,52% - rentabilidade relativa foi de 0,02% Fundo XYZ Benchmark = IBOVESPA Rentabilidade Benchmark = 4,00% Rentabilidade Fundo (rentabilidade absoluta) = 3,90% - rentabilidade relativa foi de -0,10% Podemos afirmar que a) a rentabilidade absoluta do fundo ABC é maior que a rentabilidade absoluta do fundo XYZ, mas a relativa não b) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo ABC são maiores que a rentabilidades do fundo XYZ c) a rentabilidade absoluta do fundo XYZ é maior que a rentabilidade absoluta do fundo ABC, mas a relativa não d) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo XYZ são maiores que a rentabilidades do fundo ABC

47 Princípios de Investimento A rentabilidade média mensal dos últimos 12 meses de um investimento foi de 1,54%. Em relação à rentabilidade do próximo mês podemos afirmar que a) não é possível determiná-la, pois o passado não garante o futuro b) será maior pois o gestor sempre busca melhorar sua performance c) ser[a menor porque os rendimentos vêm caindo d) será superior à rentabilidade do benchmark

48 A rentabilidade média mensal dos últimos 12 meses de um investimento foi de 1,54%. Em relação à rentabilidade do próximo mês podemos afirmar que a) não é possível determiná-la, pois o passado não garante o futuro b) será maior pois o gestor sempre busca melhorar sua performance – e que Deus ajude c) será menor porque os rendimentos vêm caindo – está jogando praga. d) será superior à rentabilidade do benchmark – ou o gestor está demitido Rentabilidade passada não garante rentabilidade futura

49 Princípios de Investimento Determinado investimento compensou o risco que o investidor correu. Esta afirmação está relacionado ao conceito de a) risco de crédito b) risco de mercado c) risco e retorno d) risco de liquidez

50 Princípios de Investimento Determinado investimento compensou o risco que o investidor correu. Esta afirmação está relacionado ao conceito de a) risco de crédito b) risco de mercado c) risco e retorno d) risco de liquidez

51 Princípios de Investimento A possibilidade de perda mediante movimento desfavorável no preço de ativos é risco a) de mercado b) operacional c) de liquidez d) de crédito

52 Princípios de Investimento A possibilidade de perda mediante movimento desfavorável no preço de ativos é risco a) de mercado b) operacional – erros, não cai na ANBIMA c) de liquidez – preço justo, não é o caso, continua havendo compradores d) de crédito – calote Se afetou todos os ativos, é risco de mercado

53 Princípios de Investimento Considerando o risco de crédito, o maior retorno tende a ser representado a) um CDB de banco de grande porte b) uma nota promissória sem garantia c) uma debênture com garantia real d) um título público de curto prazo

54 Princípios de Investimento Considerando o risco de crédito, o maior retorno tende a ser representado a) um CDB de banco de grande porte – banco é bom pagador b) uma nota promissória sem garantia c) uma debênture com garantia real – A garantia real deixa o negócio mais seguro. O prazo mais longo da debênture em relação a nota promissória aumenta o risco de mercado e de liquidez, não o de crédito. d) um título público de curto prazo – melhor pagador é o governo Nota promissória sem garantia real é um empréstimo no Aval, portanto, o mais arriscado. Se a debênture não tivesse garantia real teria maior risco de mercado e de liquidez por causa do prazo mais longo, mas o risco de crédito seria igual ao da nota promissória. Prazo não afeta o risco de crédito.

55 Princípios de Investimento A carteira de ações X é composta por ações de bancos. A carteira de ações Y é composta por ações de bancos e empresas alimentícias. O risco inerente a empresas (ou não sistemático) da carteira X será a) maior que o da carteira Y b) menor que o da carteira Y c) equivalente ao risco da carteira Y d) menor que o risco de mercado

56 Princípios de Investimento A carteira de ações X é composta por ações de bancos. A carteira de ações Y é composta por ações de bancos e empresas alimentícias. O risco inerente a empresas (ou não sistemático) da carteira X será a) maior que o da carteira Y b) menor que o da carteira Y – A diversificação reduz o risco das empresas. c) equivalente ao risco da carteira Y – A diversificação reduz o risco das empresas. d) menor que o risco de mercado – não tem comparação de qual risco é maior. Atuar com ações de mais de um setor é a diversificação, muito usada para reduzir o risco. O risco reduzido é o risco não sistemático, ou de empresas. Veja que a carteira Y pode ter maior risco de liquidez, mas a pergunta é sobre risco de empresas e diversificação.

57 Princípios de Investimento A rentabilidade esperada está associada a um conceito de taxa de juros a) real e futura b) relativa a um benchmark e futura c) nominal e passada d) líquida e passada

58 Princípios de Investimento A rentabilidade esperada está associada a um conceito de taxa de juros a) real (é uma rentabilidade absoluta - inflação, não se pode expressar rentabilidade esperada de forma absoluta) e futura (correto) b) relativa a um benchmark e futura c) nominal (rentabilidade absoluta) e passada (futura) d) líquida (rentabilidade bruta – impostos, não tratada na ANBIMA) e passada (futura) Rentabilidade observada – passado, expressa de forma relativa (a um benchmark) ou absoluta (nominal ou real (nominal – inflação) Rentabilidade esperada – futuro, expressa de forma relativa

59 Princípios de Investimento O risco de mercado de uma carteira de ações se caracteriza por I. Decorrer de fatores externos às empresas II. Não ser diversificável III. Gerenciável mediante diversificação Está correto o que se afirma apenas em a) I e II b) II e III c) I e III d) III

60 Princípios de Investimento O risco de mercado de uma carteira de ações se caracteriza por I. Decorrer de fatores externos às empresas II. Não ser diversificável III. Gerenciável mediante diversificação – risco de mercado não dá para diversificar. Está correto o que se afirma apenas em a) I e II b) II e III c) I e III d) III Para reduzir o risco de mercado, apenas trabalhando com papéis pós fixados (atrelados a variação da taxa de juros, inflação, PTAX). Não existe uma aplicação que proteja contra todos os riscos de mercado ao mesmo tempo.

61 Princípios de Investimento A diversificação é uma estratégia que permite ao investidor reduzir o risco total de mercado de uma carteira de ações. Entretanto ela não funciona quando se trata de a) risco de inflação b) risco de empresa c) risco não-sistemático d) risco sistemático

62 Princípios de Investimento A diversificação é uma estratégia que permite ao investidor reduzir o risco total de mercado de uma carteira de ações. Entretanto ela não funciona quando se trata de a) risco de inflação – não existe, inflação é um risco de mercado b) risco de empresa - = risco não sistemático. A diversificação serve para reduzir este risco c) risco não-sistemático d) risco sistemático Risco sistemático = risco de mercado.

63 Princípios de Investimento Para gerenciar o risco das empresas (ou não sistemático) que compõem um fundo de ações o gestor deverá comprar ações a) do mesmo setor econômico b) de diversos setores econômicos c) de alta liquidez d) de baixa liquidez

64 Princípios de Investimento Para gerenciar o risco das empresas (ou não sistemático) que compõem um fundo de ações o gestor deverá comprar ações a) do mesmo setor econômico b) de diversos setores econômicos c) de alta liquidez d) de baixa liquidez Diversificação reduz o risco das empresas. Normalmente é um risco atrelado a operações com ações.


Carregar ppt "Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google