A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E.B.I de Vila Cova Janeiro de 2008. Grupo I o André Costa, nº2 o Miguel Lima, nº16 o Pedro Ribeiro, nº18 Disciplina Língua Portuguesa Professor Paulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E.B.I de Vila Cova Janeiro de 2008. Grupo I o André Costa, nº2 o Miguel Lima, nº16 o Pedro Ribeiro, nº18 Disciplina Língua Portuguesa Professor Paulo."— Transcrição da apresentação:

1 E.B.I de Vila Cova Janeiro de 2008

2 Grupo I o André Costa, nº2 o Miguel Lima, nº16 o Pedro Ribeiro, nº18 Disciplina Língua Portuguesa Professor Paulo Faria E.B.I de Vila Cova

3 As personagens oRobinson CrusoeRobinson Crusoe oSexta-feiraSexta-feira oFeiticeiraFeiticeira oAndaAnda oAndoarAndoar oTeenTeen oDomingoDomingo oWilliam HunterWilliam Hunter - O que é uma civilização

4 Robinson Crusoe – O General Chamo-me Robinson Crusoe. Sou inglês. Tenho uma posição social do topo quando estava na ilha. Quando vivia fora da ilha, era um simples comerciante, que um dia resolveu tentar fazer fortuna. A minha barba foi crescendo e o cabelo também, ao longo da minha vivência na ilha. Depois da explosão deixei crescer o cabelo e cortei a barba (p.68) Sou uma pessoa trabalhadora e gosto de comandar. Uso umas calças velhas e uma camisola rota. Gosto de ir por vezes à gruta., tenho uma sensação de felicidade(p.59). Também gosto do jogo das trocas de personagens.

5 Robinson Crusoe – O General Sou amigo do Sexta-feira e de Teen. Não gosto muito de animais. Ás vezes, tenho medo e chego a mata-los. Para mim os animais ou são úteis ou prejudiciais(p.56). Fiquei na ilha, pois apesar de tudo, eu gostei de estar cá. Espero não me arrepender.

6 Sexta-feira – O servo Chamo-me Sexta-feira. Sou um índio da costa do Chile, logo sou Chileno. Enquanto vivia com os restantes índios era visto como sendo uma pessoa amaldiçoada, por isso tinha uma posição muito baixa. Quando fui viver com Robinson, a minha posição na sociedade não mudou muito, mas era melhor tratado. Sou mais esguio do que os outros índios e a minha pele é mais escura. Fui feito para a corrida (p.48). Sou muito extrovertido e energético. Gosto de ser livre. Brincar com a natureza; de lutar com bodes.Tal como Robinson, gosto do jogo das trocas de personalidades. Visto pouca roupa, porque me foi imposta, mas não gosto. Depois da explosão, voltei a andar nu.

7 Sexta-feira – O servo Sou amigo de Robinson. Seu servo. Gosto muito de brincar com Anda. Andoar era o meu rival. Mas salvou-me, fico-lhe grato. Aos animais eu ora dedico … uma amizade entusiasta e absurda … ora perpetrava … actos de crueldade monstruosa (p.56) Agora parti. Nunca percebi aquela civilização. Pode ser que agora a entenda. Quero ver novas coisas

8 Feiticeira – A Sábia Sou a feiticeira sem nome. Sou chilena. Sou reconhecida no grupo dos índios. Sou vista como uma mulher que detinha saber sobre tudo. Era a juiz do grupo. Dá-me uma posição social muito elevada. Tenho um aspecto de velha, magra e despenteada (p. 34). Sou sábia. Nasci aqui e morrerei aqui na ilha.

9 Anda – A brincalhona Chamo-me Anda e sou uma cabrinha do Chile. Sou feliz com o resto da sua manada, mas também gosto de conviver com outros seres, em especial Sexta-feira. Sou apenas mais uma cabrinha naquela casta, sobre comando de Andoar. Sou muito alegre e adoro brincar. Sou amiga do Sexta-feira. Acho que as outras cabrinha e Andoar gostam de mim, se não, não me teriam salvo. Tenho uma pelagem quente. Agora fui levada por Sexta-feira para o mundo dos homens. Vou esperar par ver se gosto…

10 Andoar – O bode-rei Chamo-me Andoar. Sou um bode chileno. Sou o bode que comanda o grupo de cabras. Tinha o dever de as proteger. Tinha uma posição social elevada. Sou muito protector dos animais da minha manada, nem que para isso tenha que lutar contra um ser humano. Acho-me protector e muito amigo. Sou amigo de Anda e a não sei o que sinto por Sexta- feira. Por um lado ele queria levar Anda. Mas também sabia que não lhe faria mal e Anda seria feliz com ele. Tenho uns olhos oblongos e dourados que brilhavam na espessura da pele, uma barbicha fina e sedosa tremia na ponta do queixo, uns cornos grandes e amarelados. Tenho uma pelagem quente e branca.

11 Teen – O Cão Chamo-me Teen. Sou o cão do Vírginia. Quando o barco naufragou, passei a ser o animal de estimação de Robinson Tenho pelo branco, orelhas grandes. Sou pequeno (quanto mais velho fico mais gordo e lento me torno). Quando se deu a explosão, morri de susto, mas já estava velho…

12 Domingo – O Grumet Chamava-me Jean Neljapaev. Nasci na Estónia (p.111). Agora que vivo na ilha o nome Domingo. Sou uma criança magra como um pássaro depenado (p.105). Tenho o rosto vermelhusco e o meu cabelo é vermelho. Enquanto eu vivia no barco era um simples grumet, o que me dava uma posição social muito baixa. Era tratado com escravo. Era infeliz. Agora estou na ilha. Sinto- me mais feliz e sou tratado muito melhor.

13 William Hunter – O comandante Chamo-me William Huntern e sou de Blackpool. Sou o comandante do barco Whitebird, o que me dá uma posição na sociedade muito favorável. Tenho vários privilégios. Tenho barba negra (p.102). Faço tráfico de negros. Sempre que falo nisso, falo com entusiasmo (p.104)

14 O que é a civilização Uma civilização é um tipo de comunidade ou de sociedade humana que conseguiu um determinado nível da cultura. Inclui a organização política em grande escala e a expressão sofisticada em um meio tal como a escrita. O termo "avançou" implica (talvez errada) que a cultura é superior a outra. A civilização é um processo social em si, inerente aos agrupamentos humanos que tendem sempre a evoluir com a variação das disponibilidades económicas, principalmente alimentares e sua decorrente competição por estes com os agrupamentos vizinhos. Para viver melhor é preciso civilização


Carregar ppt "E.B.I de Vila Cova Janeiro de 2008. Grupo I o André Costa, nº2 o Miguel Lima, nº16 o Pedro Ribeiro, nº18 Disciplina Língua Portuguesa Professor Paulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google