A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A DOENÇA DA REALIDADE JORGE ACÁRIO COMENTÁRIO AOS ISLIDES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A DOENÇA DA REALIDADE JORGE ACÁRIO COMENTÁRIO AOS ISLIDES."— Transcrição da apresentação:

1 A DOENÇA DA REALIDADE JORGE ACÁRIO COMENTÁRIO AOS ISLIDES

2 SINAIS DA DOENÇA DA REALIDADE A DESTRUIÇÃO DA ECONOMIA REAL OU ESTRUTURAL SE DEVE Á DIMINUIÇÃO DA BASE MONETÁRIA, ACHATAMENTO SALARIAL E ELEVAÇÃO DO JURO, PARA CONTER A INFLAÇÃO PELA DIMINUIÇÃO DO CONSUMO, QUE POR SUA VEZ DIMINUI A PRODUÇÃO, PRODUZINDO MAIS INFLAÇÃO, CONSTITUINDO UM CÍRCULO VICIOSO OU FEEDBAK GERANDO A AUTOFAGIA ECONÔMICA. NESTA OCASIÃO, A ECONOMIA LÍQUIDA SE DEFENDE, DE NÃO PODER AUFERIR LUCROS, DEVIDO A DIMINUIÇÃO DA ECONOMIA REAL OU PRODUTIVA DA QUAL DEPENDE, AUMENTANDO MAIS AINDA OS JUROS, USANDO O CONCURSO DOS CIRCUITOS ELETRÔNICOS PLUGADOS, QUE PERMITINDO A VOLATILIDADE DOS CAPITAIS ORIGINA TAL ELEVAÇÃO EM OUTRA LOCALIDADE, PORQUANTO A ELEVAÇÃO PRETENDIDA NA LOCALIDADE ANTERIOR INIBIRIA TOTALMENTE A PRODUÇÃO.

3 CONCEITO DE REALIDADE A INTERPRETAÇÃO DA REALIDADE PELA MITOLOGIA, OU SEJA, ATRAVÉS DO MITO, DE ORIGEM INTUITIVA E EMOCIONAL, OCORREU ANTES DO ADVENTO DO CONHECIMENTO, DE ONDE SE ORIGINOU A RAZÃO. A CAIXA DE PANDORA É O EXEMPLO CLÁSSICO. APÓS A ERA DA MITOLOGIA A REALIDADE PASSOU A SER EXPLICADA PELA FILOSOFIA, COM O AUXÍLIO DA RACIONALIDADE TEÓRICA. ATUALMENTE É ESTUDA PELA CIÊNCIA ATRAVÉS DA RACIONALIDADE EXPERIMENTAL, DA QUAL A EXPLOSÃO DA BOMBA

4 ATÔMICA É UM EXEMPLO, DE DESREALIZAÇÃO DE UMA SUBSTÂNCIA ESTUDADA NO ÂMBITO DA QUÍMICA INORGÂNICA, CAUSADA PELA DESTRUIÇÃO NUCLEAR. EMBORA A CIÊNCIA NESTE CASO, SEJA USADA COMO AGENTE DESREALIZADOR, ELA É USADA DA MESMA MANEIRA COM QUE É USADO O MERCADO, ANTIÉTICAMENTE, DESENCADEANDO UMA REAÇÃO BRUSCA DE PARTE DA REALIDADE, QUE É A DESREALIZAÇÃO MATERIAL, TRANSFORMAÇÃO DE MATÉRIA E ENERGIA, PELO DESRESPEITO AO ORDENAMENTO ÉTICO CAUSADOR DE SUA ESTRUTURA ENERGÉTICA. DE ACORDO COM OS ESTUDOS MAIS RECENTES, A REALIDADE É COMO SE FOSSE UM DÍNAMO, QUE ABSORVE DO OCEANO DE ENERGIA PURA QUE LHE CIRCUNSCREVE ESPACIALMENTE, ENERGIA CONTÍNUA E LHE DEVOLVE SOB A FORMA ONDULATÓRIA. É CONSTITUIDA POR DIVERSAS CAMADAS ENERGÉTICAS, DE ONDE A MATÉRIA, O SENSÓRIO E O INTELECTO FAZEM PARTE, FORMANDO UNIDADES MAGNÉTICAS, CUJA ESTRUTURAÇÃO É ORDENADA SEGUNDO UM CÓDIGO QUE DÁ A CHAVE DA SUA DISPOSIÇÃO.

5 CONCEITO DE DOENÇA A DOENÇA É UMA DIMINUIÇÃO DA ATIVIDADE VITAL. SEGUNDO UMA DAS TEORIAS QUE FUNDAMENTAM A PRESENTE CONFERÊNCIA, A TEORIA REALÍSTICA, POSTULADA PELO AUTOR, TAL DIMINUIÇÃO DE ATIVIDADE VITAL, SE DEVE A UM PROCESSO DESREALIZANTE, CAUSADO PELOS AGENTES DESREALIZADORES ISOLADAMENTE, OU POR SUA CONJUGAÇÃO. O QUE CAUSARIA A DOENÇA SEGUNDO A MENCIONADA TEORIA, SERIA O DESRESPEITO AO CÓDIGO DE NATUREZA ÉTICA, QUE DISPÔE OS CAMPOS MAGNÉTICOS, QUE COMPÕE OS NÍVEIS ENERGÉTICOS DA REALIDADE, SEGUNDO UM ORDENAMENTO COMPATÍVEL COM TAL CÓDIGO.

6 CONCEITO DE SINAL DOR E FEBRE NAUSEA E VÔMITO ANOREXIA E CAQUEXIA PRURIDO E PÁPULA ERITEMATOSA DA URTICÁRIA CALOR E RUBOR ARDÚRIA E POLIÚRIA UM SINTOMA SURGERIA PELA SUBSTITUIÇÃO DA ÉTICA PELA LÓGICA MONETÁRIA, IMPOSTA PELO MERCADO, EM DETERMINADO SETOR DA REALIDADE NA LOCALIDADE.

7 REALIDADE DOENTE SE É POSSÍVEL A REALIDADE ADOECER. SIGNIFICA QUE ELA É VIVA. SUA DOENÇA SERIA UMA DESREALIZAÇÃO. PORTANTO DESREALIZAÇÃO, PODE SER ENTENDIDA, TAMBÉM, COMO PERDA DE VIDA, PARCIAL OU TOTAL.

8 DESREALIZAÇÃO A DESREALIZAÇÃO SE DÁ, PELA SUBSTITUIÇÃO DO ORDENAMENTO ÉTICO DA REALIDADE, PELA LÓGICA MONETÁRIA, VEICULADA PELOS CIRCUITOS ELETRÔNICOS DIGITALIZADOS, ON-LINEZADOS E PLUGADOS DO MERCADO, POR ONDE SE DESLOCA A ALTA VELOCIDADE A MOEDA, VIABILISADA POR OPERADORES E INVESTIDORES, EM TORNO DE NOVENTA POR CENTO, ESPECULADORES, SUBMETENDO O ORDENAMENTO ÉTICO DA REALIDADE Á LÓGICA MONETÁRIA. EIS EM SÍNTESE O PROCESSO DA DESREALIZAÇÃO.

9 CONCEITO DE MERCADO O MERCADO É UM MONSTRO MONETÁRIO. SER DOTADO DE METABOLISMO, CONSTITUIDO, PELO DESLOCAMENTO DA MOEDA NOS CIRCUITOS ELETÔNICOS ON- LINE, SEGUNDO SEU COMANDO OBEDIENTE A SOFTWARE, CUJA PROGRAMAÇÃO É BASEADA EM LÓGICA MONETÁRIA, QUE CONTROLA A ECONOMIA DAS NAÇÕES, DEVIDO AO FATO DE TAIS CIRCUITOS ELETRÔNICOS DE MOEDA, FUNCIONAREM PELA REDE BANCÁRIA, ATRAVÉS DA DIGITALIDADE DA INFORMÁTICA, INTEGRADA PELOS BANCOS CENTRAIS, AO CIRCUITO ELETRÔNICO DE MOEDA, PROVENIENTE DE SEUS CENTROS DE CONTROLE, QUE DÃO PASSAGEM A BASE MONETÁRIA MUNDIAL.

10 RELAÇÕES DE DEPENDENCIA DA REALIDADE A REALIDADE OBEDECE AO CONHECIMENTO DE SUA NATUREZA, USADO NA SUA TRANSFORMAÇÃO, LEVADA A EFEITO PELA VONTADE. É ORDENADA PELA ÉTICA E DESORDENADA PELA LÓGICA MONETÁRIA, A MORAL RELIGIOSA E O DIREITO, QUE INFRINGE A ÉTICA DE QUE DEVE SER CONSTITUIDO O ESTADO

11 A ECONOMIA DEPENDE DA CULTURA NA LOCALIDADE, O EQUILÍBRIO NATURAL, ENTRE PRODUÇÃO E CONSUMO É ROMPIDO PELA LÓGICA MONETÁRIA, DANDO INÍCIO A DESREALIZAÇÃO, QUE NO INÍCIO SÓ E ECONÔMICA MAS DEPOIS ATINGE MAIORES PORÇÕES DA REALIDADE. PODEMOS CITAR COMO EXEMPLO O CASO DA PRODUÇÃO DE UM MAMÃO QUE FOI CONSUMIDO POR UM HOMEM QUE PRESTOU UM SERVIÇO, E QUE RECEBEU POR ESTE, DETERMINADA QUANTIA EM DINHEIRO. COM O CONTROLE DA BASE MONETÁRIA PELO BANCO CENTRAL E SUA DIMINUIÇÃO PELA ELEVAÇÃO DO JURO, O REFERIDO HOMEM DO NOSSO EXEMPLO, NÃO PODE PRESTAR O SERVIÇO POR FALTA DE DINHEIRO DO HOMEM QUE NECESSITAVA DELE, NÃO PODENDO PORTANTO COMPRAR O MAMÃO. SE ESTA SITUAÇÃO CONTINUAR, A ATIVIDADE ECONÔMICA PARALZADA VAI INFLUIR NA SOBREVIVENCIA DE TODOS OS PARTICIPANTES DO PROCESSO PRODUÇÃO CONSUMO.

12 A VIRTUALIZAÇÃO DA ECONOMIA A ON-LINIDADE DIMINUI O TEMPO GASTO PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE MONETÁRIA, QUE NA EQUAÇÃO DA VELOCIDADE É INVERSAMENTE PROPORCIONAL A MESMA, OU SEJA SE O TEMPO DIMINUI A VELOCIDADE AUMENTA

13 A FUNÇÃO DESRREALIZANTE O METABOLISMO DO MERCADO LHE DÁ VIDA AUTÔNOMA APESAR DE DEPENDER DA ECONOMIA DAS NAÇÕES.

14 EFEITOS DA FUNÇÃO DESREALIZANTE SÃO OS EFEITOS PARTICULARES, DA FUNÇÃO DESREALIZANTE DO MERCADO, QUE EM CONJUNTO PRODUZEM A GLOBALIZAÇÃO.

15 MECANISMO DO EFEITO DEFICITANTE O EFEITO DEFICITANTE, PRODUZ A DESREALIZAÇÃO DA LOCALIDADE, DEVIDO AO FATO DE CAUSAR A RUTURA DO EQUILÍBRIO PRODUÇÃO CONSUMO, DESORDENANDO O ARRANJO ÉTICO DA REALIDADE LOCAL. O DESEQUILÍBRIO PRODUÇÃO CONSUMO, DIFICULTA E IMPEDE A ATIVIDADE ECONÔMICA NA LOCALIDADE, QUE FICA A MERCÊ DO CRÉDITO E SEUS CONTROLES BUROCRÁTICOS, INIBINDO OU IMPEDINDO A ATIVIDADE ECONÔMICA, IMPEDE O EXERCÍCIO DA CIDADANIA, CAUSANDO O DESORDENAMENTO ÉTICO DA REALIDADE CITADO, DEVIDO AO FATO DO CIDADÃO EM POTENCIAL, PENSAR QUE NÃO VAI PODER CUMPRIR OS SEUS DEVERES, DAÍ APELAR PARA O QUE É MAIS FÁCIL FAZER, PARA CUMPRIR SEUS COMPROMISSOS, MESMO SE DISTANCIANDO DA ÉTICA. SURGE NESTE EXATO MOMENTO OS SINAIS DA DOENÇA DA REALIDADE ALUDIDOS EM SLIDE ANTERIOR.

16 O EFEITO DESRREALIZANTE A NÍVEL GLOBAL ESTES VALORES, MOSTRAM O PERCENTUAL DA DESRREALIZAÇÃO GLOBAL, PORQUE OS SETENTA POR CENTO DA LIQUIDEZ LOCALIZADA NOS CIRCUITOS ELETRÔNICOS ON-LINIZADOS E DIGITALIZADOS, NÃO PODEM SER CONSIDERADOS ECONOMIA, PORQUE ALÉM DE ACARRETAR ELEVADAS DESPEZAS OPERACIONAIS, COM O CUSTO DE HARDWARE, SOFTWARE E SALÁRIOS DOS SUPER TÉCNICOS QUE PÕEM O MERCADO EM FUNCIONAMENTO, POR IMPEDIREM O CRESCIMENTO DA ECONOMIA REAL OU PRODUTIVA, DELA NÃO PODE AUFERIR RENDIMENTO, OBRIGAND0-SE, PORTANTO Á ESPECULAÇÃO AGORA FAVORECIDA PELO CIRCUITO ELETRÔNICO ON-LINE DOS CAPITAIS ÁVIDOS POR JUROS, CUJOS DETENTORES POSSUEM O ACESSO VIRTUAL DA CONTABILIDADE DAS NAÇÕES.

17 MECANISMO DO EFEITO DEFICITANTE O EFEITO DEFICITANTE, PRODUZ A DESREALIZAÇÃO DA LOCALIDADE, DEVIDO AO FATO DE CAUSAR A RUTURA DO EQUILÍBRIO PRODUÇÃO CONSUMO, DESORDENANDO O ARRANJO ÉTICO DA REALIDADE LOCAL. O DESEQUILÍBRIO PRODUÇÃO CONSUMO, DIFICULTA E IMPEDE A ATIVIDADE ECONÔMICA NA LOCALIDADE, QUE FICA A MERCÊ DO CRÉDITO E SEUS CONTROLES BUROCRÁTICOS, INIBINDO OU IMPEDINDO A ATIVIDADE ECONÔMICA, IMPEDE O EXERCÍCIO DA CIDADANIA, CAUSANDO O DESORDENAMENTO ÉTICO DA REALIDADE CITADO, DEVIDO AO FATO DO CIDADÃO EM POTENCIAL, PENSAR QUE NÃO VAI PODER CUMPRIR OS SEUS DEVERES, DAÍ APELAR PARA O QUE É MAIS FÁCIL FAZER, PARA CUMPRIR SEUS COMPROMISSOS, MESMO SE DISTANCIANDO DA ÉTICA. SURGE NESTE EXATO MOMENTO OS SINAIS DA DOENÇA DA REALIDADE ALUDIDOS EM SLIDE ANTERIOR.

18 O EFEITO DESRREALIZANTE A NÍVEL GLOBAL ESTES VALORES, MOSTRAM O PERCENTUAL DA DESRREALIZAÇÃO GLOBAL, PORQUE OS SETENTA POR CENTO DA LIQUIDEZ LOCALIZADA NOS CIRCUITOS ELETRÔNICOS ON-LINIZADOS E DIGITALIZADOS, NÃO PODEM SER CONSIDERADOS ECONOMIA, PORQUE ALÉM DE ACARRETAR ELEVADAS DESPEZAS OPERACIONAIS, COM O CUSTO DE HARDWARE, SOFTWARE E SALÁRIOS DOS SUPER TÉCNICOS QUE PÕEM O MERCADO EM FUNCIONAMENTO, POR IMPEDIREM O CRESCIMENTO DA ECONOMIA REAL OU PRODUTIVA, DELA NÃO PODE AUFERIR RENDIMENTO, OBRIGAND0-SE, PORTANTO Á ESPECULAÇÃO AGORA FAVORECIDA PELO CIRCUITO ELETRÔNICO ON-LINE DOS CAPITAIS ÁVIDOS POR JUROS, CUJOS DETENTORES POSSUEM O ACESSO VIRTUAL DA CONTABILIDADE DAS NAÇÕES.

19 MECANISMO MONETÁRIO DA FUNÇÃO GLOBALIZANTE A RUTURA DO EQUILÍBRIO PRODUÇÃO CONSUMO, QUE ACARRETOU A ESPECULAÇÃO A NÍVEIS GLOBAIS, DETERMINA A OBEDIÊNCIA AOS POSTULADOS, MOSTRADOS NO SLIDE 17 PARA MANTER A ECONOMIA REAL SOBRE O SEU CONTROLE, EMBORA ARTIFICIALMENTE, OU SEJA, ANTIECONÔMICAMENTE, PARA PODER CONTINUAR ESPECULANDO MONETÁRIAMENTE, CRIANDO ASSIM A ECONOMIA VIRTUAL, QUE DESREALIZA NA EXTREMIDADE DO PROCESSO A ECONOMIA REAL, AUMENTANDO CADA VEZ MAIS A LIQUIDEZ. QUE AO CHEGAR A UM PATAMAR DE CEM POR CENTO, A ECONOMIA ESTARÁ TOTALMENTE DESRREALIZADA E COM ELA O RESTO DA REALIDADE, PORQUE NESTA OCASIÃO, JÁ NÃO SERÁ POSSÍVEL A EXISTÊNCIA DO OBSERVADOR.

20 OS CAPITAIS VOLÁTEIS E SUA RELAÇÃO COM O AUMENTO DOS JUROS COMO O PATAMAR DO JURO SE RELACIONA COM A ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA ECONOMIA, A VOLATILIDADE DOS CAPITAIS TORNADA POSSÍVEL PELOS CIRCUITOS ELETRÔNICO DIGITALIZADOS E ON-LINESADOS DO MERCADO, PERMITE A ELEVAÇÃO DO JURO PAGO PELO ALUGUEL DESTES CAPITAIS, PORQUE ALÉM DE TIRA-LOS DA ECONOMIA CITADA, AINDA DÁ ACESSO Á CONTABILIDADE DA ECONOMIA QUE DESEJA TIRÁ-LO DA OUTRA.

21 A DESRREALIZAÇÃO DA ECONOMIA PRODUTIVA FOI ESTUDADO POR OCASIÃO DA COMPREENSÃO DE COMO FUNCIONA O MECANISMO DESREALIZADOR DO MERCADO, SUA FUNÇÃO DESREALIZANTE.

22 O AGENTE ETIOLÓGICO DA DESRREALIZAÇÃO, O MERCADO COMO A DESREALIZAÇÃO DECORRE DO METABOLISMO MONETÁRIO DO MERCADO QUE AGE GLOBALMENTE E LOCALMENTE E QUE POSSUI EFEITO PARASITÁRIO DAS ECONOMIAS NACIONAIS E DESREALIZANTE DO RESTO DESTAS REALIDADES E QUE TAL METABOLISMO AGE POR INTERMÉDIO DOS CIRCUITOS ELETRÔNICOS DIGITALIZADOS E ON-LINEZADOS DOS BANCOS CENTRAIS A SERVIÇO DO MERCADO, SUAS SINAPSES QUE O LIGAM A ELE. TEREMOS QUE MONTAR UM ESTADO CUJOS BANCOS CENTRAIS SEJAM ESTABELECIDOS NA LOCALIDADE E SUJEITOS AO CONTROLE DE UM CONSELHO ELEITO PELO ELEITOR CIDADADÃO.

23 A ECONOMIA LOCALIZADA ESTE POSTULADO FUNDAMENTA A LOCALIZAÇÃO DO BANCO CENTRAL, TORNADO LOCAL, MANTENDO NO ENTANTO, SUAS FUNÇÕES.

24 O ELEITOR CIDADÃO COMO A CIDADANIA ESTÁ LIGADA A LOCALIDADE E ESTA A CULTURA, QUE TABÉM É LOCAL COMO TODO O RESTANTE DA REALIDADE, ESTA RESULTA PRESERVADA DE SEU MAIOR AGENTE DESREALIZANTE O MERCADO.

25 CONSELHOS LOCAIS SEU FUNCIONAMENTO DETERMNARÁ O INÍCIO DA PRIMEIRA FASE DO CIDADANISMO

26 CONSEQUÊNCIA DA REALIZAÇÃO DO QUE FOI DESREALIZADO O QUE A REALIZAÇÃO DO QUE FOI DESREALIZADO ENSEJARÁ, O CIDADANISMO

27 INÍCIO DO CIDADANISMO FASE INICIAL DO CIDADANISMO

28 A REALIZAÇÃO DO QUE FOI DESRREALIZADO A REALIZAÇÃO INICIADA PELO INÍCIO DO FUNCIONAMENTO DOS BANCOS CENTRAIS LOCAIS

29 A INTEGRAÇÃO POLÍTICA DAS LOCALIDADES DE ECONOMIA LOCALIZADA AO ESTADO NACIONAL FIM DA TRANSFORMAÇÃO DO ESTADO ATUAL DESPERDIÇADOR E ARCAICO NO ESTADO CIDADANISTA, INICIO DA PRIMEIRA FASE DO CIDADANISMO.

30 CIDADANISMO CIDADANISMO EM CURSO, VISANDO A DISSOLUÇÃO DO ESTADO NA CIDADANIA, PARA A OBTENÇÃO DO FIM DO ESTADO.

31 A PAZ QUE SERÁ ATINGIDA PELO CIDADANISMO


Carregar ppt "A DOENÇA DA REALIDADE JORGE ACÁRIO COMENTÁRIO AOS ISLIDES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google