A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prepared by: Fernando Quijano and Yvonn Quijano 7 C A P Í T U L O © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Agregando Todos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prepared by: Fernando Quijano and Yvonn Quijano 7 C A P Í T U L O © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Agregando Todos."— Transcrição da apresentação:

1 Prepared by: Fernando Quijano and Yvonn Quijano 7 C A P Í T U L O © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD

2 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Oferta Agregada A relação de oferta agregada expressa os efeitos do produto sobre o nível de preços. Ela deriva do comportamento dos preços e salários. A relação de oferta agregada expressa os efeitos do produto sobre o nível de preços. Ela deriva do comportamento dos preços e salários. Lembre-se das equações para a determinação do salário e dos preços do Capítulo 6: Lembre-se das equações para a determinação do salário e dos preços do Capítulo 6: 7-1

3 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Derivando a Relação de Oferta Agregada Passo 1: Elimine o salário nominal de Passo 1: Elimine o salário nominal de e, então: Em palavras: o nível de preço depende do nível de preço esperado e da taxa de desemprego. Supomos que e z são constantes.

4 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Derivando a Relação de Oferta Agregada Passo 2: Expresse a taxa de desemprego em termos de produto: Passo 2: Expresse a taxa de desemprego em termos de produto: Portanto, para uma dada força de trabalho, quanto maior o produto, menor a taxa de desemprego.

5 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Derivando a Relação de Oferta Agregada Passo 3: Substitua a taxa de desemprego na equação obtida no passo 1: Passo 3: Substitua a taxa de desemprego na equação obtida no passo 1: Em palavras: o nível de preço depende nível de preço esperado, P e, e do nível de produto, Y (e também de, z e L, considerados constantes aqui).

6 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Propriedades da Relação AS A relação AS tem duas propriedades importantes: A relação AS tem duas propriedades importantes: Um aumento no produto leva a um aumento do nível de preço. Esse é o resultado de quatro passos: Um aumento no produto leva a um aumento do nível de preço. Esse é o resultado de quatro passos:

7 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Um aumento no nível de preço esperado leva a um aumento de mesma proporção no nível de preço corrente. Esse efeito ocorre através do reajuste salarial: Um aumento no nível de preço esperado leva a um aumento de mesma proporção no nível de preço corrente. Esse efeito ocorre através do reajuste salarial: Propriedades da Relação AS A relação AS tem duas propriedades importantes: A relação AS tem duas propriedades importantes:

8 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Oferta Agregada Dado o nível de preço esperado, um aumento no produto leva a um aumento no nível de preço. Se o produto for igual ao seu nível natural, o nível de preço será igual ao nível de preços esperado. A curva da oferta agregada

9 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Propriedades da Curva AS A curva AS tem inclinação ascendente. Conforme o explicado anteriormente, um aumento no produto leva a um aumento no nível de preço. A curva AS tem inclinação ascendente. Conforme o explicado anteriormente, um aumento no produto leva a um aumento no nível de preço. A curva AS passa pelo ponto A, onde Y = Y n e P = P e. Essa propriedade tem duas implicações: A curva AS passa pelo ponto A, onde Y = Y n e P = P e. Essa propriedade tem duas implicações: Quando Y > Y n, P > P e. Quando Y > Y n, P > P e. Quando Y < Y n, P < P e. Quando Y < Y n, P < P e. Um aumento em P e desloca a curva AS para cima e uma redução em P e desloca a curva AS para baixo. Um aumento em P e desloca a curva AS para cima e uma redução em P e desloca a curva AS para baixo.

10 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Oferta Agregada Um aumento no nível de preços esperado desloca a curva de oferta agregada para cima. Efeito de um aumento no nível de preços esperado sobre a curva de oferta agregada

11 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Demanda Agregada A relação de demanda agregada reflete o efeito do nível de preços sobre o produto. É deduzida a partir da condição de equilíbrio nos mercados de bens e financeiro. A relação de demanda agregada reflete o efeito do nível de preços sobre o produto. É deduzida a partir da condição de equilíbrio nos mercados de bens e financeiro. Lembre-se das condições de equilíbrio para os mercados de bens e financeiro descritas no Capítulo 5: Lembre-se das condições de equilíbrio para os mercados de bens e financeiro descritas no Capítulo 5: 7-2 Relação IS: Y = C(Y – T) + I(Y,i) + G Relação LM: M P = YL(i)

12 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Demanda Agregada Um aumento no nível de preços provoca uma redução do produto. Derivação da curva de demanda agregada P M P idemandaY

13 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Demanda Agregada Alterações na política monetária ou fiscal ou, de modo mais geral, em qualquer variável, exceto o nível de preço, que desloque as curvas IS ou LM, deslocam a curva da demanda agregada.

14 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Demanda Agregada A um dado nível de preços, um aumento nos gastos do governo aumenta o produto, deslocando a curva de demanda agregada para a direita. A um dado nível de preços, uma redução na quantidade nominal de moeda provoca uma redução do produto, deslocando a curva de demanda agregada para a esquerda. Deslocamentos da curva de demanda agregada

15 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Equilíbrio no Curto e no Médio Prazos O equilíbrio depende claramente do valor de P e. O valor de P e determina a posição da curva de oferta agregada e a posição da curva de oferta afeta o equilíbrio. O equilíbrio depende claramente do valor de P e. O valor de P e determina a posição da curva de oferta agregada e a posição da curva de oferta afeta o equilíbrio. 7-3 Relação AS PF Y L z e P (),11 Relação AD Y M P GTY,,

16 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD O Equilíbrio no Curto Prazo O equilíbrio é dado pela interseção do curva de demanda agregada com a curva de oferta agregada. No ponto A, o mercado de trabalho, os mercados de bens e financeiro estão todos em equilíbrio. O equilíbrio no curto prazo

17 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Do Curto ao Médio Prazo No ponto A, No ponto A, Os fixadores de salário irão basear suas expectativas do nível de preço futuro em um nível de preço mais alto, deslocando da curva AS para cima. Os fixadores de salário irão basear suas expectativas do nível de preço futuro em um nível de preço mais alto, deslocando da curva AS para cima. A expectativa de um nível de preço mais alto também leva ao aumento do salário nominal, que por sua vez eleva o nível de preço. A expectativa de um nível de preço mais alto também leva ao aumento do salário nominal, que por sua vez eleva o nível de preço.

18 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Do Curto ao Médio Prazo O ajuste termina quando Os fixadores de salário não têm mais motivo para mudar suas expectativas. O ajuste termina quando Os fixadores de salário não têm mais motivo para mudar suas expectativas. No médio prazo, o produto retorna a seu nível natural. No médio prazo, o produto retorna a seu nível natural.

19 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Do Curto ao Médio Prazo Se o produto está acima de seu nível natural, a curva AS se desloca para cima ao longo do tempo, até que o produto volte a seu nível natural. O ajuste do produto ao longo do tempo

20 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Efeitos da Expansão Monetária Na equação de demanda agregada, podemos ver que um aumento na moeda nominal, M, conduz a um aumento no estoque real de moeda, M/P, levando a um aumento no produto. A curva de demanda agregada se desloca para a direita. Na equação de demanda agregada, podemos ver que um aumento na moeda nominal, M, conduz a um aumento no estoque real de moeda, M/P, levando a um aumento no produto. A curva de demanda agregada se desloca para a direita. 7-4

21 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste O aumento no estoque nominal de moeda desloca a curva de demanda agregada para a direita. O aumento no estoque nominal de moeda desloca a curva de demanda agregada para a direita. No curto prazo, o produto e o nível de preço aumentam. No curto prazo, o produto e o nível de preço aumentam. A diferença entre Y e Y n desencadeia o ajuste das expectativas de preço. A diferença entre Y e Y n desencadeia o ajuste das expectativas de preço.

22 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Efeitos Dinâmicos da Expansão Monetária No médio prazo, a curva AS se deloca para AS e a economia volta ao equilíbrio em Y n. No médio prazo, a curva AS se deloca para AS e a economia volta ao equilíbrio em Y n. O aumento nos preços é proporcional ao aumento no estoque nominal de moeda. O aumento nos preços é proporcional ao aumento no estoque nominal de moeda.

23 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste A expansão monetária leva a um aumento do produto no curto prazo, mas não tem efeito sobre o produto no médio prazo. Efeitos dinâmicos da expansão monetária

24 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Visão dos Bastidores O impacto de uma expansão monetária sobre a taxa de juros pode ser ilustrado pelo modelo IS-LM. O impacto de uma expansão monetária sobre a taxa de juros pode ser ilustrado pelo modelo IS-LM. O efeito de curto prazo da expansão monetária é o deslocamento da curva LM para baixo. A taxa de juros é menor, o produto maior. O efeito de curto prazo da expansão monetária é o deslocamento da curva LM para baixo. A taxa de juros é menor, o produto maior.

25 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Visão dos Bastidores Se o nível de preços permanecer inalterado, Se o nível de preços permanecer inalterado, o deslocamento na curva LM será maior para LM.

26 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Visão dos Bastidores Ao longo do tempo, o nível de preço aumenta, o estoque real de moeda diminui e a curva LM volta para a posição em que estava antes do aumento no estoque nominal de moeda. Ao longo do tempo, o nível de preço aumenta, o estoque real de moeda diminui e a curva LM volta para a posição em que estava antes do aumento no estoque nominal de moeda. No médio prazo, o estoque real de moeda e a taxa de juros permanecem inalterados. No médio prazo, o estoque real de moeda e a taxa de juros permanecem inalterados.

27 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Visão dos Bastidores O aumento do estoque nominal de moeda inicialmente desloca a curva LM para baixo, reduzindo a taxa de juros e aumentando o produto. Com o decorrer do tempo, o nível de preços aumenta, deslocando o curva LM para cima até que o produto esteja de volta a seu nível natural. Efeitos dinâmicos de uma expansão monetária sobre o produto e a taxa de juros

28 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Neutralidade da Moeda Com o tempo, o nível de preço aumenta e os efeitos da expansão monetária sobre o produto e a taxa de juros desaparecem. Com o tempo, o nível de preço aumenta e os efeitos da expansão monetária sobre o produto e a taxa de juros desaparecem. A neutralidade da moeda refere-se ao fato de que um aumento no estoque nominal de moeda não tem efeito sobre o produto ou a taxa de juros no médio prazo. O aumento no estoque nominal de moeda é totalmente absorvido por um aumento no nível de preço. A neutralidade da moeda refere-se ao fato de que um aumento no estoque nominal de moeda não tem efeito sobre o produto ou a taxa de juros no médio prazo. O aumento no estoque nominal de moeda é totalmente absorvido por um aumento no nível de preço.

29 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Redução do Déficit Orçamentário Efeitos dinâmicos da redução no déficit orçamentário 7-5 A redução no déficit orçamentário leva inicialmente a uma queda no produto. Com o tempo, o produto retoma a seu nível natural.

30 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Redução do Déficit, Produto e Taxa de Juros Como o nível de preço diminui em resposta à queda no produto, o estoque real de moeda aumenta. Isso desloca a curva LM para LM. Como o nível de preço diminui em resposta à queda no produto, o estoque real de moeda aumenta. Isso desloca a curva LM para LM. Tanto o produto como a taxa de juros estão menores do que antes da contração fiscal. Tanto o produto como a taxa de juros estão menores do que antes da contração fiscal.

31 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Redução do Déficit, Produto e Taxa de Juros A curva LM continua a se deslocar para baixo até que o produto volte a seu nível natural. A curva LM continua a se deslocar para baixo até que o produto volte a seu nível natural. A taxa de juros está menor do que antes da redução do déficit. A taxa de juros está menor do que antes da redução do déficit.

32 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Redução do Déficit, Produto e Taxa de Juros A redução do déficit provoca no curto prazo uma redução do produto e da taxa de juros. No médio prazo, o produto volta ao seu nível natural, enquanto a taxa de juros cai ainda mais. Efeitos dinâmicos de uma redução do déficit orçamentário sobre o produto e a taxa de juros

33 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Redução do Déficit, Produto e Taxa de Juros A composição do produto é diferente do que era antes da redução do déficit. A composição do produto é diferente do que era antes da redução do déficit. A renda e os impostos permanecem inalterados, portanto, o consumo é o mesmo de antes. A renda e os impostos permanecem inalterados, portanto, o consumo é o mesmo de antes. Os gastos do governo são menores do que antes, portanto, o investimento deve ser maior do que antes da redução do déficit em um montante exatamente igual à redução em G. Os gastos do governo são menores do que antes, portanto, o investimento deve ser maior do que antes da redução do déficit em um montante exatamente igual à redução em G. No médio prazo, a redução do déficit orçamentário leva a uma queda na taxa de juros e a um aumento do investimento. No médio prazo, a redução do déficit orçamentário leva a uma queda na taxa de juros e a um aumento do investimento. Relação IS:Y nnn CYTIYiG ()(,)

34 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Variações no Preço do Petróleo Variações no Preço do Petróleo Preço do petróleo cru, Houve dois aumentos acentuados do preço relativo do petróleo na década de 1970, seguidos por uma queda nas décadas de 1980 e 1990.

35 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Efeitos Sobre a Taxa Natural de Desemprego O aumento do preço do petróleo causa a diminuição do salário real e o aumento da taxa natural de desemprego. Efeitos do aumento do preço do petróleo sobre a taxa natural de desemprego

36 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste Um aumento no markup,, causado por uma alta no preço do petróleo, resulta na elevação do nível de preço, a qualquer nível de produto, Y. A curva de oferta agregada se desloca para cima. Um aumento no markup,, causado por uma alta no preço do petróleo, resulta na elevação do nível de preço, a qualquer nível de produto, Y. A curva de oferta agregada se desloca para cima.

37 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste Depois do aumento do preço do petróleo, a nova curva de oferta agregada passa pelo ponto B, onde o produto é igual a um novo nível natural mais baixo, Y n, e o nível de preço é igual a P e. Depois do aumento do preço do petróleo, a nova curva de oferta agregada passa pelo ponto B, onde o produto é igual a um novo nível natural mais baixo, Y n, e o nível de preço é igual a P e. A economia se move ao longo da curva AD, de A para A. O produto cai de Y n para Y. A economia se move ao longo da curva AD, de A para A. O produto cai de Y n para Y.

38 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste Com o tempo, a economia se move ao longo da curva AD, de A para A. Com o tempo, a economia se move ao longo da curva AD, de A para A. No ponto A, a economia alcançou o nível natural de produto mais baixo, Y n, e o nível de preço está mais elevado do que antes do choque de do petróleo. No ponto A, a economia alcançou o nível natural de produto mais baixo, Y n, e o nível de preço está mais elevado do que antes do choque de do petróleo.

39 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste O aumento do preço do petróleo gera, no curto prazo, a queda do produto e o aumento do nível de preços. Com o tempo, o produto continua a cair e o nível de preços sobe ainda mais. Efeitos dinâmicos do aumento do preço do petróleo

40 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD A Dinâmica do Ajuste A combinação de crescimento negativo e inflação alta, ou estagnação acompanhada por inflação, é chamada de estagflação. A combinação de crescimento negativo e inflação alta, ou estagnação acompanhada por inflação, é chamada de estagflação. 8,55,64,9 Desemprego (%) 0,6 0,6 9,0 51, Crescimento do PIB (%) Variação do deflator do PIB (%) Variação do preço do petróleo (%) Efeitos do aumento do preço do petróleo, Tabela 7-1 0,4 0,45,8 9,45,6 15,110,

41 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Conclusões Curto Prazo versus Médio Prazo 7-6 Médio Prazo Curto Prazo aumento queda aumento Nível de preços queda igual Nível do produto Tabela 7-2 Efeitos de curto e de médio prazo de uma expansão monetária, de uma redução do déficit público e de um aumento do preço do petróleo sobre o produto, a taxa de juros e o nível de preços aumento queda Aumento do preço do petróleo queda queda (pequeno)queda Redução do déficit igual aumento (pequeno)quedaaumento Expansão monetária Taxa de juros Nível de preços Taxa de juros Nível do produto

42 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Choques e Mecanismos de Propagação As flutuações do produto (às vezes chamadas de ciclos econômicos) são variações do produto em torno de sua tendência. As flutuações do produto (às vezes chamadas de ciclos econômicos) são variações do produto em torno de sua tendência. A economia é constantemente afetada por choques na oferta agregada, na demanda agregada ou em ambas. A economia é constantemente afetada por choques na oferta agregada, na demanda agregada ou em ambas. Cada choque tem efeitos dinâmicos sobre o produto e seus componentes. Esses efeitos são chamados de mecanismo de propagação do choque. Cada choque tem efeitos dinâmicos sobre o produto e seus componentes. Esses efeitos são chamados de mecanismo de propagação do choque.

43 © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Capítulo 7: Agregando Todos os Mercados: O Modelo AS-AD Termos-Chave relação de oferta agregada relação de oferta agregada relação de demanda agregada relação de demanda agregada neutralidade da moeda neutralidade da moeda estagflação estagflação flutuações do produto flutuações do produto ciclos econômicos, ciclos econômicos, choques choques mecanismo de propagação mecanismo de propagação


Carregar ppt "Prepared by: Fernando Quijano and Yvonn Quijano 7 C A P Í T U L O © 2004 by Pearson EducationMacroeconomia, 3ª ediçãoOlivier Blanchard Agregando Todos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google