A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que se espera e não se espera do Sacerdote Conselheiro Espiritual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que se espera e não se espera do Sacerdote Conselheiro Espiritual."— Transcrição da apresentação:

1 O que se espera e não se espera do Sacerdote Conselheiro Espiritual

2

3 A vocação do Padre Caffarel Família cristã Revelação Atração monástica Formação com Mons. Ghika Ordenação e sacerdócio diocesano A origem das ENS

4 Os sacramentos da Ordem e do Matrimônio são ligados A camponesa italiana Liame entre padre e família cristã O CSE e a equipe

5 A razão e ser das ENS Ajudar os casais a tender para a santidade, nem mais, nem menos Melhor conhecer a Deus, para melhor amá-lo e melhor servi-lo

6 O SCE mestre da oração A oração na reunião da equipe 3 PCEs essenciais: a oração interior a oração conjugal o retiro anual

7 O SCE na partilha Não dirigi-la mas ficar atento Explicar o sentido religioso dos PCEs Ensinar a oração interior Explicar o sentido do retiro

8 A troca de idéias sobre o tema de estudos Fazer conhecer a doutrina da Igreja Restabelecer a verdade Oportunidade para evangelizar

9 Auxílio mútuo e Testemunho A prática do mandamento novo O amor fraterno não se limita à reunião Testemunho do casal e da equipe

10 Ecclesiola na grande Igreja A tentação do isolamento Conhecer os documentos da Igreja Participar da vida da paróquia, da diocese, ser ativos na P.F. Leigos inseridos no mundo

11 Conclusão O papel do SCE na equipe O sacerdote também se enriquece


Carregar ppt "O que se espera e não se espera do Sacerdote Conselheiro Espiritual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google