A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTADO DA PARAÍBA MUNICÍPIO ENVOLVIDO NA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL, AGRICULTURA FAMILIAR E EDUCAÇÃO DO CAMPO MUNICÍPIO DE MONTEIRO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTADO DA PARAÍBA MUNICÍPIO ENVOLVIDO NA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL, AGRICULTURA FAMILIAR E EDUCAÇÃO DO CAMPO MUNICÍPIO DE MONTEIRO."— Transcrição da apresentação:

1 ESTADO DA PARAÍBA MUNICÍPIO ENVOLVIDO NA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL, AGRICULTURA FAMILIAR E EDUCAÇÃO DO CAMPO MUNICÍPIO DE MONTEIRO ACÁCIA CONSULTORIA AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E EDUCAÇÃO DO CAMPO

2

3 MUNICÍPIO DE MONTEIRO SITUAÇÃO EDUCACIONAL DE MATRÍCULA E DOCENTES/IBGE/2007 MUNICÍPIO PARAÍBA MATRÍCÙLASPROFESSORES FUNDAMEN TALMÉDIO PRÉ- ESCOLA FUNDAM ENTALMÉDIO PRÉ- ESCOLA MONTEIRO

4 DADOS GERAIS DO MUNICÍPIO DE MONTEIRO MUNICÍPIO PARAÍBA POPULAÇÃO POPULAÇÃO DIST. CAPITALPRODUTOS UrbanaRuralTotal Dist/ Capit al (Km)AgrícolaZootécnico MONTEIRO Cariri Ocidental Feijão, Sisal, Banana, Batata doce, Coco, Milho, Tomate, Mandioca, Fava, Algodão, manga, Goiaba, Bovino, Vaca leite, Caprino, Suíno, Frangos e Ovino.

5 MONTEIRO/PB/CARIRI OCIDENTAL DADOS DAS PRINCIPAIS CULTURA / 2007/IBGE CULTURASNº DE HECTARES Nº DE CABEÇAS RENTABILIDADE/ANO/R$ Coco-da-bahia ,00 Manga ,00 Sisal ,00 Banana ,00 Tomate ,00 Goiaba ,00 Algodão ,00 Batata-doce ,00 Fava ,00 Feijão ,00 Mandioca * ,00 Milho ,00 Bovinos Suínos Caprinos Ovinos Vaca de Leite1.785/ litros/dia- Frangos

6 ESTRUTURA – AGENTE RURAL E AMBIENTAL MATRIZ DO NÍVEL MÉDIO COM ADAPTAÇÃO AS DISCIPLINAS TÉCNICAS FORMAÇÃO AUXILIAR TÉCNICO AGROPECUÁRIO COM ENFASE NO AMBIENTAL PROJETO PEDAGÓGICO EM ANEXO, REALIZADO NO ESTADO DE MATO GROSSO

7 ESTRUTURA – AGENTE RURAL E AMBIENTAL 1 – Na estrutura que tem 12 salas de aulas; 2 – Aproveitar 4 salas para estrutura de aulas técnicas com produção para manutenção da escola; 3 – Sala multiuso (6x4), com azulejo e bancadas laterais – para manipular verduras, frutas, doces em compotas e polpa de frutas. 4 – Sala multiuso (6x4) – artesanato regional (trabalhar os saberes e fazeres locais com mestres de ofícios); 5 - Galpão de 8x6 com duas laterais fechadas, trabalhar culturas anuías e ração alternativas para ovinos, caprinos, aves semi-caipira e vaca de leite; 6 – Sala de refeitório, que servirá de laboratório e manipulação.

8 ESTRUTURA – AGENTE RURAL E AMBIENTAL OBS – Para elaborar o projeto e dar acompanhamento técnico na implantação do programa. Faz-se necessário o curso e o diagnóstico de dados primários a ser realizado junto aos professores da rede municipal de ensino de Monteiro. Proposta de trabalho abaixo.

9 PREMISSAS Proposta Técnica de Capacitação em Educação do Campo em Pedagogia de Alternância para Escola Família Agrícola. A consultoria e o curso serão trabalhados dentro de uma visão sistêmica, integrada com as demais atividades de apoio ao Desenvolvimento Municipal e Territorial em Projetos Alternativos para Agricultura Familiar; As ações serão orientadas, priorizando formas alternativas de desenvolvimento conforme os princípios de uma economia ética e solidária e a educação do campo;

10 EIXOS DE AÇÕES ARTICULAÇÃO – Articulação de políticas e apoio aos processos de organização da educação do campo baseada na produção e comercialização de produtos de originado do setor primário; ASSOCIATIVISMO – Apoio às experiências associativas de produção e comercialização. Das associações regularizadas e em andamento e a proposta de se trabalhar diversas cooperativas de acordo com as aptidões dos núcleos de produção agrícola e pluriativo na educação formal do campo apoiada no saber e fazer local; INFORMAÇÃO – Mapeamento e articulação interinstitucional (governamental e não governamental) de experiências e políticas de apoio à produção e comercialização;

11 EIXOS DE AÇÕES CAPACITAÇÃO – Formação de capacidades locais, para tanto utilizando se da educação do campo, com seus saberes e fazeres locais, priorizando a Prefeitura e seus núcleos/pólos já identificados e mapeados; PROMOÇÃO – Promoção da agricultura familiar e seus produtos na região, no Estado e no Brasil. Por intermédio da educação do campo e da EFA. INFRA-ESTRUTURA – Apoio ao processo de estruturação de redes de negócios e serviços à produção e comercialização entre as EFAs.

12 PROGRAMAÇÃO DO CURSO – 40 HORAS (PRESENCIAIS) 20 HORAS DE CAMPO. 1 – Educação do campo – Alternativa para o ensino rural – conceitos, histórico e experiências exitosas e Territorialidade e a Educação do Campo – 10 hs/a. 2 – Pedagogia de Alternância e a Educação do Campo – 10 hs/a. 3 – Gestão Política e Administrativa das Escolar do Campo – 10 hs/a 4 - Etapas e Passos do Planejamento Sustentável e Diagnóstico participativo – 04 hs/a 5 - Elaboração de Projetos Pedagógicos – 06 hs/a 6 - Aspectos Gerais da Agricultura Familiar - Métodos e Culturas Alternativa - Noções Gerais de Sustentabilide Ambiental – 10 hs/a 7 – Oficina de Avaliação e de Constituição de um Plano de Trabalho para Implantação da escola em Monteiro – 10 hs.

13 ACÁCIA CONSULTORIA AGRICULTURA FAMILIAR, PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E EDUCAÇÃO DO CAMPO PELA ATENÇÃO OBRIGADO Eng.Agr.Prof.Dr.Medson Janer da Silva


Carregar ppt "ESTADO DA PARAÍBA MUNICÍPIO ENVOLVIDO NA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL, AGRICULTURA FAMILIAR E EDUCAÇÃO DO CAMPO MUNICÍPIO DE MONTEIRO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google