A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O processo de humanização da natureza O Ser humano se desenvolve há mais ou menos três milhões de anos; Essa evolução esteve condicionada por mudanças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O processo de humanização da natureza O Ser humano se desenvolve há mais ou menos três milhões de anos; Essa evolução esteve condicionada por mudanças."— Transcrição da apresentação:

1 O processo de humanização da natureza O Ser humano se desenvolve há mais ou menos três milhões de anos; Essa evolução esteve condicionada por mudanças que só foram possíveis devido a sua capacidade de pensar e lutar pela superação de suas necessidades (alimentação, vestuário, moradia, entre outras); Nesse processo, a utilização das mãos foi decisiva, adotar uma postura ereta, as mãos foram usadas como ferramentas para pegar e selecionar objetos. Com as mãos livres pôde fabricar outras ferramentas que o ajudaram a enfrentar o meio em que vivia. Nasce assim o trabalho.

2 Trabalho : transformação da natureza e constituição do ser social Rompe com o padrão natural das atividades biologicamente estabelecidas; Exige instrumentos entre aqueles que executam e a matéria; Passa a exigir habilidades e conhecimentos que se adquirem inicialmente por repetição e experimentação e que se transmitem mediante aprendizado; O trabalho não atende a um elenco limitado e praticamente invariável de necessidades, nem as satisfaz sob formas fixas. As formas do atendimento de necessidades são variáveis e implicam o desenvolvimento, quase sem limites, de novas necessidades (NETO & BRAZ, 2006).

3 O TRABALHO HUMANO Atividade que exige do gênero humano o uso constante das capacidades mentais e físicas na construção dos meios que possibilitem a sobrevivência. O trabalho leva o ser humano a seguir o caminho da civilização: o homem transforma a natureza e se transforma.

4 O TRABALHO HUMANO O trabalho é, sempre, atividade coletiva, exercida por homens e mulheres, membros de uma sociedade, e cria a riqueza social; É, também e ainda, o processo histórico pelo qual surgiu o ser desses homens, o ser social (NETTO & BRAZ, 2006).

5 A importância da educação As pessoas não só trabalham, também refletem e representam o mundo em que vivem (idéias, valores e crenças). Isso faz com que o ser humano se preocupe em transmitir suas experiências cotidianas. Aquilo que se aprende na prática é veiculado para outras pessoas, de geração em geração. A educação nasce como meio de garantir a outras pessoas aquilo que um determinado grupo aprendeu.

6 EDUCAÇÃO Educação informal: nasce de modo espontâneo, processo comunitário de ensinar e aprender de cada grupo social. Ex. Sociedade Indígena; Mesmo nas sociedades urbano-industrais vemos a existência de toda uma rede de relações educativas informais na família, no trabalho ou no lazer.

7 O mito Conjunto de estórias, lendas, crenças, religiões ou ritos que compõe a vida de qualquer povo. Mensagens que se traduzem nos costumes e na tradição de um povo. Explicação do mundo pela fé (crença sem necessidade de provas). O mito fez com que o ser humano procurasse entender o mundo através do sentimento e buscando a ordem das coisas. O mito é educativo: traz mensagens ou normas que criam comportamentos no indivíduo necessário para a vida em grupo, fixam normas sociais. O mito não é algo do passado apenas, em nossa sociedade também vivemos ligados aos mitos. Ex. Carnaval, futebol, a cultura rural, entre outros. Em relação ao passado, a diferença é que possuímos também a consciência filosófica e a consciência científica. Será com o a civilização grega clássica (aproximadamente 30O a.C.) que o ser humano ocidental começa a entender aquilo que ocorre no mundo não só pela emoção, mas racionalmente. É nesse momento que nasce a filosofia.

8 A CONSCIÊNCIA FILOSÓFICA Desejo de descobrir as leis que regem o nosso mundo (racional). A consciência filosófica não se limita a sentir o mundo, mas interpretá-lo de modo racional e ter a possibilidade de modificá-lo. Antiga civilização grega clássica: primeira vez que um grupo humano deixa de se guiar apenas pela consciência mítica. Pitágoras forjou a palavra filosofia (amor à sabedoria), duvidar de todo o conhecimento já instituído é a postura básica (MEKSENAS, 1999).

9 A filosofia A filosofia começa dizendo não às crenças e aos preconceitos do senso comum e, portanto, começa dizendo que não sabemos o que imaginávamos saber; por isso, o patrono da Filosofia, o grego Sócrates, afirmava que a primeira e fundamental verdade filosófica é dizer: Sei que nada sei (CHAUI, 1999).

10 A consciência científica Se desenvolve a partir do século XVII quando tanto a organização do trabalho como o conhecimento sofrem modificações; A Ciência se desenvolve não apenas para aprofundar o entendimento da raiz das coisas, mas para saber usar melhor a natureza (fins técnicos, progresso, conforto, etc.); Nascem as ciências particulares: a biologia, a química, a física, a história, a geografia, entre outras; Surge o método(s) de investigação científica para entender com rigor a natureza e para melhor utilizá-la;

11 A sociedade capitalista A partir do século XIV o mundo agrário-feudal começará a se transformar para o mundo urbano-industrial, originado do comércio e da manufatura; Em primeiro lugar: foi uma revolução econômica: alteração na organização da produção e do trabalho. Primeiro foi o surgimento da camada dos comerciantes e artesões livres, não dependiam da terra, atividades puramente urbanas. Depois a construção de manufaturas, primeiras indústrias, caracterizas pela divisão interna de funções, trabalho parcelado e introdução de máquinas e técnicas; A partir do século XVIII temos a Revolução Industrial: desenvolvimento de novas técnicas e aumento das atividades produtivas; Surgem a burguesia e a classe trabalhadora.

12 A SOCIEDADE CAPITALISTA Em segundo lugar: Foi uma Revolução Política. Com a Revolução Francesa de 1789 a Burguesia assume o poder político e nasce o Estado Moderno (Executivo, Legislativo e Judiciário. Nasce assim a democracia burguesa.

13 Sociedade Capitalista Em terceiro lugar foi uma revolução ideológica com a alteração da visão de mundo: idéia do progresso, do enriquecimento, individualismo, grande domínio do ser humano sobre a natureza.


Carregar ppt "O processo de humanização da natureza O Ser humano se desenvolve há mais ou menos três milhões de anos; Essa evolução esteve condicionada por mudanças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google