A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Transmissão da Fé no contexto Pós-moderno VI Semana Teológica Instituto de Teologia Mons. Barreto 07-11 de outubro de 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Transmissão da Fé no contexto Pós-moderno VI Semana Teológica Instituto de Teologia Mons. Barreto 07-11 de outubro de 2013."— Transcrição da apresentação:

1 A Transmissão da Fé no contexto Pós-moderno VI Semana Teológica Instituto de Teologia Mons. Barreto de outubro de 2013

2

3 A transmissão da fé à juventude em tempos multimidiáticos Prof a. Quininha

4 Rapidez das informações – ganho de tempo Mobilidade geográfica Acessibilidade a pessoas e lugares em tempo virtual Aquisição rápida de conhecimento e de objetos/documentos - Google Localização de pessoas/endereços/coisas em tempo recorde Comodidade em locomoção Enfim... Avanços...

5 O mundo não é mais o mesmo depois da internet!!!...

6

7 2 exemplos do novo uso da comunicação pós-moderna! Video - Natal moderno Zplc Desconecte-se para conectar-se LVlc

8 Retrocessos... Isolamento Individualismo Autossuficiência Solidão Perda no processo de humanização pela dinâmica dos sentidos: o olhar, o toque, o ouvir/falar, o abraçar, beijar... Corporeidade eletrônica – Adeus ao corpo! O ciberespaço

9 Temática em discussão pela grande mídia! Dependência das redes sociais/internet Jogos = agressividade Isolamento da família Baixo rendimento escolar Invasão de privacidade Promiscuidade sexual Assédio sexual Outros...

10 Ciberespaço......é hoje um modo de existência integral, com linguagens, culturas, utopias. Mundo real e imaginário, de sentidos e valores que só existem a partir do cruzamento de milhões de computadores que colocam provisoriamente em contato indivíduos afastados no tempo e no espaço e que, às vezes, nada sabem uns dos outros. Mundo onde as fronteiras se confundem e o corpo se apaga, onde o Outro existe na interface da comunicação, mas sem corpo, sem rosto, sem outro toque além daquele do teclado do computador, sem outro olhar além da tela [...] um mundo sem carne! (David Le Breton)

11 O viajante virtual conhece realmente um mundo fictício, sente fisicamente um mundo sem carne… Um mundo sem o ônus da prova e podendo viver atividades inéditas; A realidade virtual está aquém e além do corpo, e sem sair do quarto, o indivíduo pode ser quem ele quiser. O corpo transforma-se num estorvo, uma excrescência/excesso do computador; Viver neste mundo faz esquecer as consequências reais de nossas ações no mundo real; suprime a responsabilidade e a ética!

12 E a Evangelização????? Não podemos ficar alheios a estas questões mencionadas e tantas outras... Como lidar com elas? Sabemos lidar com estas situações? Sabemos da urgência de transmitir a fé, neste contexto, sobretudo à juventude, mas como fazê-lo?

13 Estamos preparados para a Transmissão da Fé usando os recursos multimidiáticos? # Conhecemo-los? # Temos acesso a eles? # Sabemos manuseá-los? # Possuímos o aparato tecnológico para desenvolver o processo de evangelização usando tais recursos? # Dispomos de meios para capacitar nossos agentes de pastoral para tal empreendimento? # Eles querem? Podem? # A Igreja quer?

14

15 A prática de Jesus A tradição cristã mantém a postura de Jesus como modelo de Alteridade, como aquele que se fez próximo, que olhou, tocou, conviveu com todos, e amou de maneira especial os pobres e os pequenos, recuperando a dignidade perdida e remetendo-os ao convívio social. Não seria este o desafio maior a ser enfrentado nestes novos tempos??? Isto porque...

16 comjunto O ser humano se humaniza com e junto O antropocentrismo unilateral tão entranhado no mundo moderno é caracterizado por um exacerbado subjetivismo, cuja tendência é considerar o ser humano isolado dos outros seres humanos. Este fechamento do sujeito sobre si mesmo é acompanhado de uma orientação que privilegia a relação homem- mundo material e que tem como consequência a supervalorização o conhecimento técnico-científico, que levou ao esvaziamento ou, pelo menos, ao empobrecimento do caráter interpessoal do ser humano concreto e singular. (G. Rubio)

17

18

19 Orientações pastorais: 1) DAp = ) DGAE Cap. II – n ) Jesus = O que faria Jesus em tempos multimidiáticos?

20 DAp Realidades desafiadoras O fenômeno da globalização Mudanças provocadas pelos sofisticados avanços ciência e da tecnologia Aceleramento da história – realidades complexas - provoca a Igreja no sentido ético e religioso É a procura de Deus que exige novas linguagens do domínio técnico As pessoas precisam sempre e cada vez mais de informações e as buscam de forma unilateral e dualista, fragmentada

21 DGAE Cap. II – n –Marcas do nosso tempo Já não vivemos uma época de mudanças, mas uma mudança de época= tempos desnorteadores, pois afetam os critérios de compreensão, os valores mais profundos; a cultura… De um lado o agudo relativismo… de outro, os fundamentalismos que se fechando em determinados aspectos, não consideram a pluralidade e o caráter histórico da realidade como um todo.

22 Os mesmos critérios que regem as leis do mercado, do lucro e dos bens materiais regulam também as relações humanas… Já não é mais a pessoa que se coloca na presença de Deus como servo atento… mas é a ilusão de que Deus pode estar a serviço das pessoas. Mudanças de época pedem um tipo específico de ação evangelizadora… Tempo de volta às fontes e busca dos aspectos centrais da fé.

23 O que faria Jesus em tempos multimidiáticos????? Jesus convidava a discernir os sinais dos tempos; a ver para além dos órgãos da visão; Jesus conhecia a cultura e os problemas que afligiam o povo Jesus percebia a ideologia dos poderosos que mantinha os pobres subjugados; Jesus utilizava uma linguagem simples mas contextualizada; Jesus denunciava as manobras dos ricos e a exploração dos mais fracos;

24 Jesus em tempos multimidiáticos… Hoje Jesus teria celular… um computador; Jesus teria facebook… um milhão de amigos; Jesus postaria fotos e parábolas animadas por desenhos e caricaturas; Mas Jesus não deixaria de fitar nos olhos das pessoas, de tocá-las, de ir comer com elas, de dar-lhes atenção, de ouvi-las, de comer em suas casas, de solicitar a companhia dos amigos, de aliviá-las no sofrimento, de libertá-las do que as escravizava, de colocar-se a serviço dos mais fracos e pobres, de dar a vida pelos seus amigos!

25

26 Jesus????? Em tempos como os nossos Jesus talvez fizesse cursos de informática, acessasse multimídias, se comunicasse pelo face e tivesse muitos fãs que o seguiriam no twitter; mas tudo isso ele usaria como mecanismos que o ajudariam a implantar de maneira mais inculturada o Reino de Deus.. Com certeza, Jesus não permitiria que tudo isso o desumanizasse, afastando-o das pessoas.

27 Coragem e que Deus nos ajude! Obrigada! ________ Quininha ________


Carregar ppt "A Transmissão da Fé no contexto Pós-moderno VI Semana Teológica Instituto de Teologia Mons. Barreto 07-11 de outubro de 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google