A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Colonização do Mundo Vida A violência rompendo interações Núcleo de Estudos sobre Saúde e Violência DMPS/FM/UFMG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Colonização do Mundo Vida A violência rompendo interações Núcleo de Estudos sobre Saúde e Violência DMPS/FM/UFMG."— Transcrição da apresentação:

1 Colonização do Mundo Vida A violência rompendo interações Núcleo de Estudos sobre Saúde e Violência DMPS/FM/UFMG

2 Autores Elza Machado de Melo Horácio Pereira de Faria Maria da Conceição J. Werneck Stela Maris Aguiar Lemos Maria Aparecida M.Melo Lauriza Maria Nunes Pinto Adriana Braga Chaves Sônia Maria Oliveira Pimenta Andréa Maria Silveira Edison José Corrêa

3 Referencial Teórico Teoria da Ação Comunicativa de Habermas Sociedade Mundo da Vida Sistema Ação Ação Comunicativa Estratégica

4 Reprodução Cultural Mundo da Vida Integração Social Socialização Ação Comunicativa

5 Colonização do Mundo da Vida Mundo da Vida Ação Comunicativa VIOLÊNCIA Perda de Sentido Anomia Psicopatologia PODER S I S T E M A DINHEIRO

6 Trata-se de pesquisa qualitativa associada ao Projeto de Extensão Frutos do Morro do Programa Meninos do Rio/DMPS/FM/UFMG, que se desenvolve no Aglomerado Urbano Morro das Pedras, em Belo Horizonte/MG e aborda a percepção de adolescentes e jovens de 12 a 24 anos acerca da violência que presenciam no seu cotidiano, os significados que dão a ela e as formas de enfrentamento geradas

7 Metodologia Foram realizados 18 grupos focais com adolescentes das Escolas Públicas do Aglomerado Morro das Pedras, recrutados segundo idade, escola, turno e relação com o projeto Frutos do Morro (participantes e não-partcipantes ).

8 Análise e Discussão A violência perpassa o cotidiano dos adolescentes e parece ter sido investida de um importante papel de mediador das relações intersubjetivas, sendo alçada à condição de norma orientadora do comportamento, seja pela falta de opção, pela sedução ou pela convivência permanente com ela, gerando marcas, deformações, novos costumes e novas violências.

9 A relação com o tráfico e com o uso de drogas é constantemente mencionada. A violência simbólica - sobretudo a discriminação e o preconceito - é intensamente sentida pelos adolescentes, que a têm como causa da violência física. A violência institucionalizada, representada pela violência da Polícia, em todas as formas de expressão, é a mais criticada e considerada a mais bruta. Também muito presente é a violência familiar.

10 Não há uma naturalização da violência nem aceitação passiva da sua existência, ao contrário é motivo de intensa crítica e há um desejo explícito pela sua superação.

11 As interações vencendo a violência

12

13 PROJETO FRUTOS DO MORRO NÚCLEO DE ESTUDOS SOBRE SAÚDE E VIOLÊNCIA DEPARTAMENTO DE MEDICINA PREVENTIVA E SOCIAL FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG

14 PROJETO FICA VIVO SECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA SOCIAL-MG PROEX/UFMG INTERNATO DE SAÚDE COLETIVA/FM/UFMG COMUNIDADE MORRO DAS PEDRAS E DO CONJUNTO SANTA MARIA MINISTÉRIO DA SAÚDE APRENDER SUS/VEPOP PARCERIAS

15 Oficinas semanais envolvendo um total de 300 adolescentes e jovens na faixa etária de 12 a 24 anos, que têm com temas centrais a sociabilidade, a sexualidade, a saúde e seus determinantes. Jornal Mural Frutos do Morro Seminários Pesquisa: Efeitos das Práticas Interativas sobre a Violência OBJETIVO Promoção de saúde e prevenção da violência entre adolescentes e jovens do aglomerado urbano morro das pedras ATIVIDADES

16 Participação Efeitos Multiplicadores Adoção de recursos lúdicos, artísticos e técnicos Elaboração e distribuição do Jornal Mural Frutos do Morro Abordagem de temáticas atuais, por exemplo, referendo METODOLOGIA OFICINAS Mini Conferências Observação Participante Grupos Focais Questionários Auto-aplicáveis PESQUISA SEMINÁRIOS

17 I Encontro de Adolescentes e Jovens Projeto Frutos do Morro: Conjunto Santa Maria e Vilas Adjacentes Dia 05 de novembro Conjunto Santa Maria Programação 13:00 – Abertura Lançamento do Concurso de Logomarca do Projeto Frutos do Morro no Conjunto Vila Maria e Vilas Adjacentes 13:30 – Exposição: A Sexualidade na Vida do Adolescente e do Jovem 14:00 - Aquecendo as Turbinas 14:15 – Trabalhos em Grupos 15:30 – Intervalo 15:45 – Teatro: Grupo Comigo Ninguém Pode apresentando Beth não é a mesma Música: Academia Falcões apresentando Forró Dance Música: Academia Falcões apresentando Forró Dance 16: 30 – Plenária 18:00 – Oficina de Percussão – Adonias Cristiano – Ritmo coletivo 18: 15- Encerramento: Grupo Musical Fúria Negra

18 Alunos e professores da UFMG, de várias áreas de conhecimento: medicina, fonoaudiologia, letras, ciências sociais, engenharia, direito, fisioterapia, psicologia, odontologia Profissionais de Saúde e de outras Áreas Grupos, Setores, Organizações, Cidadãos das Comunidades EQUIPE

19 JORNAL FOTOS


Carregar ppt "Colonização do Mundo Vida A violência rompendo interações Núcleo de Estudos sobre Saúde e Violência DMPS/FM/UFMG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google