A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PDI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL DO ALUNO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PDI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL DO ALUNO."— Transcrição da apresentação:

1 PDI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL DO ALUNO

2 ACOMPANHAR E AVALIAR  A elaboração do PDI – Plano de Desenvolvimento Individual para o aluno com deficiência,Transtornos Globais do Desenvolvimento e/ou com altas habilidades é a primeira ação inclusiva, após efetivada sua matrícula.Elaborado, constitui-se em um instrumento importante para a escola e a família no acompanhamento da trajetória escolar do educando e deve ser, continuamente atualizado.

3 PROCESSO AVALIATIVO  O entendimento do PDI, perpassa pela reflexão e compreensão do processo avaliativo e seus instrumentos.Nesta perspectiva, é preciso enfocar o famoso duo que tem norteado as práticas pedagógicas no âmbito escolar :  Avaliação Classificatória X Avaliação Formativa

4 CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO CLASSIFICATÓRIA  Aferição de rendimentos dos alunos;  Centra-se na capacidade intelectual do aluno;  Tem como referência um padrão preestabelecido de desempenho acadêmico e comportamental;  Pontua temporalmente a aprendizagem;  Acontece em períodos determinados, fixos e descontextualizados;

5 AVALIAÇÃO CLASSIFICATÓRIA cont.  Prima pela relação estímulo resposta e dos resultados de ações praticadas;  Aquisição de novos comportamentos “ desejáveis” pelos alunos ou na modificação daqueles já existentes que não estão em conformidade com as demandas sociais, familiares, escolares etc;  Presta-se à mensuração do comportamento dos alunos;  Tem um fim em si mesmo;

6 AVALIAÇÃO CLASIFICATÓRIA cont..  Desconsidera aspectos processuais e relacionais da aprendizagem, priorizando o cognitivo em detrimento do orgânico, do afetivo, do social e do cultural.

7 CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO FORMATIVA  Diagnóstica, processual, contínua, sistêmica e vinculada ao PPP/PDE e Propostas Curriculares vigentes; ( CBC e Propostas Curriculares do CA e CC)  Componente indispensável e indissociável da prática pedagógica;  Possibilita melhoria das respostas educativas;  Orienta e regula o processo ensino- aprendizagem;  Oferece subsídios para a tomada de decisões e reflexões filosófica, política e técnic a; (feedback na aprendizagem)

8 CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO FORMATIVA cont...  Identifica as barreiras que estejam obstando o processo educativo;  Coloca-se a serviço da aprendizagem e não apenas um aferidor externo;  Oferece aportes para a tomada de decisões, para melhor responder às necessidades identificadas;  Aponta caminhos que possibilitam remover barreiras à aprendizagem de forma participativa e inclusiva;

9 CONCLUSÃO  A Avaliação Classificatória tradicional, constitui um instrumento de verificação e triagem dos alunos a partir do alcance, ou não, de objetivos educacionais predeterminados e fixos,sem levar em conta as peculiaridades do sujeito e seu contexto.Há uma comparação, desleal,entre diferentes.  aprendizagem e a qualidade da intervenção pedagógica, a partir da identificação e do conhecimento das variáveis tidas como barreiras para a aprendizagem e o desenvolvimento global do aluno. A comparação, não é com o outro, mas com ele mesmo.

10 A DINÂMICA E LÓGICA DO PDI REQUER:  Exercício contínuo do planejamento pedagógico, em conformidade com a Proposta Pedagógica da escola e as Matrizes Curriculares de Ensino;  Adaptações curriculares;  A mediação do professor;  Conhecimento e aplicação das estratégias de aprendizagem e de ensino;  Orientações pedagógicas norteadoras pelas intenções educativas presentes nas Matrizes Curriculares de Ensino; (PCNs, CBC s e Propostas Curriculares do CA e CC, de todas as disciplinas organizadas pela SEE)

11 OBJETIVO DO PDI  Apresentar o percurso avaliatório de forma processual e descritiva.  Obs:Ao cumprir este objetivo, o referido documento se constituirá em um aporte instrumental importante para a regulação da aprendizagem dos alunos,bem como para a avaliação da intervenção pedagógica em seus múltiplos aspectos.

12 ESTRUTURA FORMAL DO PDI

13 IDENTIFICAÇÃO FORMAL DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR  1- Dados da escola  Nome da Escola:  Código da Escola:  Ato Autorizativo:  1.4 – Município:  1.5 – Responsáveis pela elaboração: ( nome e função )  Obs: Deve ser elaborado pelo(a) Pedagogo(a) e pelo(s) professor(es) do aluno

14 IDENTIFICAÇÃO FORMAL DO ALUNO  2 – Dados do Aluno  Nome do Aluno:  Data de Nascimento:  Responsáveis pelo Aluno:  2.4 – Ano/Ciclo:  Necessidades educacionais especiais apresentadas, decorrentes da deficiência, Transtorno Global do Desenvolvimento(TGD) e/ou Altas habilidades.  Obs: Foco na NEE decorrente da deficiência,  TGD e/ou altas habilidades enão no diagnóstico clínico.

15 3.PROPOSTA CURRICULAR PREVISTA NO PROJETO PEDAGÓGICO PARA O CICLO  Tem como base Matrizes Curriculares vigentes.  É importante deixar claro que o currículo a ser implementado para os alunos que apresentam deficiências, TGD e/ou altas habilidades, deve ser o mesmo contido na proposta curricular da escola/sistema, para todos os alunos, em seus níveis e etapas correspondentes. Trata-se de um princípio da Educação Inclusiva.

16 3. Cont.  Engendrar um currículo diferente, segrega, discrimina e priva-os dos momentos onde as trocas sociais são indispensáveis ao desenvolvimento e à aprendizagem.  É óbvio que se deve considerar os fatores condicionantes da aprendizagem dos alunos, mas se o ensino primar pela qualidade, o professor procurará conhecê-lo,não só no que se refere,às suas limitações, como também às suas potencialidades.

17 3. Cont  Professores e pedagogos devem ter ciência de que é impossível se estabelecer,” a priori”, a extensão e a profundidade dos conteúdos e objetivos, submetidos aos alunos. Toda e qualquer adaptação predeterminada, correrá o risco de não atender às necessidades que esses alunos apresentam de fato.  Torna-se indispensável, também, saber que a adaptação ao novo conhecimento, é feita pelo aluno e,somente ele pode regular seu processo de construção intelectual.

18 O QUE CONSIDERAR NA PROPOSTA DE CURRÍCULO?  Deve-se registrar o currículo escolar proposto para a turma na qual o aluno está inserido.Há que se adotar como referência as Matrizes Curriculares de Ensino vigentes.( CBCs e Propostas Curriculares para o CA e CC, de todas as disciplinas elaboradas pela SEE)  Pode ainda ter como material norteador, os Referenciais Curriculares da Educação Infantil e os PCNs.

19 NATUREZA DOS CONTEÚDOS  Conceituais: referem-se a construções intelectuais para operar com símbolos,ideias, imagens e representações que permitem organizar a realidade.  Procedimentais: Expressam um saber fazer que envolvem tomar decisões e realizar uma série de ações de forma ordenada e não aleatória para atingir uma meta.  Atitudinais: referem-se às atitudes, valores e normas (PCN)

20 4.RELATÓRIO CIRCUNSTANCIADO E AVALIAÇÃO EDUCACIONAL DO ALUNO  Este relatório diz respeito a todas as circunstâncias condicionantes do desenvolvimento(orgânico, psíquico e social), da aprendizagem, do relacionamento intra e interpessoal, das questões relativas à comunicação e à afetividade dos alunos avaliados, em todos os âmbitos das práticas sociais e, dos atendimentos e das atividades, em que esses alunos estiverem envolvidos. É importante que as informações prestadas, mediante o relatório circunstanciado, primem pela fidedignidade das fontes e dos conteúdos apresentados.  Obs: Este relatório deve ser preenchido a partir da observação do professor(es) e da busca de informações na pasta do aluno,com a família e outros profissionais envolvidos com ele.É fundamental que sejam registradas as fontes das informações.

21 4.1 RELATÓRIO CIRCUNSTANCIADO  Com que idade o aluno começou a frequentar a escola, onde e como foi este percurso até o momento?  Se houve alguma mudança de escola, citar o motivo.  Há quanto tempo está na atual escola?  Há quanto tempo está neste Ciclo e ano?  Participa de algum projeto no turno ou extraturno?

22 RELATÓRIO CIRCUNSTANCIADO  Há algum diagnóstico clínico?  Qual profissional que o atesta?  O aluno faz uso de algum medicamento? Qual?  Como a escola obteve estas informações?  Quem é responsável por ele?  Atualmente, o aluno tem algum acompanhamento clínico?  Qual e há quanto tempo?  Caso positivo, verificar se a escola já realizou algum contato com o mesmo.  O aluno frequenta algum tipo de atendimento pedagógico extra-escolar?  Qual?

23 ATENÇÃO  Informações da família, sobre o processo de desenvolvimento do aluno, dependendo do caso, é interessante buscar informações sobre seu desenvolvimento, desde a gestação. Se possível, procurar obter informações sobre a estrutura familiar: quem mora na casa,as inserções sociais e culturais da mesma,quem a auxilia nas atividades escolares,o nível de escolaridade das pessoas da casa, situação econômica, como se dá as relações entre seus membros, bem como quem seria a pessoa de referência do educando.

24 4.2 – AVALIAÇÃO EDUCACIONAL INICIAL DO ALUNO  A avaliação inicial, subsidiada pelo relatório circunstanciado, é um momento de aprofundar o conhecimento sobre o aluno.Deve acontecer, no princípio do processo e permitirá identificar e conhecer as dificuldades e potencialidades no que diz respeito à aprendizagem e ao seu desenvolvimento.

25 4.2.1 – CONHECIMENTOS E CAPACIDADES DO ALUNO  Nesse espaço é necessário que a equipe pedagógica da escola, expresse por escrito, toda a compreensão do patamar em o aluno se encontra. Ou seja, baseado na avaliação diagnóstica, registrar quais capacidades já desenvolveu. Ex:  O aluno é capaz de elaborar frases curtas. (procedimental)  Identifica números cardinais de 0 a 100 ou Identifica Gêneros Textuais usuais no cotidiano.(conceitual)  Realiza,com ajuda de outrem, situações-problema. ( procedimental)ZDP  Conhece cores.(conceitual)  É capaz de obedecer regras estabelecidas no contrato de convivência(atitudinal)  Tem o cuidado de jogar lixo na lixeira (atitudinal)

26 COGNITIVOS E METACOGNITIVOS  Os processos cognitivos e metacognitivos permeiam todas as relações dos aprendizes com os objetos do conhecimento, com seus pares: professores/educadores, colegas e familiares.Por isso, na análise desses aspectos, é importante buscar compreender por que o aluno fracassa nas aprendizagens que exigem, predominantemente, os processos cognitivos e metacognitivos

27 COGNITIVOS  Abrange a percepção, a atenção, a memória, representações mentais, pensamento e linguagem por diferentes meio de expressão.  Neste espaço do PDI, deve-se registrar todos os aspectos observados em relação os itens apresentados acima, como:  O aluno é capaz de memorizar fatos históricos relativos ao bairro em que vive, reconhecer fotos de personagens de filmes, recontar, com as próprias palavras, a cadência de fatos de um livro de lendas.  O aluno é capaz de utilizar várias formas de expressar sua compreensão relativa ao conteúdo ministrado, como: fazer um desenho, produzir um pequeno texto ou relatar, etc.

28 METACOGNITIVOS  Conhecimento,pela pessoa, dos seus processos de pensar e resolver problemas e sua a utilização para controlar seus processos mentais.Dizem respeito ao conhecimento do pensamento e das estratégias utilizadas e, ao controle executório da tarefa realizada. (Atividades de aprendizagem)  EX:Resolver um problema e explicar quais estratégias utilizou para chegar ao resultado.(OBMEP)

29 METACOGNITIVOS cont...  Nesse espaço do PDI, deve-se registrar todos os aspectos observados em relação aos itens apresentados a cima, como:  Diante de uma operação matemática, o aluno não usa números, mas a quantidade é representada por traços ou bolinhas, etc.  Para registrar as atividades escritas, o aluno utiliza, além da escrita, alguns códigos que envolvem cores, como em atividades em que precisa expressar suas emoções.  Para resolver operações aritméticas, o aluno utiliza a calculadora.

30 4.2.3 – MOTORES E PSICOMOTORES  Nesse espaço do PDI deve-se descrever como se encontra seu processo motor e psicomotor.(Prof. De Educação Física – Psicomotricidade)  Flexibilidade,tonicidade, movimentos involuntários, possibilidade de executar intencionalmente determinados movimentos com o corpo, equilíbrio estático e dinâmico, controle mental das ações motoras, lateralidade e domínio de esquema corporal.

31 MOTORES E PSICOMOTORES cont...  Caso haja queixa, sobre o aluno apresentar qualquer problema motor ou psicomotor, procurar detalhar que tipo de problema é este e, se há algum momento em que é mais frequente.Verificar se há antecedentes na família e se já houve algum encaminhamento ao serviço de Terapia Ocupacional, Fisioterapia ou outros serviços.

32 4.2.2 – INTERPESSOAIS E AFETIVOS  Diz respeito a auto-imagem, auto-estima, sociabilidade, empatia, persistência para atingir seus objetivos, resolução de conflitos, controle das emoções, grau de autonomia, percepção do par educativo.  Como está a auto-estima do aluno?  Como é o relacionamento do aluno com colegas,professores e com sua família?  Como o aluno se relaciona com as regras e convenções socialmente estabelecidas?

33 COMUNICACIONAIS  Diz respeito à comunicação com colegas, família, professores e demais profissionais da escola nas mais variadas situações de vida, seja no interior da escola, em casa ou nos vários ambientes sociais.  Descreva como se encontram seu processo de oralidade,escrita,leitura e interpretação.  Caso haja queixa sobre o aluno apresentar qualquer problema de comunicação, procurar detalhar que tipo de problema é este e, se há algum momento em que ele é mais frequente (gagueira). Verificar se há antecedentes na família e se já houve algum encaminhamento ao serviço de fonoaudiologia ou outro serviço.

34 4.2.6 –ÁREAS DE CONHECIMENTO  Referem-se ao aprendizado e à utilização dos conteúdos das diferentes áreas de conhecimento presentes nos currículos escolares: Língua Portuguesa, Matemática,História, Geografia, Ciências Naturais, Artes, Educação Física e Língua Estrangeira, além dos temas transversais: ética,saúde,meio ambiente, orientação sexual e diversidade cultural.

35 ÁREAS DE CONHECIMENTO cont...  Em qual área tem mais interesse? Descreva  Tem alguma habilidade que sobressaia em uma área específica?(autista)  Em qual área tem mais dificuldades e em que situação elas se fazem mais presentes?  Outras informações que julgarem necessárias.

36 5- PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO  5.1 – Levantamento dos conhecimentos e capacidades a serem trabalhadas no processo de ensino e aprendizagem da turma e do aluno.  Esses conhecimentos e capacidades são aqueles necessários para que os alunos tenham acesso à proposta curricular prevista no projeto pedagógico da escola para o ano/Ciclo, seriam os pré- requisitos. Tais conhecimentos e capacidades servirão, também para que a equipe pedagógica e o(s) professor(es) planejem o plano de intervenção pedagógica.

37 PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO cont...  Exemplo na aquisição da escrita:  Conhecer os usos da escrita na cultura escolar;  Compreender a função de segmentação dos espaços em branco e da pontuação de final de frase;  Conhecer as letras do alfabeto;  Reconhecer unidades fonológicas como sílabas, rimas, terminações de palavras, etc.  Desenvolver atitudes e disposições favoráveis à leitura;  Saber decodificar palavras e textos escritos;  Escrever segundo o princípio alfabético e as regras ortográficas;  Outras...

38 EXEMPLOS cont...  Na construção do número:  Desenvolver a capacidade de quantificar os objetos em uma determinada ordem para assegurar-se que não salta nenhum, nem conta o mesmo objeto duas vezes;  Conhecer os usos e funções sociais do número;  Compreender que a quantidade numérica não varia, mesmo quando o arranjo espacial dos objetos foi modificado;(conservação)  Representar numericamente o cálculo;  Decodificar as operações mentais de subtração e adição;  Outros...

39 ÁREAS DE CONHECIMENTO cont...  Qual a relação do aluno com o conhecimento e com as atividades escolares?  Com qual área tem maior identificação?  Descreva o conhecimento do aluno na área de: Língua Portuguesa,Matemática, História, Geografia, Ciências Naturais, Artes, Educação Física e Língua Estrangeira, além dos temas transversais.

40 5.2 PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA  – Estratégias metodológicas  Consiste nas estratégias educacionais a serem utilizadas para alcançar o desenvolvimento dos conhecimentos e capacidades previstas no planejamento pedagógico.  – Recursos  Materiais pedagógicos necessários para o desenvolvimento da proposta

41 OS ATENDIMENTOS EDUCACIONAIS ESPECIALIZADOS DE APOIO E COMPLEMENTAÇÃO NECESSÁRIOS  A necessidade,ou não, do oferecimento de atendimento educacional especializado deve ser pautada e coerente com avaliação diagnóstica, contínua e processual do aluno.É a partir dessa avaliação que se define, também, o tipo de AEE demandado pela NEE apresentada.  Atenção! Deverá haver contínua interlocução entre o professor responsável pelo serviço de AEE o(s) professor(es) regente(s) de turma ou de cada disciplina e pelo pedagogo.

42 5.4 ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO  Leva-se em conta os agentes educacionais envolvidos no processo (avaliadores e avaliados);  Avaliar os conhecimentos e capacidades desenvolvidos;(ter clara quais as capacidades devem ser avaliadas, a partir do que foi ensinado e variar instrumentos)  Identificação e análise de variáveis que se apresentam como barreiras para o processo educativo, em suas múltiplas dimensões;  A construção de indicadores do desenvolvimento global do aluno;

43 ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO cont...  A avaliação dos apoios oferecidos e estratégias pedagógicas utilizadas, relativas às necessidades educacionais especiais dos alunos;  Forma e periodicidade da avaliação ( quando, como e quais instrumentos)  Encaminhamentos necessários e/ou propostas de continuidade.

44 6- AVALIAÇÃO EDUCACIONAL APÓS IMPLANTAÇÃO DA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA  Aqui serão registrados pelos professores e pela equipe pedagógica da escola, os conhecimentos e capacidades alcançados pelo aluno, bem como as suas principais dificuldades após a implantação da intervenção.

45 7 – PRINCIPAIS DIFICULDADES APRESENTADAS PELO ALUNO  Apresentar as conclusões relativas a todo o processo de aprendizagem observado e registrado pelos responsáveis - PDI


Carregar ppt "PDI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL DO ALUNO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google