A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARTIGO ARTIGO: É UM TEXTO DE CARÁTER CIENTÍFICO ESCRITO PARA SER PUBLICADO, SE CONSTITUI PEÇA-CHAVE NO I INTERCÂMBIO CIENTÍFICO E NO PROGRESSO DO CONHECIMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARTIGO ARTIGO: É UM TEXTO DE CARÁTER CIENTÍFICO ESCRITO PARA SER PUBLICADO, SE CONSTITUI PEÇA-CHAVE NO I INTERCÂMBIO CIENTÍFICO E NO PROGRESSO DO CONHECIMENTO."— Transcrição da apresentação:

1

2 ARTIGO ARTIGO: É UM TEXTO DE CARÁTER CIENTÍFICO ESCRITO PARA SER PUBLICADO, SE CONSTITUI PEÇA-CHAVE NO I INTERCÂMBIO CIENTÍFICO E NO PROGRESSO DO CONHECIMENTO. AZEVEDO (1993:80) UM ARTIGO CIENTÍFICO INCLUI ENTRE SEUS OBJETIVOS A COMUNICAÇÃO DE DADOS DE UMA PESQUISA, MAS PODE SE REFERIR TAMBÉM A FINALIDADES MAIS SIMPLES E DIVERSIFICADAS, COMO NO CASO DO AUTOR ESTAR INTERESSADO EM:

3 ARTIGO DAR UMA OPINIÃO; PROVER UMA SOLUÇÃO ALTERNATIVA A UM CERTO PROBLEMA POLÊMICO, SEM ENTRAR EM QUAISQUER ESPECIFICAÇÕES METODOLÓGICAS; CRITICAR UMA ATITUDE DE AÇÃO SOCIAL, POLÍTICA OU ECONÔMICA; COMENTAR SOBRE UMA MINORIA DE CERTA IDEOLOGIA; DAR INFORMAÇÃO;

4 ARTIGO OPINAR SOBRE UM ACONTECIMENTO QUE JAMAIS PODERÁ SE REALIZAR; CORRIGIR OU DEMONSTRAR VIESES APARETEMENTE NÃO PERCEBIDOS; DIRIGIR-SE A UM PÚBLICO MUITO MAIS AMPLO E MUITO MENOS TÉCNICO TENDO UMA AUDIÊNCIA EXTREMAMENTE DIVERSIFICADA.

5 COMO ENTÃO ESCREVER UM ARTIGO? ENCONTRAMOS AS SEGUINTES ORIENTAÇÕES: Quanto à Redação: O AUTOR DEVE ESCREVER INICIALMENTE UM PLANO PRELIMINAR (ESBOÇO) BEM DETALHADO, DEIXANDO OS OBJETIVOS BEM CLAROS E DEFINIDOS; SEGUIR PRINCÍPIOS NECESSÁRIOS À BOA COMUNICAÇÃO, TAIS COMO:

6 CLAREZA: GARANTE QUE O PENSAMENTO DO AUTOR SEJA COMPREENDIDO PELO LEITOR, NÃO SE DEIXANDO PERDER NA OBSCURIDADE DE UM RACIOCÍNIO CONFUSO E DESORDENADO. DEVE SER ESCRITO SEGUNDO A ORDEM NATURAL DO PENSAMENTO E DAS REGRAS GRAMATICAIS;

7 CONCISÃO: DIZ RESPEITO AO MÁXIMO DE CONTEÚDO NO MENOR NÚMERO POSSÍVEL DE PALAVRAS, ATRAVÉS DO USO DE FRASES CURTAS E PARÁGRAFOS BREVES;

8 CORREÇÃO REQUER QUE O TEXTO TENHA A SUA LINGUAGEM REGIDA CONFORME AS REGRAS GRAMATICAIS, DE ACORDO COM A NORMA CULTA PADRÃO, SENDO IMPORTANTE ATENTAR, POR EXEMPLO, PARA A CORRELAÇÃO DE TEMPO E PESSOA;

9 PRECISÃO: TRATA DO USO DAS PALAVRAS E CONCEITOS NOS SEUS SENTIDOS UNIVERSALMENTE ACEITOS OU DEFINIDOS A PRIORI;

10 ENCADEAMENTO: EXIGE QUE AS FRASES, OS PARÁGRAFOS E OS CAPÍTULOS ESTEJAM ENCADEADOS DE MODO LÓGICO E HARMÔNICO;

11 CONTUNDÊNCIA: EXIGE QUE O AMOR FAÇA AFIRMAÇÕES FORTES, INDO DIRETO AO ASSUNTO SEM OS CANSATIVOS RODEIOS;

12 ORIGINALIDADE: REQUER DO AUTOR UMA REDAÇÃO AUTÔNOMA (NÃO DEPENDER EM DEMASIADAS FONTES UTILIZADAS;

13 FIDELIDADE: ATENTAR PARA OS PARÂMETROS ÉTICOS, COM ABSOLUTO RESPEITO AO OBJETO DE ESTUDO, ÀS FONTES EMPREGADAS E AOS LEITORES.

14 TRABALHOS ACADÊMICOS INTRODUÇÃO A ESTRUTURA DE UM TRABALHO ACADÊMICO COMPREENDE: ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS E ELEMENTOS TEXTUAIS E ELEMENTOS PÓS- TEXTUAIS.

15 1) OS ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS SÃO COMPOSTOS DE: A) CAPA B) FOLHA DE ROSTO C) ERRATA D) FOLHA DE APROVAÇÃO E) DEDICATÓRIA F) AGRADECIMENTO(S) G) EPÍGRAFE H) RESUMO EM LÍNGUA VERNÁCULA I) RESUMO DA LÍNGUA ESTRANGEIRA

16 1) OS ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS SÃO COMPOSTOS DE: J) LISTA DE ILUSTRAÇÕES K) LISTA DE TABELAS L) LISTA DE ABREVIATUAS E SIGLAS M) LISTA DE SÍMBOLOS N) SUMÁRIO

17 2) OS ELEMENTOS TEXTUAIS SÃO COMPOSTOS DE: A) INTRODUÇÃO B) DESENVOLVIMENTO C) CONCLUSÃO

18 3) OS ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS SÃO COMPOSTOS DE: A) REFERÊNCIAS B) GLOSSÁRIO C) APÊNDICES D) ANEXO (S) E) ÍNDICE (S)

19 1)ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS A) CAPA (Obrigatório) 1) NOME DA INSTITUIÇÃO 2) NOME DO AUTOR 3) TÍTULO 4) SUBSTÍTUTO (se houver) 5) NÚMERO DE VOLUMES (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificação do respectivo volume)

20 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS B) FOLHA DE ROSTO 1) NOME DO AUTOR: responsável intelectual pelo trabalho 2) TÍTULO PRINCIPAL DO TRABALHO: deve ser claro e preciso, identificado o seu conteúdo e possibilitando a indexação e recuperação da informação; 3) SUBTÍTULO: se houver, deve ser evidenciada a sua subordinação ao título principal, precedido de dois pontos; 4) NÚMERO DE VOLUMES (se houver mais de um, deve constar em cada folha de rosto a especificação do respectivo volume);

21 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS B) FOLHA DE ROSTO 5) NATUREZA: (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso e outros) e OBJETIVO (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros); NOME DA INSTITUIÇÃO A QUE É SUBMETIDA; A ÁREA DE CONCENTRAÇÃO; 6) NOME DO ORIENTADOR e, se houver, do CO- ORIENTADOR. 7) LOCAL (cidade) da INSTITUIÇÃO onde deve ser apresentado. 8) ANO DE DEPÓSITO (da entrega)

22 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS C) ERRATA Elemento opcional que deve ser inserido logo após a folha de rosto, constituído pela referência do trabalho e pelo texto da errata e disposto da seguinte maneira: ERRATAEx.: ERRATA FolhaLinhaOnde se lê Leia-seFolhaLinhaOnde se lê Leia-se 32 03pubicacãopublicação

23 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS D) FOLHA DE APROVAÇÃO Elemento obrigatório, colocado logo após a folha de rosto, constituído pelo nome do autor do trabalho, título e subtítulo (se houver), natureza, objetivo, nome da instituição a que é submetido, área da concentração, data da aprovação, nome, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora são colocados após a aprovação do trabalho.

24 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS E) DEDICATÓRIA (s) Elemento opcional, colocado após a folha de aprovação.

25 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS F) AGRADECIMENTO (s) Elemento opcional, colocado após a dedicatória.

26 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS G) EPÍGRAFE Elemento opcional, colocado após os agradecimentos.

27 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS H) RESUMO DA LÍNGUA VERNÁCULO (Nacional) Elemento obrigatório, constituído de uma seqüência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 500 palavras, seguido, logo abaixo das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chaves.

28 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS I) RESUMO NA LÍNGUA ESTRANGEIRA Elemento obrigatório, com as mesmas características do resumo em língua vernáculo, digitado em folha separada (em inglês Abstract, em espanhol Resumen, em francês Résume, por exemplo) Deve ser seguido das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chaves e/ou descritos, na língua.

29 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS J) LISTA DE ILUSTRAÇÕES Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página. Quando necessário, recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustrações (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, cronograma, plantas, quadros, retratos e outros).

30 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS K) LISTA DE TABELAS Elemento opcional, elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página.

31 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS L) LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS Elemento opcional, que consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso. Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo.

32 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS M) LISTA DE SÍMBOLOS Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com o devido significado.

33 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS N) SUMÁRIO 1) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS N) SUMÁRIO Elemento obrigatório, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, a partir da introdução, contendo todos os títulos e subtítulos, acompanhado do respectivo número da página.

34 2) ELEMENTOS TEXTUAIS A) INTRODUÇÃO Parte inicial no texto, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho.

35 2) ELEMENTOS TEXTUAIS B) DESENVOLVIMENTO Para inicial do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções, que variam em função da abordagem do tema e do método.

36 2) ELEMENTOS TEXTUAIS C) CONCLUSÃO Parte final do texto, na qual se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses.

37 3) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS A) BIBLIOGRAFIA Elemento obrigatório, que consiste em um conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que permite sua identificação individual.

38 3) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS B) GLOSSÁRIO Elemento opcional, elaborado em ordem alfabética. Conceitua-se pela relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, utilizada no texto, acompanhadas das respectivas definições.

39 3) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS C) APÊNDICE(s) Elemento opcional. O(s) apêndice(s) são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos apêndices, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. Exemplo: APENDICE A - Avaliação global dos alunos da 3ª série APENDICE B–Avaliação específica de cada aluno da 3ª série

40 3) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS D) ANEXOS Elemento opcional. O(s) anexo(s) são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos apêndices, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. Exemplo: ANEXO A – Representação gráfica do comportamento dos alunos – grupo I ANEXO B – Representação gráfica do comportamento dos alunos – grupo II

41 3) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS E) ÍNDICE(s) Elemento opcional. Lista de palavras ou frases, ordenadas segundo determinado critério, que localiza e remete para as informações contidas no texto.

42 4) REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO Os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4 (21 cm x 29,7 cm), digitado na cor preta com exceção das ilustrações.

43 4) REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO Para digitalização, a utilização de fonte tamanho 12 e fonte Arial ou Times New Roman, e parágrafos de 1,5 cm entre linhas no trabalho todo, com exceção de referências bibliográficas, resumos, citação e tabelas, que devem ter parágrafos de espaço simples e letra no tamanho 10. As notas de rodapé devem ser digitadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaços simples de entre linhas e por filete de 3 cm, a partir da margem esquerda.

44 4) REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO As folhas devem apresentar margens na esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm.

45 4) REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas seqüencialmente, mas não enumeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira folha da parte textual, ou seja, a partir da introdução, em algarismo arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha.

46 4) REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO No caso de o trabalho ser constituído de mais de um volume, deve ser mantida uma única seqüência de numeração de folhas, do primeiro ao último volume. Havendo apêndices e anexo, as suas folhas devem ser enumeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento à do texto principal.


Carregar ppt "ARTIGO ARTIGO: É UM TEXTO DE CARÁTER CIENTÍFICO ESCRITO PARA SER PUBLICADO, SE CONSTITUI PEÇA-CHAVE NO I INTERCÂMBIO CIENTÍFICO E NO PROGRESSO DO CONHECIMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google