A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Concepção, Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais Por que e para que trabalhar com projetos Contexto de atividades baseadas em projetos Tipologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Concepção, Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais Por que e para que trabalhar com projetos Contexto de atividades baseadas em projetos Tipologia."— Transcrição da apresentação:

1 1 Concepção, Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais Por que e para que trabalhar com projetos Contexto de atividades baseadas em projetos Tipologia de projetos educacionais Ciclo de vida de um projeto Modelo de planejamento baseado no escopo do projeto Transformação de um projeto em tarefas executáveis Noções de acompanhamento e avaliação de projetos Referências Trabalhando com Projetos – Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais Vozes, 7ª. Edição Eduardo F Barbosa

2 Objetivos Apresentar características do ambiente de projetos Diferenciar atividades de projetos das atividades de rotina Apresentar uma tipologia de projetos na área educacional Conteúdo Por que trabalhar com projetos? O que é um projeto? Todo projeto é um trabalho, mas nem todo trabalho é um projeto Uma proposta de tipologia de projetos educacionais Cultura de Projetos nas organizações I - Atividades orientadas por projetos

3 Cenário atual Aumento expressivo de atividades orientadas por projetos Projetos: idéia que prevalece ao longo da história Quantidade de publicações sobre o tema Interferência de confusão conceitual Necessidades de formação de especialistas em projetos Poder dos projetos para gerar resultados e mudanças Atividades orientadas por projetos

4 O que é um Projeto? Têm origem em problemas, necessidades Realização de algo novo, único, exclusivo Realização de objetivos específicos Têm princípio e um fim bem definidos Recursos delimitados Complexidade e incerteza inerentes Características de atividades baseadas em projetos Motivação Unicidade Foco Finitude Limitações Risco

5 5 Projeto Educacional É um empreendimento com objetivos definidos em função de problemas, oportunidades ou interesses de um sistema educacional, com a finalidade de melhorar seu desempenho ou obter novos conhecimentos no contexto educacional

6 6 Todo projeto é um trabalho, mas nem todo trabalho é um projeto Rotina: mantém um nível de desempenho funcional Projetos: promovem mudança de níveis de desempenho Todo projeto é um trabalho, mas nem todo trabalho é um projeto Rotina: mantém um nível de desempenho funcional Projetos: promovem mudança de níveis de desempenho Tempo Manutenção da rotina Realização de Projetos Desempenho Institucional Projetos x Rotina

7 7 Comparação: atividades de rotina (funcionais) e projetos RotinaProjetos Duração indeterminadaDuração definida Executa e mantém padrõesAltera e cria novos padrões Produtos previsíveisIncerteza sobre os resultados Atividade repetitivaAtividade inovadora Planejamento fixoPlanejamento dinâmico Problemas previsíveisProblemas imprevisíveis Aprende antes de executarAprende durante a execução Desempenho conhecidoDesempenho variável Tarefas muito detalhadasAtividades pouco detalhadas Projetos x Rotina

8 Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 1.Projetos de Intervenção 2.Projetos de Pesquisa 3.Projetos de Desenvolvimento (ou Produto) 4.Projetos de Ensino 5.Projetos de Trabalho (ou Aprendizagem)

9 Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 1. Projetos de Intervenção Visam a promover uma intervenção no contexto produzindo modificações na estrutura ou no funcionamento de um setor ou organização Buscam a melhoria de desempenho, resolvendo problemas ou atendendo necessidades Ocorre em diversos setores: educacional, produtivo, comercial, cultural, etc

10 2. Projetos de Pesquisa Têm como objetivo a produção de novos conhecimentos sobre determinado tema ou problema Podem ser classificados, quanto aos objetivos, em: experimental, descritivo e explicativo Ocorrem em setores acadêmicos ou institutos de pesquisa Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 10

11 3. Projetos de Desenvolvimento (ou Produto) Têm como objetivo o desenvolvimento de novas atividades, serviços ou produtos Exemplos: desenvolvimento de novos materiais didáticos; de um novo curso; de softwares educacionais, etc. Ocorrem em diversos setores: educacional, produtivo, comercial, cultural, etc. Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 11

12 4. Projetos de Ensino P rojetos elaborados em uma (ou mais) disciplina(s), dirigidos à melhoria do processo ensino-aprendizagem dos conteúdos dessa(s) disciplina(s) É próprio do setor educacional Referem-se ao exercício das funções do professor Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 12

13 5. Projetos de Trabalho (ou Aprendizagem) Projetos desenvolvidos por alunos em uma ou mais disciplinas, no contexto escolar, sob orientação do professor Têm como objetivo a aprendizagem de conceitos e o desenvolvimento de competências específicas. São conduzidos conforme orientação da Pedagogia / Metodologia de Projetos Proposta de uma tipologia de Projetos Educacionais 13

14 14 Cultura de Projetos nas Organizações – Improviso x organização x planejamento – Fatores culturais – Resistências ao acompanhamento e avaliação – O que estamos fazendo é realmente um projeto? – Improviso x organização x planejamento – Fatores culturais – Resistências ao acompanhamento e avaliação – O que estamos fazendo é realmente um projeto? Projeto x Quase-projeto x Não-projeto O trabalho com projetos é uma cultura a ser construída

15 15 Fatores de risco em Projetos Execução Planejamento Concepção

16 16

17 Objetivos Mostrar as duas dimensões dos projetos: Planejamento e Gestão Apresentar um modelo de Planejamento de Projetos Conteúdo As dimensões Planejamento e Gestão em um Projeto Modelos de Planejamento e Gestão de Projetos Modelo de Planejamento de Projeto orientado pelo Escopo O Plano de Projeto como fator de êxito na gestão II – Modelo de Planejamento de Projeto

18 18 Projeto é o documento que descreve o que vai ser realizado? Projeto é o conjunto de atividades e tarefas em execução? Projetos apresentam as duas dimensões: PlanejamentoGestão As duas dimensões de um Projeto Educacional

19 Modelos de Planejamento e Gestão de Projetos 19 Modelo de Planejamento Representação simplificada de componentes, estruturas e processos de um Projeto. É a referência básica para a gestão do projeto Modelo de Planejamento Representação simplificada de componentes, estruturas e processos de um Projeto. É a referência básica para a gestão do projeto Modelo de Gestão Representação da maneira de conduzir o projeto. Depende da organização interna e da cultura institucional Modelo de Gestão Representação da maneira de conduzir o projeto. Depende da organização interna e da cultura institucional

20 20 As duas dimensões de um projeto - Execução - Controle - Avaliação... Dimensão GERENCIAL - Execução - Controle - Avaliação... Dimensão GERENCIAL - Concepção - Inicialização - Planejamento... Dimensão DOCUMENTAL - Concepção - Inicialização - Planejamento... Dimensão DOCUMENTAL Documentos do Projeto Documentos do Projeto Definição do Problema Definição do Problema Objetivos Plano de controle... Plano de controle... Plano de Ação Plano de Ação Ações de controle... Ações de controle... Execução de Atividades e Tarefas Execução de Atividades e Tarefas Gestão de Recursos Gestão de Recursos Coord. de Equipes Coord. de Equipes Dimensões de um Projeto Planejamento Gestão Dimensões de um Projeto Planejamento Gestão Ações de gestão do Projeto Ações de gestão do Projeto

21 21 O ciclo de vida de um Projeto Inicialização ´´ Encerra- mento Planeja- mento Execução Controle A atividades de um projeto estão distribuídas em 5 fases, que formam o ciclo de vida do projeto

22 Produtos/saídas típicos de cada fase do Projeto 22 FASES DO PROJETOPRODUTOS 1. Inicialização Visão geral do projeto Escopo do projeto 2. Planejamento Detalhes de atividades/tarefas Cronograma, orçamento Indicadores de desempenho Documento do Plano de Projeto 3. Execução Atribuição de tarefas Desenvolv. de produtos/serviços 4. Controle Relatórios de progresso Relatórios de avaliação Alterações no planejamento 5. Encerramento Relatórios de avaliação Resultados alcançados Relatórios finais

23 23 Modelo de Planejamento orientado pelo Escopo Escopo de um PROJETO = extensão, alcance ou amplitude do que se pretende realizar. Define os limites do projeto; expressa a essência e a identidade do projeto O Escopo define o que o projeto pretende realizar, por que razões, em que contexto Escopo de um PROJETO = extensão, alcance ou amplitude do que se pretende realizar. Define os limites do projeto; expressa a essência e a identidade do projeto O Escopo define o que o projeto pretende realizar, por que razões, em que contexto Escopo Plano de Ação Plano de Controle e Avaliação + + Componentes do Plano de Projeto – Modelo Skopos

24 Relação entre o Ciclo de Vida e as duas dimensões 24 Inicio ´´ Encerra- mento Planeja- mento Execução Controle PLANEJAMENTOGESTÃO

25 25 Modelo de Planejamento baseado no Escopo Escopo Plano de Controle e Avaliação Plano de Ação Qual é a situação ou problema que gerou o projeto? Qual é a finalidade do projeto? O que se pretende realizar? Que resultados são esperados? Quem serão os beneficiados? Qual é a dimensão do projeto? Qual é a situação ou problema que gerou o projeto? Qual é a finalidade do projeto? O que se pretende realizar? Que resultados são esperados? Quem serão os beneficiados? Qual é a dimensão do projeto? Que atividades e tarefas serão realizadas? Como e quando serão realizadas? Que recursos serão necessários? Quanto tempo para cada atividade? Quem serão os responsáveis por cada tarefa? Quanto custará? Que atividades e tarefas serão realizadas? Como e quando serão realizadas? Que recursos serão necessários? Quanto tempo para cada atividade? Quem serão os responsáveis por cada tarefa? Quanto custará? Como será verifi- cado o andamento do projeto? Que medidas serão feitas para avaliar seus resultados? Como serão obtidos os dados sobre processos, produtos e resultados? Que medidas preventivas serão adotadas? Como será verifi- cado o andamento do projeto? Que medidas serão feitas para avaliar seus resultados? Como serão obtidos os dados sobre processos, produtos e resultados? Que medidas preventivas serão adotadas?

26 26 Estrutura do Escopo Situação geradora Problema, necessidade, etc. Justificativa Diagnóstico inicial (porquê do projeto) Objetivos Geral (para quê) e Específico (o quê) Resultados esperados Relacionados aos objetivos específicos Abrangência Extensão, alcance, público alvo, etc. E S C O P O

27 27 Estrutura do Plano de Ação Atividades/Tarefas Detalhamento de atividades e tarefas Prazos Estimativas de tempo para tarefas Custos e Recursos Físicos, humanos, infraestrutura, etc. Rede de tarefas Sequência de tare- fas e relações Cronograma Linha de tempo, atribuições P L A N O DE A Ç Ã O

28 28 Estrutura do Plano de Controle e Avaliação Quadro de Produtos/Resultados Produtos e resultados esperados Indicadores de monitoramento Instrumentos de coleta de dados Indicadores de avaliação Instrumentos de avaliação Planilhas de controle e avaliação Documentos de acompanhamento e avaliação PLANO DE CONTROLE E AVALIAÇÃO

29 29 Componentes do Modelo Skopos Escopo Plano de Ação Situação Geradora Abrangência Resultados Objetivos Justificativa Atividades, Tarefas Rede de Tarefas Custos e Recursos Prazos Plano de Controle e Avaliação Plano de Controle e Avaliação Quadro de Produtos e Resultados Planilhas de Controle ´´ Instrumentos Indicadores Cronograma Estrutura do Plano de Projeto orientado pelo EScopo Plano de Projeto: - Escopo - Plano de Ação - Plano de Controle e Avaliação

30 30 Plano de Projeto e Ciclo de Vida do Projeto Ciclo de Vida do Projeto Plano de Projeto Escopo Plano de Ação Plano de Controle Avaliação Plano de Controle Avaliação Plano de Projeto Inicialização ´´ Encerramento Planejamento Execução Controle

31 31 Plano de Projeto para diferentes tipos de Projetos - Muito importante (indispensável) - Importante - Desejável (mas não essencial) - Dispensável (opcional) Importante: este quadro é um exemplo de como os componentes de um Plano de Projeto podem ter pesos diferentes

32 Planejamento como fator de êxito em Projetos Condições mínimas para êxito no trabalho com projetos Clareza na identificação da necessidade ou problema a ser resolvido Declaração de objetivos factíveis, claros e dimensionados às equipes Plano bem elaborado, consistente, com clareza nas atividades/tarefas Clareza dos resultados esperados e sobre como serão realizados Definição de mecanismos de acompanhamento/avaliação do projeto 32 Base do modelo Skopos: clareza de entendimento sobre o que deve ser feito, seus motivos e finalidades é condição essencial para o êxito do projeto

33 Objetivos Apresentar os componentes do escopo: situação geradora, justificativa, objetivos, abrangência e resultados esperados Mostrar a importância do escopo de um projeto como base para as etapas seguintes de planejamento e acompanhamento Conteúdo Como nasce um projeto? Definição do Problema Elaborando a justificativa do Projeto Definição dos objetivos do Projeto Estabelecendo os resultados esperados de um projeto O Escopo como base para do Plano de Projeto III – Estabelecendo o Escopo de um Projeto

34 Situação Geradora Justificativa Objetivo Geral Objetivo Específico Resultados Esperados Abrangência 34 Elementos do Escopo de um Projeto

35 Situação Geradora Como nasce um Projeto? Surgem a partir de problemas, necessidades, oportunidades, desafios ou interesses de um indivíduo, grupo, instituição Um desafio pode representar também uma aspiração de realização pessoal, coletiva ou institucional A identificação da situação geradora depende de: conhecimento, experiência e interesse da equipe Situação geradora refere-se ao contexto 35

36 Definição do Problema Algumas questões para uma clara definição do problema Em que contexto ou ambiente identificamos um problema? O que já sabemos sobre o problema? O problema está bem delineado? Quais são as causas e efeitos conhecidos? Quais as causas e efeitos mais relevantes? Há consenso quanto ao problema a ser resolvido? A solução está a nosso alcance? 36 Um problema bem colocado é a metade de sua solução

37 Justificativa do Projeto É uma extensão da Situação Geradora Depende do tipo, contexto e complexidade do projeto Pode requerer fundamentação teórica Importante se o problema é complexo, pouco conhecido Expressa a razão de ser (por que) do Projeto Pode conter um diagnóstico situacional Opcional quando a situação geradora é consensual 37

38 Definição dos objetivos do Projeto É um dos pontos críticos no planejamento de Projetos Ausência de objetivos bem definidos compromete o Projeto 38 Declaração geral e abrangente da intenção de contribuir para a solução do problema gerador. É a razão de ser do projeto (para quê) Declaração bem definida sobre o que se pretende fazer para alcançar o que está expresso no objetivo geral (o quê) Objetivo Geral Objetivo Específico

39 Tipos de objetivos específicos Objetivo-solução É declarado sob a forma de uma solução para o problema gerador Objetivo-ação Declara um conjunto de ações para se alcançar os resultados esperados Objetivo-meta Declara quantitativamente resultados a serem alcançados em um prazo definido 39

40 40 Exemplo de objetivos geral e específico Contribuir para o aprendizagem em matemática no Ensino Médio Implantar a metodologia de ensino através de solução de problemas Complementar a formação dos professores de Matemática em conteúdos e métodos de ensino Objetivo Geral (Para quê ou missão do Projeto) do Projeto) Duas ações para se alcançar o que está expresso no Objetivo Geral Objetivos Específicos (O quê será feito)

41 Critérios para declarar objetivos 41 Clareza Exequibilidade Efeitos observáveis Consensuais Uso de verbos adequados Uma única intenção por objetivo

42 Sintaxe para declaração de objetivos específicos Verbo Objeto Contexto (ou condição) Exemplos Aplicar (verbo) a metodologia de projetos (objeto) no ensino de Física de nível médio (contexto) Reduzir (verbo) em 15% a taxa de evasão de alunos (objeto) nos cursos de EJA até o ano de 2015 (condição) Desenvolver (verbo) recursos didáticos para o ensino de geografia (objeto) usando aplicativos de geoprocessamento via Web (condição) 42

43 Exemplo de verbos para declarar objetivos específicos 43 Verbos Fortes Desenvolver Analisar, descrever, diagnosticar Aplicar Medir, avaliar, comparar Aumentar Identificar Usar Executar, implantar, fazer, produzir Construir Publicar Mostrar

44 Exemplo de verbos para declarar objetivos gerais 44 Verbos Fracos Contribuir Ampliar Favorecer Estimular Incentivar Promover Adequar Propiciar Importante: normalmente, verbos fracos para objetivos específicos são adequados para a declaração do objetivo geral

45 Objetivos, resultados esperados e impactos 45 Cada objetivo específico deve estar associado a um ou mais resultado(s) esperado(s) do projeto (benefícios diretos do projeto) O objetivo geral deve estar associado a um ou mais impactos esperados do projeto (benefícios estendidos do projeto) Problema gerador Objetivo específico Resultado(s) Produto(s) Objetivo geral Ações Processos Impacto(s)

46 46 Processo Produto Resultado Impacto Desenvolvi- mento de material didático Material didático desenvolvido e aplicados em sala Aumento da motivação dos alunos no estudo da disciplina Processo Atividades e tarefas Produto Saídas dos dos processos Resultado Benefícios diretos: consequência dos produtos Impacto Benefícios estendidos: derivado dos resultados Melhoria do desempenho em avaliações sistêmicas Produto não é garantia de resultado! Produtos denotam a eficiência do projeto; resultados denotam sua eficácia Êxito depende dos produtos, das estratégias escolhidas (plano) e da forma de implementá-las (execução) tendo em vista os resultados esperados Exemplo

47 Exemplo: objetivo específico, resultados esperados, ações e produtos de um projeto 47

48 Definindo a abrangência do Projeto 48 Abrangência refere-se ao tamanho do projeto em termos de público-alvo e área de atuação Apresenta uma visão global das condições de contorno em que se realizará o projeto. Projetos de grande porte podem requerer alterações da abrangência durante a execução

49 Objetivos Apresentar aspectos básicos da elaboração do Plano de Ação Mostrar como transformar um projeto em tarefas executáveis Mostrar o valor do Plano de Ação para a fase de execução do projeto Conteúdo O Planejamento orientado pelo escopo do projeto O planejamento como um processo Transformando o Projeto em tarefas executáveis Estimativas de custos e recursos Construindo a linha de tempo do projeto IV – Elaborando o Plano de Ação do Projeto

50 50 O Plano de Ação como referência para a execução O Plano de Ação é um documento indicando ações, atividades, tarefas e recursos necessários à realização dos objetivos do projeto. O Plano de Ação deve apresentar as qualidades: clareza, lógica, viabilidade e flexibilidade.

51 51 Planejamento orientado pelo Escopo Questões que orientam a elaboração do Plano de Ação Quais atividades serão necessárias para alcançar os objetivos? Quando acontecerá cada atividade? Quais serão os responsáveis por sua execução? Quanto custará cada atividade? Qual a melhor seqüência para a realização das atividades? Quais são as atividades críticas do projeto? Quais os produtos serão gerados com as atividades realizadas? Quais recursos serão necessários?

52 52 Aspectos básicos do Planejamento Planos de Ação são de natureza dinâmica Planejar é um processo criativo Para ser efetivo, o Plano de Ação deve ser usado, revisado e atualizado periodicamente Planejar é definir como, quando, onde e com que recursos algo pode ser feito através de um projeto

53 53 Transformando o Projeto em Tarefas Executáveis Para ser executável um projeto deve ter: Estrutura de Desdobramento do Trabalho (EDT): diagrama com o desdobramento de ações atividades tarefas Rede de tarefas: representação gráfica do conjunto de tarefas organizadas segundo a sequência de execução Cronograma: instrumento de planejamento e controle com informações sobre atividades/tarefas a serem executadas ao longo do tempo, representado sob a forma de quadro/tabela

54 54 Desdobramento Objetivo Ação Atividade Tarefa Objetivo = propósito, intenção, fim a ser alcançado Ação = ocorrência de um conjunto de atividades, acontecimentos ou seqüência de acontecimentos Atividade = realização de trabalhos específicos, compostos por um conjunto de tarefas Tarefa = pacote de trabalho que pode ser atribuído a pessoa(s), com tempo definido e produtos mensuráveis

55 Exemplos Objetivo Implantar a Metodologia de Projetos como recurso pedagógico na formação de competências no ensino médio Ação Capacitação de professores para atividades pedagógicas envolvendo a Metodologia de Projetos no ensino médio Atividades Realização de curso de aperfeiçoamento em planejamento e gestão de projetos para os professores da escola. Organização e implementação de grupos de estudos em metodologias de projetos Tarefas Contratação da instituição para dar o Curso sobre Projetos Elaboração do questionário de avaliação para ser distribuído ao final do curso sobre planejamento de projetos 55

56 56 EDT – Estrutura de Desdobramento do Trabalho Projeto Completo Ação 1 Ação 2 Atividade 1.1 Atividade 2.1 Atividade 2.2 Atividade 2.3 Atividade 1.2 Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa Tarefa

57 Relação de precedência para as tarefas PROJETO: SEMINÁRIO SOBRE PLANEJAMENTO E GESTÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS TAREF A DESCRIÇÃO DA TAREFA PRECE- DÊNCIA ESTIMATIVA DE TEMPO (Semanas) toto tmtm tptp tete ADefinição da data do Seminário BSeleção de temas por interesse CDefinição de local para o Seminário A456 5 DConvite aos conferencistas B468 6 EConfecção e impressão de folders C FObtenção de lista de endereços C,D369 6 GEnvio de folders pelo correio E,F123 2 HRecebimento do material D347 4 IRecebimento de inscrições G468 6 JPreparação de kits para participantes H,I

58 Rede de tarefas para o projeto do Seminário 58 CAMINHODURAÇÃO A C E G I J26 semanas A C F G I J23 semanas B D F G I J27 semanas caminho crítico B D H J17 semanas

59 Estimativa de custos e recursos Pessoas (coordenadores, equipes, técnicos, especialistas, consultores, etc.) Recursos financeiros (financiamentos, recursos próprios) Equipamentos (em função do tipo e objetivos do projeto) Instalações (infra-estrutura, comunicação, ambientes, etc.) Materiais e suprimentos (para o tipo e objetivos do projeto) Informação (bases de dados, documentos, arquivos, etc.) Tecnologia (recursos específicos para o tipo de projeto) 59

60 Planilha de orçamento global do projeto P ROJETO : (Nome do Projeto) P LANILHA DE O RÇAMENTO G LOBAL DO P ROJETO A TIVIDADE OU T AREFA R ESPON - SÁVEIS E STIMATIVA DE C USTOS E QUIPAMENTOS M ATERIAIS S ERVIÇOS O UTROS T OTAL

61 O Cronograma - linha de tempo do projeto PROJETO: SEMINÁRIO SOBRE PLANEJAMENTO E GESTÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS TAREFAS QUINZENAS A - Definição da data do Seminário B - Seleção de temas por interesse C - Definição de local do Seminário D - Convite aos conferencistas E - Confecção/impressão folders F - Obtenção de lista de endereços G - Envio de folders pelo correio H - Recebimento do material I - Recebimento de inscrições J - Preparo kits para participantes 61

62 Resumindo Um Escopo bem feito facilita a elaboração do Plano de Ação Um Plano de Ação deve indicar: o que, quando, onde, quem e quanto custará cada atividade do projeto Corrigir erros na fase de planejamento tem custo muito menor do que corrigir erros na fase de execução Planejar em ciclos progressivos é detalhar as fases de um projeto à medida que se aproximam do momento de sua execução A Estrutura de Desdobramento do Trabalho (EDT) é uma estrutura hierárquica que permite especificar tarefas executáveis de um projeto Uma ação indica a ocorrência de um conjunto de atividades que são significativas no desenvolvimento do projeto Uma atividade é um trabalho formado por um conjunto de tarefas Uma tarefa é um trabalho específico a ser feito, em geral com pequeno grau de dificuldade, que requer algum esforço, tempo e habilidades 62

63 63 Para reflexão... A capacidade de conceber, planejar, executar e avaliar projetos para a melhorar processos e obter resultados é fator estratégico para as organizações educacionais O planejamento e gestão de projetos requer mais do que entusiasmo e boa vontade; trabalhar com projetos requer conhecimento de métodos e técnicas que devem ser aplicados com habilidades e competências próprias da área de planejamento e gestão A capacidade de conceber, planejar, executar e avaliar projetos para a melhorar processos e obter resultados é fator estratégico para as organizações educacionais O planejamento e gestão de projetos requer mais do que entusiasmo e boa vontade; trabalhar com projetos requer conhecimento de métodos e técnicas que devem ser aplicados com habilidades e competências próprias da área de planejamento e gestão

64 64 Tópicos para continuidade de estudos Elaboração do Plano de Controle e Avaliação do Projeto Definição dos indicadores de desempenho do Projeto Construção de instrumentos de coleta de dados A fase de execução do Projeto Organização e métodos de gestão e acompanhamento Flexibilidade na gestão de Projetos Educacionais Identificação, análise e solução de problemas em Projetos Fase de encerramento do Projeto Implantação de um Escritório de Projetos Ensinando e aprendendo através de Projetos Formação de recursos humanos para gestão de projetos Elaboração do Plano de Controle e Avaliação do Projeto Definição dos indicadores de desempenho do Projeto Construção de instrumentos de coleta de dados A fase de execução do Projeto Organização e métodos de gestão e acompanhamento Flexibilidade na gestão de Projetos Educacionais Identificação, análise e solução de problemas em Projetos Fase de encerramento do Projeto Implantação de um Escritório de Projetos Ensinando e aprendendo através de Projetos Formação de recursos humanos para gestão de projetos

65 Bons Projetos! Contato: Eduardo F. Barbosa 65


Carregar ppt "1 Concepção, Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais Por que e para que trabalhar com projetos Contexto de atividades baseadas em projetos Tipologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google