A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 - INTERPRETAÇÃO DE DADOS Análise dos resultados Integração entre áreas de Engenharia / Obra / Manutenção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 - INTERPRETAÇÃO DE DADOS Análise dos resultados Integração entre áreas de Engenharia / Obra / Manutenção."— Transcrição da apresentação:

1 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/ INTERPRETAÇÃO DE DADOS Análise dos resultados Integração entre áreas de Engenharia / Obra / Manutenção

2 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Análise e Interpretação dos Resultados Uma vez obtidos os resultados da instrumentação é importante que sejam analisados rapidamente para avaliar o desempenho da barragem e suas fundações e detectar qualquer anomalia que possa pôr em risco a barragem. Inicialmente estes dados devem ser comparados com as previsões teóricas definidas no projeto como valores máximos ou valores de controle ou limite para cada instrumento. Durante a fase de operação é necessário analisar os resultados e aplicar modelos calibrados para as condições reais de maneira a obter novos valores de controle.

3 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Análise e Interpretação dos Resultados Para efetuar uma análise e interpretação dos resultados não existem normas ou regras bem definidas; na realidade, cada barragem é um caso único. Entretanto pode-se indicar alguns tipos de análises usuais : Comparar o resultado com a seqüência anterior e verificar sua tendência ( aumento, diminuição, estabilidade) Comparar o resultado com blocos adjacentes similares Comparar com barragens do mesmo tipo em situação similar Efetuar regressões estatísticas em função de nível d água, temperatura, tempo ou outros fatores dos quais depende a grandeza medida Analisar os comportamentos cíclicos ou sazonais

4 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Análise e Interpretação dos Resultados A avaliação do comportamento deve ser o quanto mais completa, abarcando a barragem e as fundações e incluindo: o comportamento estrutural (tensões, deformações e deslocamentos) o comportamento térmico (temperaturas do concreto e do reservatório, dissipação do calor de hidratação, ciclos térmicos) o comportamento hidráulico e hidrogeológico (vazões e pressões intersticiais)

5 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Gráfico Cronológico- Temperaturas

6 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Gráfico Cronológico - Pêndulo

7 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Gráfico Cronológico - Extensômetros

8 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Deslocamentos da Crista da Barragem

9 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Deslocamentos Máximos da Crista da Barragem (na direção do fluxo)

10 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Deslocamentos horizontais relativos entre Blocos na El. 214 (Bases de Alongâmetro) mm

11 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Deslocamentos Horizontais da Crista na Direção do Fluxo vs. Altura dos Blocos Variação Sazonal da Cota da Crista dos Blocos vs. Altura dos Blocos

12 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Recalques da crista da barragem - Nivelamento geodésico

13 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Recalques da Barragem de Enrocamento X Altura do núcleo

14 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Seção no leito do Rio Paraná- Subpressão na fundação

15 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Subpressões no contato concreto – rocha

16 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Projeto ITAIPU Isorecalques na fundação da barragem principal EM-F-22 EM-F-18

17 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Recalques na fundação dos blocos do leito do rio EM-F-22

18 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 ÁREAS DE CONHECIMENTO / COMPETÊNCIAS

19 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 ÁREAS DE CONHECIMENTO / COMPETÊNCIAS

20 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 ÁREAS DE CONHECIMENTO / COMPETÊNCIAS

21 SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 Monitoramento Monitoramento Manutenção civil Manutenção civil INTERAÇÃO ENTRE EQUIPES NA AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA Análise dos resultados do monitoramento Controle através dos parâmetros de projeto Relatório de avaliação do desempenho Consultores ExternosProjeto Plano de instrumentação Parâmetros de projeto Níveis de alerta Atualização tecnológica Automação Otimização da análise Comportamento Satisfatório Monitoramento e manutenção adequados Novas diretrizes Manutenção civil preventiva Recomendações ENGENHARIA OBRA MANUTENÇÃO


Carregar ppt "SEGURANÇA DE BARRAGENS VI SBPMCH ABRIL/2008 - INTERPRETAÇÃO DE DADOS Análise dos resultados Integração entre áreas de Engenharia / Obra / Manutenção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google