A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Departamento Nacional de Obras Contra as Secas Barragem do Castanhão APRESENTAÇÃO A SITUAÇÃO DO AÇUDE CASTANHÃO NO ESTADO DO CEARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA NA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Departamento Nacional de Obras Contra as Secas Barragem do Castanhão APRESENTAÇÃO A SITUAÇÃO DO AÇUDE CASTANHÃO NO ESTADO DO CEARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA NA."— Transcrição da apresentação:

1 Departamento Nacional de Obras Contra as Secas Barragem do Castanhão APRESENTAÇÃO A SITUAÇÃO DO AÇUDE CASTANHÃO NO ESTADO DO CEARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CAINDR / CÂMARA DOS DEPUTADOS 04/09/2007

2 .. Breve histórico Cronológico - Açude Castanhão - CE Estudos e visões: 1910 Engº Roderic Crandall Projetos/Rima/Licenças: 1982–1992 (Hidroservice/Noronha/Sirac) Projeto/Construção/Supervisão: (Engesoft/Andrade Gutierrez / Aguasolos) Operação/Manutenção: 2004 – 2007 (Engetec/SLA- Consultoria).

3 Localização do Açude Castanhão Localização do Açude Castanhão Ceará Brasil Jaguaribara Nordeste

4 Reservatório do Castanhão - CE Reservatório do Castanhão - CE Bacia Hidráulica 325 km² Rio Jaguaribe km² Bacia Hidrográfica km²

5 Dados do Reservatório do Castanhão Volume máx. acumulável (Cota 106 m): 6,7 bilhões m³ Nível dágua atual (Cota 100,00): 4,46 bilhões m³ Volume útil: 4,21 Bilhões m³ Volume Morto: 250 milhões m³ Área: 325 km² Perímetro: 310 km Linha Reta Máx.: 48 km

6 Perfil do Reservatório / Barragem Cota 71 Cota 100 -Vol.Cont. de Cheia - 2,25 bilhões de m³ - 6,7bim³ T A 57Cota 57

7 Finalidades do Açude Castanhão Finalidades do Açude Castanhão Controle das enchentes no Baixo Rio Jaguaribe (Trecho: 150km); Produção agrícola irrigada em ha; Abastecimento complementar de água para Fortaleza e 12 Cidades (Pop. Aprox. 3 milhões); Piscicultura (Prod.: Extensiva: T/ano T/ano Intensiva); Pólo turístico; Geração de energia elétrica - PCH de 22,5MW; Interligação com Projeto de Integração do Rio São Francisco.

8 Principais Estruturas do Castanhão (Ext. 3,5km) Principais Estruturas do Castanhão (Ext. 3,5km) Trecho Central em CCR Margem Esquerda Margem Direita Vertedouro Casa de Válvulas Torre Central Industrial

9 Barragem: trecho em solo Barragem: trecho em solo Barragem de Terra: Cota do Coroamento: 111,00m Largura da Crista: 10,00m Extensão pelo Coroamento: 2.765,54m Volume: ,00m³ Diques Auxiliares: Tipo: Terra Homogênea Quantidades : 10 un Extensão pelo Coroamento: m Dique Fusível: Quant.: Um, tipo Terra Zoneado Cota do Coroamento: 110,00m Largura da Crista: 10,00m Extensão: 750,00m Altura Máxima do Maciço: 5,00m

10 Seção Típica da Barragem de Terra A 4A 4 4 NºMaterial 1Cascalho Argiloso 3Areia 4Enrocamento Fino 4AFinos de Pedreira 5Rip-Rap 5AEnrocamento Descrição Volumes Totais: Escavação em Solos: m³ Escavação em Rocha: m³ Aterro Compactado: m³ Largura máx. da Base: 250 m Largura do Coroamento: 10 m

11 Seção Típica da Barragem de CCR EL.57,00 0,75 1 CCR1 CCR2 Volume de CCR: m³ Extensão : 640,00 m Altura máxima: 72 m Larg. máx.da Base: 54 m CCR 1 = Fck 10 Mpa CCR 2 = Fck 7 Mpa

12 Seção Típica do Vertedouro do Castanhão Seção Típica do Vertedouro do Castanhão Localização: Margem Direita Cota da Soleira: 95,00m Extensão do Vertedouro: 153,00m Comporta Segmento: 12un Largura das Comportas: 10,00m Altura das Comportas: 11,55m Vazão máxima Efluente: m³/s Vazão máxima Afluente: m³/s

13 Tomada DÁgua Tipo: Torre Galeria Localização: Margem Direita Altura: 64,50m Extensão da Galeria: 190,86m Tubulação Ø 3,70m Capacidade Nominal: 100,00m³/s Cota da Soleira: 57,00m

14 Vista do Castanhão em construção

15 Vertedouro do Castanhão - CE Vertedouro do Castanhão - CE

16 Válvulas de Controle das Vazões dágua do Castanhão Válvulas de Controle das Vazões dágua do Castanhão

17 Atividades Realizadas no Monitoramento, Manutenção e Operação do Complexo Castanhão

18 Atividades Realizadas no Monitoramento Medições nos Instrumentos ( Total = 313 unid. ): 1.Vazão dos Furos de Drenagem ( 182 unid. ) 2.Vazão das Galerias ( 4 unid. ) 3.Vazão liberada nas Válvulas Dispersoras ( 2 unid. ) 4.Leitura de deslocamentos nos blocos do CCR em 3 (três) sentidos: X, Y e Z ( 16 unid. ) 5.Piezômetros de Fundação ( 16 unid. ) 6.Drenos de Bloco ( 36 unid. ) 7.Drenos de Junta ( 37 unid. ) 8.Cota do Nível Dágua do Reservatório ( 1 unid. ) 9.Análise da Qualidade da Água ( 5 pontos ) 10.Referencial de Nível ( RN ) - IBGE ( 3 pontos ) 11.Referencial de Nível ( RN ) - CCR ( 13 pontos )

19 Rotina das Medições nos Pontos de Leitura do Complexo Castanhão Leituras em todos os instrumentos duas vezes ao dia; Leituras do nível do reservatório diariamente às 07:00 h e às 17:00 h; Análise na qualidade da água do reservatório mensalmente; Três estações Sismográficas funcionam continuamente 1994.

20 Piezômetro com Manômetro – Trecho da Barragem em CCR. Piezômetro com Manômetro – Trecho da Barragem em CCR.

21 Piezômetro sem Manômetro – Trecho da Barragem em CCR. Piezômetro sem Manômetro – Trecho da Barragem em CCR.

22 Medidor Triortogonal de Junta de Contração entre Blocos nos sentidos: X, Y e Z.

23 Galeria de Inspeção na Barragem trecho em CCR

24 Régua Limnimétrica do Reservatório Régua Limnimétrica do Reservatório

25 Leitura da Qualidade da Água no Reservatório

26 Atividades Realizadas na Manutenção Estação Sismográfica Digital / Castanhão - CE

27 Manutenção Preventiva nos Equipamentos de Acionamento das Válvulas Dispersoras

28 Manutenção nos Equipamentos de Acionamento das Válvulas Dispersoras Açude Público Castanhão - CE Período Construtivo: 8 anos (1996 – 2003) Custo Final: R$ ,66


Carregar ppt "Departamento Nacional de Obras Contra as Secas Barragem do Castanhão APRESENTAÇÃO A SITUAÇÃO DO AÇUDE CASTANHÃO NO ESTADO DO CEARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA NA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google