A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teresa Dib Zambon Atvars Pró-Reitoria de Pós-Graduação UNESP - 26/09/2008 – II Encontro Nacional de Pós-graduação na área de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teresa Dib Zambon Atvars Pró-Reitoria de Pós-Graduação UNESP - 26/09/2008 – II Encontro Nacional de Pós-graduação na área de."— Transcrição da apresentação:

1 Teresa Dib Zambon Atvars Pró-Reitoria de Pós-Graduação UNESP - 26/09/2008 – II Encontro Nacional de Pós-graduação na área de Ciências da Saúde Estratégias para Obtenção da Excelência na Pós- graduação - Programas nota 3

2 Esquema da apresentação Vínculo Pós-graduação x produção de conhecimento no Brasil O ranking das universidades no mundo Os indicadores internacionais Planejamento Estratégico Avaliação Capes

3 Universidade e os segmentos do mundo do conhecimento A sociedade e o mundo das demandas qualificadas Mundo do trabalho e da produção de riquezas de um país O que faz a diferença?

4

5 34567

6

7 Sistemas de avaliação das universidades no mundo World Ranking InstitutionCountry Score on Alumni Score on Award Score on HiCi Score on N&S Score on SCI Score on Size 144USPBr UBAAr UNAMMe UnicampBr UFRJBr PUCChile Univ. ChileChile UNESPBr UFMGBr Fonte: Universidade de Shangai – out 2007 Institute of Higher Education, Universidad Shanghai Jiao Tong

8 Universidade/País Ranking 1 Universidade NacionallAutonoma de Mexico59 2 Universidade de São Paulo114 3 Universidade Estadual de Campinas197 4 Universidade de Chile210 5 Universidade Federal de Santa Catarina234 6 Universidade de Buenos Aires361 7 Universidade Federal do Rio de Janeiro377 8 Universidade Federal do Rio Grande do Sul396 9 Tecnologico de Monterrrey Pontifica Universidad Catolica de Chile505 "Webometrics Ranking of World Universities" is an initiative of the Cybermetrics Lab, a research group belonging to the Centro Superior de Investigaciones Científicas (CSIC) Spain.

9 Switch to Scopus from ESI (Thomson) for citation data Rankings by indicator: Peer Review, Employer Review, International StaffPeer ReviewEmployer ReviewInternational Staff International StudentsInternational Students, Staff/Student Ratio, CitationsStaff/Student RatioCitations

10 Ranking da produção científica no Brasil INSTITUIÇÃO Número % DO TOTAL 1ºUSP ,91% 2ºUnicamp ,80% 3ºUFRJ ,93% 4ºUNESP ,49% 5ºUFRGS ,08% 6ºUFMG ,49% 7ºUNIFESP ,09% 8ºUFSCar ,80% 9ºUFSC ,29% 10ºUFPr ,20% Fonte: INSTITUTO LOBO - Desenvolvimento da Educação, da Ciência e da Tecnologia – fev 2008

11 RANKING DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE% INVESTIMENTO 1 1USP 15,18% 2 3UFRJ 10,64% 3 5UFRGS 7,06% 4 2UNICAMP 6,17% 5 6UFMG 5,39% 6 11UFPe 3,96% 7 9UFSC 3,91% 8 13UNB 3,72% 9 4UNESP 3,49% 1019PUC-RJ 2,67% Fonte: INSTITUTO LOBO - Desenvolvimento da Educação, da Ciência e da Tecnologia – fev 2008

12 Evolução do número de publicações, por Docentes, em Revistas Internacionais (ISI - todos os documentos) * - Número de publicações obtidos do ISI - Web of Science Número de Docentes (2007): USP = 5.222, Unicamp = 1.741, UFRJ = Atualizado em: 15/02/2008 – Unicamp PRP

13 Exemplo: anemia falciforme; Jessé Accioly, Transmissão Genética da Anemia Falciforme, Arquivos da Fac. Med. da Bahia (1948); James Neel – Estudo semelhante – Science (1949) Prof. Daniel Pereira – PRP-Unicamp

14 Fonte: Fapesp

15 Desafios do futuro e do presente: Integrar o cenário internacional da divulgação do conhecimento Fonte: Fapesp

16 Unicamp: Ciência em Destaque

17 Planejamento Estratégico – FASE II do Planejamento Estratégico Institucional 2004 – Definição das Estratégias – Programas/Linhas de ação 2005 – Definição das Estratégias - Projetos Estratégicos 2006/2008 – Execução do Planes através dos Projetos Estratégicos - Revisão do Planes/Unicamp – Execução dos Projetos Estratégicos aprovados pelo Consu Planes/UNICAMP -

18 Criar e disseminar o conhecimento na ciência e tecnologia, na cultura e nas artes, através do ensino, da pesquisa e da extensão, dentro de referenciais de excelência em todos os campos do saber, mantendo um ambiente de respeito à diversidade propício à convivência e ao livre debate das idéias, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da sociedade. Formar profissionais capazes de constante aprendizado, preparados para atuar com base nos princípios éticos e com vistas ao exercício pleno da cidadania.

19 7 A Unicamp é uma instituição pública de referência nacional internacional em todas as áreas de conhecimento, comprometida com o desenvolvimento sustentável da sociedade e posicionada entre as melhores universidades contemporâneas.

20 O Planejamento Estratégico e a Avaliação Institucional PLANES Avaliação Institucional MECANISMOS DE TOMADA DE DECISÃO DEFINIÇÃO DE METAS E PRIORIDADES

21 Os indicadores Capes para a Avaliação de Programas Corpo Docente – 1998/2000 – área de Saúde 1.Composição e atuação do corpo docente; vínculo institucional e dedicação Dimensão do NRD6 relativamente ao corpo docente. Atuação do NRD6 no Programa Abrangência, especialização do NRD6 relativamente às Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa. Qualificação do NRD Intercâmbio ou renovação do corpo docente. Participação de outros docentes Participação do NRD em atividades de graduação Corpo Docente – 2001/2003 – área de Saúde 1.Composição e atuação do corpo docente; vínculo institucional e dedicação 2. Dimensão do nrd6 relativamente ao corpo docente. atuação do nrd6 3. Abrangência, especialização do nrd6 relativamente às áreas de concentração e linhas de pesquisa 4. Intercâmbio ou renovação do corpo docente. participação de outros docentes

22 Corpo Docente – 2004/2006 – área de Saúde (Peso 30%) Formação (titulação, diversificação na origem de formação, aprimoramento e experiência). 10% Análise qualitativa. Adequação da dimensão, composição (experiência acadêmico-científica) e dedicação dos DOCENTES PERMANENTES para o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e orientação do programa. 20 % Análise qualitativa. Perfil, compatibilidade e integração do corpo docente permanente com a Proposta do Programa (especialidade, adequação em relação à proposta do programa e ao corpo discente). 20 % Análise qualitativa. Atividade docente e distribuição de carga letiva entre os docentes permanentes. 10 % Análise qualitativa. Participação dos docentes nas atividades de ensino e pesquisa na GRADUAÇÃO, quando pertinente, com particular atenção à repercussão que este item pode ter na formação de futuros ingressantes na PG. 20 % Análise qualitativa. Participação em pesquisa e desenvolvimento de projetos. 20 % Análise qualitativa.

23 Faculdade de Ciências Médicas PROGRAMASnível1996/971998/002001/032004/06 Ciências MédicasM/D4455 Clínica MédicaM/D5555 FarmacologiaM/D4555 Saúde da Criança e do AdolescenteM/D4454 TocoginecologiaM/D5545 CirurgiaM/D4334 Saúde ColetivaM/D4345 EnfermagemM/D4444 Fisiopatologia MédicaM/D6667

24 O Planejamento Estratégico e a Avaliação Institucional PLANES Avaliação Institucional Critérios/Indicadores estáveis que permitam que a avaliação do cumprimento de metas e da Missão institucional possam ser acompanhadas e decisões estratégicas tomadas MECANISMOS DE TOMADA DE DECISÃO DEFINIÇÃO DE METAS E PRIORIDADES

25 Modo se ser Unicamp 1.Avalição periódica de todos os docentes; 2.Implantamos o Planejamento Estratégico, definido institucionalmente; 3.Implantamos a Avaliação institucional definida institucionalmente com etapas internas e com avaliação externa; 4.Universidade é um sistema complexo, multifacetado e multi-cultural. Cada universidade tem características únicas, fruto da sua história. Sistema de avaliação não é sistema de ranqueamento. Ele deve ser desenvolvido e usado para aprimoramento institucional e para subsidiar as tomadas de decisão. Por isso não é possível terceirizá-lo. 5.Por ser complexa, o sistema de avaliação não pode ser pontual ou temático. As atividades de ensino, pesquisa e extensão são complementares. 6.Avaliações realizada por órgãos podem compor o conjunto de indicadores úteis para o processo global de avaliação institucional se, e somente se, o processo estiver baseado em indicadores estáveis. Se esse não for o caso, não pemitirá a análise de progresso que deve nortear as ações dos tomadores de decisão.

26 Obrigada!


Carregar ppt "Teresa Dib Zambon Atvars Pró-Reitoria de Pós-Graduação UNESP - 26/09/2008 – II Encontro Nacional de Pós-graduação na área de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google