A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIÇÃO 03 18 de outubro de 2009 DAVI NA CORTE REAL – VIVENDO COM SABEDORIA Professor Alberto Professor Alberto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIÇÃO 03 18 de outubro de 2009 DAVI NA CORTE REAL – VIVENDO COM SABEDORIA Professor Alberto Professor Alberto."— Transcrição da apresentação:

1 LIÇÃO de outubro de 2009 DAVI NA CORTE REAL – VIVENDO COM SABEDORIA Professor Alberto Professor Alberto

2 TEXTO ÁUREO "E saia Davi aonde quer que Saul o enviava e conduzia-se com prudência; e Saul o pôs sobre a gente de guerra, e era aceito aos olhos de todo o povo e até aos olhos dos servos de Saul (1 Sm 18.5).

3 VERDADE PRÁTICA Deus deu a Davi unção, bem como prestígio diante de Israel, e ele se conduziu com prudência na presença de seus lideres e auxiliares.

4 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Davi logo após vencer o campeão dos filisteus Golias e perseguir os filisteus foi convocado pelo rei Saul e ficar em seu convívio (1 Sm 18.2). Deus preparou então para Davi um amigo (1 Sm ). O Eterno Deus sabia da necessidade que Davi possuía em ter um grande amigo e Ele preparou Jônatas, filho do rei Saul.

5 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Todo ser humano precisa de amigo, na realidade amigo verdadeiro, temos um, dois no máximo três em toda a nossa vida. Charles R. Swindoll em seu livro: Davi – Um homem segundo o coração de Deus declara:...Há algo sobre um amigo íntimo que faz as suas almas se unirem. É o que chamamos de espíritos afins.

6 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO A amizade íntima tem quatro características e descobrimos todas elas nesta história: Primeiro, o amigo íntimo está disposto a sacrificar-se. Você não precisa suplicar um favor a um amigo íntimo, o que certamente foi o caso de Jônatas (1 Sm 18.4); Segundo, o amigo íntimo é um defensor leal perante outros. Ele não é um amigo dos bons tempos. Não vai falar contra você quando não estiver por perto (1 Sm );

7 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Terceiro, os amigos íntimos dão um ao outro completa liberdade para serem quem são. Quando você tem um amigo assim íntimo, unido à sua alma, não precisa explicar a razão de estar fazendo algo (1 Sm 18.41); E, finalmente, o amigo íntimo é uma fonte constante de encorajamento (1 Sm ).

8 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Davi jamais servira no exército, muito menos em qualquer cargo oficial de liderança. Mas ele comandava agora as tropas e saiu-se tão bem que até os servos do rei ficaram impressionados. Apesar da sua juventude e inexperiência, Davi sabia como conduzir-se com as pessoas. Os servos o apreciavam, as tropas o seguiam e as mulheres cantavam e dançavam nas ruas, dando a Davi a boa vinda e enaltecendo o jovem guerreiro (1 Sm 18.14).

9 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Segundo o nosso texto áureo Davi era uma homem prudente, a palavra prudente ou prudência da língua portuguesa vem do latim pudens, conhecedor. Segundo o nosso texto áureo Davi era uma homem prudente, a palavra prudente ou prudência da língua portuguesa vem do latim pudens, conhecedor. A forma grega é phrónesis da onde veio o termo latim pudens. A prudência consiste no uso habilidoso do conhecimento, no exercício da sabedoria. Trata-se de um cuidado habitual de evitar erros e seguir o mais sábio curso de ação acerca de qualquer questão. A forma grega é phrónesis da onde veio o termo latim pudens. A prudência consiste no uso habilidoso do conhecimento, no exercício da sabedoria. Trata-se de um cuidado habitual de evitar erros e seguir o mais sábio curso de ação acerca de qualquer questão.

10 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO A verdadeira prudência é um estado mental sábio ou espiritual, que resulta em atos ditados pela sabedoria, bom senso, sabedoria prática. A prudência é enaltecida na Bíblia, pois ela faz prever e evitar as faltas e os perigos, nos dando bênçãos: Eu, a sabedoria, habito com a prudência e acho a ciência dos conselhos (Pv 8.12); No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os seus lábios é prudente (Pv 10.19);

11 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO Quão melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro! e quão mais excelente é adquirir a prudência do que a prata! (Pv 16.16); Eis que o meu servo procederá com prudência; será exaltado, e elevado, e mui sublime (Is 52.13); E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto (Lc 1.17); Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça, Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência (Ef 7-8).

12 OBJETIVOS Após a aula, o aluno deverá estar apto a: Descrever as principais qualidades e virtudes de Davi; Identificar a razão do carisma de Davi diante de Jônatas, do povo e dos servos de Saul; Reconhecer a habilidade de Davi para administrar conflitos.

13 INTRODUÇÃO Palavra Chave: PRUDÊNCIA Qualidade de quem age com moderação, comedimento, buscando evitar tudo o que acredita ser fonte de erro.

14 INTRODUÇÃO Davi era um jovem talentoso e temente a Deus (1 Sm 16.18); Após derrotar Golias e o exército filisteu, Davi tornou-se o centro das atenções; Mas apesar dessa fama imediata no exército de Israel e entre o povo em geral, Davi procedia com prudência e sabedoria; Davi embora fosse muito jovem, soube lidar bem com a fama repentina ao tornar-se sensação nacional do povo de Israel;

15 INTRODUÇÃO A fama de Davi motivou ciúmes na maior autoridade de Israel, o rei Saul, que fez do herói nacional o seu inimigo mortal; Infelizmente ainda hoje essas coisas podem acontecer, autoridades que perderam a visão espiritual passam a nutrir ciúmes de jovens obreiros inspirados por Deus, gerando situações difíceis, acusações injustas, ameaças, obstáculos e prejuízos a toda comunidade.

16 INTRODUÇÃO

17 I.- QUALIDADES E VIRTUDES DE DAVI 1.- Um homem Talentoso. Davi antes mesmo de vencer Golias, já era possuidor de virtudes, habilidades e qualidades que lhe permitiriam conduzir-se prudentemente na corte real; Quando houve necessidade de buscar um músico para aliviar a vida espiritual do rei Saul, os servos de Saul já davam testemunho do preparo de Davi (1 Sm 16.16);

18 2.- Um homem com muitas habilidades. Interessante que algumas características de Davi são imprescindíveis à igreja da atualidade, senão vejamos: - Músico: Davi era músico e poeta, o que contribuiu para ele ser um homem metódico, organizado e sensível espiritualmente. Davi era um jovem muito espiritual, temente a Deus, isso pode ser notado nos Salmos que ele escreveu. Atualmente e importante termos músicos espirituais que possam compor e cantar hinos de Deus (1 Cr ), inspiradas pelo Senhor e bem executadas (Sl 33.3) músicas espirituais que ensinam e edificam (Cl 3.16);

19 2.- Um homem com muitas habilidades. -Forte: Davi era corajoso, destemido, resoluto, decisivo, vitorioso, homem de fé, de oração, justo, temente a Deus e perseverante, todas essas qualidades estão registradas em 1 e 2 Samuel, 1 Crônicas e nos Salmos; - Valente: Davi por ser temente e fiel a Deus é um homem valente, corajoso, demonstrou coragem, habilidade e eficiência antes de ocupar o trono e depois, quando se tornou rei;

20 2.- Um homem com muitas habilidades. -Homem de Guerra: Davi foi um grande guerreiro, derrotou muitas nações e manteve o reino de Israel unido, por ser homem de guerra não lhe foi permitido construir a Casa do Senhor; - Sisudo em palavras: Davi era um homem prudente no falar, na conduta e comportamento, em especial na corte real;

21 2.- Um homem com muitas habilidades. - Boa aparência: Embora tenha sido o interior de Davi que fez o Senhor escolhe-lo (1 Sm 16.7) e não sua aparência externa, a aparência de Davi era boa, cuidada e equilibrada:...e era ruivo, e formoso de semblante, e de boa presença... (1 Sm 16.12); Davi de Michelangelo

22 2.- Um homem com muitas habilidades. - O Senhor era com ele: Davi era piedoso, um homem temente a Deus, possuía o coração conforme os propósitos de Deus. As virtudes de Davi devem ser imitadas (1 Tm 4.8; 6.11). Davi tinha Deus como tudo na sua vida (Sl 18.2), a completa e voluntária dependência do Senhor fez dele o maior monarca da história bíblica.

23 SINOPSE DO TÓPICO (1) Davi possuía muitas virtudes e qualidades, tais como: exímio músico, corajoso, valente, prudente, de boa aparência destemido, piedoso e temente a Deus.

24 II. O TALENTO DE DAVI NA CORTE 1.- Davi como escudeiro do rei. Antes de freqüentar a corte real, Davi era um simples camponês, trabalhando como pastor das ovelhas de seu pai (1 Sm 17.15); Davi tocava instrumentos de cordas (1 Sm 16.18); Na corte, Davi era praticamente desconhecido (1 Sm );

25 II. O TALENTO DE DAVI NA CORTE Davi começou com humildade, chegou ate a corte, sempre agindo com humildade, querendo aprender, sempre com temor de Deus; Rembrandt Davi tocando harpa para o rei Saul para o rei Saul

26 2.- Como comandante das tropas. Antes de derrotar Golias, Davi era um aprendiz na casa real (1 Sm 16.21); Após a vitória sobre Golias, Davi de escudeiro- aprendiz, foi promovido a comandante de tropas (1 Sm 18.5); Davi por ser fiel ao Senhor e à sua Palavra, soube conduzir como comandado e como comandante, mesmo sendo jovem soube administrar o poder que lhe foi conferido, não deixou ser seduzido pelo poder, mas permaneceu no temor do Senhor.

27 SINOPSE DO TÓPICO (2) O homem segundo o coração de Deus obteve êxito desde o princípio e em todo lugar porque foi alguém que sempre cultivou em seu espírito a humildade de aprender e de começar de baixo.

28 III. O CARISMA DE DAVI NO PALÁCIO REAL 1.- Nos relacionamentos. Davi no início era estimado pelo rei (1 Sm 16.22); Como membro da corte, criou pontes de relacionamentos, senão vejamos: - O filho do rei: tornou o melhor amigo do filho do rei (1 Sm ). Jônatas, como potencial herdeiro de Saul, nunca olhou para Davi como rival, mas como seu melhor amigo;

29 III. O CARISMA DE DAVI NO PALÁCIO REAL -O povo: Davi era bem visto pelo povo (1 Sm 18.5). Infelizmente uma das características do ser humano após sua ascensão social é tentar apagar sua origem humilde. Davi ao ascender-se socialmente manteve suas raízes, construindo novos relacionamentos, mantendo aqueles já existentes. - Servos de Saul: Davi na Corte de Saul construiu relacionamentos com os funcionários do rei (1 Sm 18.5) e manteve boas amizades com esses servidores.

30 . 2.- Para administrar conflitos. Após o surgimento do conflito, devido ao ciúme de Saul (1 Sm 18.7), Davi portou-se com sabedoria na corte e discrição na corte; A Bíblia mostra que Davi fez o possível para que o seu relacionamento com o rei Saul fosse mantido amistosamente, no entanto, a condição espiritual e emocional do rei Saul não permitiu isso;

31 . Mesmo quando sofreu tentativas de assassinato por parte do rei, Davi não revidou, mas preferiu fugir (1 Sm 18.11; 19.1); Quando teve oportunidade para matar o rei Saul, mais uma vez ele procurou reatar as relações rompidas e respeitou o ungido do Senhor (1 Sm ).

32 . SINOPSE DO TÓPICO (3) Mediante o seu carisma e habilidade, Davi conseguiu construir bons relacionamentos e administrar conflitos.

33 . CONCLUSÃO A passagem de Davi pela Corte Real, antes de sua ascensão ao trono de Israel, foi algo marcante em sua vida; Todos os cristãos têm algo a aprender com o jovem Davi, como ao longo de sua caminhada construiu uma forte rede de amizades e relacionamentos, talvez isso tenha sido uma de suas maiores proezas; A vida vitoriosa de Davi se deve a sua comunhão com Deus, a sua forma prudente de se conduzir no meio de príncipes, do exército e do povo em geral.

34 . TENHAM TODOS UMA SEMANA ABENÇOADA TENHAM TODOS UMA SEMANA ABENÇOADA Professor Alberto Professor Alberto


Carregar ppt "LIÇÃO 03 18 de outubro de 2009 DAVI NA CORTE REAL – VIVENDO COM SABEDORIA Professor Alberto Professor Alberto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google