A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O uso das cores no Marketing Baseado no texto de Maria do Rosário Martins da Silva – Mestre em Marketing, Professora dos cursos de Graduação e Pós-graduação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O uso das cores no Marketing Baseado no texto de Maria do Rosário Martins da Silva – Mestre em Marketing, Professora dos cursos de Graduação e Pós-graduação."— Transcrição da apresentação:

1 O uso das cores no Marketing Baseado no texto de Maria do Rosário Martins da Silva – Mestre em Marketing, Professora dos cursos de Graduação e Pós-graduação do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais – UnilesteMG e FIC/DOCTUM (Caratinga). Consultora Externa do SEBRAE-MG. Vídeos: http//www.youtube.com.br

2 Tarefa para a próxima aula: Cada grupo vai escolher um produto e: Fazer uma análise crítica das cores; explicar o porque das cores escolhidas e contidas no produto; entregar também impresso com nome dos componentes do grupo; Tempo de apresentação: 5 minutos valor: 3 pontos

3 Como é uma propaganda sem cor?

4

5 As Cores no MKT o varejo é hoje a competição pelo tempo de lazer do consumidor. Beth Furtado Consultoria Gouvêa de Souza

6 As Cores no MKT O consumidor tem de se sentir um convidado da loja e ele demanda por sensações.

7 Diversos estudos sobre a ciência confirmam a psicologia da cor e a sua influência nos mais diversos ambientes, seja: para fidelizar clientes; estimular o consumo; tornar ambientes hostis em locais agradáveis; orientar o fluxo de pessoas; promover o bem estar; valorizar aspectos arquitetônicos, tornando o ato de comprar em algo agradável e estimulante.

8 Segundo Goethe, em sua Teoria das Cores: cada cor produz um efeito específico sobre o homem, revelando, assim, sua presença tanto na retina quanto na alma

9

10 Ao decidir pelas cores de nossa casa, por exemplo, buscamos sempre escolher aquelas que criarão: um ambiente agradável; iluminado; que façam bem para nossa vida e nosso espírito; capazes de provocarem sensações boas; que promovam o bem estar; além de elevarem nossa auto-estima.

11

12 Os seres humanos são influenciados psicologicamente pelas cores de diversas maneiras, principalmente, através da emoção que elas podem proporcionar.

13

14

15 Por isso, diversos produtos trazem como sua maior atratividade as cores de suas embalagens, que podem ser visualizadas em uma distância considerável nas diversas formas de apresentação dos mesmos aos clientes, como por exemplo: nas gôndolas dos supermercados; nos banners; outdoors; revistas etc.

16 Vejamos alguns exemplos

17 Grandes empresas fazem uso constante das cores em seus produtos há décadas para chamar a atenção, gerar interesse e desejo do cliente em adquiri-los e partirem para a ação.

18

19 podemos citar a utilização de cores denominadas como quentes – e devemos entender essa nomenclatura para cores como vermelho, amarelo e laranja – na aplicação em produtos geralmente comprados por impulso, pois há, uma ligação de rapidez, de agilidades. Lüscher (1986)

20

21 Em contrapartida para produtos, cuja aquisição requer mais tempo em reflexão, são usadas as cores como verde e azul (denominadas frias) ou neutras, também conhecidas como acromáticas, que são: branco, preto e cinza e suas nuances.

22

23 É surpreendente notar que a percepção da cor e sua conseqüente recordação, assim como seus mais complexos processos de elaboração, estão sempre envolvidas em sentimentos de prazer ou dor, agrado ou desagrado. (FARINA, 1990, p.170).

24

25 Utilizar cor deve seguir sempre um acompanhamento cultural, o qual deve conter estudos sempre atuais sobre tendências utilizadas; E as tendências são o reflexo do desejo de uma sociedade em determinado momento acerca de determinados objetos; Importante, porém, completar que não é possível sempre a aceitação total de uma cor, logo esse estudo deve se basear diretamente o público-alvo desejado.

26 Sabemos que a utilização da cor em comunicação é muito mais expressiva do que quando utilizados apenas contrastes, como preto e branco.

27

28 Segundo pesquisa de Rudolph (1990) que fez um estudo com mais de dois mil e quinhentos anúncios para demonstrar os efeitos de: cor, tamanho e outros itens; temos o seguinte quadro:

29

30 (...) O uso da "marca" com cores definidas pode estar sujeito ao processo de mudanças em função da moda, mas, na realidade, consideramos muito relativa essa influência que, em geral, tem por finalidade causar um impacto e fazer memorizar um nome.

31

32 Com a citação podemos ver que a cor é uma ferramenta hoje de vital importância para o destaque e a construção não apenas de produtos, mas também de marcas.

33 Exemplos não faltam nos dias de hoje: desde o McDonalds cujas cores inspiram fome e causam a sensação de terem que consumir as porções rapidamente. o azul da Hewlett Packard que passa um aspecto de seriedade e responsabilidade, que quando unidos ao design das letras traz a sensação de avanços e de traços expansivos.

34 Todas as cores são cuidadosamente escolhidas de acordo com a psicologia das cores para por meio de sensações atingirem o público, com bases na comunicação, para obterem o melhor resultado. A cor é uma ferramenta importante e praticamente auto-suficiente.

35

36 O consumidor, talvez em um futuro próximo, não sentirá mais o produto necessitado, pois ele e o produto constituirão um todo, fugaz e temporário. E só ficará uma lembrança, uma recordação de prazer por uma simples cor que o acompanhou a vida inteira.

37

38 Exemplos a Coca-Cola, que utiliza o vermelho na maior parte de seus produtos, remetendo ao calor, mas este calor sendo "quebrado" pelo frescor que representam as bolhas d'água desenhadas nas latas;

39 Exemplos o Mc'Donalds, com as cores amarelo e vermelho

40

41 O amarelo forte é usado para gerar ansiedade, o vermelho para dar fome e os dois juntos, presentes em grande quantidade dentro das lanchonetes desta empresa, estimulam seus clientes a comerem em demasia e rapidamente, pois a presença destas cores geram um certo desconforto se visualizadas por muito tempo.

42 As cores podem despertar diversos sentimentos, agradáveis ou desagradáveis, de prazer ou de dor, que estão relacionados diretamente ao emocional e ao racional, influenciando no comportamento do consumidor.

43 As grandes empresas não investem em propaganda, promoções e marketing escolhendo aleatoriamente as cores ou ainda porque o presidente da companhia gosta de determinadas cores.

44 A empresa deve conhecer quais as cores que vendem e quais as que devem ser evitadas, ou seja, as cores podem ajudar em muito a construir um negócio.

45 Significado das cores Mas porquê será que a Coca-Cola e o Diabo foram pintados com a cor vermelha?

46 Para responder a essa pergunta sobre o significado das cores, basta procurar o contexto em que esses símbolos estão inseridos. No Ocidente, a cor vermelha chama muito mais a atenção do que no Oriente.

47 VERMELHO O aspecto simbólico do vermelho está relacionado à força da vida, ao coração, ao erotismo, à nobreza, mas também, se usado em excesso, à instabilidade emocional e à agressividade; Por lembrar o tom do fogo abrasador, ou do sangue que vivifica, atribui-se-lhe um significado de amor (vermelho rosado), e, mais geralmente, agressividade, violência, poder.

48 As cores VERMELHO O vermelho faz a adrenalina circular, ajuda à circulação sangüínea dentro do corpo e promove a produção de hemoglobina para os glóbulos vermelhos novos.

49 AZUL provocam sensações refrescantes. São tons que permitem o relaxamento, alívio de tensões e a calma, mas as nuances devem ser cuidadosamente estudadas e dosadas, pois os excessos podem causar introversão e denotar tentativa de super controle dos sentimentos e da excitação.

50 Dá a impressão de suavidade, maravilhoso, inacessível, simboliza a segurança, lealdade, probidade, fidelidade, sonho. Simboliza a fé (azul claro) e a virtude (azul vivo). A serenidade dessa cor traz consigo paz, confiança e sentimentos curativos agradavelmente relaxantes. Sua fluidez e força serena são traços atraentes, que provocam admiração por parte das outras pessoas.

51

52 AMARELO Também estão ligadas à idéia de nobreza; no oriente é a cor mais importante depois do vermelho; pela associação com a cor do ouro. Entretanto, o excesso de amarelo pode ter efeito catastrófico, pois podem denotar tendências excessivamente extrovertidas, que podem remeter a algo brega, de mau gosto. Aplicado apropriadamente pode indicar aspirações e ambições bem desenvolvidas.

53 AMARELO O amarelo é compreensivo e inspirador; ele refulge e ilumina e, em sua vibração mais positiva, essa cor corresponde ao conhecimento e à sabedoria. Razão e lógica são seus atributos e deles se irradiam discriminação intelectual, discernimento e capacidade de decisão.

54 LARANJA As tonalidades laranjas pertencem a um grupo intermediário entre os amarelos e os vermelhos. Estão ligados à idéia de vitalidade, alegria e energia.

55 Tem um poder hipnótico. Representa glória, esplendor, vaidade, progresso. Assim como o vermelho, a cor laranja é expansiva e afirmativa; contudo é mais construtiva. Reflete entusiasmo com vivacidade impulsiva e natural. Traz boa saúde, vitalidade, criatividade e alegria, assim como confiança, coragem, animação, espontaneidade e atitude positiva frente à vida. Comunicação, movimento e iniciativa geralmente são elementos dessa cor.

56 VERDES As tonalidades de verde estão ligadas ao sentido de esperança, de vida e de sorte; O verde, por outro plano, é uma das cores mais perigosas de se trabalhar, uma vez que seu uso excessivo pode denotar tentativa de super controle das emoções e provocar sensações de repugnância e aversão. Por exemplo, as mulheres utilizam cosméticos para destacar a tonalidade rosada na pele, associada com saúde. A luz e a cor verde podem influenciar na percepção da cor da pele, e transmitir uma idéia de fobia, o que pode não facilitar uma proximidade entre as pessoas.

57 Reflete participação, adaptabilidade, generosidade e cooperação. Essa cor atenua as emoções, facilita o raciocínio correto e amplia a consciência e compreensão. Ela é a imagem da segurança e da proteção e cria um ambiente propício para tomar decisões.

58 NEUTROS As tonalidades neutras, assim consideradas as cores pastéis, são muito usadas por quem não quer errar, pois podem ir bem a qualquer ambiente, mas podem transmitir uma idéia de insegurança, de alguém que não quis ousar.

59 VIOLETA Dá a idéia de movimento para um ponto de repouso. Provoca um sentimento de insatisfação e oscilação. Cor séria, melancólica, rica (simboliza a pompa, a majestade e o aparato) mas também inspira receio.

60 MARROM Geralmente está associada com terra e estabilidade; Para criar essa cor, você precisa misturar o vermelho com o preto e, portanto, ela tem alguns dos seus atributos; O marrom é uma cor envolvida com o enraizamento e a criação de fundações firmes para o futuro (semelhante ao lado positivo do vermelho);

61 MARROM Ele também contém a qualidade poderosa do preto, no que se refere à autoridade, à confiança interior e à auto-afirmação; Uma pessoa que gosta de vestir-se com marrom por certo é extremamente dedicada e comprometida com seu trabalho, sua família e seus amigos.

62 MARROM As pessoas que gostam de usar essa cor são capazes de ir "à raiz das coisas" e lidar com questões complicadas de forma simples e direta. Elas não são pessoas "insensatas".

63 PRETO Ausência de cor traz rigidez e solenidade estando associado às ideias de morte, luto, terror, ignorância e solidão.

64 PRETO Na maioria das sociedades ocidentais, o preto quase sempre é a cor da morte, do luto e da penitência. Em geral, essa cor é usada por pessoas que rejeitam a sociedade ou se rebelam contra as normas sociais. O preto é uma cor que nega a luz e as pessoas que a usam nas roupas rejeitam a luz em si próprias, empurrando-a para longe e não permitindo que ela seja absorvida.

65 PRETO Essa é a cor usada pelos homens de negócio, policiais e padres para refletir poder e autoridade. O preto é percebido como escuro e misterioso e também pode significar sexo. Contudo, essa cor também é usada pelas pessoas que preferem parecer tradicionais e responsáveis.

66 BRANCO Alia as idéias de pureza, perfeição, frio, inocência, castidade, modéstia, timidez, calma e paz; Associada à limpeza, à pureza e a inocência. Nos países orientais, o branco é usado como uma cor adequada para a morte e o pesar, aceitando que a pessoa morta partiu do mundo físico para um plano espiritual mais puro.

67 BRANCO O branco reflete todas as cores e as pessoas que o utilizam nas roupas podem fazê-lo para manter-se refrescadas sob o calor dos raios solares

68 CINZA Significa tristeza, gravidade, austeridade, indigência (cinzento claro), desespero (cinzento escuro).

69 MAGENTA A mais refinada e sutil dentre todas as cores, o magenta transmuda desejo em seus equivalentes físicos.; Dedicação, reverência, gratidão e comprometimento são características atribuídas a essa cor, cujo empenho é expressar o idealismo em sua forma mais pura;

70 MAGENTA A cor magenta é a última do espectro, trazendo consigo um grau elevado de compreensão e maturidade, em conseqüência da sua passagem por todas as outras cores. Habilidade administrativa é uma de suas características, junto com grande compaixão.

71 "A cor sempre fez parte da vida do homem: sempre houve o azul do céu, o verde das árvores, o vermelho do pôr do Sol...".

72 Quando aplicamos a cor devemos ter em mente que os efeitos não tangíveis da cor refletem diretamente no emocional do receptor da mensagem, a qual tentamos passar com o emprego da cor.

73 Boa noite….

74


Carregar ppt "O uso das cores no Marketing Baseado no texto de Maria do Rosário Martins da Silva – Mestre em Marketing, Professora dos cursos de Graduação e Pós-graduação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google