A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NOME,MARCA,IDENTIDADE E IMAGEM O SÍMBOLO É A REPRESENTAÇÃO QUE EVOCA, INSTANTANEAMENTE,UMA IDEIA OU UMA DOUTRINA, O SINAL AUTOMÁTICO QUE SUGESTIONA AS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NOME,MARCA,IDENTIDADE E IMAGEM O SÍMBOLO É A REPRESENTAÇÃO QUE EVOCA, INSTANTANEAMENTE,UMA IDEIA OU UMA DOUTRINA, O SINAL AUTOMÁTICO QUE SUGESTIONA AS."— Transcrição da apresentação:

1 NOME,MARCA,IDENTIDADE E IMAGEM O SÍMBOLO É A REPRESENTAÇÃO QUE EVOCA, INSTANTANEAMENTE,UMA IDEIA OU UMA DOUTRINA, O SINAL AUTOMÁTICO QUE SUGESTIONA AS PESSOAS, INTEGRANDO-AS EM TORNO DE UMA CAUSA. S. TCHAKHOTINE

2 PATRIMÔNIO Um dos maiores patrimônios da empresa é constituído pelo seu nome, pela marca dos produtos e pela imagem que projetam. Uma empresa tem uma identidade e uma imagem. Ao se comunicar com os consumidores leva a mensagem de seu nome. E quando adquire um produto adquire o conceito globalizante de identidade e imagem.

3 O nome da marca O que ele representa? Representa a identidade de uma organização e a projeção pública de sua imagem. Expresso em um logotipo (designação verbal) ou logomarca (designação verbal-icônica), o nome é a roupagem pública e simbólica da organização. Vivemos sob o império das marcas decorrência da oferta de produtos similares com preços e qualidades muito similares. Com custo benefício equiparado, os produtos e serviços precisam consolidar a sua marca para um consumidor cada vez mais exigente e crítico. Associar a marca a um produto/serviço confiável é um grande desafio e a escolha do nome é tão significativa. Coca-cola e Marboro são avaliadas em mais de US$100 bilhões.

4 Logomarca há um desenho ou um símbolo e o nome – isto é, a marca – do produto ou serviço. Há casos em que a logomarca apresenta apenas a marca, porém escrita com letras cujos tipos são características exclusivas dela. Este é o caso, por exemplo, da Coca-Cola. O logotipo apresenta apenas um desenho, sem a presença da marca ou do nome do produto. Um exemplo de logotipo é o da Aple Às vezes, quando uma empresa inicia suas atividades ou lança um novo produto no mercado, cria-se uma logomarca (um desenho com o nome). Depois que a empresa ou o produto já se tornam bem conhecidos pelos consumidores, o nome desaparece e a logomarca é transformada em logotipo. Isto aconteceu com a Adidas.

5 A força da imagem A força da imagem expressa pelo nome/marca está na razão direta da intensidade e do tempo de exposição pública (lei da redundância), dos volumes e densidades publicitárias e das verbas investidas (lei da difusão e da visibilidade) e ainda da homogeneidade gráfico-visual das manifestações impressas (lei da coerência e da homogeneidade. A diferença entre a marca e o produto: o produto é o que a empresa fabrica; o consumidor acaba comprando a marca.

6 Marca A escolha da marca deve conjugar alguns aspectos: Funcionalidade – a capacidade de gerar confiança junto ao consumidor; A força simbólica – envolvendo, nesse caso, conotações emocionais e mapas cognitivos com fortes apelos junto ao consumidor; O nome da marca – com todas as possibilidades de propiciar sua extensão para áreas de expansão futuras; Os valores da concisão e precisão – a capacidade de expressão adequada, com termos corretos e precisos, uma perfeita relação pensamento/conceito/expressividade, como formas de garantirão consumidor boa memorização; Aspectos legais- para evitar danos e para proteger esse patrimônio,que, para muitas empresas é o mais importante ativo.

7 O campo dos significados do nome A mente funciona por meio de conceitos. Ao perceber o nome de uma empresa, a atenção, seletiva da pessoa estabelece uma filtragem, aceitando, rejeitando, estabelecendo conceitos e comparações entre produtos, marcas e construindo imagens. Essa atenção é maior ou menor de acordo com o grau de envolvimento do consumidor com o produto. A atenção é balizada por níveis de percepção, tais como identificação e satisfação da fantasia/sonho/ambição; objetivo que proporciona comparação do produto ou do serviço com outros e nível de preocupação – tentativa de encontrar respostas e soluções para problemas e necessidades. Devemos levar em conta as necessidades funcionais do consumidor, suas crenças e valores e os níveis de satisfação emocional gerados por eles.

8 Logotipo Ao perceber a signagem de um nome (logotipo), o consumidor faz duas leituras: Uma consciente, que relaciona a marca ao produto; Outra periférica, que contempla o fundo, a matéria subliminar. Nesse campo, inserem-se arquétipos emocionais, com seus estados de pré-consciência (apelos ao instinto, apelos à razão, apelos à autoestima e fatores de integração da pessoa com as realidades que a cercam). Ex: o nome Light está associado imediatamente ao produto energia; e, ainda embute conceitos, valores e posicionamentos construídos pelo consumidor ao longo de sua história, das experiências e das expectativas em relação à empresa. Nesse caso, podem figurar no mapa cognitivo conceitos e valores como: qualidade, excelência, tradição, solides, grandeza e porte, credibilidade, respeito ao consumidor, alta tecnologia, agilidade, demora, descrédito, coisa antiga, internacional.


Carregar ppt "NOME,MARCA,IDENTIDADE E IMAGEM O SÍMBOLO É A REPRESENTAÇÃO QUE EVOCA, INSTANTANEAMENTE,UMA IDEIA OU UMA DOUTRINA, O SINAL AUTOMÁTICO QUE SUGESTIONA AS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google