A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia Solidária Brasil e Luxemburgo Rosana Kirsch Viçosa, 11 de novembro de 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia Solidária Brasil e Luxemburgo Rosana Kirsch Viçosa, 11 de novembro de 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Economia Solidária Brasil e Luxemburgo Rosana Kirsch Viçosa, 11 de novembro de 2010.

2 Um olhar, alguns lugares Brasil Luxemburgo

3 Pontos de vista

4 Contexto recente Brasil Anos 80-90: ampliação do desemprego, redemocratização, organizações da sociedade civil com atuação comunitária, primeiras ações de governo voltadas para ES. Luxemburgo Anos 90: sindicatos e associações voltadas para reinserção de trabalhadores-as no mercado de trabalho.

5 Autor, protagonista... Sobre quem faz a economia solidária Brasil: empreendimentos, entidades de assessoria e gestores-as públicos-as. Luxemburgo: associações, cooperativas e organizações da sociedade civil.

6 Brasil Os empreendimentos são coletivos comum grupo de participantes constituído e as atividades econômicas definidas. Podem estar organizados como associações, cooperativas, empresas autogestionárias, clubes de trocas, redes, grupos produtivos informais e bancos comunitários. Podem ter ou não um registro legal, prevalecendo a existência real. A forma jurídica não é o mais fundamental, mas sim a autogestão.

7 Brasil

8 Luxemburgo Os Centros de Iniciativa e de Gestão (CIG) são espaços de desenvolvimento de um sistema econômico com mais solidariedade e equidade. Realizam projetos de interesse da comuna onde estão localizados. A Rede OPE trabalha para o desenvolvimento local sustentável, por meio da criação de postos de trabalho, realizando atividades de educação continuada.

9 Luxemburgo Economia solidária: Associações sem fins lucrativos; Reestabelecer o laço social – solidariedade; Preservação do meio ambiente; Gestão compartilhada com comunas.

10 O que faz a economia solidária Brasil

11 O que faz a economia solidária Luxemburgo - serviços de proximidade: limpeza de residências e de jardins residenciais; - bicicletas: empréstimo e oficina de manutenção; - informática e acesso à internet; - hortas comunitárias e escolares; - manutenção de parques; - garderie; - cultura: trilhas com obras de arte, teatro fórum, produção e divulgação de vídeos, palhaços; - marcenaria: recuperação de móveis, construção de parquinhos para escolas; - brechó: recuperação e comercialização de roupas; - alimentação: preparação de refeições e comercialização de lanches via internet); - construção civil; - lojas comércio justo.

12 E a remuneração Luxemburgo: remuneração de salário mínimo (1600,00) para trabalhadores-as em período de reinserção; diferença de..... para quadro fixo. Brasil

13 Políticas públicas Brasil: leis e conselhos para a economia solidária em cidades e estaduais; SENAES e ações em diversos órgãos do governo federal; investimento voltados para educação, articulação e organização a partir de entidades de assessoria e de representação. Luxemburgo: recursos das comunas e do ministério para viabilizar projetos e pagamento das remunerações.

14 Educação e economia solidária Brasil: assessoria à organização de grupos e acompanhamento aos empreendimentos, formação política e técnica... educação popular. Luxemburgo: preparação individual para inserção no mercado de trabalho a partir da troca de experiência com outros-as trabalhadores-as e de atividades educativas específicas... educação cidadã.

15 Projetos políticos A Economia Solidária representa práticas fundadas em relações de colaboração solidária, inspiradas por valores culturais que colocam o ser humano como sujeito e finalidade da atividade econômica, em vez da acumulação privada de riqueza em geral e de capital em particular. A perspectiva de transformação social que constitui o horizonte mais amplo do movimento de Economia Solidária só pode ser garantida se conseguirmos afirmar os empreendimentos solidários como motores de desenvolvimento local, solidário e sustentável, o que indica a responsabilidade e importância deste eixo e da estratégia de organização e articulação em redes e cadeias solidárias. baseada na apropriação coletiva, na autogestão, na sustentabilidade e na radicalização democrática.

16 Projetos políticos A economia solidária é um terceiro pilar da economia ao lado de uma economia de mercado e de serviço público. Seus objetivos: - Encontrar uma alternativa ao mercado capitalista e sua lógica de maximização dos lucros e ganhos de produtividade através de uma atividade econômica, onde a prioridade é promover e proteger o bem-estar das pessoas na sociedade. - Criar empregos para todos os cidadãos a trabalhar e viver com dignidade, mas pode, ao mesmo tempo servir para melhorar a qualidade de vida de toda a população. - Responder às necessidades sociais e ambientais, negligenciados pelo sistema público ou privado, muitas vezes considerados inúteis na sua lógica de maximizar seus lucros. - O interesse geral da comunidade e os benefícios sociais das suas atividades.

17 Outra economia?


Carregar ppt "Economia Solidária Brasil e Luxemburgo Rosana Kirsch Viçosa, 11 de novembro de 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google