A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sustentabilidade, Acessibilidade e Bibliodiversidade Profª Drª Lizandra Brasil Estabel CRB10/1405 2013 39ª REUNIÃO DO FÓRUM GAÚCHO PELA MELHORIA DAS BIBLIOTECAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sustentabilidade, Acessibilidade e Bibliodiversidade Profª Drª Lizandra Brasil Estabel CRB10/1405 2013 39ª REUNIÃO DO FÓRUM GAÚCHO PELA MELHORIA DAS BIBLIOTECAS."— Transcrição da apresentação:

1 Sustentabilidade, Acessibilidade e Bibliodiversidade Profª Drª Lizandra Brasil Estabel CRB10/ ª REUNIÃO DO FÓRUM GAÚCHO PELA MELHORIA DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES E PÚBLICAS

2 Vida Sustentável Modo de vida de bem-estar e de bem viver para todos, em harmonia (equilíbrio dinâmico) com o meio ambiente: um modo de vida justo, produtivo e sustentável. Relação saudável com o planeta, reconhecendo que somos parte do mundo natural, vivendo em harmonia com o universo, caracterizado pelas atuais preocupações ecológicas. (GADOTTI, 2008).

3 Sustentabilidade em dois eixos... (1) 1) sustentabilidade ecológica, ambiental e demográfica (recursos naturais e ecossistemas), que se refere à base física do processo de desenvolvimento e com a capacidade da natureza suportar a ação humana, com vistas à sua reprodução e aos limites das taxas de crescimento populacional;

4 Sustentabilidade em dois eixos... (2) 2) sustentabilidade cultural, social e política, que se refere à manutenção da diversidade e das identidades, diretamente relacionada com a qualidade de vida das pessoas, da justiça distributiva e ao processo de construção da cidadania e da participação das pessoas no processo de desenvolvimento.

5 Chris Jordan – A arte retrata o consumismo em grande escala um milhão de copos são usados em vôos de companhias aéreas dos EUA a cada seis horas Copo de companhia aérea

6 O impacto de uma única decisão… Chris Jordan em RUNNING THE NUMBERS: e se 350 milhões de pessoas tomarem a mesma decisão? latas de alumínio são usadas a cada trinta segundos. Dois milhões de garrafas PET são usadas a cada cinco minutos copinhos descartáveis de café são usados a cada quinze minutos telefones celulares são descartados todos os dias sacolas plásticas são usadas a cada cinco segundos.

7 Ação local e ação global Por isso, além de nossa ação local, uma ação conjunta global é necessária, um movimento como grande obra civilizatória de todos e de todas é indispensável para realizarmos essa outra globalização, essa planetarização, fundamentada em outros princípios éticos que não os que nos conduziram à exploração econômica, à dominação política e à exclusão social.

8 Sociedade Acessível Uma sociedade igualitária compreende uma sociedade que aceita os diferentes e que cresce com as diferenças, uma sociedade inclusiva, sem miséria, sem injustiça, sem exploração social e econômica, sem marginalização social, uma sociedade sem exclusão. Exclusão significa estar à margem, sem possibilidade de participação, seja na vida social como um todo, seja em algum de seus aspectos, seja no acesso à informação. (MORO; ESTABEL, 2012).

9 A palavra acessibilidade deve ser compreendida não apenas como o acesso à rede de informações, mas também como a eliminação de barreiras arquitetônicas, de comunicação, de acesso físico, atitudinal, equipamentos e programas adequados, bem como conteúdo e apresentação da informação em formatos alternativos. ACESSIBILIDADE

10 Acesso à informação e ao conhecimento: chave de inclusão. Interação com o outro e o grupo social. Sociedade: formas de inclusão e de aceitação das pessoas pelo grupo. ACESSIBILIDADE

11 14,5% da população PcD (Censo IBGE/2000) Pessoas com Deficiência no Brasil

12 23,9% da população PcD (aproximadamente 45 milhões de brasileiros) 1,4% com deficiência mental; 1,4% com deficiência mental; 7% com deficiência física; 7% com deficiência física; 18,5% com deficiência visual; 18,5% com deficiência visual; 5,1% com deficiência auditiva. 5,1% com deficiência auditiva. (Censo IBGE/2010) Pessoas com Deficiência no Brasil

13 Deficiência Mental Intelectualidade abaixo da média; Limitações em relação à habilidades de comunicação; auto-cuidado; convívio social; participação familiar e comunitária; autonomia; saúde e segurança; funcionalidade acadêmica, de lazer e de trabalho.

14 Deficiência Mental Manifesta-se antes do 18 anos de idade. Classifica-se (conforme o grau de manifestação) em: leve moderada severa e profunda.

15 Deficiência Física C omprometimento ou incapacidade, que limita ou impede o desempenho motor da pessoa. Pessoas que apresentam problemas ortopédicos que incidem sobre a motricidade voluntária limitando-os total ou parcialmente.

16 Deficiência Auditiva Considera-se a perda parcial ou total das possibilidades auditivas sonoras, variando de graus e níveis: de 25 a 40 decibéis considera-se surdez leve; de 41 a 55 db, surdez moderada; de 56 a 70 db, surdez acentuada; de 71 a 90 db, surdez severa; acima de 91 db, surdez profunda. (Decreto Nº 3.298/1999)

17 Deficiência Visual Perda total ou parcial de visão, congênita ou adquirida, variando com o nível ou acuidade visual subdividida em: visão subnormal: ocorre quando existe uma visão residual que permite distinguir apenas luzes ou vultos, mesmo utilizando óculos. cegueira: ocorre quando há ausência total de visão.

18 Deficiência Múltipla Pessoas afetadas em duas ou mais áreas, caracterizando uma associação entre diferentes deficiências, com possibilidades amplas de combinações. Ex: surdocegueira. "Belos dias como estes, fazem o coração bater o compasso de uma música que nenhum silêncio poderá destruir. É maravilhoso ter ouvidos e olhos na alma. - Isto completa a glória de viver" (Hellen Keller – surdacega)

19 Doentes crônicos Pacientes com doenças crônicas como: AIDS, câncer, fibrose cística, hipertensão, entre outras, são consideradas PcDs.

20 Transtorno Global do Desenvolvimento Autismo: distúrbio congênito com comprometimento das relações interpessoais e diversas alterações de linguagem e dos movimentos. Síndrome de Asperger: diferencia-se do autismo por não comportar nenhum comprometimento no desenvolvimento cognitivo ou de linguagem.

21 Transtorno Global do Desenvolvimento Síndrome de Rett: anomalia de ordem neurológica e de caráter progressivo, que compromete o crescimento craniano, acarreta em regressão da fala e das habilidades motoras adquiridas, em particular o movimento ativo da mão. Psicose infantil: transtorno de personalidade dependente do transtorno da organização do eu e da relação da criança com o meio ambiente.

22 Transtorno Global do Desenvolvimento Pessoas com altas habilidades/ superdotação: demonstram potencial elevado em qualquer uma das áreas, isoladas ou combinadas: intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes, além de apresentar grande criatividade, envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas de seu interesse.

23 Declaração Universal dos Direitos Humanos Considerando: que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo; [...]

24 Direitos Humanos... Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade. (Art. I) Toda pessoa tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecida como pessoa perante a lei. (Art. VI)

25 Direitos Humanos... Toda pessoa tem igual direito de acesso ao serviço público do seu país. (Art. XXI). Toda pessoa tem direito a uma ordem social e internacional em que os direitos e liberdades estabelecidos na presente Declaração possam ser plenamente realizados. (Art. XVIII). (Declaração Universal dos Direitos do Homem, 1948)

26 Direitos Humanos... Toda pessoa tem igual direito de acesso ao serviço público do seu país. (Art. XXI). Toda pessoa tem direito a uma ordem social e internacional em que os direitos e liberdades estabelecidos na presente Declaração possam ser plenamente realizados. (Art. XVIII). (Declaração Universal dos Direitos do Homem, 1948)

27 A informação pode ser recuperada em diferentes fontes pessoais, institucionais, documentais, bibliográficas e tecnológicas e em diversos suportes bibliográficos, digitais, sonoros, imagéticos, dentre outros, contemplando a universalidade e atendendo às diferenças e diversidades sociais, educacionais, informacionais e de aprendizagem. Bibliodiversidade...

28 Contempla as diferentes fontes e os diversos suportes de informação no atendimento às necessidades de todos os cidadãos nos mais diferentes espaços territoriais, possibilitando o acesso, o uso, a produção e o compartilhamento de novas aprendizagens em um processo de inclusão de todos (MORO; ESTABEL, 2012). Bibliodiversidade...

29 REFERÊNCIAS DECLARAÇÃO Universal dos Direitos Humanos. Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de Disponível em: Acesso em: 02 set DECRETO Nº 3.298, de 20/12/1999.Regulamenta a Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências. Disponível em:. Acesso em 02 set GADOTTI, Moacir. Educar para a sustentabilidade. Inclusão Social, Brasília, v. 3, n. 1, p , out. 2007/mar INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico Disponível em:. Acesso em 02 set _____________. Censo Demográfico Disponível em:. Acesso em 02 set.2013.

30 REFERÊNCIAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO, SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Deficiência Mental e Deficiência Física. Brasília : MEC, MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. Mediadores de Leitura na Família, na Escola, na Biblioteca, na Bibliodiversidade. In: NEVES, Iara Conceição Bitencourt; MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. (Org.) Mediadores de Leitura na Bibliodiversidade. Porto Alegre, Evangraf/ SEAD/UFRGS, P ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de Disponível em:. Acesso em 02 set.2013.

31 Obrigada!


Carregar ppt "Sustentabilidade, Acessibilidade e Bibliodiversidade Profª Drª Lizandra Brasil Estabel CRB10/1405 2013 39ª REUNIÃO DO FÓRUM GAÚCHO PELA MELHORIA DAS BIBLIOTECAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google