A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RAÍZES, PLEXOS E NERVOS Nervos: emergem do neuro-eixo função: condução de impulsos nervosos: eferentes (centro p/ periferia), aferentes (periferia p/

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RAÍZES, PLEXOS E NERVOS Nervos: emergem do neuro-eixo função: condução de impulsos nervosos: eferentes (centro p/ periferia), aferentes (periferia p/"— Transcrição da apresentação:

1

2 RAÍZES, PLEXOS E NERVOS Nervos: emergem do neuro-eixo função: condução de impulsos nervosos: eferentes (centro p/ periferia), aferentes (periferia p/ centro). constituição: bainha de mielina (contínua), neurilema (descontínua), envoltório de conjuntivo (endo, peri e epineuro)

3 Nervos espinhais: união raízes anteriores e posteriores Raízes anteriores e posteriores. 31 pares: 8 cervicais,12 torácicos, 5 lombares, 5sacrais, 1 coccígeo. Tronco espinhal: disposição metamérica, formação de plexos, nervos colaterais e terminais.

4

5 Lesões Radiculares -Diagnóstico clínico: distribuição da dor, alterações sensibilidade objetiva,do deficit motor e das atrofias musculares -exs. clássicos: hérnia discal, herpes zoster, polirradiculoneuropatia (Síndrome de Guillain-Barré)

6

7

8 Lesões de plexos -Plexo cervical: C1 a C4: distribuição dos ramos sensitivos e motores; Lesão: alter. da sensibilidade e paralisia e atrofia dos mm inervados pelos ramos motores; irritação fibras sensitivas: neuropatias cervicais, fibras motoras: espasmos da musculatura do pescoço e diafragma.

9

10 -Plexo braquial: C5 a C8/T1: a) C5-C6=paralisia braquial superior(Duchenne- Erb):deltóide, biceps braquial, braquirradial, às vezes: supra e infra espinhosos e rombóide. Causas:lesões perfurantes, distensões do plexo superior (quedas, parto). b) C8-T1= paralisia braquial inferior(Dèjérine-Klumpke):paralisia dos mm inervados pelo ulnar e, em menor grau, pelo mediano. Causas: ferimentos penetrantes, tumores do ápice pulmonar, fratura da clavícula, costela cervical, aneurismas do arco aórtico. c) C7:lesão semelhante à paralisia radial,exceto o comprometimento do m.braquiorradial e discrição ou ausência de alteração sensitiva.

11

12

13 -Plexo lombar: L3 e parte de L4= mm atingidos e causas: abscessos do m.pssoas, processos infecciosos ou tumorais; deficit motor: flexão da coxa sobre a bacia e da extensão do joelho, sensitivo: face lateral da coxa e face anteromedial da perna.

14

15 -Plexo sacral: L4,L5 e S1-S3 = rara, mais comum: raízes da cauda equina e do tronco lombosacro (origem do nervo ciático); deficit motor: mm. flexores da perna, deficit sensitivo: face anterolateral e posterior da perna e o pé.

16

17 -Plexos pudendo e coccígeo: S4- 5-C1:alterações sensibilidade períneo, genitais e região perianal; alterações motoras esfincterianas e genitais.

18 Lesões dos troncos nervosos: -N. Frênico (C3-C4)= nervo motor do diafragma: irritação, dores, soluços. Interrupção. Etiologia. -N.do Grande Denteado (C5-C6- C7)= deslocamento e báscula omoplata (escápula alata). Causa: pêso sobre o ombro.

19 -N. Circunflexo ou Axilar(C5- C6)= paralisia do deltóide. Causa: deslocamento do úmero -N. Músculo-cutâneo (C5-C6)= bíceps e braquial anterior. Traumatismo direto.

20

21 -N. Radial (C5, C6, C7,C8 )= nervo da extensão, da sensibilidade do braço, antebraço e mão: ¨mão caída¨.Lesões altas, 1/3 médio e lesão abaixo do cotovelo. Fraturas do úmero, compressão sobre o osso, intoxicações pelo chumbo.

22

23 -N. Mediano (C6-C8 e T1)= nervo da oposição do polegar e sensibilidade da ½ externa da mão. Lesão alta, lesão ao nível do canal do carpo (síndrome do túnel do carpo). Mão simiesca - prova de Pitres.

24

25 -N. Ulnar (C8-T1)= nervo da preensão, lateralidade dos dedos e sensibilidade interna da mão. Lesão alta - sinal de Froment. ¨Garra cubital ¨. Verdadeira ¨mão em garra¨= lesão do ulnar e do mediano.

26

27 -N. Femurocutâneo (L2-L3) n.cutâneo lateral da coxa= sensibilidade da face externa da coxa. : meralgia parestésica.

28 -N.Femural (L2-L3-L4)= paralisia do quadríceps ( extensão da perna) - diabetes. Diagnóstico diferencial com síndrome radicular L3-L4.

29

30 -N.Fibular Comum / Peroneiro (L4-L5 e S1-S2)= (ciático- poplíteo-externo)= lesado com facilidade (ex: cruzar as pernas)= paralisia de flexão dorsal e abdução do pé e extensão dos artelhos, alterações sensibilidade na face lateral da perna e do dorso do pé

31

32 -N. Tibial (L4-L5,S1-S3)= sensibilidade face externa 1/3 inferior da perna e planta do pé.

33


Carregar ppt "RAÍZES, PLEXOS E NERVOS Nervos: emergem do neuro-eixo função: condução de impulsos nervosos: eferentes (centro p/ periferia), aferentes (periferia p/"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google