A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

01 CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA:ENFERMAGEMCLÍNICA DIABETES MELLITUS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "01 CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA:ENFERMAGEMCLÍNICA DIABETES MELLITUS."— Transcrição da apresentação:

1 01 CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA:ENFERMAGEMCLÍNICA DIABETES MELLITUS

2 02 Papiros egípcios (1500 a.C.), passagem de muita urina Diabetes – perda excessiva de água na urina (poliúria) – “sifão” Mellitus – adoçado como mel (Aretaeu, Séc. II) Diabetes Mellitus (Stryer, 2004)

3 03 Diabetes Mellitus (DM) CONCEITO Síndrome de Etiologia múltipla, decorrente da falta de Insulina e/ou da incapacidade da Insulina de exercer adequadamente seus efeitos. Caracteriza-se por hiperglicemia. (Consenso Brasileiro de Diabetes, SBD, 2002)

4 04 Epidemiologia Metade de todas as pessoas com diabetes e mais de 65 anos são hospitalizadas anualmenteMetade de todas as pessoas com diabetes e mais de 65 anos são hospitalizadas anualmente Responsável por 4% das internações em 2000 e por 3% de todos os óbitos no BrasilResponsável por 4% das internações em 2000 e por 3% de todos os óbitos no Brasil Nos EUA são registrados novos casos por anoNos EUA são registrados novos casos por ano Diabetes Mellitus

5 INSULINA:A glicose,fonte de combustível para o corpo, entra na corrente sanguínea.O pâncreas produz a insulina,cuja função é transportar a glicose da corrente sanguínea para os músculos, células hepáticas e tecido adiposo onde podem utilizar como combustível. FUNÇÃO DA INSULINA:A glicose,fonte de combustível para o corpo, entra na corrente sanguínea.O pâncreas produz a insulina,cuja função é transportar a glicose da corrente sanguínea para os músculos, células hepáticas e tecido adiposo onde podem utilizar como combustível. 05 Diabetes Mellitus

6 07 Classificação Diabetes Mellitus Tipo 1 Insulino-Dependente Tipo 2 Não Insulino-Dependente Gestacional Outros tipos - decorrentes de problemas genéticos ticos associados com outras doenças ou uso de medicamentos

7 Diabetes Mellitus Tipo 1 Juvenil Diabete Insulino- Dependente Produção insuficiente de insulina pelo pâncreas. Resultado: Diminuição do transporte de glicose para a célula levando a hiperglicemia Uso alternativo de ácidos graxos

8 Diabete Tipo 2 Diminuição da sensibilidade dos tecidos à insulina. Estes diabéticos são geralmente obesos (+ 90%). Defeito das células beta do pâncreas: prejuízo da capacidade de secretar insulina. Estes diabéticos podem ser magros.

9 Diabetes Mellitus Tipo 1 Tipo 2 Maior incidência em crianças e adolescentes e adultos jovens Maior incidência após 40 anos Inicio abrupto dos sintomas Inicio insidioso dos sintomas, podendo manter assintomatico por longos períodos Indivíduos Magros Ate 90% dos indivíduos são obesos Facilidade para cetose e grandes flutuações da glicemia A cetose acontece + em estresse. Glicemia + estável

10 Tipo 1 Tipo 2 Menor concentração familiar Maior concentração familiar Destruição rápida ou lenta das células ß do pâncreas, eliminando a síntese e secreção de insulina. Causas: Resposta auto-imune Idiopatica Infecção Estresse Resistência ao hormônio no tecido alvo Causas especificas são desconhecidas Apresentam fatores de risco: obesidade, idade avançada, sedentarismo, hipertensão, dislipidemia, fator genético

11 08 Revisão Anátomo-Fisiológica Excreção da daInsulina Captação da Glicose pelaInsulina Carreamento para células Estruturais(Hepáticas, Musculares e Adiposas) Ingesta Diabetes Mellitus

12 09 Caracterização e fisiopatologia Genes ( genéticos) Destrição das células β Insulite → LT, Macrófagos células β alteradas e/ou células β normais Vírus Rubéola congênita, caxumba, sarampo e/ou Lesão das células β Diabetes Mellitus tipo 1 Diabetes Mellitus Fatores genéticos Fatores ambientais Ataque auto-imune (Teixeira Neto, 2003; Contran et al., 2000)

13 10 Múltiplos defeitos genéticos Hiperglicemia Obesidade Diabetes Mellitus tipo 2 Predisposição genética Caracterização e Fisiopatologia Fatores ambientais Defeito primário das células βResistência periférica Utilização inadequada de insulina Comprometimento da secreção de insulina (Teixeira Neto, 2003; Contran et al., 2000) Diabetes Mellitus

14 13 Sintomas comuns do diabetes mellitus Poliúria: ( Poliúria: (urina abundante);a taxa máxima pela qual os rins podem reabsorver glicose do filtrado glomerulas é ~ 36mg/dl/min. Isto é alcançado quando as concentrações de glicose do plasma estão entre 180 – 270mg/dl. O glicose restante no túbulo causa a retenção osmótica de água e uma diurese com perda concomitante de sódio e de potássio. Polifagia: Polifagia: ( fome constante ou aumentada ) Polidipsia: ( Polidipsia: (sede constante ou aumentada); os mecanismos que controlam o volume e a osmolaridade do plasma, também estimulam a sede para repor o volume perdido na urina. Perda de peso: Perda de peso: A insulina tem efeitos anabólicos no músculo e no tecido adiposo. A perda deste efeito é a causa principal do perda de peso além das calorias (glicose) perdidas na urina. Tordo: Tordo: (afta, sapinho)o fungo, candida albicans, prolifera em condições em que a glicose está elevada. A glicose inibe as funções dos leucócitos e assim, infecções fúngicas na boca e vagina são comuns em diabéticos. Visão borrada. Visão borrada. Elevadas concentrações de glicose circulante causam edema osmótico da lente dos olhos. Diabetes Mellitus

15 14 FATORES DE RISCO : Obesidade Hereditariedade Sedentarismo Infecções e cirurgias Traumas Problemas emocionais Gestação Medicamentos Diabetes Mellitus

16 15 Aspectos Epidemiológicos do DM Tipo 2 Diabetes e Morbidade Primeira causa de cegueira adquirida Primeira causa de cegueira adquirida Primeira causa de ingresso nos programas de diálise no primeiro mundo e entre as 3 causas mais freqüentes na América Latina Primeira causa de ingresso nos programas de diálise no primeiro mundo e entre as 3 causas mais freqüentes na América Latina Importante determinante de amputações de MMII Importante determinante de amputações de MMII Entre os principais fatores de risco cardiovascular Entre os principais fatores de risco cardiovascular Diabetes Mellitus

17 COMPLICAÇÕES AGUDAS DO DIABETES Hipoglicemia Hiperglicemia Cetoacidose HIPOGLICEMIA-Ocorre quando a glicemia cai abaixo de 50 a 60mg/dl; Quantidade excessiva de insulina ou agentes hipoglicemiantes; Pela quantidade muito reduzida de alimento; Atividade física excessiva. Diabetes Mellitus 17

18 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DA HIPOGLICEMIA alidez, Hipoglicemia branda- O nível sanguíneo de glicose diminuiu,o sistema nervoso simpático é estimulado,resultando em uma elevação da adrenalina,onde o paciente irá apresentar:sudorese, palidez, tremor, fome, taquicardia e palpitação, nervosismo. Diabetes Mellitus 18

19 HIPOGLICEMIA MODERADA:A queda do nível sanguíneo priva as células cerebrais da energia necessária para o seu funcionamento,levando:incapacidade de se concentrar,cefaléia,tonteira,confusão,dormência dos lábios e língua, alteração da fala,comprometimento da coordenação,alterações emocionais,comportamento irracional,visão dupla e sonolência. Diabetes Mellitus 19

20 HIPOGLICEMIA GRAVE-A função do SNC está tão comprometida que o paciente precisa da assistência de outra pessoa,apresenta: desorientação,convulsões,dificuldade em acordar e perda da consciência. Diabetes Mellitus 20

21 CETOACIDOSE DIABÉTICA-CAD-È causada por uma ausência ou quantidade acentuadamente inadequada de insulina,levando a distúrbios no metabolismo de carboidratos,proteínas e lipídios. Aspectos clínicos da CAD: * Hiperglicemia; * Desidratação; * Perda eletrolítica; * Acidose. Diabetes Mellitus 21

22 O coma diabético ocorre em razão da acidose, reduzindo e pH dos líquidos sangüíneos abaixo de 7,0. Ocorre uma desidratação acelerada levando a morte. Sinais e Sintomas: Náuseas e vômitos; Rubor Facial Cefaléia Dores musculares, abdominais e torácica; Pele seca; Mucosas e olhos ressecados; Hálito cetônico. Diabetes Mellitus 22

23 Sinais e Sintomas: Taquicardia; Sonolência; Hipotensão; ) Hiperventilação (resp. de Kussmaul) Desidratação Rebaixamento do Nível de Consciência Estado de alerta Letargia Coma. Tratamento: Insulina + Fluidoterapia Diabetes Mellitus 23

24 24 Complicações Crônicas RETINOPATIANEUROPATIAVASCULOPATIANEFROPATIACARDIOPATIA PÉ DIABÉTICO Diabetes Mellitus

25 25 Complicações Microvasculares Nefropatia Nefropatia- Ocorre quando os níveis sanguíneos de glicose estão elevados, o mecanismo de filtração renal é estressado, permitindo que as proteínas sanguíneas extravasem para dentro da urina, levando a um aumento na pressão dos vasos sanguíneos dos rins. Espessamento da membrana pemeabilidade e fluxo sg Micro hemorragia Hemorragia e exudato Maculopatia Neuropatia periférica Lesão nos nervos sensitivos e motores distais Sensibilidade úlceras (Cotran et al., 2000) Retinopatia Pé diabético Diabetes Mellitus

26 26 Diabetes Mellitus

27 27 Diabetes Mellitus

28 28 Diabetes Mellitus NEUROPATIAS DIABÉTICAS-Refere-se a um grupo de doenças que afetam os tipos de nervos,incluindo nervos periféricos.(sensorio-motores),autonômicos e espinhais. Manifestações Clínicas:Parestesias (pontadas,formigamento ou sensação de elevação),sensação de queimação.Os pés tornam-se dormentes,sensação diminuída do tato leve,dor e temperatura. PÉ DIABÉTICO- De 50 a 75% das amputações de MMII são efetuados em pessoas com diabetes. COMPLICAÇÕES DO DIABETES QUE CONTRIBUEM PARA O RISCO AUMENTADO DE INFECÇÕES NOS PÉS:

29 29 DOENÇA VASCULAR PERIFÉRICA:A má circulação dos MMII contribui para a má cicatrização das lesões e para o desenvolvimento da gangrena. IMUNOCOMPROMETIMENTO- A hiperglicemia compromete a capacidade dos leucócitos especializados de destruir as bactérias.Dessa maneira, no diabetes mal controlado, existe uma resistência diminuída a determinadas infecções. Diabetes Mellitus

30 30 Tratamento Conservador: dieta, exercícios e monitoramento Insulinoterapia Agentes Hipoglicemiantes Orais Tratamento de Doenças Associadas Diabetes Mellitus

31 31 Tratamento Dietético - Tratamento da obesidade - Atividade física Medicamentoso InsulinaÍnícioPico (horas)Duração EfetivaDuração Máxima Humana Ultra-rápida<0,250,5 – 1,53 – 44 – 6 Regular0,5 – 1,02 – 33 – 64 – 6 NPH2 – 44 – 1010 – 1614 – 18 Lenta3 – 44 – 1212 – 1816 – 20 Ultralenta6 – 1010 – 1618 – 2020 – 24 Animal Regular0,5 – 2,03 – 44 – 66 – 10 NPH4 – 68 – 1416 – 2020 – 24 Lenta4 – 68 – 1416 – 2020 – 24 Ultralenta8 – 14mínimo24 – 36 Diabetes Mellitus

32 32 MedicamentoMecanismo de Ação Efeito sobre o peso corporal Sulfoniluréias, Repaglinida e Nateglinida Aumento da secreção de insulinaAumento Metformina Aumento da sensibilidade à insulina predominantemente no fígado Diminuição Acarbose Retardo da absorção de carboidratos Sem efeito Tiazolidinedionas Aumento da sensibilidade à insulina no músculo Aumento Medicação Oral Avanços na Terapia Oral do DM

33 33 Avanços na Terapia Oral do DM

34 Hiperdia Sistema de cadastramento e acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos, garantindo-lhes acompanhamento e tratamento sistemático, mediante ações de capacitação dos profissionais e de reorganização dos serviços, bem como gerando informações para aquisição, dispensação e distribuição dos medicamentos de forma regular e sistemática.

35 38 Para o tratamento da hipertensão arterial, foram estabelecidos os medicamentosPara o tratamento da hipertensão arterial, foram estabelecidos os medicamentos Captopril comp. 25 mgCaptopril comp. 25 mg Hidroclorotiazida comp. 25 mgHidroclorotiazida comp. 25 mg Propranolol comp. 40 mgPropranolol comp. 40 mg Furosemida comp. 20mgFurosemida comp. 20mg Para o tratamento do diabetes mellitus os hipoglicemiantes oraisPara o tratamento do diabetes mellitus os hipoglicemiantes orais Glibenclamida comp. 5 mgGlibenclamida comp. 5 mg Metformina comp. 850 mgMetformina comp. 850 mg Acarbose comp Insulina NPH-100 e insulina Regular disponibilizada na rede sistematicamente. Insulina NPH-100 e insulina Regular disponibilizada na rede sistematicamente. Hiperdia e Política Nacional de HAS e DM

36 41 DIABETES MELLITUS : É UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA É PRIORIDADE EM SAÚDE PODE SER PREVENIDO

37 Obrigada


Carregar ppt "01 CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA:ENFERMAGEMCLÍNICA DIABETES MELLITUS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google