A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIABETES MELLITUS DEFINIÇÃO GRUPO DE DOENÇAS METABÓLICAS, COM DIVERSAS ETIOLOGIAS, CARACTERIZADO POR HIPERGLICEMIA, A QUAL RESULTADE UMA SECREÇÃO DEFICIENTE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIABETES MELLITUS DEFINIÇÃO GRUPO DE DOENÇAS METABÓLICAS, COM DIVERSAS ETIOLOGIAS, CARACTERIZADO POR HIPERGLICEMIA, A QUAL RESULTADE UMA SECREÇÃO DEFICIENTE."— Transcrição da apresentação:

1 DIABETES MELLITUS DEFINIÇÃO GRUPO DE DOENÇAS METABÓLICAS, COM DIVERSAS ETIOLOGIAS, CARACTERIZADO POR HIPERGLICEMIA, A QUAL RESULTADE UMA SECREÇÃO DEFICIENTE DE INSULINA PELAS CÉLULAS BETA DAS ILHOTAS PANCREÁTICAS, RESISTÊNCIA PERIFÉRICA Á INSULINA OU AMBAS

2 DIABETES MELLITUS EPIDEMIOLOGIA CRESCIMENTO SIGNIFICATIVO NOS ÚLTIMOS ANOS ESTIMANDO-SE EM 300 MILHÕES DE DIABÉTICOS NO MUNDO EM 2005 PREVALÊNCIA MÉDIA DE 7,6 % NO BRASIL PRINCIPAL CAUSA DE CEGUEIRA, INSUF. RENAL CRÔNICA E AMPUTAÇÃO NÃO TRAUMÁTICA DE MMII AUMENTA O RISCO DE DOENÇA CARDÍACA, AVC, DOENÇA VASCULAR PERIFÉRICA E PROBLEMAS NEONATAIS

3 DIABETES MELLITUS CLASSIFICAÇÃO DM TIPO I – deficiência absoluta da produção de insulina causada por uma destruição autoimune ou idiopática das células beta DM TIPO II – resistência periférica á insulina ou deficiência relativa na produção de insulina

4 DIABETES MELLITUS PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE TIPO I E II Início usual crianças, adolescentes > 40 anos Frequência relativa % % Prevalência 0,1-0,3 % 6,5% Gêmeos idênticos 50% 90% Associação com HLA sim não Anticorpos anti cél B presentes ausentes Peptídeo C sérico baixo normal ou elevado Peso baixo 80% gordos Sintomas sempre presentes 50% Complicação aguda cetoacidose CHNC Tratamento insulina hipoglicemiantes TIPO I TIPO II

5 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA FATOR GENÉTICO ? AMBIENTAL ? AUTOIMUNE ? CÉLULAS BETA DÉFICIT DE INSULINA HIPERGLICEMIA RESISTÊNCIA INSULÍNICA

6 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA SECREÇÃO DE INSULINA HIPERINSULINEMIA RESISTÊNCIA Á INSULINA EXAUSTÃO ? DEFEITO GENÉTICO ? DIMINUIÇÃO DA TOLERÂNCIA A GLICOSE DIABETES TIPO II ANORMAL INSUFICIENTE

7 DIABETES MELLITUS DIAGNÓSTICO CLÍNICO – poliúria, polidpsia, polifagia, perda de peso tonteiras, infecções de repetição, alterações visuais disfunção erétil, etc LABORATORIAL – - glicemia de jejum > 126 mg% ou glicemia ao acaso > 200 mg% ou glicemia 2 hs pós prandial > 200 mg% - hemoglobina glicosilada e frutosamina são usadas para controle

8 DIABETES MELLITUS TRATAMENTO OBJETIVOS : ELIMINAÇÃO DOS SINTOMAS E MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA MANUTENÇÃO DOS NÍVEIS GLICÊMICOS MAIS PRÓXIMOS POSSÍVEIS DE VALORES NORMAIS PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES AGUDAS PREVENÇÃO OU RETARDO DAS COMPLICAÇÕES CRÔNICAS MANUTENÇÃO DO PESO CORPÓREO IDEAL MANUTENÇÃO DOS NÍVEIS LIPÊMICOS NORMAIS CONTROLE RÍGIDO DA PA

9 DIABETES MELLITUS TRATAMENTO DIETA EXERCÍCIO FÍSICO EDUCAÇÃO HIPOGLICEMIANTES ORAIS - SULFONILURÉIAS ( DAONIL ) - BIGUANIDAS ( METFORMIN ) - GLITAZONAS ( AVANDIA ) - GLITINIDAS ( PRANDIN )

10 DIABETES MELLITUS TRATAMENTO INSULINAS AÇÃO CURTA – REGULAR LISPRO AÇÃO INTERMEDIÁRIA – NPH LENTA AÇÃO LONGA – ULTRA LENTA

11 DIABETES MELLITUS COMPLICAÇÕES AGUDAS : - HIPOGLICEMIA - CETOACIDOSE - ESTADO HIPEROSMOLAR NÃO CETÓTICO

12 DIABETES MELLITUS COMPLICAÇÕES CRÔNICAS : - RETINOPATIA - NEUROPATIA - sensitivo-motora - autonômica - NEFROPATIA - ÚLCERA ISQUÊMICA ( PÉ DIABÉTICO )


Carregar ppt "DIABETES MELLITUS DEFINIÇÃO GRUPO DE DOENÇAS METABÓLICAS, COM DIVERSAS ETIOLOGIAS, CARACTERIZADO POR HIPERGLICEMIA, A QUAL RESULTADE UMA SECREÇÃO DEFICIENTE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google