A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O QUE FAZER? Berenice de Almeida Outubro/2010. Lei 11.769 Aprovada em 18 de agosto de 2008. Determina que : A música deverá ser conteúdo obrigatório,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O QUE FAZER? Berenice de Almeida Outubro/2010. Lei 11.769 Aprovada em 18 de agosto de 2008. Determina que : A música deverá ser conteúdo obrigatório,"— Transcrição da apresentação:

1 O QUE FAZER? Berenice de Almeida Outubro/2010

2 Lei Aprovada em 18 de agosto de Determina que : A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular de que trata o § 2 o deste artigo. ( componente este da área de Artes )

3 Brasil: década 70 Educação Artística: em substituição às disciplinas artes industriais, música e desenho Currículo escolar do 1º e 2º graus: foi instituída como atividade obrigatória da área de comunicação e expressão, a qual trabalharia as linguagens plástica, musical e cênica A substituição da educação musical nas escolas

4 Brasil: década 70 e 80 Em tese: sintonia com as ideias educacionais do século XX Na prática, equívoco entre: integração de linguagens e polivalência experimentação e falta de planejamento livre expressão e vale-tudo A substituição da educação musical nas escolas

5 Brasil: década 70 e 80 A polivalência do professor de educação artística Formação insuficiente para uma atuação múltipla Salas específicas Material didático Instrumentos musicais Ambiente acústico adequado A substituição da educação musical nas escolas

6 Brasil: década 90 Questionamento sobre a polivalência do professor de educação artística LDB nº de 1996, Art. 26 § 2º: O ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos Reconhecimento de Artes como área curricular Mudança em relação ao ensino da área de artes

7 Brasil: década 90 Na proposta geral dos Parâmetros Curriculares Nacionais, Arte ( como área curricular ) tem uma função tão importante quanto a dos outros conhecimentos no processo de ensino e aprendizagem. A área de Arte está relacionada com as demais áreas e tem suas especificidades. Parâmetros Curriculares Nacionais

8 Lei Aprovada em 18 de agosto de Determina que : A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular de que trata o § 2 o deste artigo. ( componente este da área de Artes )

9 2010 e a Lei U ma ampla reflexão e ações governamentais planejadas, consistentes e contínuas para a implantação da educação musical em dimensão nacional.

10 Que música queremos?

11 Impressões da Escuta Música 1 Música 2

12 Impressões da Escuta Música 3 Música 4

13 Impressões da Escuta Música 5 Música 6

14 Impressões da Escuta Música 7 Música 8

15 Impressões da Escuta Música 9 Música 10

16 Imagens e Sons Imagem A

17 Imagens e Sons Imagem B

18 Imagens e Sons Imagem C

19 Imagens e Sons Imagem D

20 Imagens e Sons Imagem E

21 Imagens e Sons Imagem F

22 Imagens e Sons Imagem G

23 Imagens e Sons Imagem H

24 Imagens e Sons Imagem I

25 Imagens e Sons Imagem J

26 Checagem das Músicas e Imagens 1 E - Jongo 2 G - Bumba-meu-boi 3 A - Moda de Viola 4 I - Banda de Pífanos 5 H - Samba antigo 6 D - Maracatu 7 J - Fandango 8 C - Chorinho 9 B - Carimbó 10F - Samba Enredo

27 RIQUEZADE MANIFESTAÇÕES MUSICAIS

28 Muitas músicas Muitas imagens

29 Muitas outras músicas e imagens

30

31

32

33

34

35 As consagradas vozes femininas da MPB

36 As vozes femininas da MPB

37 BRASIL BRASIL Precisamos aproximar as crianças desse universo de ritmos, melodias, danças e histórias, criando estímulos para que a música se integre ao cotidiano, ao repertório e à formação de crianças e professores. RIQUEZA DE MANIFESTAÇÕES MUSICAIS

38 A MÚSICA DO OUTRO: PORTAS QUE SE ABREM Quando ouvimos, cantamos ou tocamos música de outras terras, estamos abrindo portas para muitos outros mundos, ampliando o mundo sonoro das crianças e sua percepção de mundo..

39 PORTAS QUE SE ABREM Aproximar as crianças da diversidade musical brasileira ao lado das muitas músicas do mundo pode ser a semente de um ouvinte adulto aberto. Desenvolver uma relação com a música livre de preconceitos possibilita uma atitude baseada em critérios de escolha próprios e não moldada em padrões musicais impostos pelas várias mídias da atualidade..

40 A música e a criança A música é um jogo expressivo com sons e silêncios, no tempo e no espaço ( Teca Alencar de Brito, ) A atitude lúdica de um professor é fundamental em um processo de aprendizado musical. to play Spielenjouer A música é um jogo

41 A música e a criança Pensar a música como um jogo que tem regras e que se estrutura a partir dos sons e silêncios pode ajudar a desmitificar essa linguagem um tanto abstrata. Sem dúvida, a música se esvai no tempo. Não podemos tocá-la com as mãos como fazemos com uma escultura; ela entra por nossos ouvidos, provoca sensações e depois se cala, deixando lembranças. to play Spielenjouer A música é um jogo

42 A música e a criança O Brincar: gerador de outras atividades afins dentro de um processo de construção de conhecimento musical to play Spielenjouer

43 Princípios norteadores O fazer musical : disparador de temas para reflexão e conscientização de elementos dessa linguagem. to play Spielenjouer

44 Princípios norteadores to play Spielenjouer CriaçãoeInterpretação Ouvir Cantar Cantar Tocar Tocar Pensar Pensar

45 TI CUTUCÁ Paulo Tatit CD Meu Neném, 2002 Eu vou te cutucá, neném, te cutucá MAGIA DAS MÃOS

46 TOCANDO PIPÓ Parâmetro sonoro: ALTURA Dissociar INTENSIDADE de ALTURA Perceber determinadas noções de acústica Evidenciar os contrastes Brincar com movimentos sonoros ascendentes e descendentes Diminuir, aos poucos, os intervalos entre os sons de alturas diferentes Alguns caminhos:

47 TOCANDO PIPÓ Parâmetro sonoro: ALTURA Perceber a relatividade da ALTURA entre os diversos sons Perceber e classificar objetos e instrumentos musicais de acordo com o parâmetro ALTURA Variações da brincadeira sugerida no livro do aluno Sugestões de outras brincadeiras para desenvolver a percepção da ALTURA Alguns caminhos:

48 YAYÈ BOBO Música africana – Guiné e Senegal Língua sousou IÁ BOBO DIUNGUN BERE UMUAIÁ DIUNGUN BERE MULE IAI NO Transcrição fonética

49 YAYÈ BOBO Música africana Cantar em uma língua diferente MulticulturalismoPolirritmiaContextualização Alguns caminhos:


Carregar ppt "O QUE FAZER? Berenice de Almeida Outubro/2010. Lei 11.769 Aprovada em 18 de agosto de 2008. Determina que : A música deverá ser conteúdo obrigatório,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google