A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Gerenciamento de Riscos de Energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV Uberlândia, 05 e 06 de junho de 2003 VIII Encontro Anual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Gerenciamento de Riscos de Energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV Uberlândia, 05 e 06 de junho de 2003 VIII Encontro Anual."— Transcrição da apresentação:

1 1 Gerenciamento de Riscos de Energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV Uberlândia, 05 e 06 de junho de 2003 VIII Encontro Anual CEMIG / Mercado de Capitais Agostinho Faria Cardoso Eliana Castelo Branco

2 2 Roteiro 1.Gerenciamento de Riscos de Energia 2.Prêmios de Risco 3.Comitê de Gerenciamento de Risco de Energia – CGRE 4.Metodologia de Risco de Energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV

3 3 1. Gerenciamento de Riscos de Energia Identificação Qualificação Quantificação Mitigação Trading RISCOS G RISCOS D/C Riscos comerciais dos negócios geração e distribuição/comercialização são transferidos para a trading Prêmios de Risco nos Preços de Transferência Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV

4 4 1. Gerenciamento de Riscos de Energia Contratação de consultoria externa ( IBM – ex. PWC) para estruturação da área de trading de energia (outubro de 2002 a março de 2003) Principais produtos Termo de Referência do Comitê de Gerenciamento de Riscos Manual de Políticas e Procedimentos Desenvolvimento de Aplicativos Modelo de Avaliação de Risco e Gestão de Portfólio (middle office) CARMEN (Cemig Asset Risk Management Engine) Sistema de Captura de Transações (front office e back office) ETMS (Energy Trading Management System)

5 5 2. Prêmios de Riscos de Geração Risco de Volume Imprevisibilidade do GSF (Generation Scaling Factor) Depende da geração total das usinas pertencentes ao MRE (Mecanismo de Realocação de Energia) Risco de Preço Exposição aos preços do MAE Risco de Liquidez Dificuldade de comprar e vender energia ao preço da Curva Forward da Empresa Risco de Base Diferença de preços entre os submercados Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV

6 6 2. Prêmios de Riscos de Distribuição/Comercialização Abrange Clientes Livres e Cativos Risco de Volume Variações entre a carga prevista e a carga real Risco de Preço Volatilidade dos Preços MAE e dos preços de mercado (base para contratos de longo prazo) Risco de Liquidez Limitado pelo requisito regulatório de contratar 95% da carga Risco de Migração Perda de clientes potencialmente livres Flexibilidades Contratuais Clientes têm a opção de retirar volumes variáveis de energia ou limites de preços

7 7 3. Comitê de Gerenciamento de Riscos de Energia - CGRE Aprovado pela Diretoria Executiva em 20/05/2003 Finalidade: Propor à Diretoria Executiva políticas e procedimentos com o objetivo de minimizar riscos de compra e venda de energia Identificação e quantificação dos riscos de trading e das formas de mitigação Instrumentos a serem negociados Estrutura mínima dos contratos de energia Estrutura de limites ( Profit at Risk, posição em aberto, transações, etc) Operações estruturadas de compra e venda de energia Manual de Políticas e Procedimentos Implantação da metodologia de Preços de Transferência Estratégias nos leilões de energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV

8 8 3. Comitê de Gerenciamento de Riscos de Energia - CGRE Geração (GE) Atendimento a Clientes Corporativos (RL) Jurídico (JR) Desenvolvimento de Novos Negócios de Geração (ST) Função de Gerenciar Riscos Controle de Risco Análise e Relatórios de Risco Comitê de Gerenciamento de Riscos de Energia Controladoria (CR) Diretoria de Finanças E Participações (DFN) Planejamento e Participações (PP) Compra e Venda no Atacado (CV) Marketing (MK) Participação Coordenação

9 9 4. Metodologia de Risco: Profit at Risk Mede o risco e o lucro da posição aberta utilizando o preço MAE Metodologia adequada para as características hidrológicas do mercado brasileiro e da CEMIG Capta INCERTEZAS de PREÇO e de VOLUME Objetivo: evitar uma redução do risco a um alto custo ou o acréscimo do lucro esperado mediante um aumento indesejado do risco Uma ferramenta de teste de novas operações Os limites do PaR, a serem estabelecidos pelo Comitê de Risco, darão diretrizes para novas transações Modelo de gerenciamento de risco e gestão do portfólio: CARMEN (Cemig Asset Risk Management Engine) Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV

10 10 FIM Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV


Carregar ppt "1 Gerenciamento de Riscos de Energia Superintendência de Compra e Venda de Energia no Atacado - CV Uberlândia, 05 e 06 de junho de 2003 VIII Encontro Anual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google