A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO. conjunções subordinativas integrantes que, se causalporque comparativacomo concessiva embora, apesar de que, se bem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO. conjunções subordinativas integrantes que, se causalporque comparativacomo concessiva embora, apesar de que, se bem."— Transcrição da apresentação:

1 PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO

2 conjunções subordinativas integrantes que, se causalporque comparativacomo concessiva embora, apesar de que, se bem que condicional se se conformativa conforme, consoante consecutiva É o QUE depois de tal, tão, tanto, tamanho final a fim de que, para que proporcional à proporção que, à medida que temporal quando, enquanto, logo que, depois que

3 ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS: 1.SUBJETIVA – SUJEITO 2.PREDICATIVA –PREDICATIVO 3.OBJETIVA DIRETA – OBJETO DIRETO 4.OBJETIVA INDIRETA – OBJETO INDIRETO 5.COMPLETIVA NOMINAL – COMPLEMENTO NOMINAL 6.APOSITIVA - APOSTO

4 Oração subordinada substantiva subjetiva – sujeito 1ª VERBO DE LIGAÇÃO + PREDICATIVO 2ª VOZ PASSIVA ANALÍTICA 3ª VERBOS INTRANSITIVOS: CONSTAR, CONVIR, URGIR, OCORRER, ACONTECER, PARECER,. 4ª TD + SE

5 ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA PREDICATIVA: SUJEITO + VERBO DA LISTA Meu desejo é lindo. Meu desejo é que você faça as tarefas.

6 ORAÇÃO SUBORINADA SUBSTANTIVA OBJETIVA DIRETA: SUJEITO + VERBO TD Eu desejo o seu olhar. Eu desejo que ela me olhe um dia.

7 ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA OBJETIVA INDIRETA: SUJEITO + VERBO TI Eu creio em seu olhar. Eu creio que ela me olhará um dia.

8 ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA COMPLETIVA NOMINAL SUJEITO + PALAVRA TRANSITIVA Eu tenho certeza de minha viagem amanhã. Eu tenho certeza de que viajarei amanhã.

9 ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA APOSITIVA: FUNCIONA COMO APOSTO Nós vamos comprar alguns objetos: caneta, caderno, lápis, etc. lápis, etc. Eu vou contar-lhe uma mentira: que não a amo mais.

10 2 Indique a oração apositiva: a)Ele faltou: eu o odeio. b)Não preciso de você: sei viver sozinho. c)Sabemos que havia um grande estoque de roupas na loja, quis ir vê-las: era doida por vestidos novos. d)Fez três tentativas, aliás, quatro. Nada conseguiu. e)Havia apenas um meio de salvá-la: falar a verdade.

11 Não se viu que éramos alegres. Afirmo-lhe apenas isto, minha querida, você despertou um vulcão em mim. Fica claro que ele sabe que ninguém domina o conteúdo. Não disse que a vida era muito boa. Não se disse que a vida era muito boa.

12 3 - Procurando se ater ao código ora exposto, relacione a segunda coluna de acordo com a primeira: a – (A) oração subordinada objetiva direta b – (B) oração subordinada completiva nominal c – (C) oração subordinada objetiva indireta d – (D) oração subordinada subjetiva e – (E) oração subordinada predicativa ( ) Ninguém desconfiava de que as decisões já estavam tomadas. ( ) Chegamos à conclusão de que nosso passeio não acontecerá. ( ) O problema é que não confio em você. ( ) O barulho constante não permite que os moradores vivam tranquilos. ( ) Decidiram-se que as novas mercadorias teriam um novo valor.

13 4 - Na frase: Suponho que nunca teria visto um homem, a subordinada é: a – ( ) substantiva objetiva direta b – ( ) substantiva completiva nominal c – ( ) substantiva predicativa d – ( ) substantiva apositiva e – ( ) substantiva subjetiva

14 Não se viu OP que éramos alegres. que éramos alegres. Or. subord. Subst. subjetiva Afirmo-lhe apenas isto, minha querida, OP você despertou um vulcão em mim. você despertou um vulcão em mim. Or. subord. Subst. apositiva

15 Fica claro OP que ele sabe que ele sabe Or. subord. Subst. Subj. que ninguém domina o conteúdo. Or. subord. Subst. OD Não disse OP que a vida era muito boa. que a vida era muito boa. Or. subord. Subst. OD Não se disse OP que a vida era muito boa. que a vida era muito boa. Or. subord. Subst. subjetiva

16 conjunções subordinativas integrantes que, se causalporque comparativacomo concessiva embora, apesar de que, se bem que condicional se se conformativa conforme, consoante consecutiva É o QUE depois de tal, tão, tanto, tamanho final a fim de que, para que proporcional à proporção que, à medida que temporal quando, enquanto, logo que, depois que

17 I – Em qual das orações abaixo a palavra se é conjunção integrante por iniciar oração subordinada substantiva objetiva direta. a)Ele se morria de ciúmes pelo patrão. b)A federação arroga-se o direito de começar o jogo. c)O aluno fez passar pelo doutor. d)Precisa-se de pedreiros. e)Não sei se o vinho está bom.

18 Não convém que tu vás ali. Os mestres confiam em que seus alunos aprendam todas essas besteiras. Solicito que nada me perguntem agora. Manda o bom-senso que se diga a verdade, porém minha mãe diz que existe sempre a mentirinha do gasto.

19 Não convém op que tu vás ali. que tu vás ali. Or.subord. Subst. subjetiva Os mestres confiam OP em que seus alunos aprendam todas essas besteiras. em que seus alunos aprendam todas essas besteiras. Or. subord. Subst. OI Solicitoop que nada me perguntem agora. Or. subord. Subst. OD

20 Manda o bom-senso op que se diga a verdade que se diga a verdade or. subord. subst. OD, porém minha mãe diz or. coord. sind. adversativa que existe sempre a mentirinha do gasto. que existe sempre a mentirinha do gasto. or. subord. subst. OD

21 Sabemos que tais boatos não procedem. Ter fundamento – (I) Más ações procedem do ócio. Originar-se – (I) Terminada as eleições, procederam às apurações. Dar início às atividades. (TI)

22 Meus votos sinceros são que viva bem nos braços daquela besta. Meus votos sinceros são - OP que viva bem nos braços daquela besta. que viva bem nos braços daquela besta. Or. subord. Subst. predicativa O fugitivo teve receio de que o vissem ali no matagal. O fugitivo teve receio op de que o vissem ali no matagal. Or. subord. Subst. CN

23 I – Em qual das orações abaixo a palavra se é conjunção integrante por iniciar oração subordinada substantiva objetiva direta. a)Ele se morria de ciúmes pelo patrão. b)A federação arroga-se o direito de começar o jogo. c)O aluno fez passar pelo doutor. d)Precisa-se de pedreiros. e)Não sei se o vinho está bom.

24 I – Em qual das orações abaixo a palavra se é conjunção integrante por iniciar oração subordinada substantiva objetiva direta. a)Ele se morria de ciúmes pelo patrão. b)A federação arroga-se o direito de começar o jogo. c)O aluno fez passar pelo doutor. d)Precisa-se de pedreiros. e)Não sei se o vinho está bom.

25 I – Em qual das orações abaixo a palavra se é conjunção integrante por iniciar oração subordinada substantiva objetiva direta. a)Ele se morria de ciúmes pelo patrão. b)A federação arroga-se o direito de começar o jogo. c)O aluno fez passar pelo doutor. d)Precisa-se de pedreiros. e)Não sei se o vinho está bom.

26 I – Em qual das orações abaixo a palavra se é conjunção integrante por iniciar oração subordinada substantiva objetiva direta. a)Ele se morria de ciúmes pelo patrão. b)A federação arroga-se o direito de começar o jogo. c)O aluno fez passar pelo doutor. d)Precisa-se de pedreiros. e)Não sei se o vinho está bom.

27 conjunções coordenativas aditivas e, nem, também alternativas ou...ou, quer...quer, seja...seja, ora...ora, já...já. adversativas mas, porém, contudo, todavia, no entanto, entretanto. conclusivas logo, portanto, por isso. explicativas isto é, por exemplo, a saber, pois.

28 Ele olhou a sala, observou os alunos e saiu. Ele olhou a sala / observou os alunos / saiu. Ele olhou – oração coordenada assindética Observou os alunos – oração coordenada assindética E saiu – oração coordenada sindética aditiva

29 1 – Separe e classifique as orações, se possível. I – Não caía um galho, não balançava uma folha. II – O filho chegou, a filha saiu, mas a mãe nem notou. III – O fiscal deu o sinal, os candidatos entregaram a prova, acabara o exame.

30 2 Paredes ficavam tortas, animais enlouqueciam e as plantas caíam. 3 Indique a conjunção com valor adversativo: a)Não achou os documentos nem as fotos. b)Queria ficar atento à palestra e o sono chegou. c)Escutei o réu e lhe dei razão. d)Não só escutei o réu mas também lhe dei razão.

31 4 Considerando a conjunção que introduz a oração coordenada, escolha a alternativa correta. A torcida incentivou os jogadores; esses, contudo, não venceram. Proporção b) explicação c) conclusão d) oposição e) concessão

32 5 Das orações abaixo qual delas possui valor de conclusão: a)Não receio que ela se aborreça, pois já expliquei o que houve. b)Nada se pode fazer, pois o encarregado já saiu. c)Você diz que não se importa, pois eu desejo explicações. d)Elas avisaram que poderiam se atrasar; devemos, pois, aguardá-las mais um pouco. e)Ele não lhe disse a verdade, pois exija que o faça.

33 Ele estudou,pois passou na prova. Ele estuda; passará,pois, na prova.

34 4 - Na frase: Suponho que nunca teria visto um homem, a subordinada é: a – ( ) substantiva objetiva direta b – ( ) substantiva completiva nominal c – ( ) substantiva predicativa d – ( ) substantiva apositiva e – ( ) substantiva subjetiva

35 2 Indique a oração apositiva: a)Ele faltou: eu o odeio. b)Não preciso de você: sei viver sozinho. c)Sabemos que havia um grande estoque de roupas na loja, quis ir vê-las: era doida por vestidos novos. d)Fez três tentativas, aliás, quatro. Nada conseguiu. e)Havia apenas um meio de salvá-la: falar a verdade.

36 Eu creio que você aprendeu objeto indireto. Eu creio – oração principal Que você aprendeu objeto indireto or. subordinada substantiva objetiva indireta

37 Não lhes posso entregar as fotos que me pedem, contudo convém que tenham paciência e que esperem minha vontade. Não lhes posso entregar as fotos que me pedem, contudo convém que tenham paciência e que esperem minha vontade. Não lhes posso entregar as fotos/ (que) me pedem/, (contudo) convém/ (que) tenham paciência (e que) esperem minha vontade.

38 Não lhes posso entregar as fotos or. princ. (que) me pedem or. subord. Adj. restritiva (contudo) convém or. coordenada sind. adversativa (que) tenham paciência (que) tenham paciência or. subord. subst. subj. or. subord. subst. subj. (e que) esperem minha vontade. or. subord. Subst. Subj. or. subord. Subst. Subj.

39 O lugar em que nasci é lindo, porém afirmativamente lindas e competentes são as pessoas que ali nascem. (além de humildes). O lugar é lindo OP em que nasci é, Or. subord. Adj restritiva porém afirmativamente lindas e competentes são as pessoas Or. coord. Sind. adversativa que ali nascem. (além de humildes). Or. subord. Adj. restritiva

40 O lugar é lindo OP em que nasci é, Or. subord. Adj restritiva porém afirmativamente lindas e competentes são as pessoas Or. coord. Sind. adversativa que ali nascem. (além de humildes). Or. subord. Adj. restritiva

41 Acredito que se falou tudo, mas é possível que vocês queiram usar o microfone que está franqueado. AcreditoOP que se falou tudo OR. SUBORD. SUBST. OI mas é possível OR. COORD. SIND. ADVERSATIVA que vocês queiram usar o microfone OR. SUBORD. SUBST. SUBJ. Que está franqueado. OR. SUBORD. ADJ. RESTRITIVA

42 Não sabemos se há alguém nesta sala que entenda isso, mas o segredo é que desejo informações rápidas e seguras. Não sabemos OP se há alguém nesta sala or. subord. subst. OD que entenda isso or. subord. adj. restritiva, mas o segredo é or. coord. sind. adversativa que desejo informações rápidas e seguras. or. subord. subst. predicativa

43 Esta é uma ideia a que não podemos negar algum benefício, no entanto estou convencido de que possui erros gritantes. Esta é uma ideia OP a que não podemos negar algum benefício or. subord. adj. restritiva, no entanto estou convencido or. coord. sind. adversativa de que possui erros gritantes. de que possui erros gritantes. or. subord. subst. CN


Carregar ppt "PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO. conjunções subordinativas integrantes que, se causalporque comparativacomo concessiva embora, apesar de que, se bem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google