A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González."— Transcrição da apresentação:

1 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

2 1. OBSESSÃO – O QUE É COMO SE DÁ 2. TÉCNICAS OBSESSIVAS 3. TÁTICAS OBSESSIVAS – Individuais e Coletivas 4. DANOS PSÍQUICOS E FÍSICOS 5. PREVENÇÃO 1. OBSESSÃO – O QUE É COMO SE DÁ 2. TÉCNICAS OBSESSIVAS 3. TÁTICAS OBSESSIVAS – Individuais e Coletivas 4. DANOS PSÍQUICOS E FÍSICOS 5. PREVENÇÃO DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

3 OBSESSÃO - O que é? (...)Domínio que alguns Espíritos logram adquirir sobre certas pessoas. Nunca praticada senão pelos Espíritos inferiores, que procuram dominar. KARDEC, Allan, O Livro dos Médiuns, item 237. (...) É a ação persistente que um Espírito mau exerce sobre um indivíduo. Apresenta características muito diversas, desde a simples influencia moral, sem perceptíveis sinais exteriores, até a perturbação completa do organismo e das faculdades mentais. Kardec, Allan, O Evangelho Seg. o Espiritismo Cap. XXVIII - 81 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

4 (...) esse intercâmbio de características negativas ou vulgares determina o aparecimento das síndromes obsessivas que, não cuidadas em tempo próprio, se transformam em malsinada fascinação e subjugação, com graves riscos (...) MIRANDA, Manoel Philomeno, TEMAS DA VIDA E DA MORTE, Obstáculos À Mediunidade. MIRANDA, Manoel Philomeno, TEMAS DA VIDA E DA MORTE, Obstáculos À Mediunidade. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

5 A OBSESSÃO NA REVISTA ESPÍRITA

6 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González OBSESSÃO Abordagens Diversas: 1859: Novembro 1860: Abril / Maio / Agosto 1862: Junho / Dezembro 1863: Janeiro / Fevereiro /Março / Abril 1864: Janeiro / Junho 1865: Janeiro 1866: Fevereiro / Novembro 1867: Junho OBSESSÃO Abordagens Diversas: 1859: Novembro 1860: Abril / Maio / Agosto 1862: Junho / Dezembro 1863: Janeiro / Fevereiro /Março / Abril 1864: Janeiro / Junho 1865: Janeiro 1866: Fevereiro / Novembro 1867: Junho

7 OBSESSÃO COLETIVA: 1865 OBSESSÃO COLETIVA: Fevereiro pg 54 OBSESSÃO EPIDÊMICA: 1862 OBSESSÃO EPIDÊMICA: Abril pg / Dezembro pg 355 OBSESSÃO E EXORCISMO: 1860/ 1863/ 1865 (Fev./Maio/Maio/Maio) OBSESSÃO E FASCINAÇÃO: 1858 OBSESSÃO E FASCINAÇÃO: Outubro | 1862 dezembro OBSESSÃO SIMULADA: 1869 OBSESSÃO SIMULADA: Janeiro

8 Justapondo-se sutilmente cérebro a cérebro, mente a mente, vontade dominante sobre vontade que se deixa dominar, órgão a órgão, através do perispírito pelo qual se identifica com o encarnado, a cada cessão feita pelo hospedeiro, mais coercitiva se faz a presença do hóspede, que se transforma em parasita insidioso (...) MIRANDA,Manoel Philomeno, Nos Bastidores da Obsessão. Justapondo-se sutilmente cérebro a cérebro, mente a mente, vontade dominante sobre vontade que se deixa dominar, órgão a órgão, através do perispírito pelo qual se identifica com o encarnado, a cada cessão feita pelo hospedeiro, mais coercitiva se faz a presença do hóspede, que se transforma em parasita insidioso (...) MIRANDA,Manoel Philomeno, Nos Bastidores da Obsessão. COMO SE DÁ? DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

9 O médium é um indivíduo sensível a determinadas influenciações do Mundo Espiritual, ao mesmo tempo receptivo a certas ondas mentais que procedem dos homens, e, não raro, produzem fenômenos de telepatia, com correspondente resposta anímica aos apelos vigorosos ou aos impulsos- determinações que lhe são dirigidos. POR QUE ACONTECE? DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

10 Referimo-nos à identificação de idéias e propósitos, que certos indivíduos percebem noutros, passando a receber- lhes o magnetismo e deixando-se impregnar. Referimo-nos à identificação de idéias e propósitos, que certos indivíduos percebem noutros, passando a receber- lhes o magnetismo e deixando-se impregnar. ANGELIS, Joanna, Fonte de Luz, INFLUECIAÇÕES SUTIS. ANGELIS, Joanna, Fonte de Luz, INFLUECIAÇÕES SUTIS. Referimo-nos à identificação de idéias e propósitos, que certos indivíduos percebem noutros, passando a receber- lhes o magnetismo e deixando-se impregnar. Referimo-nos à identificação de idéias e propósitos, que certos indivíduos percebem noutros, passando a receber- lhes o magnetismo e deixando-se impregnar. ANGELIS, Joanna, Fonte de Luz, INFLUECIAÇÕES SUTIS. ANGELIS, Joanna, Fonte de Luz, INFLUECIAÇÕES SUTIS. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

11 TÉCNICAS OBSESSIVAS

12 (...) voltam-se, sobretudo, contra os espíritas sinceros e operosos, que lhes constituem barreira à sementeira da perversidade e da luxúria, do desequilíbrio e da perversão, do ódio e dos seus sequazes (...) (...) voltam-se, sobretudo, contra os espíritas sinceros e operosos, que lhes constituem barreira à sementeira da perversidade e da luxúria, do desequilíbrio e da perversão, do ódio e dos seus sequazes (...) QUAL É O ALVO? DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

13 Agora reinvestem com vigor (...) mediante o combate aos seus adeptos. Armadilhas soezes, instrumentos cruéis, técnicas refinadas, aparatos complexos são utilizados para vencê-los, atraindo-os e dizimando-os nos seus propósitos mais sadios, ou vencendo-os com as suas sortidas infelizes, mediante intercâmbio doentio e obsessivo, para os desanimar ou perverter. MIRANDA, Manoel Philomeno, CONVITES À REFLEXÃO E AO TESTEMUNHO, Sexo e Obsessão, cap. 23. Agora reinvestem com vigor (...) mediante o combate aos seus adeptos. Armadilhas soezes, instrumentos cruéis, técnicas refinadas, aparatos complexos são utilizados para vencê-los, atraindo-os e dizimando-os nos seus propósitos mais sadios, ou vencendo-os com as suas sortidas infelizes, mediante intercâmbio doentio e obsessivo, para os desanimar ou perverter. MIRANDA, Manoel Philomeno, CONVITES À REFLEXÃO E AO TESTEMUNHO, Sexo e Obsessão, cap. 23.

14 Utilizando-se das próprias falhas do caráter de cada um, das suas dificuldades morais, dos conflitos e das heranças da conduta pregressa, estimulam-nos o retorno às paixões, intensificando o cerco e atirando-lhes pessoas desequilibradas, que passam a aturdi-los com os seus apelos vis, a sua psicosfera mórbida, a sua presença desagradável e tóxica (...) QUAIS OS RECURSOS DAS TREVAS? DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

15 Discussões inoperantes, rixas e impertinências, queixas e intrigas, maledicências soezes e calunias bem elaboradas, vinganças covardes e mentirosas que surgem da fantasia dos mais sonhadores e frívolos, são recursos utilizados pelos técnicos das Legiões das Trevas(...) MIRANDA, Manoel Philomeno, Sexo e Obsessão,. Discussões inoperantes, rixas e impertinências, queixas e intrigas, maledicências soezes e calunias bem elaboradas, vinganças covardes e mentirosas que surgem da fantasia dos mais sonhadores e frívolos, são recursos utilizados pelos técnicos das Legiões das Trevas(...) MIRANDA, Manoel Philomeno, Sexo e Obsessão,. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

16 Toda e qualquer obsessãoé sempre resultado da anuência consciente ou não de quem a sofre, Toda e qualquer obsessão é sempre resultado da anuência consciente ou não de quem a sofre, por debilidade moral do encarnado que não lhe antepõe defesas ou por deficiências de comportamento que propiciam o intercâmbio, em razão da preferência psíquica que apraz ao mesmo manter (...) MIRANDA, Manoel Philomeno, PAINÉIS DA OBSESSÃO. Toda e qualquer obsessãoé sempre resultado da anuência consciente ou não de quem a sofre, Toda e qualquer obsessão é sempre resultado da anuência consciente ou não de quem a sofre, por debilidade moral do encarnado que não lhe antepõe defesas ou por deficiências de comportamento que propiciam o intercâmbio, em razão da preferência psíquica que apraz ao mesmo manter (...) MIRANDA, Manoel Philomeno, PAINÉIS DA OBSESSÃO. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

17 TÉCNICAS INDIVIDUAIS

18 2ª - o NARCISISMO é filho predileto do egoísmo e pai do orgulho, da vaidade, inerentes ao ser humano. 1ª - o homem é um ANIMAL SEXUAL que se compraz no prazer, deve ser estimulado ao máximo. As 4 FRAGILIDADES HUMANAS Trilhas da Libertação Trilhas da Libertação As 4 FRAGILIDADES HUMANAS Trilhas da Libertação Trilhas da Libertação DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

19 3º - o PODER tem prevalência em a natureza humana (...) O poder é alçapão que não poupa quem quer que lhe caia na trampa. 4º - o DINHEIRO, que compra vidas e escraviza almas, será excelente recurso decisivo. (...) Quem poderá resistir a essas quatro legítimas verdades? MIRANDA, Manoel Philomeno, Trilhas da Libertação, DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González SEXO, NARCISISMO, PODER,DINHEIRO

20 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González DIVERSAS TÉCNICAS

21 PREFERÊNCIAS IGUAIS ASSINALAM O PERSEGUIDOR E O PERSEGUIDO, PORQUE DO MESMO NÍVEL DE EVOLUÇÃO MORAL. TEMPERAMENTOS FORTES, IDENTIDADE DE INTERESSES MESQUINHOS, FACULTAM LIGAÇÕES DE IGUALDADE FLUÍDICA, ENTRELAÇANDO OS LITIGANTES NO MESMO HALO DE COMUNHÃO, AMPLIANDO-SE A INTERDEPENDÊNCIA NA RAZÃO DIRETA EM QUE O HOSPEDEIRO SE ENTREGA AO ALBERGADO PISIQUICO. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 47 PREFERÊNCIAS IGUAIS ASSINALAM O PERSEGUIDOR E O PERSEGUIDO, PORQUE DO MESMO NÍVEL DE EVOLUÇÃO MORAL. TEMPERAMENTOS FORTES, IDENTIDADE DE INTERESSES MESQUINHOS, FACULTAM LIGAÇÕES DE IGUALDADE FLUÍDICA, ENTRELAÇANDO OS LITIGANTES NO MESMO HALO DE COMUNHÃO, AMPLIANDO-SE A INTERDEPENDÊNCIA NA RAZÃO DIRETA EM QUE O HOSPEDEIRO SE ENTREGA AO ALBERGADO PISIQUICO. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 47 OSMOSE PARASITÁRIA

22 ALIENAÇÃOOBSESSIVA SUTILMENTE, A PRINCÍPIO, EM DELICADO PROCESSO DE HIPNOSE, A IDÉIA DO OBSIDENTE PENETRA A MENTE DO FUTURO HÓSPEDE QUE, DESGUARDADO DAS RESERVAS MORAIS NECESSÁRIAS PARA A MANUTENÇÃO DE SUPERIOR PADRÃO VIBRATÓRIO, COMEÇA A DAR GUARIDA AO PENSAMENTO INFELIZ, INCORPORANDO-O ÀS PRÓPRIAS CONCEPÇÕES. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 51 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

23 O AGENTE OPRESSOR INFLUENCIA DE TAL FORMA O PACIENTE PERTURBADO QUE ORIGINA O VAMPIRISMO ESPIRITUAL, POR PROCESSO DE ABSORÇÃO DO PLASMA MENTAL. (...) QUANDO EM PARCIAL DESPRENDIMENTO PELO SONO, O ESPÍRITO PARASITA BUSCA A VÍTIMA (...) O ÓDIO TANTO QUANTO O AMOR DESVAIRADO CONSTITUEM ELEMENTOS MATRIZES DESSAS OBSESSÕES ESPECIAIS. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 81 O AGENTE OPRESSOR INFLUENCIA DE TAL FORMA O PACIENTE PERTURBADO QUE ORIGINA O VAMPIRISMO ESPIRITUAL, POR PROCESSO DE ABSORÇÃO DO PLASMA MENTAL. (...) QUANDO EM PARCIAL DESPRENDIMENTO PELO SONO, O ESPÍRITO PARASITA BUSCA A VÍTIMA (...) O ÓDIO TANTO QUANTO O AMOR DESVAIRADO CONSTITUEM ELEMENTOS MATRIZES DESSAS OBSESSÕES ESPECIAIS. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 81 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González VAMPIRISMO ESPIRITUAL

24 DENTRE AS MANIFESTAÇÕES OBSESSIVAS, UMA PASSA QUASE DESAPERCEBIDA, SENDO POR ISSO MESMO DE ALTA GRAVIDADE, PELA RAZÃO DE RARAMENTE CHAMAR A ATENÇÃO, GRAÇAS ÀS SUAS SUTILEZAS E CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS: AS OBESSÕES INTERMITENTES Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85 DENTRE AS MANIFESTAÇÕES OBSESSIVAS, UMA PASSA QUASE DESAPERCEBIDA, SENDO POR ISSO MESMO DE ALTA GRAVIDADE, PELA RAZÃO DE RARAMENTE CHAMAR A ATENÇÃO, GRAÇAS ÀS SUAS SUTILEZAS E CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS: AS OBESSÕES INTERMITENTES Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González AS OBESSÕES INTERMITENTES

25 AQUELES QUE SOFREM AS AÇÕES INTERMITENTES DE ESPÍRITOS PERVERSOS – MUITO LÚCIDOS E CRUÉIS – PASSAM PERÍODOS DE OTIMISMO E REALIZAÇÕES EDIFICANTES PARA, SUBITAMENTE, DERRAPAREM EM PAIXÕES SÓRDIDAS, DEPRESSÕES SEM CAUSA APARENTE OU EXALTAÇÃO DE VIOLÊNCIA. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85 AQUELES QUE SOFREM AS AÇÕES INTERMITENTES DE ESPÍRITOS PERVERSOS – MUITO LÚCIDOS E CRUÉIS – PASSAM PERÍODOS DE OTIMISMO E REALIZAÇÕES EDIFICANTES PARA, SUBITAMENTE, DERRAPAREM EM PAIXÕES SÓRDIDAS, DEPRESSÕES SEM CAUSA APARENTE OU EXALTAÇÃO DE VIOLÊNCIA. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85

26 AS PESSOAS QUE SOFRE OBESSÕES INTERMITENTES MARCHAM SOBRE SOMBRAS, QUE NECESSITAM SER DESBASTADAS COM ALUZ DA CONDUTA NOBRE, DA AÇÃO EDIFICANTE E AS PRECE INSPIRATIVA. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85 AS PESSOAS QUE SOFRE OBESSÕES INTERMITENTES MARCHAM SOBRE SOMBRAS, QUE NECESSITAM SER DESBASTADAS COM ALUZ DA CONDUTA NOBRE, DA AÇÃO EDIFICANTE E AS PRECE INSPIRATIVA. Manoel P. de Miranda – Obsessão Instalação e Cura – Pg 85

27 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González DANOS PSÍQUICOS E FÍSICOS

28 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González INSIDIOSA, PERSISTENTE, DOMINADORA, A OBSESSÃO PRODUZ ESTADOS DEGENERATIVOS NAS SEDES DO PERISPÍRITO QUE SE ENCARREGAM DE IMPRIMIR, NAS CÉLULAS DOS DEPARTAMENTOS DA MENTE QUANTO DO CORPO, OS DESVIOS DA LOUCURA E DE ENFERMIDADES OUTRAS, COMPROMETENDO SERIAMENTE, ATRAVÉS DO DESGASTE, O APARELHO PSÍQUICO E A MÁQUINA SOMÁTICA DO ENCARNADO. (...) INSIDIOSA, PERSISTENTE, DOMINADORA, A OBSESSÃO PRODUZ ESTADOS DEGENERATIVOS NAS SEDES DO PERISPÍRITO QUE SE ENCARREGAM DE IMPRIMIR, NAS CÉLULAS DOS DEPARTAMENTOS DA MENTE QUANTO DO CORPO, OS DESVIOS DA LOUCURA E DE ENFERMIDADES OUTRAS, COMPROMETENDO SERIAMENTE, ATRAVÉS DO DESGASTE, O APARELHO PSÍQUICO E A MÁQUINA SOMÁTICA DO ENCARNADO. (...)

29 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González O PENSAMENTO, ATUANDO NO NÚCLEO DA CÉLULA ATRAVÉS DO CENTRO CORONÁRIO, FAZ INCIDIR, PELO CONCURSO DO CENTRO CEREBRAL, QUE ENVIA A MENSAGEM PARA OS DEMAIS CENTROS. AS SUAS ENERGIAS NOS MITOCÔNDRIOS DOS CITOPLASMAS, PORTADORES DE ALTO PODER ENERGÉTICO, COMO DE OXIDAÇÃO, DANDO ORIGEM NO METABOLISMO A CONSTRUÇÕES POSITIVAS OU NEGATIVAS QUE, (...) O PENSAMENTO, ATUANDO NO NÚCLEO DA CÉLULA ATRAVÉS DO CENTRO CORONÁRIO, FAZ INCIDIR, PELO CONCURSO DO CENTRO CEREBRAL, QUE ENVIA A MENSAGEM PARA OS DEMAIS CENTROS. AS SUAS ENERGIAS NOS MITOCÔNDRIOS DOS CITOPLASMAS, PORTADORES DE ALTO PODER ENERGÉTICO, COMO DE OXIDAÇÃO, DANDO ORIGEM NO METABOLISMO A CONSTRUÇÕES POSITIVAS OU NEGATIVAS QUE, (...)

30 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González PROVOCANDO IMIDIATA ELIMINAÇÃO QUANDO DE ORIGEM PERNICIOSA (...) NO FÍGADO, GRAÇAS À FUNÇÃO DE GLÂNDULA MISTA, COM O CONCURSOS DAS ENZIMAS, SE TRANSFORMAM, NÃO POUCAS VEZES, EM DESCARGAS DE BÍLIS, PROVOCANDO IMIDIATA ELIMINAÇÃO QUANDO DE ORIGEM PERNICIOSA. RAZÃO PORQUE, EMBORA A CIÊNCIA MÉDICA MODERNA NÃO DÊ QUALQUER VALOR, OS BENFEITORES ESPIRITUAIS, PROSSEGUEM SUGERINDO O USO DE COLAGOGOS E COLÉRICOS, COMO AUXILIARES NAQUELA FUNÇÃO LIBERATIVA. Manoel P. de Miranda - Obsessão Instalação e Cura – Pg (...) NO FÍGADO, GRAÇAS À FUNÇÃO DE GLÂNDULA MISTA, COM O CONCURSOS DAS ENZIMAS, SE TRANSFORMAM, NÃO POUCAS VEZES, EM DESCARGAS DE BÍLIS, P PP PROVOCANDO IMIDIATA ELIMINAÇÃO QUANDO DE ORIGEM PERNICIOSA. RAZÃO PORQUE, EMBORA A CIÊNCIA MÉDICA MODERNA NÃO DÊ QUALQUER VALOR, OS BENFEITORES ESPIRITUAIS, PROSSEGUEM SUGERINDO O USO DE COLAGOGOS E COLÉRICOS, COMO AUXILIARES NAQUELA FUNÇÃO LIBERATIVA. Manoel P. de Miranda - Obsessão Instalação e Cura – Pg

31 TÁTICAS para INFILTRAÇÃO na CASA ESPÍRITA DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

32 PROTEÇÃOESPIRITUALPROTEÇÃOESPIRITUAL EQUIPE de ENCARNADOS EQUIPE de ENCARNADOS EQUIPE DAS TREVAS

33 INFILTRAÇÃO PROGRAMADA (...) Nosso trabalho está limitado pelas Leis Universais que regulam nossa influenciação. (Pg 04) (...) A Casa Espírita que desejamos invadir, dispõe de poderosa proteção Espiritual.... (Pg 04) (...) Nosso trabalho está limitado pelas Leis Universais que regulam nossa influenciação. (Pg 04) (...) A Casa Espírita que desejamos invadir, dispõe de poderosa proteção Espiritual.... (Pg 04) (...) Nossa atuação será na surdina. Trabalharemos silenciosamente, ocultamente, no campo dos sentimentos, sugerindo pensamentos, estimulando as irritações, o ciúme, a fofoca, a indignação, os melindres, a disputa de cargos e de tarefas, etc.... (pg 04) (...) Nossa atuação será na surdina. Trabalharemos silenciosamente, ocultamente, no campo dos sentimentos, sugerindo pensamentos, estimulando as irritações, o ciúme, a fofoca, a indignação, os melindres, a disputa de cargos e de tarefas, etc.... (pg 04)

34 (...) Temos um vasto campo de atuação junto ás inferioridades humanas. Aproveitaremos as brechas deixadas por muitos trabalhadores... (Pg 06) (...) Este é o único modo de penetrarmos na Casa, a única forma de não sermos barrados pela correntes protetoras, pois que, os mensageiros do Bem não podem violar o Livre-Arbítrio dos adeptos do Cristo.... (Pg 04) (...) Temos um vasto campo de atuação junto ás inferioridades humanas. Aproveitaremos as brechas deixadas por muitos trabalhadores... (Pg 06) (...) Este é o único modo de penetrarmos na Casa, a única forma de não sermos barrados pela correntes protetoras, pois que, os mensageiros do Bem não podem violar o Livre-Arbítrio dos adeptos do Cristo.... (Pg 04)

35 (...) Os Espíritos do Bem, sempre dizem que do mal tiram o bem, que nossa entrada é permitida porque servirá de teste para os freqüentadores e trabalhadores da Casa. Contudo, enquanto eles aguardam a provação dos seus pupilos no campo das provas, nos apostamos na reprovação do tutelados... ( pg 05) (...) Os Espíritos do Bem, sempre dizem que do mal tiram o bem, que nossa entrada é permitida porque servirá de teste para os freqüentadores e trabalhadores da Casa. Contudo, enquanto eles aguardam a provação dos seus pupilos no campo das provas, nos apostamos na reprovação do tutelados... ( pg 05)

36 (...) Temos um vasto campo de atuação junto ás inferioridades humanas. Aproveitaremos as brechas deixadas por muitos trabalhadores... (Pg 06) (...) Este é o único modo de penetrarmos na Casa, a única forma de não sermos barrados pela correntes protetoras, pois que, os mensageiros do Bem não podem violar o Livre-Arbítrio dos adeptos do Cristo.... (Pg 04)

37 ATENDIMENTO FRATERNO (Pg 28) TÁTICAS - ALVOS DO ATAQUE GRUPOS DE ESTUDO (PG 69) CORAL / TEATRO (PG 70) OBRAS ASSISTENCIAIS (PG 69) EXPOSITORES (Pg 69) GRUPOS MEDIÚNICOS (Pg 64) ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL (pg 43)

38 PREVENÇÃO DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

39 ( (( (...) ergue a tua oração e roga aos Benfeitores Celestes o socorro (...) a fim de te desviares destes dardos morbíficos que se destinam a retardar a ação do Bem na Terra (...) CAMILO, INFLUÊNCIA PARALISANTE, Correnteza de Luz, cap. 24 O QUE FAZER ? DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

40 De bom alvitre (...) estude e exercite os seus recursos de captação e registro, sem precipitação nem vaidade, considerando-se sempre como sendo instrumento frágil e vulnerável, a requisitar cuidados contínuos e constante disciplina. MIRANDA, Manoel Philomeno, Temas da Vida e da Morte, MIRANDA, Manoel Philomeno, Temas da Vida e da Morte, INFLUÊNCIA DO MEIO E DO MÉDIUM. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González RECURSOS

41 AS NEGLIGÊNCIAS MENTAIS E MORAIS; AS CONVERSAÇÕES DOENTIAS; O CULTIVO DE PENSAMENTOS VULGARES O ACALANTO DE TENDÊNCIAS NEGATIVAS A INVEJA O CIÚME A QUEIXA A MALEDICÊNCIA A IRA, ÓDIO, A CÓLERA (...) COMBATER: A IRRITAÇÃO (...) DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

42 CULTIVAR:CULTIVAR: DISCRIÇÃO MODÉSTIA FÉ DEVOTAMENTO EQUILÍBRIO VIGILÂNCIA ORAÇÃO TOLERÂNCIA FRATERNIDADE FRATERNIDADE DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

43 O Estudo Doutrinário propiciará importantes conquistas que funcionarão como ferramentas facilitadoras da ação para o êxito (...).CULTIVAR: O ESTUDO DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

44 CULTIVAR: REFORMA MORAL As imperfeições morais do obsidiado constituem, frequentemente, um obstáculo à sua libertação As imperfeições morais do obsidiado constituem, frequentemente, um obstáculo à sua libertação Kardec- Allan – O Livro dos Médiuns item 24 DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

45 Brilhe a vossa luz! – propôs o Mestre. Acendamos a claridade do amor incondicional em nosso mundo íntimo e deixemos brilhe a luz da misericórdia em toda a parte, irradiando-se de nós como bênção da vida em favor de todas as vidas. Nunca temamos! Jesus está no comando! Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas Nunca temamos! Jesus está no comando! Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

46 Abrir a mente à luz e o coração ao amor, albergando a família padecente dos homens, de que fazemos parte, é o impositivo do Cristo para todos os que crêem e, especialmente para os espiritistas, que possuímos os antídotos eficazes contra as obsessões e obsessores, como o socorro aos obsidiados e seus persegidores, sob a égide de Jesus. Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas Abrir a mente à luz e o coração ao amor, albergando a família padecente dos homens, de que fazemos parte, é o impositivo do Cristo para todos os que crêem e, especialmente para os espiritistas, que possuímos os antídotos eficazes contra as obsessões e obsessores, como o socorro aos obsidiados e seus persegidores, sob a égide de Jesus. Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

47 Jesus, Mestre Incomparável: Aqui estamos, os Teus discípulos imperfeitos, pois que fazemos apenas e desordenadamente o que nos foi recomendado. Permanece em nós a aspiração de amar e servir mais e melhor. Ajuda-nos a consegui-lo, não obstante os nossos teimosos limites. Jesus, Mestre Incomparável: Aqui estamos, os Teus discípulos imperfeitos, pois que fazemos apenas e desordenadamente o que nos foi recomendado. Permanece em nós a aspiração de amar e servir mais e melhor. Ajuda-nos a consegui-lo, não obstante os nossos teimosos limites. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

48 Muitas vezes temos prometido renovar-nos para ascender, mas, apesar disso não nos dispusemos a romper as algemas que nos retêm nos charcos das paixões. Hoje, no entanto, brilha em nosso íntimo diferente chama de entusiasmo e fé, apontando- nos o rumo libertador. Muitas vezes temos prometido renovar-nos para ascender, mas, apesar disso não nos dispusemos a romper as algemas que nos retêm nos charcos das paixões. Hoje, no entanto, brilha em nosso íntimo diferente chama de entusiasmo e fé, apontando- nos o rumo libertador. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

49 Desejamos agradecer-Te, Senhor, a incessante ajuda com que nos honraste, jamais nos faltaram inspiração, apoio e discernimento para agir com equilíbrio. Abençoa,Jesus, todos aqueles que partilham das nossas preocupações e tarefas, infundindo-lhes ânimo superior e disposição para o Bem, especialmente naqueles que saíram da treva e se dispõem à renovação. Desejamos agradecer-Te, Senhor, a incessante ajuda com que nos honraste, jamais nos faltaram inspiração, apoio e discernimento para agir com equilíbrio. Abençoa,Jesus, todos aqueles que partilham das nossas preocupações e tarefas, infundindo-lhes ânimo superior e disposição para o Bem, especialmente naqueles que saíram da treva e se dispõem à renovação. DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

50 Despede-nos em Tua paz e prossegue conosco, pois que, sem Ti, é –nos impossível seguir com segurança na direção do porto da Paz. Que assim seja! (Manoel Philomeno de Miranda - Prece Final Trilhas da Libertação) Despede-nos em Tua paz e prossegue conosco, pois que, sem Ti, é –nos impossível seguir com segurança na direção do porto da Paz. Que assim seja! (Manoel Philomeno de Miranda - Prece Final Trilhas da Libertação) DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González

51 BIBLIOGRAFIA FRANCO, Divaldo - Manoel P. de Miranda - Temas da Vida e da Morte, _ ________, Divaldo – M. P. de Miranda - Nos Bastidores da Obsessão. ________, Divaldo – M. P. de Miranda - Sexo e Obsessão ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Painéis Da Obsessão ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Obsessão Instalação e Cura ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Trilhas da Libertação ________ Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas ________ Joanna de Ângelis - Fonte de Luz KARDEC, Allan, O Livro dos Médiuns, item 237 ________, Allan, O Evangelho Seg. o Espiritismo Cap. XXVIII - 81 ________, Allan, A Revista Espírita FRANCO, Divaldo - Manoel P. de Miranda - Temas da Vida e da Morte, _ ________, Divaldo – M. P. de Miranda - Nos Bastidores da Obsessão. ________, Divaldo – M. P. de Miranda - Sexo e Obsessão ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Painéis Da Obsessão ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Obsessão Instalação e Cura ________, Divaldo, M. P. de Miranda - Trilhas da Libertação ________ Joanna de Ângelis – Estudos Espíritas ________ Joanna de Ângelis - Fonte de Luz KARDEC, Allan, O Livro dos Médiuns, item 237 ________, Allan, O Evangelho Seg. o Espiritismo Cap. XXVIII - 81 ________, Allan, A Revista Espírita


Carregar ppt "DMED- FEDERAÇÃO ESPÍRITA CATARINENSE – Responsável Esther Fregossi González."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google