A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula N o 3 – Técnicas de Estudo Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil Professora: Professora:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula N o 3 – Técnicas de Estudo Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil Professora: Professora:"— Transcrição da apresentação:

1 Aula N o 3 – Técnicas de Estudo Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil Professora: Professora: Kalinny Patrícia Vaz Lafayette. D.Sc.

2 Técnicas de Estudo - Sublinhar - Esquema - Resumo 1

3 Técnicas de Sublinhar - Leitura integral do texto, para tomada de contato; - Esclarecimento de dúvidas de vocabulário e termos técnicos; - Releitura do texto, para identificar as idéias principais; - Formule a si mesmo perguntas sobre ele e tente respondê-las à medida que vai lendo (não sublinhar ainda); - À medida que responder às perguntas (localizar as idéias mestras) assinalar com uma linha vertical, à margem do texto, os tópicos mais importantes; 2

4 Técnicas de Sublinhar (cont.) - Ler novamente e sublinhar, as palavras que contém a idéia-núcleo e os detalhes importantes – Nota: Sublinhe apenas determinadas palavras e frases que considere essenciais. (~ 6 palavras por parágrafo); - Assinalar, à margem do texto, com um ponto de interrogação, os casos de discordâncias, as passagens obscuras, os argumentos discutíveis; - Sublinhar com dois traços as idéias principais e com um traço as secundárias; 3

5 Técnicas de Sublinhar (cont.) - Dependendo do gosto pessoal, usa-se caneta hidrocor, em várias cores, podendo-se estabelecer um código particular: vermelho (ou verde) = idéias principais; azul (ou amarelo) = detalhes mais importantes; - Ler o que foi sublinhado, para verificar se há sentido; - Reconstruir o texto, em forma de esquema ou resumo, tomando as palavras sublinhadas como base. (Andrade, 2005). 4

6 Exemplo 01 - Parte I KERR, Clark et al. La étite industrial. Buenos Aires: EUDEBA, p.5-6 O industrialismo tem como imperativo máximo a conquista do velho pelo novo; e está forçando a humanidade a marchar através da história a um ritmo cada vez mais rápido. Porém, fixa somente a direção geral dessa marcha. Não fixa, pelo menos nesta etapa de sua história, o caminho específico nem o ritmo exato a seguir. Quais são esses caminhos e quais suas ramificações na área das relações entre trabalhadores, diretores e Estado necessita-se examinar a partir de uma perspectiva de certa amplitude; a natureza geral do caminho define muitos caracteres específicos que de outra maneira aparecem como mistos e inclusive acidentais. Outra questão é porque um caminho ou outro é escolhido ou aceito pelos homens, ou imposto a eles. 5

7 O industrialismo é introduzido por elites nativas ou estrangeiras, grupos de homens que pretendem conquistar a sociedade através da superioridade dos novos meios de produção. Ocorre uma guerra entre a sociedade velha e a nova, entre as elites antigas e a nova, seja conquista interna ou externa. A nova, ao longo do tempo e sobre um ou outro auspício, está sempre destinada a ganhar. A grande questão dramática não é se o industrialismo haverá de obter a supremacia, senão em torno de qual a elite que tomará e manterá o controle do processo e qual será seu enfoque conceitual da organização da industrialização. 6 Exemplo 01 - Parte I (cont.) KERR, Clark et al. La étite industrial. Buenos Aires: EUDEBA, p.5-6

8 Exemplo 01 - Parte II Utilizar a técnica de sublinhar O industrialismo tem como imperativo máximo a conquista do velho pelo novo; e está forçando a humanidade a marchar através da história a um ritmo cada vez mais rápido. Porém, fixa somente a direção geral dessa marcha. Não fixa, pelo menos nesta etapa de sua história, o caminho específico nem o ritmo exato a seguir. Quais são esses caminhos e quais suas ramificações na área das relações entre trabalhadores, diretores e Estado necessita-se examinar a partir de uma perspectiva de certa amplitude; a natureza geral do caminho define muitos caracteres específicos que de outra maneira aparecem como mistos e inclusive acidentais. Outra questão é porque um caminho ou outro é escolhido ou aceito pelos homens, ou imposto a eles. 7

9 O industrialismo é introduzido por elites nativas ou estrangeiras, grupos de homens que pretendem conquistar a sociedade através da superioridade dos novos meios de produção. Ocorre uma guerra entre a sociedade velha e a nova, entre as elites antigas e a nova, seja conquista interna ou externa. A nova, ao longo do tempo e sobre um ou outro auspício, está sempre destinada a ganhar. A grande questão dramática não é se o industrialismo haverá de obter a supremacia, senão em torno de qual a elite que tomará e manterá o controle do processo e qual será seu enfoque conceitual da organização da industrialização. Exemplo 01 - Parte II Utilizar a técnica de sublinhar 8

10 Técnicas de Estudo - Técnica de Sublinhar - Esquema - Resumo 9

11 Esquemas O homem, na interação com o mundo, adquire experiência cultural, social e histórica. 10

12 Esquemas O homem, refletindo sobre sua experiência, produz uma obra, o texto escrito, o desenho, a partitura musical, a poesia

13 Esquemas Outro homem, na leitura desta obra, interpreta a experiência do autor, refletindo e tirando suas próprias conclusões. 12

14 Elaboração de Esquemas Esqueleto com as palavras-chaves Trabalho preparatório do resumo Indica tópicos Características: –Fidelidade ao texto original –Estrutura lógica do assunto –Adequação ao assunto estudado –Utilidade e seu emprego –Cunho pessoal 13

15 Exemplo 01 - Parte I - Esquema KERR, Clark et al. La étite industrial. Buenos Aires: EUDEBA, p.5-6 O industrialismo tem como imperativo máximo a conquista do velho pelo novo; e está forçando a humanidade a marchar através da história a um ritmo cada vez mais rápido. Porém, fixa somente a direção geral dessa marcha. Não fixa, pelo menos nesta etapa de sua história, o caminho específico nem o ritmo exato a seguir. Quais são esses caminhos e quais suas ramificações na área das relações entre trabalhadores, diretores e Estado necessita-se examinar a partir de uma perspectiva de certa amplitude; a natureza geral do caminho define muitos caracteres específicos que de outra maneira aparecem como mistos e inclusive acidentais. Outra questão é porque um caminho ou outro é escolhido ou aceito pelos homens, ou imposto a eles. 14

16 Exemplo 01 - Parte II – Esquema O industrialismo é introduzido por elites nativas ou estrangeiras, grupos de homens que pretendem conquistar a sociedade através da superioridade dos novos meios de produção. Ocorre uma guerra entre a sociedade velha e a nova, entre as elites antigas e a nova, seja conquista interna ou externa. A nova, ao longo do tempo e sobre um ou outro auspício, está sempre destinada a ganhar. A grande questão dramática não é se o industrialismo haverá de obter a supremacia, senão em torno de qual a elite que tomará e manterá o controle do processo e qual será seu enfoque conceitual da organização da industrialização. 15

17 Exemplo 01 – Parte III 1) Industrialismo a) Conquista do velho pelo novo; b) Fixa a direção geral da marcha. 2) Caminho a) Define muitos dos caracteres específicos; b) Por que um ou outro é escolhido? 3) Elite a) Deseja conquistar a sociedade; b) A nova é destinada a ganhar; c) Como organizará a industrialização? 16

18 Exemplo 02 16

19 Exemplo 02 16

20 Técnicas de Estudo - Técnica de Sublinhar - Esquema - Resumo 17

21 Resumo Conceito: é a apresentação concisa e freqüentemente seletiva do texto, destacando- se os elementos de maior interesse e importância, isto é, as principais idéias do autor da obra. Finalidade: difusão das informações contidas em livros, artigos, teses, etc, permitindo a quem o ler resolver sobre a conveniência ou não de consultar o texto completo. 18

22 Utilização do Resumo O resumo visa fornecer elementos capazes de permitir ao leitor decidir sobre a necessidade de consulta ao texto original e/ou transmitir informações de caráter complementar. É utilizado para: Documentação primária específica: artigos, relatórios, projetos, teses, monografias, atas de congresso etc. Documentação secundária: projetos e catálagos de editoras, de livrarias, publicações de indexação e análise, etc. Documentação de dados bibliográficos 19

23 Tipos de resumos - NBR 6028/2003 Indicativo ou descritivo (abstract) – indica apenas os pontos principais do texto, não apresentando dados quantitativos ou qualitativos. Utiliza frases curtas, cada uma correspondendo a um elemento importante da obra – não dispensa a leitura do texto completo Informativo ou analítico (summary) - contém todas as informações principais apresentadas no texto e permite dispensar a leitura desse último. Deve conter: –Finalidade (objetivo); –Metodologia (métodos e técnicas); –Resultados e –Conclusões. 20

24 Tipos de resumos - NBR 6028/2003 Informativo-indicativo – combinação dos anteriores Crítico – quando se formula um julgamento sobre o trabalho. É redigido por especialistas com análise crítica de um documento. Também chamado de resenha. 21

25 Regras gerais de apresentação (NBR 6028:2003) O resumo deve ressaltar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do documento –A ordem e a extensão destes itens dependem do tipo de resumo e do tratamento que cada item recebe no documento original O resumo deve ser precedido da referência do documento, com exceção do resumo inserido no próprio documento O resumo deve ser composto de uma seqüência de frases concisas, afirmativas e não de enumeração de tópicos. –Recomenda-se o uso de parágrafo único 22

26 Regras gerais de apresentação (NBR 6028:2003) A primeira frase deve ser significativa, explicando o tema principal do documento. A seguir, deve-se indicar a informação sobre a categoria do tratamento (memória, estudo de caso, análise da situação etc.) Deve-se usar o verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular. As palavras-chave devem figurar logo abaixo do resumo (separadas por pontos) Deve-se evitar –símbolos e contrações –formulas, equações, diagramas 23

27 O resumo bem elaborado deve obedecer aos seguintes itens (Andrade, 2005): Apresentar, de maneira sucinta, o assunto da obra; Não apresentar juízos críticos ou comentários pessoais; Respeitar a ordem das idéias e fatos apresentados; Empregar linguagem clara e objetiva; Evitar a transcrição de frases do original; Apontar as conclusões do autor; Dispensar a consulta ao original para a compreensão do assunto. 24

28 A extensão dos resumos (NBR 6028/2003) Quanto a extensão os resumos devem ter: –De 150 a 500 palavras os de trabalhos acadêmicos (tese, dissertações, e outros) e relatórios técnico- científicos –De 100 a 250 palavras os de artigos de periódicos –De 50 a 100 palavras os destinados a indicações breves –Os resumos críticos, por suas características especiais, não estão sujeitos a limite de palavras. 25

29

30

31 Exemplo de Resumo Informativo Identificar objetivo, metodologia, resultados e conclusão XXVI ENEGEP - Fortaleza, CE, Brasil, 9 a 11 de Outubro de 2006 Modelo de gestão de segurança do trabalho em industria de grande porte da construção civil de Recife: Projeto piloto Béda Barkokébas Jr. (LSHT-POLI-UPE) Juliana C. Véras (LSHT-POLI-UPE) Emilia R. Kohlman Rabbani (LSHT-POLI-UPE) Eliane Maria G. Lago (LSHT-POLI-UPE) Resumo O estudo tem por objetivo apresentar a aplicação do método de avaliação e controle dos riscos de acidentes do trabalho para construção civil em uma empresa atuante no estado de Pernambuco. O método está dividido em duas fases de atuação. Na primeira, a de diagnóstico, foram identificadas as práticas e procedimentos existentes, bem como o atendimento aos requisitos legais. A segunda prevê a estruturação dos objetivos estratégicos para organização, sendo eles os documentos base, procedimentos operacionais e de execução de serviço, a política e as auditorias internas. Os resultados alcançados indicam redução de 97% nos riscos de acidentes do trabalho. Em termos econômicos, o passivo de segurança do trabalho, que inicialmente atingia a cifra superior a R$ 305 mil, representa R$ 18 mil. Os resultados se mostram positivos, porém esta empresa apresenta cenário peculiar. É de grande porte; possui certificação ISO 9001/2000; e, a iniciativa deste trabalho partiu dos mandos da empresa. Sabe-se, portanto, que empresas de pequeno porte, devido a diversidade de atuação no setor, e ao investimento requerido, apresentam dificuldades em cumprir se quer a legislação. Palavras-chave: Construção civil. Segurança do trabalho. Prevenção de acidente. Gestão. Acidente. 28

32 Resumo O estudo tem por objetivo apresentar a aplicação do método de avaliação e controle dos riscos de acidentes do trabalho para construção civil em uma empresa atuante no estado de Pernambuco. O método está dividido em duas fases de atuação. Na primeira, a de diagnóstico, foram identificadas as práticas e procedimentos existentes, bem como o atendimento aos requisitos legais. A segunda prevê a estruturação dos objetivos estratégicos para organização, sendo eles os documentos base, procedimentos operacionais e de execução de serviço, a política e as auditorias internas. Os resultados alcançados indicam redução de 97% nos riscos de acidentes do trabalho. Em termos econômicos, o passivo de segurança do trabalho, que inicialmente atingia a cifra superior a R$ 305 mil, representa R$ 18 mil. Os resultados se mostram positivos, porém esta empresa apresenta cenário peculiar. É de grande porte; possui certificação ISO 9001/2000; e, a iniciativa deste trabalho partiu dos mandos da empresa. Sabe-se, portanto, que empresas de pequeno porte, devido a diversidade de atuação no setor, e ao investimento requerido, apresentam dificuldades em cumprir se quer a legislação. 29 CONCLUSÃO OBJETIVO METODOLOGIA RESULTADOS

33 Referências ANDRADE, Maria Margarida. Introdução à Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Atlas S.A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: resumos. Rio de Janeiro, BARROS, A. J. da S., LEHFELD, N. A. de S. Fundamentos de Metodologia Científica – 2ª. ed. ampliada. São Paulo: Pearson Makron Books, LACATOS, E.M.; MARCONI, M.A. Fundamentos de Metodologia Científica. 6ª.ed. São Paulo: Atlas,

34 Próxima aula Ler o artigo dado na aula e escrever um título e um resumo de acordo com os critérios apresentados em aula (NBR 6028:2003); Identificar dois temas gerais de seu interesse para elaboração de seus pré-projetos; Iniciar o processo de pesquisa bibliográfica relacionado com os temas de pesquisa escolhido (procurar livros, dissertações, monografias, artigos científicos entre outros a fim de embasar o projeto de pesquisa) a fim de auxiliar na delimitação do tema. 31

35 OBRIGADA. Prof a : Kalinny Patrícia Vaz Lafayette, D.Sc. 32


Carregar ppt "Aula N o 3 – Técnicas de Estudo Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil Professora: Professora:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google