A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mercados de capitais e setor bancário de desenvolvimento: Instrumentos para a captação de recursos - experiências do KfW Trigésima Quinta Reunião Ordinária.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mercados de capitais e setor bancário de desenvolvimento: Instrumentos para a captação de recursos - experiências do KfW Trigésima Quinta Reunião Ordinária."— Transcrição da apresentação:

1 Mercados de capitais e setor bancário de desenvolvimento: Instrumentos para a captação de recursos - experiências do KfW Trigésima Quinta Reunião Ordinária da Assembléia Geral da ALIDE Rio de Janeiro, Brasil, 14 e 15 de junho de 2005 André Ahlert Diretor da Agência do KfW em Brasília KfW Entwicklungsbank

2 2 1. KfW Bankengruppe em Sinopse 2. KfW Bankengruppe: Marcas e Ativo 3. A história do passivo do KfW 4. Instrumentos da captação do KfW 5. Operações do KfW Entwicklungsbank no exterior 6. Experiências do KfW no Setor Financeiro na América Latina 7. Lições aprendidas

3 3 O KfW Bankengruppe em Sinopse Banco de Fomento da República Federal da Alemanha. Fundado por lei em 1948 como instituição de direito público (autarquia). Sócios donos do capital: União (80%), Estados (20%). Sede: Frankfurt am Main; sucursais: Berlin, Colônia (DEG) e Bonn. Total geral do balanço no fim de 2004: 329 bilhões de EUR funcionários no fim do ano 2004

4 4 Onde estamos presentes? Representações do KfW Entwicklungsbank e da DEG ( Situação: maio de 2005)

5 5 Onde atuamos na América Latina? ( Situação: maio de 2005) Países parceiros de cooperação concentrada: Bolívia, Peru, Nicarágua, El Salvador, Honduras Países parceiros: Brasil, Chile, Costa Rica, República Dominicana, Equador, Guatemala, Haiti, Colômbia, México, Paraguai Outros: BCIE, CAF, CARICOM Agência KfW Bolívia Agência KfW Peru Agências KfW Brasil (Brasília e São Paulo) Agência KfW Nicaragua Agência KfW Honduras

6 6 KfW Bankengruppe Uma variedade de funções Ativo: Damos impulsos à indústria, sociedade e ecologia Financiamos investimentos na Alemanha Financiamos exportações e operações de project finance Trabalhamos na cooperação para o desenvolvimento Executamos funções e prestamos serviços por encargo do governo alemão. O KfW Bankengruppe atua como assessor do governo federal (sempre politicamente neutral) Passivo: Refinanciamento Cinco marcas fortes representam a competência e experiência do KfW Bankengruppe

7 7 Fomento de pequenas e médias empresas e fundadores de empresas novas (capital de risgo) na Alemanha KfW Mittelstandsbank Fomento do setor de habitação, proteção do meio ambiente e do clima, educação, infra-estrutura econômica e social e securitização na Alemanha KfW Förderbank Fomento dos países em desenvolvimento e em transição setor público KfW Entwicklungsbank Financiamento às exportações e project finance fornecimentos alemães/europeus KfW IPEX-Bank Fomento dos países em desenvolvimento e em transição setor privado DEG KfW Bankengruppe Estrutura de marcas Marca

8 8 Ativo: KfW Bankengruppe Desenvolvimento dos compromissos do KfW (em bilhões de EUR) Total em 2004: 62,9 bilhões de EUR

9 9 Passivo - História I Reconstrução na Alemanha – com quê? Possibilidades consideradas para captar recursos para a reconstrução… Recursos do orçamento Créditos via Banco Central Plano Marshall European Recovery Program – ERP Mercado de capitais Diminuição da confiança na moeda Pouco desenvolvido, classificação fraca do KfW ! Pouco realista, pois não existiam Recursos do ERP (6 bilhões de DM) e dos juros eram a maior fonte de refinanciamento por muito tempo

10 10 Passivo - História II Mercados estrangeiros e classificação de risco KfW reabre o mercado de capitais da Alemanha (primeira obrigação emitida após a guerra na Alemanha - sem êxito!) Primeira operação de refinanciamento internacional do KfW (reciclagem de petro-dólares) Primeira classificação de risco pela Moodys e S&Ps para um título do KfW: AAA/Aaa, jamais mudou. Fitch: Facilita o acesso aos mercados KfW estabelece a sua presença no mercado de capitais alemão com êxito: Título a 6% por 100 milhões de DM.

11 11 Passivo - História III Mercados estrangeiros e classificação de risco Primeiro título em moeda estrangeira: 200 milhões de US$ Registro na SEC para o mercado de capitais doméstico dos EUA Lançamento do US-Commercial Paper Program Modificação da Lei sobre o KfW: garantia explícita da República Federal da Alemanha para todas as obrigações do KfW. Rating da República Federal = Rating KfW ! Lançamento do Multicurrency Euro-Commercial Paper Programme

12 12 Passivo - História IV Diversificação aprox. 46% refinanciado por conta do Fundo Especial ERP e orçamento federal aprox. 20% refinanciado por conta do Fundo Especial ERP e orçamento federal aprox. 5% refinanciado por conta do Fundo Especial ERP e orçamento federal. A captação de recursos abrange uma ampla gama de moedas estrangeiras.

13 13 Passivo - História V Recursos do mercado de capitais (em bilhões de EUR, )

14 14 Capital Próprio 2004: 8 bilhões de EUR Aumentado em 1961 Ocasião: início das atividades do KfW na área da cooperação para o desenvolvimento Passivo Atual Os três componentes da captação de recursos O Fundo Especial ERP 2004: 12 bilhões de EUR Patrimônio Especial da União Alimentado por fundos de apoio dos EUA, ainda revolvindo Emissão de títulos 2004: 52 bilhões de EUR Quarto maior emitente na Europa Classificação de AAA Moedas: sobretudo EUR, US$, libras esterlinas e YEN Estratégia: títulos flexíveis e inovadores em termos de moeda, prazos e outras critérios

15 15 Ativo Atual no Exterior Evolução das operações de crédito com o exterior A partir de 1949: funções na área doméstica, via rede dos bancos comerciais. A partir de 1950: financiamento às exportações A partir de 1960: a União da RFA solicita a atuação do KfW no âmbito da ajuda para o desenvolvimento (Cooperação Financeira - CF): Desde 1960: Fundos não reembolsáveis e empréstimos favoráveis: > refinanciamento com base em recursos do orçamento federal Desde 1964: financiamentos mistos, vinculados a fornecimentos > com necessidade de cobertura HERMES Desde 2000: financiamentos mistas não ligados a fornecimentos: > Empréstimos para o desenvolvimento (combinação de recursos orçamentais e do mercado de capitais. Garantía!) Desde 2002: > Empréstimos de fomento (puramente recursos de mercado, 100% risco próprio do KfW) recursos orçamentários mais escassos! Empréstimos de fomento = missão de desenvovimento + mercado de capitais !

16 16 Ativo do KfW Entwicklungsbank I Empréstimos de Fomento da CF O KfW combina objetivos de desenvolvimento e condições favoráveis (prazos e juros) com recursos do mercado de capitais. A ventagem do AAA se repassa ao cliente. O refinanciamento para Empréstimos de Fomento da CF enquadra- se no refinanciamento global do KfW Bankengruppe. O KfW reconhece que as condições dos empréstimos podem diferenciar-se por tipos de projetos também em países em desenvolvimento. Experiências adquiridas nos países parceiros na CF clássica com recursos orçamentais são aplicadas nos Empréstimos de Fomento da CF. Assumem-se riscos país relativamente altos. Desenvolvimento de um sistema interna de estimar os riscos e calcular as condições. Assumem-se riscos de investir em nichos.

17 17 Ativo do KfW Entwicklungsbank II Recursos do orçamento vs. recursos do mercado Recursos orçamentais (2004: milhões de EUR) Cooperação Financeira (CF) Empréstimos de Desenvolvimento da CF (Financiamento misto, Financiamento conjugado, Empréstimos a taxas de juros reduzidas) Risco coberto por ECA ou governo federal alemão ou seguro contra risco político Elegível como ODA (2004: 782 milhões de EUR > ) Empréstimos de Fomento da CF 100% risco próprio do KfW Caso necessário, cobertura por seguro contra risco político (2004: 160 milhões de EUR) Recursos do KfW/mercado (2004: 621 milhões de EUR) Contribuições Financeiras/ Doações Países menos desenvolvidos (LDCs) e projetos elegíveis para receberem apoio em setores tais como redução da pobreza, proteção do meio ambiente, etc. (2004: 685 milhões de EUR) Empréstimos a condições IDA + a condições normais da FC 0,75%, prazo 40 anos, 10 de carência 2,0%, prazo 30 anos, 10 de carência (2004: 298 milhões de EUR)

18 18 KfW Entwicklungsbank Projetos da CF no Setor Financeiro na América Latina A) através de bancos Apex > por ex. Peru (COFIDE), Bolívia (NAFIBO), Chile (CORFO), CAF. > líneas de micro-credito, meio ambiente, infra-estructura. B) diretamente com instituições de micro-crédito > por ex. Equador, Bolívia, Peru. C) com Fundos de micro-crédito > por ex. LA-CIF, IMI, AIM. Carteira atual: 300 milhões de EUR Em Europa Oriental: Fundos de Garantía.

19 19 KfW Entwicklungsbank Projetos da CF no Setor Financeiro na América Latina Objetivos: Melhorar o acesso das instituições financeiras ao refinanciamento e da população ao setor bancário. Aprofundar o setor financeiro mediante instrumentos de refinanciamento ampliados. Estabelecer critérios de desempenho do emprestário. Melhorar o Rating! Refinanciamento de novos produtos financeiros inovadores, tais como produtos de poupança, financiamentos de habitação, créditos a longo prazo. Trabalhar em nichos (speculative grade ratings) e evitar de provocar desfigurações do mercado. Fortalecimento da base de capital próprio de instituições de micro- crédito, por ex. mediante capital emprestado subordinado (Peru) ou capitalisação (Fundos micro).

20 20 Lições aprendidas …em seus 57 anos de história KfW percebe-se como banco: com coragem de assumir riscos, sem estratégia de maximar o seu lucro, mas com a intenção de aumentar a sua base de capital. KfW desempenha um encargo público. Mas embora atua como assessor do governo federal, sempre reclama e pratíca a liberdade empresarial que precisa para cumprir sua função e estimar os riscos dos mercados. Importante: Lei do KfW e a Composição do Conselho KfW emprega funcionários qualificados com experiências específicas nas áreas de financiamento individuais, e também no refinanciamento. KfW utiliza instrumentos existentes para fins de fomento: por ex. securitização de recebíveis para créditos a PMEs ou Fundo de Carbono. KfW observa permanentemente as demandas do mercado de fomento (falhas do mercado) e combina instrumentos das suas diferentes áreas de trabalho. KfW reconheceu que também um banco de desenvolvimento deve respeitar os limites do mercado. KfW está convencido da necessidade de fortes parceiros nacionais e internacionais.

21 Muito obrigado pela sua atenção! KfW Palmengartenstr. 5-9, Frankfurt, Tel , Fax internet:www.kfw.de Contatos: Eva Witt (Team Leader, Financial Sector Latin América) Tel.: André Ahlert (Diretor da Agência do KfW no Brasil) Tel.:


Carregar ppt "Mercados de capitais e setor bancário de desenvolvimento: Instrumentos para a captação de recursos - experiências do KfW Trigésima Quinta Reunião Ordinária."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google