A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MCC DO BRASIL – AR 20131 Do Jubileu para um novo Pentecostes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MCC DO BRASIL – AR 20131 Do Jubileu para um novo Pentecostes."— Transcrição da apresentação:

1 MCC DO BRASIL – AR Do Jubileu para um novo Pentecostes.

2 MCC DO BRASIL – AR Como? No pré-cursilho... como já vimos. No Cursilho... como já vimos. No pós-cursilho... como já vimos.

3 MCC DO BRASIL – AR Sem... Esquecer o passado... Ignorar o presente... Improvisar no futuro...

4 MCC DO BRASIL – AR Um olhar para o passado Um povo sem memória é um povo sem futuro. Em cada época Deus se manifesta através do seu Espírito Santo... respondendo aos apelos de cada tempo, suscitando pessoas, documentos, instituições, profetas e santos. concílios, sínodos, ordens, congregações religiosas, movimentos eclesiais (MCC)

5 MCC DO BRASIL – AR Espanha – 1949: Resposta dos jovens da Ação Católica Espanhola ao mundo de costas para Deus. Brasil –

6 MCC DO BRASIL – AR Brasil: Contexto religioso e os Cursilhos. 1962, abril, Semana Santa, Chácara São Joaquim, Valinhos (SP), Arquidiocese de Campinas – Primeiro cursilho Sacerdotes da Missão Católica, tendo à frente Pe. Paulo Cañelles Leigos que haviam passado pelo Cursilho na Espanha Candidatos espanhóis

7 MCC DO BRASIL – AR Brasil: Contexto religioso e os Cursilhos. Segundo Cursilho: alguns participantes brasileiros; Mogi das Cruzes (SP). Cursilhos = grande novidade na Igreja (diferente das Associações etc.) Mentalidade de exclusão: hierarquia para mandar; leigo para obedecer! Primeiros cursilhistas = mão de obra paroquial (não existia a ideia do leigo missionário com vocação específica no meio do mundo...)

8 MCC DO BRASIL – AR O ESTATUTO CANÔNICO DO MCC. A aprovação canônica do MCC no Brasil pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), deu-se primeiramente, em 1988, sendo posteriormente renovada a cada revisão do Estatuto.

9 MCC DO BRASIL – AR Um olhar para o presente: a preparação e a realização do jubileu DAp, Capítulo II – Olhar dos discípulos missionários sobre a realidade (análise da Situação de nossa Igreja nesta hora histórica de desafios. DGAE, Marcas de nosso tempo(17-24) DAp, sinais dos tempos (nº 33)

10 MCC DO BRASIL – AR As urgências. DGAE Urgências, Capítulo III – parágrafos 25 a 29: para toda a Igreja, para seus movimentos, associações e outras comunidades, incluindo o MCC do Brasil Uma pesquisa que mostra o rosto do mcc realizada durante o tempo de preparação para o Jubileu; tem suas limitações... mas mostra um pouco do rosto do MCC.

11 MCC DO BRASIL – AR UM PLANO PARA VIVER INTENSAMENTE O TRÍDUO DE PREPARAÇÃO. Durante quatro anos esperamos com alegria, trabalho e doação; O quadro mostra a motivação e o sustento da fecunda espera, a longa peregrinação; Pusemos em prática pelo menos parte do que nele nos foi solicitado?

12 MCC DO BRASIL – AR

13 MCC DO BRASIL – AR ANO DO AVALIAR E CELEBRAR: A GRANDE CELEBRAÇÃO – PAUSA PARA A ALEGRIA. alegria que estamos vivendo agora (nascida das celebrações jubilares) alegria que se traduzirá em atitudes concretas: Compromisso do seguimento de Jesus Cristo; Convivência fraterna no MCC; Participação comprometida nas escolas vivenciais de fé e vida; Atuação individual e da PCF nos ambientes (testemunho, ação, fermento).

14 MCC DO BRASIL – AR Revisão e renovação (IFMCC – Paulo VI) Documento de Aparecida (DAp ). Renovar a aliança com o Plano de Amor do Pai. Renovar o compromisso de instaurar o Reino da vida. (DAp 366) Renovar a fidelidade ao Espírito Santo comungando plenamente com a pastoral da Igreja. (DAp 367) Renovar a dedicação – principalmente dos principais responsáveis – ao próprio MCC. RETOMAR A CAMINHADA

15 MCC DO BRASIL – AR Um olhar para o futuro: perspectivas Desafios para a Igreja... Um mundo de pobreza e injustiças sociais; Um mundo de corrupção e impunidade; Um mundo novo em sua cultura; Um mundo de novos desafios, novos ambientes, novos areópagos, novos sujeitos; Um mundo exigente e superficial; Um mundo sem rumo; Um mundo onde as carências do ser humano são cada vez mais profundas.

16 MCC DO BRASIL – AR Um olhar para o futuro: esperanças A humanidade sedenta e faminta de Deus. O MCC pode ser instrumento de saciedade: é excelente instrumento de Evangelização; é, em muitas dioceses, um movimento forte, atualizado, e impregnado de espírito missionário;

17 MCC DO BRASIL – AR esperamos Que o Espírito do Jubileu / de Pentecostes perpasse o MCC; Que seu carisma seja assumido com determinação e consciência.

18 MCC DO BRASIL – AR O MCC, diante dos desafios, deve... Manter (ou recuperar) a fidelidade ao Carisma. Privilegiar a espiritualidade missionária. Aprofundar a formação na ação. Desenvolver pequenas comunidades de fé nos ambientes.

19 MCC DO BRASIL – AR OLHAMOS PARA O FUTURO... Com pés na terra e olhos no céu Com fé para enfrentar dificuldades Com a esperança que nos anima na luta. Com a esperança de quem segue o Ressuscitado. Com o desejo de oferecer o tesouro que é Jesus Cristo. Como a messe que nos espera ansiosa pela boa nova.

20 MCC DO BRASIL – AR OLHAMOS PARA O FUTURO... Com a responsabilidade de quem possui o tesouro do Evangelho a ser anunciado. Apressando o passo: é urgente evangelizar. Com a consciência de que nos cabe levar a esperança e o anúncio de que a salvação vem de Jesus Cristo. Sem medo, confiantes na promessa de Jesus: Eu estarei convosco... (Mt. 28,20).

21 MCC DO BRASIL – AR OLHAMOS PARA O FUTURO... Com a humildade de quem é discípulo missionário e leva a esperança e a alegria do Mestre. Sabendo que somos meros instrumentos do Mestre, do Senhor da Vida.

22 MCC DO BRASIL – AR QUESTIONAMENTOS... Considerando com respeito e sem nostalgia o passado, devemos valorizá-lo. Considerando com clareza e sem desânimo o presente, devemos compreendê-lo. Considerando com esperança e responsabilidade o futuro, devemos construí-lo. Como responsáveis neste GER pelo MCC, que ações concretas deveremos pôr em prática, nas três fases – PRÉ, CUR, PÓS – para: 1.Manter a fidelidade ao Carisma? 2.Privilegiar a espiritualidade missionária? 3.Promover a formação integral para a ação? 4.Fazer acontecer as Pequenas Comunidades de Fé nos ambientes? 5.Reforçar a comunhão e participação no MCC em todos os níveis: GEN. GER e GED?


Carregar ppt "MCC DO BRASIL – AR 20131 Do Jubileu para um novo Pentecostes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google