A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalhos apresentaçãoobjetivos programação promoçãoorganização palestras datas inscrição local contato gruposfotoslinksProjeto Moradia temáticas mostra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalhos apresentaçãoobjetivos programação promoçãoorganização palestras datas inscrição local contato gruposfotoslinksProjeto Moradia temáticas mostra."— Transcrição da apresentação:

1 trabalhos apresentaçãoobjetivos programação promoçãoorganização palestras datas inscrição local contato gruposfotoslinksProjeto Moradia temáticas mostra público-alvo Última atualização:

2 apresentação objetivos programação promoção palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas No segundo semestre de 2003, reuniões de pesquisadores do CEFETMT e da UFMT com a Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso, Caixa Econômica Federal, Secretaria Estadual de Transportes, Sinduscon e SENAI, resultaram na proposta do Projeto Moradia, que acabou por obter aprovação inédita no Edital 5 do Programa Habitare. Pela primeira vez Mato Grosso é representado neste programa, com um projeto que reúne 5 grupos de pesquisa, formando uma equipe multidisciplinar. Os trabalhos vêm sendo desenvolvidos com grande interesse e motivação por parte dos pesquisadores e estudantes envolvidos, na direção de propostas de melhorias e inovações, viáveis e adequadas às condições de cultura, clima e recursos da região. A realização do I Seminário Mato-Grossense de Habitação de Interesse Social visa não somente divulgar resultados já obtidos no desenvolvimento do Projeto Moradia, mas também, resgatar outras iniciativas já praticadas e em andamento na região, de caráter público ou privado. Trata-se, portanto, de importante fórum de discussões sobre o tema, uma especial oportunidade de refletir, avaliar, selecionar e integrar soluções, que beneficiem o morador, o construtor e os demais agentes intervenientes. Habitação é assunto multidisciplinar, dinâmico, sempre atual e desafiante, sobretudo a habitação voltada às camadas de baixa renda da população, pelos vários condicionantes que se lhe impõe. Inscreva-se! Envie trabalhos! A Coordenação A P R E S E N T A Ç Ã O início público-alvo mostra PATROCÍNIO:

3 CEFETMT – Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso HABITARE – Programa de Tecnologia de Habitação P R O M O Ç Ã O PATROCÍNIO: apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra FAPEMAT - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso; SINFRA - Secretaria de Estado de Infra-Estrutura; SECITES - Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior; SETEC – Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Cidadania; AMHP - Agência Municipal de Habitação Popular, Prefeitura de Cuiabá; ANTAC - Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído; CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Superintendência Regional; SINDUSCON-MT – Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso; SENAI-MT - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial; CREA-MT - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso; IAB-MT - Instituto de Arquitetos do Brasil, Seção Mato Grosso; ABENC-MT – Associação Brasileira de Engenheiros Civis, Mato Grosso. A P O I O I N S T I T U C I O N A L promoção

4 O B J E T I V O S Resgatar idéias e soluções já praticadas ou em andamento na região, proporcionando a sistematização de conhecimentos e divulgação da produção científico-tecnológica do Estado; Debater, discutir, refletir e avaliar propostas, visando sua integração e aplicação, segundo o conceito de sistemas construtivos abertos e com base em aspectos de racionalização construtiva, conforto, funcionalidade, durabilidade, economia e outros condicionantes; Reunir pesquisadores e profissionais da região envolvidos com a questão da habitação social, proporcionando maior intercâmbio, troca de experiências e difusão tecnológica; Divulgar o Projeto Moradia, do Programa Habitare, por meio dos trabalhos dos grupos de pesquisa envolvidos, apresentando os resultados já obtidos. P Ú B L I C O – A L V O O evento é destinado a projetistas, construtores, prefeitos, secretários de habitação, secretários de desenvolvimento social, profissionais da construção civil e do mercado imobiliário, além dos próprios estudantes, professores e pesquisadores. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

5 COORDENAÇÃO Prof. Dr. Wilson Conciani (Coordenador Geral) Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão (Secretário) Prof. Rupert Carlos Toledo Pereira (Tesoureiro) COMITÊ CIENTÍFICO Prof. Dr. Wilson Conciani, CEFETMT (Coordenador) Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão, UFMT (Coordenador) Prof. Dr. Adnauer Tarquínio Daltro, UFMT Prof. Dr. Avelino Aparecido de Pádua Crepaldi, UFMT Prof. Dr. José Manoel Henriques de Jesus, UFMT Prof. Dr. José de Souza Nogueira, UFMT Prof. Dr. Manoel Santinho Rodrigues Júnior, UFMT Profa. Dra. Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira, UFMT Prof. Dr. Walterley de Araújo Moura, CEFETMT Prof. MSc. Antônio Cezar da Costa Santos, CEFETMT Prof. MSc. João Manoel Mischiati Farto, CEFETMT Prof. MSc. João Sanches Júnior, UFMT Profa. MSc. Juzélia Santos Costa, CEFETMT Profa. MSc. Luciane Cleonice Durante, UFMT O R G A N I Z A Ç Ã O apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

6 O Seminário busca concentrar as discussões sobre a Habitação de Interesse Social, através de palestras, apresentação de trabalhos técnico-científicos e mostra de pôsteres, tratando dos seguintes assuntos: Aspectos sociais, culturais, econômicos e ambientais; Sistemas de informação, planejamento e projeto; Concepção, uso e avaliação do espaço; Aspectos de entorno e uso do solo, infra-estrutura, urbanização e equipamentos comunitários; Estudo de tipologias habitacionais aplicadas atualmente no setor, bem como a proposição de tipologias alternativas, eficientes, adequadas economicamente e de produção racional; Necessidades e soluções relativas ao conforto em geral, com ênfase em conforto térmico; Avaliação de desempenho de materiais, componentes e partes da habitação, no âmbito do estudo de processos de produção tradicionais e outros que visem a melhoria da qualidade da habitação; Desenvolvimento de novos processos construtivos e de novos materiais de construção. T E M Á T I C A S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

7 As atividades previstas incluirão palestras e sessões temáticas com apresentação de trabalhos. Paralelamente haverá uma mostra de painéis e pôsteres. A programação provisória está assim definida: 07h Credenciamento e inscrições 08h Sessão de abertura 08h15min Palestra: Construção sustentável e desenvolvimento 08h45min Sessão: concepção espacial (apresentação de trabalhos) 09h45min Palestra: Subjetividade e cultura na produção dos espaços domésticos 10h15min Intervalo para café (apresentação de pôsteres e maquetes) 10h45min Sessão: processos construtivos (apresentação de trabalhos) 11h45min Almoço 13h Mesa redonda: Inovação, qualidade e custos (SINFRA, CEF, AMHP e Sinduscon-MT) 14h Palestra: Fibrocimento sem amianto para moradias e infra- estrutura 14h30min Sessão: materiais de construção (apresentação de trabalhos) 15h30min Intervalo para café (apresentação de pôsteres e maquetes) 16h Sessão: conforto térmico (apresentação de trabalhos) 17h Palestra: ANTAC: história, objetivos e projetos 17h20min Sessão de encerramento P R O G R A M A Ç Ã O apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

8 Construção e desenvolvimento sustentável – Prof. Dr. Vanderley Moacyr John, USP; Fibrocimento sem amianto para moradias e infra-estrutura – Prof. Dr. Holmer Savastano Júnior, USP; Subjetividade e cultura na produção dos espaços domésticos – Profa. Dra. Ludmila de Lima Brandão, UFMT; A concepção do espaço nos projetos habitacionais promovidos pelo Governo do Estado de Mato Grosso – SINFRA; Programa de fomento às tecnologias inovadoras para a área de construção civil – Caixa Econômica Federal; A composição do preço na habitação de interesse social – Sinduscon-MT; Inovações tecnológicas no programa de habitação da Capital – Agência Municipal de Habitação Popular; ANTAC – Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído: história, objetivos e projetos – Prof. Dr. Vanderley Moacyr John, USP. P A L E S T R A S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

9 Como forma de ultrapassar o âmbito exclusivamente discurssivo do Seminário e procurando complementar a divulgação das iniciativas na área, será realizada uma mostra de trabalhos, estudos, projetos arquitetônicos, maquetes, produtos e processos, além de instituições, núcleos e grupos de pesquisa. Pôsteres, painéis e maquetes deverão ser inscritos por um dos autores, no próprio formulário de inscrição. Estão previstas duas modalidades: DIVULGAÇÃO SIMPLES Produtos de caráter comercial; atuação de instituições, núcleos e grupos de pesquisa; iniciativas e promoções de prefeituras e órgãos; escritórios, projetos e maquetes de arquitetura; empresas de construção civil e mercado imobiliário. COMUNICAÇÃO TECNOLÓGICO-CIENTÍFICA Trabalhos e maquetes que não serão apresentados na forma oral, ou por interesse dos autores, ou por sugestão do comitê científico. Neste caso, deverá ser encaminhado um resumo* ao comitê científico de modo a constar nos anais do evento. ____________________ * Para ver as regras de elaboração de resumos de pôsteres e maquetes, clique aqui.clique aqui M O S T R A apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

10 Os trabalhos para as sessões técnicas e os resumos de pôsteres, painéis e maquetes deverão ser entregues até o dia 10 de outubro em versão eletrônica editável (formato doc, rtf ou txt) no endereço eletrônico Pedimos nomear os arquivos utilizando o nome do autor, seguido do tipo de trabalho (A=artigo completo ou R=resumo) e número de ordem. Exemplos: Juan_Gonzalez_A1.doc Giovanna_Hauer_Yakoski_A3.rtf Pedro_Paulo_Orth_R2.doc Para uniformização dos anais, os autores deverão preparar os seus trabalhos de acordo com as recomendações de formatação. T R A B A L H O S ver regras de formatação dos trabalhos; ver regras para a elaboração dos resumos de pôsteres, painéis e maquetes; ver relação de trabalhos aceitos; ver relação de resumos aceitos. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

11 O trabalho deverá ter no mínimo 6 e no máximo de 12 páginas, não podendo exceder a 3 MB no formato não compactado. Deverá ser digitado usando o editor MS-Word 6.0 (ou superior), em página tamanho A4, com margem superior igual a 30mm e as demais iguais a 20mm. A fonte a ser usada em todo o trabalho deverá ser Times New Roman. O corpo do texto, incluindo os títulos das seções, deverá ser digitado usando fonte de 11 pontos, com parágrafo justificado, espaçamento simples entre linhas e 6 pontos entre parágrafos. Na primeira folha, e somente nesta, deverá ser deixado um espaço em branco (para logomarca do evento) de 11 linhas ou 5 cm a partir da margem superior antes de ser digitado o título do trabalho. Este último deverá ser em fonte de 12 pontos, centralizado, em negrito, com todas as letras em maiúsculas. Os nomes dos autores devem aparecer em seguida, em linhas distintas, com fonte de 11 pontos, centralizados e em negrito, acompanhados da maior titulação. Formação ou cargo, filiação, endereço e devem ser colocados logo abaixo do nome de cada autor, com fonte de 10 pontos, de forma centralizada. A palavra RESUMO, assim como os títulos das demais seções principais do trabalho, deverá estar com fonte de 11 pontos, com todas as letras em maiúsculas e em negrito. Para o resumo é exigido um mínimo de 200 e um máximo de 300 palavras, digitadas em um único parágrafo, em caracteres normais. Não será exigido o abstract. Logo abaixo do resumo deverá constar, no mínimo, 3 palavras-chave. retorna continua retornacontinua F O R M A T A Ç Ã O T R A B A L H O S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

12 A primeira seção do trabalho, ou seja, a introdução, deverá iniciar na primeira linha da segunda página. Portanto, a primeira página será a folha de rosto do artigo, destinada exclusivamente para a logomarca do evento, o título do trabalho, autores, resumo e palavras-chave. Disposições de tabelas, quadros, figuras, fotografias, fórmulas e anexos, deverão seguir as normas brasileiras. Todos estes elementos deverão receber numeração e apresentar legenda com fonte de 10 pontos. As indicações das fontes das citações no texto e as referências bibliográficas também deverão seguir as normas brasileiras vigentes. Sugerimos utilizar modelo já formatado, com mais detalhes sobre as regras exigidas ( download ). retorna F O R M A T A Ç Ã O T R A B A L H O S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

13 Deverá ser digitado usando o editor MS-Word 6.0 (ou superior), em página tamanho A4, com margem superior igual a 30mm e as demais iguais a 20mm. A fonte a ser usada deverá ser Times New Roman, tamanho 11 pontos. Não usar itálico, mas sim caracteres no modo normal. O resumo deverá ser redigido em um único parágrafo, justificado, com espaçamento simples entre linhas. Deverá ser deixado um espaço em branco (para logomarca do evento) de 11 linhas ou 5 cm a partir da margem superior antes de ser digitado o título do pôster, painel ou maquete. Este título deverá ser em fonte de 12 pontos, centralizado, em negrito, com todas as letras em maiúsculas. Os nomes dos autores devem aparecer em seguida, em linhas distintas, com fonte de 11 pontos, centralizados e em negrito, acompanhados da maior titulação. Formação, ocupação ou cargo, filiação, endereço e devem ser colocados logo abaixo do nome de cada autor, com fonte de 10 pontos, de forma centralizada. A palavra RESUMO deverá estar com fonte de 11 pontos, com todas as letras em maiúsculas e em negrito, alinhada à esquerda. É exigido um mínimo de 200 e um máximo de 300 palavras. Não será exigido o abstract. Logo abaixo do resumo deverá constar, no mínimo, 3 palavras-chave. Sugerimos utilizar modelo já formatado ( download ). retorna F O R M A T A Ç Ã O R E S U M O S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

14 As atividades principais do evento, ou seja, as palestras e as sessões temáticas, abertura e encerramento, serão realizadas na Sala de Projeções do CEFETMT, no pavimento térreo. O credenciamento será feito no Hall de Entrada e a Mostra será na Sala de Exposições. O Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso se localiza no Centro da Cidade de Cuiabá, à Rua Zulmira Canavarros, 95. L O C A L D O E V E N T O Submissão dos trabalhos completos e resumos de pôsteres e maquetes até 10 de outubro Notificação do aceite e solicitação de revisões/correções até 20 de outubro Submissão final dos trabalhos completos (somente os que necessitaram de revisão) até 07 de novembro Realização do evento de novembro D A T A S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

15 Poderá ser feita pela Internet, telefone, , fax ou correio (vide contato abaixo). Também poderá ser feita no momento do início do seminário. Clique aqui para obter o formulário.Clique aqui Valores: R$20,00 para profissionais e R$10,00 para estudantes. Depósito: Banco do Brasil, Agência , Conta A efetivação da inscrição se dará pela comprovação do pagamento enviando cópia do mesmo via fax, cópia anexa por , por correio ou pessoalmente no CEFETMT. A inscrição dá direito ao participante: - participar de todas as palestras, sessões técnicas e coffee-breaks; - pasta do evento com a programação detalhada; - CD-ROM referente aos anais do encontro; - certificado de participação; e, - certificado de apresentação de trabalho, pôster ou maquete. I N S C R I Ç Ã O CEFETMT Diretoria de Sede I Seminário Mato-Grossense de Habitação de Interesse Social Rua Zulmira Canavarros, 95, Centro, CEP , Cuiabá-MT Fone: , Fax: Site: C O N T A T O apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

16 Nome: Nome para crachá: Instituição/empresa: Endereço: CEP: Cidade/Estado: Telefones:Fax: 2: Profissão e cargo: Tema de maior interesse: Pretende apresentar trabalho(s)? [ ] não [ ] sim Relacionar abaixo (mesmo com título provisório), indicando se é artigo, pôster ou maquete: F O R M U L Á R I O D E I N S C R I Ç Ã O IMPORTANTE Enviar esta ficha para fax (65) ou Internet Enviar via fax, ou correio, cópia do comprovante de pagamento da Profissionais: R$20,00 ; Estudantes: R$10,00 ; Depósito: Banco do Brasil, Agência , Conta retorna

17 O Projeto Moradia (1) é o primeiro projeto de instituições de pesquisa mato-grossenses em desenvolvimento no Programa Habitare (2). Foi aprovado no Edital 5, em dezembro de 2003, com contrato assinado em 2004 e prazo de conclusão em outubro de O título do projeto é Estudo do Espaço e de Componentes para Moradias de Interesse Social. O objetivo geral é desenvolver projetos, materiais e componentes construtivos para habitações sociais, seguindo a abordagem de sistemas abertos e integrados, que possam flexibilizar os processos construtivos para redução do custo de construção, além de propiciar espaços de moradia com maior conforto, durabilidade e adaptabilidade ao longo da sua vida útil. O CEFETMT é a instituição executora, tendo a UFMT e a UFCG como co-executoras. O Prof. Dr. Wilson Conciani, da Área de Construção Civil do CEFETMT é o coordenador geral do projeto. O Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão é o coordenador pela UFMT. Pela UFCG, a coordenação é feita pelo Prof. Dr. Heber Carlos Ferreira.Prof. Dr. Wilson ConcianiProf. Dr. Douglas Queiroz Brandão continua P R O J E T O M O R A D I A - H A B I T A R E (1) Projeto Moradia, para saber mais clique aquiclique aqui (2) Programa Habitare, mais informações clique aquiclique aqui apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

18 Relação de pesquisadores do Projeto Moradia/Habitare, por sub-áreas: AVALIAÇÃO E CONCEPÇÃO ESPACIAL Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão (GHA) Prof. MSc. João Sanches Júnior (GPTAA) Profa. MSc. Luciane Cleonice Durante (GPTAA) CONFORTO Prof. Dr. José de Souza Nogueira (GPTAA) Profa. Dra. Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira (GPTAA) Prof. MSc. João Sanches Júnior (GPTAA) Profa. MSc. Luciane Cleonice Durante (GPTAA) ESTRUTURAS E COMPONENTES DE MADEIRA Prof. Dr. Adnauer Tarquínio Daltro (GPMEM) Prof. Dr. José Manoel Henriques de Jesus (GPMEM) Prof. Dr. Manoel Santinho Rodrigues Júnior (GPMEM) INSTALAÇÕES Prof. Dr. Walterley Araújo Moura (CEFETMT) Prof. MSc. Benedito Duarte Belem (CEFETMT) retorna continua retornacontinua P R O J E T O M O R A D I A - H A B I T A R E apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

19 SOLOS E FUNDAÇÕES Prof. Dr. Wilson Conciani (CEFETMT) Prof. MSc. Antônio Cezar da Costa Santos (CEFETMT) Prof. MSc. João Manoel Mischiati Farto (CEFETMT) MATERIAIS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS Prof. Dr. Wilson Conciani (CEFETMT) Prof. Dr. Avelino Aparecido de Pádua Crepaldi (GHA) Prof. Dr. José Manoel Henriques de Jesus (GPMEM) Prof. Dr. Manoel Santinho Rodrigues Júnior (GPMEM) Profa. Dra. Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira (GPTAA) Prof. MSc. João Manoel Mischiati Farto (CEFETMT) Profa. MSc. Juzélia Santos Costa (CEFETMT) Profa. MSc. Luciane Cleonice Durante (GPTAA) COORDENAÇÃO MODULAR E COMPATIBILIZAÇÃO DE PROJETOS Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão (GHA) Prof. Dr. Manoel Santinho Rodrigues Júnior (GPMEM) Prof. Dr. Wilson Conciani (CEFETMT) Prof. MSc. João Sanches Júnior (GPTAA) retorna continua retorna continua P R O J E T O M O R A D I A - H A B I T A R E apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

20 ESTUDANTES Oriundos dos cursos de Engenharia Civil e de Arquitetura e Urbanismo da UFMT; e dos cursos Superior de Controle Tecnológico de Obras e Técnico de Construções Prediais do CEFETMT. Ao todo, são dezessete: Ana Carolina Rodrigues (Arquitetura e Urbanismo, voluntária) Carla Fernanda Aparecida Teixeira (Construções Prediais, TCC) Dárcio Roberto de Moura (Engenharia Civil, TG) Eliete Barbosa Alves (Controle Tecnológico de Obras, TCC) Fabiane Novack Schiavon (Arquitetura e Urbanismo, voluntária) Helton Souza Leirias (Engenharia Civil, TG) Ilço Ribeiro Júnior (Engenharia Civil, TG) Inês Vieira Serpa (Controle Tecnológico de Obras, TCC) Joaquim Tolovi Júnior (Engenharia Civil, bolsista CNPq/ITI) Liliane Cerqueira da Silva (Controle Tecnológico de Obras, TCC) Marlo Roberto Lopes Paiva (Controle Tecnológico de Obras, TCC) Natália Pelisari Brandão (Arquitetura e Urbanismo, voluntária) Paulo Junges (Engenharia Civil, bolsista CNPq/ITI) Stanley Pires de Ávila (Controle Tecnológico de Obras, TCC) Talita Dadam (Engenharia Civil, TG) Tatiane Elias de Assis (Engenharia Civil, bolsista CNPq/PIBIC) Wilson Pimenta da Silva (Controle Tecnológico de Obras, TCC) retorna P R O J E T O M O R A D I A - H A B I T A R E apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

21 1. Histórico O Projeto Moradia é uma iniciativa de entrosamento de ensino, pesquisa e extensão. Neste projeto alunos e professores do Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso (antiga Escola Técnica Federal) desenvolvem técnicas, materiais e sistemas construtivos. O desenvolvimento é feito através de pesquisas que atendam as demandas sociais e tecnológicas. Desta forma, muitos projetos didáticos se tornam produtos a serem aplicados nas obras. No início, o projeto foi concebido apenas como estratégia de formação. Isto é, os professores organizavam aulas práticas que envolviam projetos sociais (reformas de abrigos e creches, construção de salas de aula, centros comunitários, etc.). A idéia era a de que o estudante precisava de prática e de uma visão integrada com a realidade profissional e social. Isto teve início no final da década de O projeto foi mais ativo ou menos ativo conforme a visão do grupo de professores e dirigentes. Na década de 1990, já tinha a idéia de desenvolvimento científico e tecnológico. retorna continua retornacontinua P R O J E T O M O R A D I A - C E F E T M T apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

22 Ações sociais fortes como a construção de casas com os sem-teto de Rondonópolis (Cáritas Brasileira), com os trabalhadores das Plantações Michelin e com os Albergados da Penitenciária Agrícola de Palmeiras, permitiram que professores tivessem uma visão mais próxima da realidade e testassem seus modelos de pesquisa. Nestes casos citados, os alunos tiveram papel preponderante no desenvolvimento do projeto e no controle tecnológico das obras. 2. Recursos Os recursos para estes projetos vêm do próprio CEFETMT que mantém os laboratórios em condições de funcionamento, de ONGs que fazem parcerias para financiar os projetos em contrapartida de assistência técnica ou consultoria, de empresas que apóiam o desenvolvimento de tecnologias. Mais recentemente, com o Projeto Moradia já estruturado enquanto linha de pesquisa, conseguiu um financiamento do Programa Habitare da FINEP. Neste último financiamento a FAPEMAT teve um papel importante, oferecendo a contra-partida financeira necessária. Atualmente há uma discussão de financiamento em curso. Esta discussão envolve a Prefeitura Municipal de Cuiabá, a SINFRA-MT e o SINDUSCON-MT. retorna continua retornacontinua P R O J E T O M O R A D I A - C E F E T M T apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

23 3. Projetos vinculados No Projeto Moradia há muito trabalho a ser feito. A idéia inicial é sempre a de que construção é algo pronto e que todos sabem o que fazer. Contudo, o número de problemas tecnológicos da construção civil é muito grande, além de existirem os problemas de ordem gerencial. Para cobrir todas as necessidades o Projeto Moradia precisa de diversas linhas de ação. Uma linha que era uma grande lacuna no projeto foi agora preenchida por parceiros da UFMT, com o desenvolvimento de pesquisas de conforto térmico e ambiental e de adequação espacial para moradias de interesse social. 4. Sub-projetos No Projeto Moradia pode-se encontrar, dentre outros, os seguintes sub- projetos: - painéis de argamassa armada incluindo palha de casca de arroz; - desenvolvimento de argamassas mais adequadas para a região da Baixada Cuiabana; - estudo do aproveitamento de resíduos da construção civil na composição de concretos estruturais; - desenvolvimento de procedimentos para uso de solo-cimento na construção civil; retorna continua retornacontinua P R O J E T O M O R A D I A - C E F E T M T apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

24 - desenvolvimento de fundações em solo estabilizado; - estudo da expansibilidade do solo da Baixada Cuiabana; - análise dos projetos de fundações de moradias de interesse social; - características de solos saprolíticos de filito compactados. Estes são alguns dos projetos desenvolvidos ou em desenvolvimento. Em alguns casos ações sociais como o CEFET-Solidário podem levar estes projetos à campo de forma que se integre soluções científicas testadas com formação de mão-de-obra e resgate da cidadania. 5. Participantes Qualquer pessoa pode participar e isto pode ocorrer de diversas maneiras. A forma tradicional é trazer a idéia no formato de um plano de pesquisa e submetê-la à apreciação do grupo. Os alunos, em geral, procuram um professor do grupo que possa orientá-los nesta tarefa. Atualmente no grupo participam as professoras Simone Raquel Caldeira Moreira da Silva, Juzélia Santos Costa, Izabel Cristina de Oliveira Campos, Patrícia Mota Raush, e os professores Walterley Araújo Moura, Rubens Gargiulo Martinez, João Manoel Mischiati Farto, Eiji Harima, Antônio Cezar Santos e Wilson Conciani. retorna continua retornacontinua P R O J E T O M O R A D I A - C E F E T M T apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

25 Há ainda os colaboradores da UFMT, professores Douglas Queiroz Brandão, Manoel Santinho Rodrigues Júnior, Adnauer Tarquínio Daltro, José Manoel Henriques de Jesus, Avelino Aparecido de Pádua Crepaldi, Marta Cristina de Albuquerque Nogueira, José de Souza Nogueira e Luciane Cleonice Durante. Além destes há ainda o Prof. João Sanches Júnior, da UNEMAT de Barra do Bugres e os alunos que são em torno de 30, envolvidos diretamente no projeto. Destes alunos, 7 têm bolsa de iniciação científica do CNPq. 6. Difusão tecnológica A tecnologia chega à sociedade de diversas formas. Primeiro, através dos alunos que a desenvolvem nas respectivas escolas participantes. Depois, chega através de encontros e congressos científicos especializados. Neste ano, o CEFETMT em conjunto com a UFMT está organizando o I Seminário Mato-Grossense de Habitação de Interesse Social. Mas já existem vários artigos publicados em congressos regionais e nacionais. Finalmente, a tecnologia chega aos interessados através de consultorias e assistência técnica prestada pelas escolas. retorna P R O J E T O M O R A D I A - C E F E T M T apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

26 Wilson Conciani é Professor Adjunto do Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso, Área de Construção Civil. É engenheiro civil formado pela UFMT, Mestre em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal da Paraíba e Doutor em Geotecnia pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo. Foi Professor Visitante do Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Campina Grande, no período de 1997 a É Colaborador da Embrapa e participa de grupos de pesquisa da UFCG e da UFAM, em estudos de comportamento geotécnico e fundações, aplicados a solos tropicais. É o Coordenador Geral do Projeto Moradia, do Programa Habitare, em Mato Grosso. Douglas Queiroz Brandão é Professor Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso, Departamento de Engenharia Civil, da Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia. É engenheiro civil formado pela UFMT, Mestre em Engenharia Civil e Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Na UFMT, coordena a área de Construção Civil e ministra aulas para os cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo. É pesquisador- líder do Grupo Multidisciplinar de Estudos da Habitação (GHA), atuando principalmente na área da Qualidade do Projeto Habitacional, sendo também coordenador do Projeto Moradia, pela Universidade Federal de Mato Grosso. C O O R D E N A Ç Ã O C I E N T Í F I C A apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

27 O objetivo geral do Programa de Tecnologia de Habitação - Habitare é apoiar o desenvolvimento científico, tecnológico e a difusão do conhecimento no campo da Tecnologia do Ambiente Construído, por meio de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação que visem a contribuir para a solução do déficit habitacional do País e a modernização do setor da construção civil, no sentido da melhoria da qualidade, aumento da produtividade e redução de custos na produção e recuperação de moradias, especialmente destinadas aos segmentos de baixa renda. retorna continua retornacontinua P R O G R A M A H A B I T A R E apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção Com a extinção do BNH, em 1986, em meio à crise econômica dos anos 80, a área de habitação passou por um período de desarticulação e desestruturação. A tentativa de reversão deste quadro inicia em 1991, com a criação do Programa Nacional da Habitação (PRONATH), vinculado ao Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade (PBQP). Em abril de 1993, numa iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio da Academia Brasileira de Ciências (ABC), foi promovido um amplo debate sobre a pesquisa habitacional no País. Emergiu, como conclusão desta discussão, a necessidade de implementação de um Programa de Tecnologia de Habitação. Assim, em 1994 a Diretoria Executiva da FINEP aprovou o HABITARE.

28 O Habitare prevê a utilização de todas as linhas de financiamento da FINEP, tanto reembolsáveis quanto não reembolsáveis. O processo de seleção dos projetos não reembolsáveis baseia-se no lançamento de Editais. Até o início de 2004 foram publicados cinco Editais. A avaliação das propostas conta com a análise e o parecer de consultores ad hoc, do Grupo Coordenador e a análise final da Finep. Além do mérito científico, tecnológico e inovador dos projetos, a forma e o grau de integração na rede de pesquisa, bem como a relevância social dos produtos finais a serem obtidos são critérios levados em conta nas avaliações. retorna P R O G R A M A H A B I T A R E apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

29 do evento F O T O S casas de solo-cimento em Itiquira conjunto promovido pelo Governo Estadual em Itiquira casas de solo-cimento em Ouro Branco do Sul (1) casas de solo-cimento em Cuiabá apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção (1) Ouro Branco do Sul é distrito do Município de Itiquira.

30 F O T O S casas em Itiquira próxima retorna Personalização das fachadas por meio de pintura e detalhes de acabamento em argamassa. Estas faixas rebocadas foram decididas pelos moradores e passam a idéia de casa com estrutura convencional. Casas de 43 m 2 em Itiquira: construção em sistema de mutirão com uso de solo-cimento. A auto- construção assistida pode gerar bons resultados. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

31 F O T O S casas em Itiquira próxima retorna Fundações para ampliação aos fundos. Ampliação lateral sem concordância e harmonia com o projeto original. O conceito de habitação evolutiva, ou seja, com flexibilidade planejada, raramente é considerado nos projetos de moradia social. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

32 F O T O S casas em Itiquira Ampliação sem concordância com a cobertura original e mudança na posição da janela de um dos quartos. Não houve estudo prévio das ampliações posteriores. retorna apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: Criação de varanda aos fundos para área de serviço e nova cozinha: construção precária. Este tipo de ampliação do espaço é muito comum. promoção

33 F O T O S casas em Itiquira retorna Casas promovidas pelo Governo do Estado, em Itiquira, com área de 32 m 2 (foto: abril de 2005). Tanque de lavar instalado na lateral e banheiro disposto na parte intermediária da planta: características comuns na maioria dos projetos no Brasil. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

34 F O T O S casas em Ouro Branco do Sul próxima retorna Casas de solo- cimento em Ouro Branco, município de Itiquira: 43 m 2 de área construída. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: Personalização: diferentes cores e esquadrias. A localidade é marcada por fortes ventos, provocando o destelhamento dos beirais. promoção

35 F O T O S casas em Ouro Branco do Sul próxima retorna Criação de varanda com garagem e muro na frente e ampliação aos fundos. Fundações preparadas para ampliação na frente. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

36 F O T O S casas em Ouro Branco do Sul retorna Criação de garagem. Ampliações feitas na frente da casa também são, com muita freqüência, construídas de forma precária. Ampliação na frente e aos fundos: parte da casa se tornou um bar. A co-existência do morar e trabalhar sempre foi uma realidade na história do mundo. Deve ser também considerada na etapa de projeto. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

37 F O T O S casas em Cuiabá retorna apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: Casa em solo-cimento no Bairro Jardim Brasil em Cuiabá; área de 43 m 2, estudo do CEFETMT. promoção

38 G R U P O S D E P E S Q U I S A No Projeto Moradia do Programa Habitare, trabalham em conjunto 5 grupos de pesquisa: Área de Construção Civil, do CEFETMT (2 grupos); Grupo Multidisciplinar de Estudos da Habitação, da UFMT; Grupo de Pesquisa em Tecnologia e Arquitetura Ambiental, da UFMT; Grupo de Pesquisas em Madeiras e Estruturas de Madeira, da UFMT. apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

39 G R U P O S D E P E S Q U I S A A Área de Construção Civil do CEFETMT oferece o Curso Técnico de Construções Prediais e o Curso Superior de Controle Tecnológico de Obras. Os docentes integrantes constituem dois grupos de pesquisa: Grupo de Pesquisa em Solos Tropicais, que tem desenvolvido estudos voltados para a caracterização do comportamento geotécnico destes solos e para a busca de soluções de fundações adequadas às suas peculiaridades. De uma forma específica o grupo estuda as questões relativas ao colapso e à expansão dos solos não saturados. Ainda como decorrência das peculiaridades dos solos tropicais e saprolíticos da região Centro-Oeste, este grupo estuda a estabilização química do solo, de modo a obter menor expansão, maior resistência e menor compressibilidade. Tem como coordenador, o Prof. Dr. Wilson Conciani. Grupo de Pesquisa em Habitação Popular, que está voltado para a busca de soluções tecnológicas de baixo custo para moradias de interesse social, sempre ligadas a materiais e sistemas construtivos. A questão ambiental tem se feito presente no grupo, com estudos relacionados ao emprego de rejeitos cerâmicos, entulhos de obras, caco de vidro e outros resíduos urbanos e industriais. É coordenado pela Profa. MSc. Juzélia Santos Costa. retorna próximo retornapróximo apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

40 G R U P O S D E P E S Q U I S A Grupo Multidisciplinar de Estudos da Habitação (GHA) O grupo, iniciado em 2003, busca congregar os pesquisadores ligados ao tema habitação. Sediado na Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia da UFMT, propõe-se a interagir com os pesquisadores de outras áreas do conhecimento na própria instituição e também fora dela. Tem como objetivo geral oferecer referências e aprofundamentos nas seguintes temáticas: 1.avaliação da qualidade do projeto; 2.identificação tipológica e análise morfológica; 3.concepções de projeto e alternativas construtivas para flexibilização e personalização da habitação; 4.mudanças sócio-demográficas, evolução dos modos de vida e demanda por novos desenhos residenciais; 5.análise de características e atributos da oferta imobiliária; 6.desenvolvimento e aplicação de métodos de pesquisa mercadológica; 7.estudos específicos para a habitação de interesse social, uni e multifamiliar; e 9.aplicação de tecnologia de informação em habitação e construção de edifícios. Os estudos e pesquisas do grupo têm como referência o conceito ampliado de ambiente construído, proposto pela Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído (ANTAC). O GHA é composto atualmente por 4 pesquisadores e 6 alunos, sendo 2 com bolsa de iniciação científica, 1 voluntário e 3 em fase de trabalho de conclusão de curso. É liderado pelo Prof. Dr. Douglas Queiroz Brandão. retorna próximo retornapróximo apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

41 G R U P O S D E P E S Q U I S A Grupo de Pesquisa em Tecnologia e Arquitetura Ambiental (GPTAA) Este grupo tem como objetivo desenvolver pesquisas na área de Tecnologia e Arquitetura Ambiental, aplicadas aos desempenhos dos materiais nas edificações, técnicas construtivas, adequação ambiental às características regionais, formas de ocupação do espaço pela população local, contribuindo assim para o desenvolvimento da região e uma melhoria da qualidade de vida. O grupo é sediado na Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia da UFMT, é certificado pela instituição e consta do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. É liderado pela Profa. Dra. Marta Cristina Albuquerque Nogueira e Profa. MSc. Luciane Cleonice Durante, ambas do Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Ao todo são 7 docentes pesquisadores, bolsistas e voluntários de iniciação científica, além de alunos de cursos de especialização e mestrado. Seis linhas de pesquisa vêm sendo desenvolvidas: 1.caracterização física, térmica e mecânica dos materiais; 2.climatologia urbana; 3.conforto ambiental; 4.materiais e componentes de construção; 5.planejamento ambiental; 6.tecnologias apropriadas para construção. retorna próximo retornapróximo apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

42 G R U P O S D E P E S Q U I S A Grupo de Pesquisas em Madeiras e Estruturas de Madeira (GPMEM) Trata-se de um grupo iniciado em 2001, sediado na Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia da UFMT, certificado pela instituição e cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. O GPMEM é formado por 7 pesquisadores, sendo liderado pelo Prof. Dr. Manoel Santinho Rodrigues Júnior, do Departamento de Engenharia Civil, juntamente com o Prof. Dr. Norman Barros Logsdon, do Departamento de Engenharia Florestal. As principais contribuições dos pesquisadores ligados ao grupo, produzidas ao longo do exercício profissional, estão enquadradas nas seguintes temáticas: 1.identificação botânica e determinação das propriedades físicas e mecânicas das espécies de madeira nativas do estado de Mato Grosso, com indicação de uso potencial delas; 2.desenvolvimento de sistemas estruturais em madeira para edifícios e pontes; 3.ligações mecânicas dos elementos estruturais em madeira; 4.madeira laminada colada empregando adesivos fabricados com polímero de origem vegetal e, 5.desenvolvimento de habitação de interesse social. Conta com a infra- estrutura do Laboratório de Estruturas e Materiais Estruturais do Departamento de Engenharia Civil. retorna apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção

43 FINEP Programa Habitare ANTAC InfoHab CNPq CEFETMT UFMT FAPEMAT Governo de Mato Grosso SINFRA SECITEC SENAI-MT Sinduscon-MT CREA-MT L I N K S apresentação objetivos programação palestras datas inscrição local do evento organização contato grupos de pesquisa fotos links Projeto Moradia trabalhos temáticas início público-alvo mostra PATROCÍNIO: promoção


Carregar ppt "Trabalhos apresentaçãoobjetivos programação promoçãoorganização palestras datas inscrição local contato gruposfotoslinksProjeto Moradia temáticas mostra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google