A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise da Identidade em Sites Sociais. Atualmente parece não haver nada mais importante na vida dos jovens do que as tecnologias de informação e comunicação,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise da Identidade em Sites Sociais. Atualmente parece não haver nada mais importante na vida dos jovens do que as tecnologias de informação e comunicação,"— Transcrição da apresentação:

1 Análise da Identidade em Sites Sociais

2 Atualmente parece não haver nada mais importante na vida dos jovens do que as tecnologias de informação e comunicação, eles respiram e transpiram estas ferramentas. Cada vez surgem mais questões em torno da utilização das tecnologias da informação pelos jovens: Como é que os media influenciam a identidade dos jovens? Que noção têm eles da segurança ao navegar na internet? Quais são as suas preferências nas redes sociais? Poderiamos colocar muitas mais questões sobre este assunto que cada vez mais cativa e envolve os jovens. De forma a sabermos um pouco mais sobre as motivações e o que pensam os jovens sobre estes temas, de acordo com o tema análise da identidade em sites sociais, foi desenvolvido um breve estudo para o qual se utilizou a entrevista para a recolha de informação. Este estudo faz referência à metodologia, tratamento de dados recolhidos e conclusões, identificando os suportes do estudo. Discente: Carlos Garcia, nº

3 Os entrevistados são residentes em zonas do Alto Alentejo, frequentam uma escola no Alto Alentejo, especificamente em Mora e têm idades entre os 18 e os 19, apresentando respostas muito similares, provavelmente por estudarem juntos. Não se obtiveram respostas a todas as questões que constituíam a entrevista. As conclusões que se podem retirar das entrevistas efetuadas são as seguintes: 1- Identificação Os dois entrevistados têm 18 e 19 anos respetivamente, sendo o de 18 do sexo masculino e o de 19 do sexo feminino, residindo em terras diferentes; Frequentam o 12º Ano; Utilizam diferentes tecnologias, à excepção da câmara fotográfica digital e da PEN USB. Discente: Carlos Garcia, nº

4 2- Utilização do computador / Internet Ambos possuem 3 computadores; Navegam na internet uma média de 3 horas diárias e já possuem a mesma entre 5 a 10 anos, não havendo um controle dos pais em relação à sua utilização; Os fins para que utilizam a internet são na maioria dos casos para envio de s, acesso a redes sociais e pesquisa de conteúdos, e utilizam o computador para trabalhar no Word e PowerPoint. Só um dos entrevistados possui uma página na internet onde disponibiliza dados relativos à sua cidade, música, filmes e livros, não dando dados pessoais e somente permite aos amigos e família o acesso à mesma, assim como permite comentários. Não alterou a estrutura do template da página e preocupa-se com a informação pessoal que disponibiliza na internet. Ponto em comum: acedem os dois à internet através do telemóvel. Em termos de construção de identidade podemos fazer menção ao texto de Marcia (1966). De acordo com os quatro estádios (Execução, Moratória, Construção de identidade e difusão de identidade) definidos por Marcia (1966): Apoio parental; Desenvolvimento do sentido de diligência e de iniciativa ou inferioridade; A capacidade de interrogar. Discente: Carlos Garcia, nº

5 3- Telemóveis Ambos têm telemóvel, um deles tem dois. A utilização em termos de horas é similar (1 hora diária) e ambos acedem ao Facebook com o telemóvel; Durante as aulas é utilizado por um dos entrevistados enquanto o outro não o usa; Serve para jogos num dos entrevistados. Citando a colega Teresa Kuffer no Tema 3: Os telemóveis vieram para ficar e cada vez mais adquirem mais funções, tornando-se em pequenos computadores (smartphone). Goldman, Booker e McDermott(2008) dizem que os telemóveis são everyday digital media e Stald menciona: "The young users like to take photos with their mobiles, but rather than sending them, they show them to one another on the physical devices or save them on their computer via infrared or Bluetooth and share them via , Messenger or chat rooms." 4- Redes Sociais As redes sociais encontram-se presentes na vida dos entrevistados, especificamente o Facebook, no qual se encontram registados; Nesta rede social ambos falam com amigos que conhecem presencialmente ou com a família, um deles disponibiliza muitas informações pessoais e o outro poucas informações, mas ambos apontam como fator positivo o convívio com os amigos e por outro lado, o aspeto negativo que é a má utilização que outras pessoas podem fazer das informações por eles disponibilizadas. Pegando nas palavras da minha colega Teresa Kuffer: os media digitais podem por um lado restringir, mas por outro lado permitir a expressão da sua própria identidade (Shelley Goldman, Meghan McDermott e Angela Booker) Discente: Carlos Garcia, nº

6 5- Segurança Ambos se preocupam com a segurança ao navegar na internet, havendo um deles que criou um perfil falso; A maldade que outros possam fazer na internet é outra preocupação dos dois entrevistados; Jogos online, msn, chat, hi5, facebook, são locais onde os adolescentes podem dar asas à imaginação e desempenhar papéis que não são os seus na realidade, assim como podem estabelecer contactos com pessoas de uma variedade cultural imensa e/ou com interesses similares aos seus. 6- Tendências A tendência para compras online não é traduzida nos dois entrevistados; Ambos conhecem jogos online mas nenhum os utiliza; O termo cyberbullying só é reconhecido por um dos entrevistados, considerando ambos fidedignas as informações que encontram na internet; As competências adquiridas foram de forma distinta, um foi sozinho e o outro foi através das aulas de TIC e amigos; Em termos de importância do telemóvel ou computador, as opiniões dividem-se, um não prescinde do telemóvel enquanto que o outro não prescinde do computador Discente: Carlos Garcia, nº

7 Resumindo, os entrevistados mostram-se interessados pelos media, fazendo uma utilização dos vários existentes à sua disposição. Utilizam a Internet para efetuar trabalhos e simples navegação lúdica, o tempo que gastam no seu uso pode-se considerar significativo, mas conhecem os perigos inerentes à mesma. Ambos a utilizam para comunicar com amigos e família, usando um deles um perfil falso e tendo ambos uma página pessoal na rede social do Facebook. O uso que fazem do telemóvel é similar em termos de horas, servindo o mesmo para aceder a conteúdos da internet, em particular ao Facebook e Youtube. Um dos entrevistados utiliza o telemóvel na sala de aula, fato que mostra a importância crucial que este objeto tem para a construção da sua identidade social. A falta de consenso em termos de qual dos dois é mais importante (Computador / Telemóvel) ajuda a concluir que ambos têm uma importância enorme na vida dos adolescentes e na construção da sua identidade social. Discente: Carlos Garcia, nº


Carregar ppt "Análise da Identidade em Sites Sociais. Atualmente parece não haver nada mais importante na vida dos jovens do que as tecnologias de informação e comunicação,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google