A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carlos Nunes Tietboehl Filho Médico pneumologista

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carlos Nunes Tietboehl Filho Médico pneumologista"— Transcrição da apresentação:

1 Carlos Nunes Tietboehl Filho Médico pneumologista

2 Meio ambiente ou biosfera Ambientes de trabalho Ambientes domésticos ou de uso público

3 Traquéia Brônquio principal direito Pulmão direito Brônquio principal esquerdo Pulmão esquerdo Vias aéreas superiores

4 Traquéia Brônquios Brônquiolo terminal Brônquiolos Alvéolos Brônquiolos respiratórios Sacos alveolares Zona respiratória Zona Condutora

5

6 Riscos ambientais

7 Fração inalável: gases e partículas com menos de 10 μm de diâmetro Fração visível a olho nu: partículas acima de 50 μm de diâmetro

8

9 Fonte: IOHA Newsletter, April 2008

10

11 Contaminantes biológicos

12

13

14

15 Pneumonia por Legionella (Doença dos legionários) Surto histórico: Filadélfia, 1976

16

17 Contaminantes químicos

18

19 Infecções respiratórias agudas em crianças Doença pulmonar obstrutiva crônica em mulheres Complicações neonatais Câncer de pulmão em mulheres não fumantes Em torno de 2,8 milhões de mortes anuais (OMS)

20

21 Doença coronariana (25%) Angina e infarto D.P.O.C. (85%) Bronquite e enfisema Câncer (30%) Pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga, colo de útero, estômago e fígado Doença cerebrovascular (25%) Derrame cerebral

22

23 Infecções respiratórias (%) Sem fumantes Com 1 fumante Com 2 fumantes Com mais de 2 fumantes Domicílio

24

25 OMS (1984) – 30% dos grandes prédios novos ou remodelados apresentam risco de ter uma qualidade de ar interior prejudicial à saúde

26 Causas Sintomas nasais, oculares e de orofaringe. Tosse pouco produtiva. Cefaléia, tonturas, náuseas, fadiga, perda de concentração. Lesões cutâneas, prurido, ressecamento da pele Distúrbios visuais e olfativos Sintomas nasais, oculares e de orofaringe. Tosse pouco produtiva. Cefaléia, tonturas, náuseas, fadiga, perda de concentração. Lesões cutâneas, prurido, ressecamento da pele Distúrbios visuais e olfativos Manifestações clínicas Má qualidade do ar: Iluminação deficiente Ruído Extremos de temperatura e umidade Eletricidade estática e radiação eletromagnética Ergonomia Má qualidade do ar: Iluminação deficiente Ruído Extremos de temperatura e umidade Eletricidade estática e radiação eletromagnética Ergonomia

27 EstruturasContaminantes Sistema de ar condicionado Fungos e bactérias Tecidos, carpetes, cortinas, estofadosFungos e ácaros Fotocopiadoras e impressoras:Material particulado, compostos orgânicos voláteis, formaldeído, ozônio Mobiliários, divisórias (colas, resinas, tintas) Formaldeído, compostos orgânicos voláteis, hidrocarbonetos aromáticos Fumaça tabágicaCO, benzopireno, formaldeído InseticidasPiretróides Produtos de limpezaClorados Ceras e vernizesCompostos orgânicos voláteis Material de alvenaria radons, fibras de amianto

28 Os efeitos da exposição

29 Beckett W. N Engl J Med 2000;342: Doenças respiratórias ambientais e ocupacionais

30 Resposta aumentada das vias aéreas a estímulos Sintomas: crises de falta de ar, chiado no peito e tosse Manifesta-se de maneira leve ou severa Obstrução variável das vias aéreas Melhora espontânea ou com uso de medicação específica

31

32 EnfisemaBronquite crônica

33

34 Prevenindo doenças

35 Primário Evitar ou diminuir a exposição ao risco ambiental Secundário Detectar precocemente os efeitos da exposição ao risco ambiental Terciário Tratar e reabilitar (*) segundo Leavell & Clark

36 Antecipação Reconhecimento Avaliação Medidas de Controle

37 GasesPartículas de poeiraAgentes biológicos

38 Avaliação clínica ou questionário padronizado de sintomas respiratórios Testes de função pulmonar Imagens radiológicas do tórax

39 Anamnese Exame físico

40

41

42

43 Alguns exemplos

44

45

46 ESPINA-2002 Tuberculose pulmonar pós-primária ou do adulto

47 A transmissão aerógena da tuberculose DoenteComunicante Lesão pulmonar

48

49 Identificação do sintomático respiratório (SR) pela equipe de enfermagem Solicitação da baciloscopia do escarro e raio-x de tórax Fornecimento de máscara cirúrgica ao SR Encaminhamento para sala com pressão negativa e filtragem de ar para a coleta de escarro

50

51 Biossegurança para a tuberculose - equipamentos de proteção individual EPR com peça semifacial filtrante (PFF) sem válvula de exalação

52 Obrigado!


Carregar ppt "Carlos Nunes Tietboehl Filho Médico pneumologista"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google