A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho Aplic. Redes Comp. SMTP / IMAP / POP3 Prof.: Luis Rodrigo Integrantes: Robson Oliveira Douglas Rodrigues Robson Melo Jonas Eduardo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho Aplic. Redes Comp. SMTP / IMAP / POP3 Prof.: Luis Rodrigo Integrantes: Robson Oliveira Douglas Rodrigues Robson Melo Jonas Eduardo."— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho Aplic. Redes Comp. SMTP / IMAP / POP3 Prof.: Luis Rodrigo Integrantes: Robson Oliveira Douglas Rodrigues Robson Melo Jonas Eduardo

2 SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) SMTP é um protocolo relativamente simples, baseado em texto simples, onde um ou vários destinatários de uma mensagem são especificados (e, na maioria dos casos, validados) sendo, depois, a mensagem transferida. É bastante fácil testar um servidor SMTP usando o programa telnet. SMTP é um protocolo relativamente simples, baseado em texto simples, onde um ou vários destinatários de uma mensagem são especificados (e, na maioria dos casos, validados) sendo, depois, a mensagem transferida. É bastante fácil testar um servidor SMTP usando o programa telnet. Este protocolo corre sobre a porta 25 numa rede TCP. Este protocolo corre sobre a porta 25 numa rede TCP.

3 Funcionamento Básico Funcionamento Básico - É estabelecido a conexão entre Emissor-SMTP e Receptor- SMTP, onde este último pode ser o destino final da mensagem ou apenas um retransmissor. - É estabelecido a conexão entre Emissor-SMTP e Receptor- SMTP, onde este último pode ser o destino final da mensagem ou apenas um retransmissor. - O Emissor-SMTP envia a identificação do Remetente da mensagem, que o Receptor-SMTP responde com um OK. - O Emissor-SMTP envia a identificação do Remetente da mensagem, que o Receptor-SMTP responde com um OK. - Após, identifica-se o destinatário da mensagem, então, o Receptor-SMTP verifica se este existe e retorna o código apropriado. - Após, identifica-se o destinatário da mensagem, então, o Receptor-SMTP verifica se este existe e retorna o código apropriado. -Estando identificado o destinatário o Emissor-SMTP começa o envio da mensagem propriamente dita. -Estando identificado o destinatário o Emissor-SMTP começa o envio da mensagem propriamente dita. - Ao seu término o Emissor-SMTP envia um sequência especial de finalização. - Ao seu término o Emissor-SMTP envia um sequência especial de finalização. - Então, a conexão entre o Emissor-SMTP e o Receptor-SMTP é desativada. - Então, a conexão entre o Emissor-SMTP e o Receptor-SMTP é desativada.

4 Funcionamento Básico Funcionamento Básico

5 Características Possui basicamente três entidades: Agente do Usuário, Emissor-SMTP e Receptor-SMTP. Possui basicamente três entidades: Agente do Usuário, Emissor-SMTP e Receptor-SMTP. - É orientado a conexão, sendo transmitido sobre TCP. - É orientado a conexão, sendo transmitido sobre TCP. - A comunicação entre Emissor-SMTP e Receptor-SMTP é feita através de comandos formados por seqüências de caracteres no padrão ASCII. - A comunicação entre Emissor-SMTP e Receptor-SMTP é feita através de comandos formados por seqüências de caracteres no padrão ASCII. - Apenas alguns dos comandos tem implementação obrigatória em um servidor básico: HELO, MAIL, RCPT, DATA,NOOP,QUIT e RSET - Apenas alguns dos comandos tem implementação obrigatória em um servidor básico: HELO, MAIL, RCPT, DATA,NOOP,QUIT e RSET -Para cada comando enviado do Emissor-SMTP para o Receptor- SMTP ocorerá uma resposta do Receptor, através de um Código Numérico de Resposta. -Para cada comando enviado do Emissor-SMTP para o Receptor- SMTP ocorerá uma resposta do Receptor, através de um Código Numérico de Resposta.

6 Semântica dos Comandos -HELO -HELO - MAIL FROM: - MAIL FROM: - RCPT TO: - RCPT TO: - DATA - DATA -RSET -RSET -SEND FROM: -SEND FROM: -SOML FROM: -SOML FROM: - SAML FROM: - SAML FROM: - VRFY - VRFY - EXPN - EXPN - HELP [ ] - HELP [ ] - NOOP - NOOP - QUIT - QUIT - TURN - TURN

7 Descrição dos Comandos HELO (HELLO) (Obrigatório) HELO (HELLO) (Obrigatório) Identifica o Emissor da mensagem para o Receptor. MAIL(Obrigatório) MAIL(Obrigatório) Este comando inicializa uma transação de mail na qual uma mensagem é enviada a uma ou mais caixa de mensagems (mailbox). RCPT (ReCiPienT)(Obrigatório) RCPT (ReCiPienT)(Obrigatório) Este comando identifica o destinatário da mensagem; múltiplos destinatários são definidos por múltiplos usos desse comando. DATA(Obrigatório) DATA(Obrigatório) Inicializa a transmissão da mensagem, após seu uso é transmitido o conteúdo da mensagem, que pode conter qualquer um dos 128 caracteres ASCII. O seu término é especificado por uma sequência ". ". RSET (ReSET)(Obrigatório) RSET (ReSET)(Obrigatório) Este comando determina que a operação atual de mail deverá ser abortada. Todos os dados referentes são descartados. SEND SEND Este comando é usado para inicializar uma transação de mail na qual uma mensagem é enviada para um ou mais terminais onde estejam os destinatários e não para os seus mailboxes. É um comando alternativo ao comando MAIL

8 Descrição dos Comandos SOML (Send Or MaiL) SOML (Send Or MaiL) Este comando é usado para inicializar uma transação de mail na qual uma mensagem é enviada para um ou mais terminais onde estejam os destinatários ou a seus mailboxes. A mensagem é derecionada aos terminais dos destinatários ativos no momento (e aceitando mensagens) caso contrário é direcionada aos seus mailboxes. É alternativo ao comando MAIL. VRFY (VeRiFY) VRFY (VeRiFY) Este comando solicita ao Receptor-SMTP a confirmação de que o argumento identifica um usuário conhecido. Se for identificado é retornado o nome completo do usuário (se este possuir) e seu mailbox completo. EXPN (EXPaNd) EXPN (EXPaNd) Este comando solicita ao Receptor-SMTP a confirmação de que o argumento identifica uma lista de usuários de mail (mailing list). Se for identificada serão retornados os membros desta lista no mesmo formato retornado pelo comando VRFY. HELP - Este comando faz com que o Receptor-SMTP envie informação de ajuda ao Emissor-SMTP. HELP - Este comando faz com que o Receptor-SMTP envie informação de ajuda ao Emissor-SMTP. QUIT(Obrigatório) - Este comando determina que o Receptor-SMTP envie um OK e então feche o canal de comunicação com o Emissor-SMTP. QUIT(Obrigatório) - Este comando determina que o Receptor-SMTP envie um OK e então feche o canal de comunicação com o Emissor-SMTP. TURN - Este comando faz com que o Receptor e o Emissor troquem de papéis, o Receptor fica como Emissor e o Emissor como Receptor. TURN - Este comando faz com que o Receptor e o Emissor troquem de papéis, o Receptor fica como Emissor e o Emissor como Receptor.

9 Exemplo de uma sessão SMTP telnet smpt.dominio.com.br 25 - Irá abrir uma ligação SMTP entre a máquina cliente (emissor) e o servidor smtp.dominio.com.br telnet smpt.dominio.com.br 25 - Irá abrir uma ligação SMTP entre a máquina cliente (emissor) e o servidor smtp.dominio.com.br S: 220 smtp.dominio.com.br ESMTP Postfix S: 220 smtp.dominio.com.br ESMTP Postfix C: HELO dominio.com.br C: HELO dominio.com.br S: 250 Hello dominio.com.br S: 250 Hello dominio.com.br C: MAIL FROM: C: MAIL FROM: S: 250 Ok S: 250 Ok C: RCPT TO: C: RCPT TO: S: 250 Ok S: 250 Ok C: DATA C: DATA S: 354 End data with. S: 354 End data with. C: Subject: Teste de Mensagem C: Subject: Teste de Mensagem C: From: remetente C: From: remetente C: To: destinatário C: To: destinatário C: C: C: Olá, C: Olá, C: Isso é um Teste. C: Isso é um Teste. C: Tchau!. C: Tchau!. C:. C:. S: 250 Ok: queued as S: 250 Ok: queued as C: quit C: quit S: 221 Bye S: 221 Bye

10 Códigos Numéricos de Resposta 211 System status, or system help reply 211 System status, or system help reply 214 Help message (Informação de como usar o Receptor-SMTP ou algum 214 Help message (Informação de como usar o Receptor-SMTP ou algum comando não padronizado) comando não padronizado) 220 Service ready 220 Service ready 221 Service closing transmission channel 221 Service closing transmission channel 250 Requested mail action okay, completed 250 Requested mail action okay, completed 251 User not local; will forward to 251 User not local; will forward to 354 Start mail input; end with. 354 Start mail input; end with. 421 Service not available, closing transmission channel 421 Service not available, closing transmission channel (É uma resposta que pode ser dada a qualquer comando; indica (É uma resposta que pode ser dada a qualquer comando; indica que a conexão foi desfeita) que a conexão foi desfeita) 450 Requested mail action not taken: mailbox unavailable 450 Requested mail action not taken: mailbox unavailable (Ex.: maixbox está em uso) (Ex.: maixbox está em uso) 451 Requested action aborted: local error in processing 451 Requested action aborted: local error in processing 452 Requested action not taken: insufficient system storage 452 Requested action not taken: insufficient system storage 500 Syntax error, command unrecognized (Usado também para casos 500 Syntax error, command unrecognized (Usado também para casos tal como linha muito longa) tal como linha muito longa)

11 501 Syntax error in parameters or arguments 501 Syntax error in parameters or arguments 502 Command not implemented 502 Command not implemented 503 Bad sequence of commands 503 Bad sequence of commands 504 Command parameter not implemented 504 Command parameter not implemented 550 Requested action not taken: mailbox unavailable (ex.: mailbox 550 Requested action not taken: mailbox unavailable (ex.: mailbox não encontrado, sem acesso) não encontrado, sem acesso) 551 User not local; please try 551 User not local; please try 552 Requested mail action aborted: exceeded storage allocation 552 Requested mail action aborted: exceeded storage allocation 553 Requested action not taken: mailbox name not allowed 553 Requested action not taken: mailbox name not allowed (ex.:sintaxe do mailbox errada) (ex.:sintaxe do mailbox errada) 554 Transaction failed 554 Transaction failed Códigos Numéricos de Resposta

12 Segurança e spamming Uma das limitações da especificação SMTP inicial é que não existe método de autenticação dos emissores. Como tal, foi adicionada a extensão SMTP-AUTH. Uma das limitações da especificação SMTP inicial é que não existe método de autenticação dos emissores. Como tal, foi adicionada a extensão SMTP-AUTH. Apesar disso, o spamming continuava a ser um problema. Alterar o SMTP extensivamente ou substituí-lo completamente não se torna prático, devido à forte utilização do SMTP e aos efeitos que daí podiam advir. O Internet Mail 2000 é uma proposta nesse sentido. Apesar disso, o spamming continuava a ser um problema. Alterar o SMTP extensivamente ou substituí-lo completamente não se torna prático, devido à forte utilização do SMTP e aos efeitos que daí podiam advir. O Internet Mail 2000 é uma proposta nesse sentido. É por está razão que existem várias propostas para protocolos alternativos que iriam assistir a operação SMTP. O Grupo de Pesquisa Anti-Spam do IRTF encontra-se a estudar várias propostas para se suportar a autenticação do emissor de uma forma flexível, leve e escalável. A proposta aparentemente mais firme parece ser o protocolo Sender Policy Framework. É por está razão que existem várias propostas para protocolos alternativos que iriam assistir a operação SMTP. O Grupo de Pesquisa Anti-Spam do IRTF encontra-se a estudar várias propostas para se suportar a autenticação do emissor de uma forma flexível, leve e escalável. A proposta aparentemente mais firme parece ser o protocolo Sender Policy Framework.

13 IMAP Internet Message Access Protocol

14 O que é? É um protocolo de gerenciamento de correio eletrônico.

15 IMAP X POP3 Como IMAP o número de mensagens possível de se armazenar depende do espaço limite que nos é atribuído para a caixa de correio.

16 IMAP X POP3 Seu recurso em comparação com IMAP é muito reduzido, as mensagens são abaixadas para uma máquina local.

17 Formas de Acesso a Mensagens Eletrônicas

18 On-line As mensagens e pastas ficam armazenadas no servidor, e o usuário as manipula remotamente através do programa cliente de correio eletrônico, com a possibilidade de criar, renomear, apagar e mover pastas, ativar marcações em mensagens, receber, seletivamente, partes de mensagens, dentre outras facilidades.

19 Off-line É o mais conhecido e mais antigo modo de acesso remoto a mensagens proporcionado pelo protocolo POP3 e suportado por praticamente todos os programas clientes de correio eletrônico no mercado. Neste modo, o programa transfere o pacote de novas mensagens do servidor para o computador do usuário e as apaga da sua origem, passando então, todo o processamento de mensagens para o computador local do usuário, inclusive as informações sobre o "status" das mensagens (se a mesma foi respondida, por exemplo) passam a ser mantidas pelo programa cliente.

20 DISCONNECTED É comumente confundido com o modo "offline" de acesso. No entanto, neste modo, o programa do usuário faz uma cópia "cache" das suas mensagens e desconecta-se do servidor, ou seja, o usuário fica com cópias de suas mensagens tanto no computador local quanto no servidor. Em um momento, posterior, após ter feito diversas operações, o usuário conecta-se novamente e faz uma sincronização das mensagens "cacheadas" localmente com o conjunto armazenado no servidor, atualizando todas as modificações feitas no seu conjunto de mensagens e pasta.

21 Existem três formas diferentes para acessar a mensagens remotamente armazenadas (ou caixas de correio). Eles são: offline, on-line, e desligado. POP3 Post Office Protocol

22 Em operação "offline", o programa cliente de correio, ou "mail user agent" (MUA), vai buscar as mensagens a um servidor de correio para a máquina onde o programa de correio está instalado e depois as apaga do servidor. Em operação "on-line", as mensagens permanecem na servidor de correio e manipuladas remotamente pelos programas cliente de correio. Em operação "disconnected", um cliente de correio conecta-se ao servidor de correio, faz uma cópia para "cachê" das mensagens selecionadas e desconecta-se do servidor, mais tarde volta-se a ligar e resincroniza-se com o servidor. POP3 Post Office Protocol

23 Em ambos os modos de acesso, on-line e offline, o correio permanece no servidor o que é importante quando as pessoas usam computadores diferentes em diferentes locais para acessar às suas mensagens. POP3 Post Office Protocol

24 Cada protocolo tem suas forças e fraquezas, mas para o propósitos desta discussão, o interesse e o Post Office Protocol (POP) Este protocolos suporta completamente o modelo de operação offline. POP3 Post Office Protocol

25 POP3 Post Office Protocol – Versão 3 1 – Introdução POP3 permite ao cliente o acesso dinâmico ao servidor de .POP3 permite ao cliente o acesso dinâmico ao servidor de .

26 2 – Operação Servidor POP3 abre serviço na porta 110. Após conexão, há a troca de comandos e respostas entre cliente e servidor Os Comandos são Case-sensitive POP3 Post Office Protocol

27 2 – Operação Os comandos consistem de caracteres ASCIIOs comandos consistem de caracteres ASCII Formato de um comando: Keyword Arguments.. Keyword Arguments.. POP3 Post Office Protocol

28 2 – Operação Respostas consistem de um indicador de status e uma palavra-chave com ou sem informação adicional. Respostas consistem de um indicador de status e uma palavra-chave com ou sem informação adicional. Indicador de status: +OK positivo -ERR negativo.Indicador de status: +OK positivo -ERR negativo. Resposta terminam com octeto (em decimal 046) e um CRLFResposta terminam com octeto (em decimal 046) e um CRLF POP3 Post Office Protocol

29 2 – Operação Estados de uma conexão: Estados de uma conexão: Autorização: identificaçãoAutorização: identificação Transação: atender pedidos do clienteTransação: atender pedidos do cliente Atualização: servidorAtualização: servidor libera os recursos utilizadoslibera os recursos utilizados User: +OKUser: +OK Password: +OKPassword: +OK QuitQuit POP3 Post Office Protocol

30 5 – Considerações escalares e operacionais Há uma tendência dos usuários casuais acumularem mensagens já lidas no Há uma tendência dos usuários casuais acumularem mensagens já lidas no servidor. servidor. O POP3 tem capacidades limitadas que não permitem uma grande eficiência no acesso aos maildropscom milhares de mensagens. O POP3 tem capacidades limitadas que não permitem uma grande eficiência no acesso aos maildropscom milhares de mensagens. 5 – Considerações escalares e operacionais Recomendações para os operadores de servidores de multiusuário somente com POP3: Impor uma taxa máxima de armazenamento de mensagens por usuário. Impor uma taxa máxima de armazenamento de mensagens por usuário. Implementação de uma política de segurança e retenção de . Implementação de uma política de segurança e retenção de . POP3 Post Office Protocol

31 6 – Resumo do Acesso POP3 USER name USER name PASS string PASS string Estado de Autorização Estado de Autorização QUIT QUIT STAT STAT LIST LIST RETR [msg] RETR [msg] DELE [msg] DELE [msg] Estado de Transação Estado de Transação NOOP NOOP RSET RSET QUIT QUIT POP3 Post Office Protocol

32 7 – Formato da Mensagem O formato da mensagem POP3 é definido pela RFC 2822 O formato da mensagem POP3 é definido pela RFC 2822 A mensagem é composta de uma cabeçalho (header) e o corpo (body) que são separados por uma linha em branco. A mensagem é composta de uma cabeçalho (header) e o corpo (body) que são separados por uma linha em branco. POP3 Post Office Protocol

33 7 – Formato da Mensagem Mensagens de consistem em linhas de texto Mensagens de consistem em linhas de texto Cada linha é terminada por um CR (Carriage Return) e um LF (Line Feed) (Enter) Cada linha é terminada por um CR (Carriage Return) e um LF (Line Feed) (Enter) O texto está no formato 7-bit ASCII O texto está no formato 7-bit ASCII O máximo de caracteres por linha é de 998 mais o CRLF O máximo de caracteres por linha é de 998 mais o CRLF Apenas para facilitar a leitura, é bom utilizar no máximo 80 caracteres por linha incluso o CRLF Apenas para facilitar a leitura, é bom utilizar no máximo 80 caracteres por linha incluso o CRLF POP3 Post Office Protocol

34 7 – Formato da Mensagem O cabeçalho contém quem enviou a mensagem O cabeçalho contém quem enviou a mensagem Para quem a mensagem é endereçada Para quem a mensagem é endereçada Quando ela foi enviada Quando ela foi enviada O assunto da mensagem O assunto da mensagem O cabeçalho tem um formato definido de forma a facilitar a sua análise O cabeçalho tem um formato definido de forma a facilitar a sua análise POP3 Post Office Protocol

35 7 – Formato da Mensagem Campos Obrigatórios Campos Obrigatórios Data de envio da mensagem Data de envio da mensagem – Date or Resent-Date Date or Resent-Date Origem, Pessoa ou Programa de Origem, Pessoa ou Programa de – From From Destinatário Destinatário – To, Cc or Bcc; or the Resent-* equivalent To, Cc or Bcc; or the Resent-* equivalent POP3 Post Office Protocol

36 8 - Segurança APOP provê proteção para as sessões POP3. APOP provê proteção para as sessões POP3. Utiliza MD5 (algoritmo de criptografia) Utiliza MD5 (algoritmo de criptografia) POP3 Post Office Protocol


Carregar ppt "Trabalho Aplic. Redes Comp. SMTP / IMAP / POP3 Prof.: Luis Rodrigo Integrantes: Robson Oliveira Douglas Rodrigues Robson Melo Jonas Eduardo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google