A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 12 A 18 DE AGOSTO DE 2012 A FAMÍLIA: O TRABALHO E A FESTA DIOCESE DE CRICIÚMA Oração Pela Família Deus, nosso Pai, Tu quiseste.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 12 A 18 DE AGOSTO DE 2012 A FAMÍLIA: O TRABALHO E A FESTA DIOCESE DE CRICIÚMA Oração Pela Família Deus, nosso Pai, Tu quiseste."— Transcrição da apresentação:

1 SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 12 A 18 DE AGOSTO DE 2012 A FAMÍLIA: O TRABALHO E A FESTA DIOCESE DE CRICIÚMA Oração Pela Família Deus, nosso Pai, Tu quiseste que o Teu Filho nascesse e crescesse no seio de uma família como as outras. Assim, ao longo de uma vida simples, Ele aprendeu pouco a pouco, de José e de Maria, a tornar-se adulto e a descobrir a sua missão no mundo. Nós vos louvamos pela nossa família e agradecemos a Vossa presença em nosso lar. Iluminai-nos para que sejamos capazes de assumir nosso compromisso de fé na Igreja e de participar da vida de nossa comunidade. Ensinai-nos a viver Vossa Palavra e o novo mandamento do amor. Concedei-nos a capacidade de reconhecer nossas diferenças para nos ajudarmos mutuamente, para nos perdoarmos as fraquezas, compreendermos nossos erros e vivermos em harmonia. Dai-nos, SENHOR, saúde, trabalho com salário justo e um lar onde possamos viver felizes. Ensinai-nos a tratar bem os mais necessitados e pobres, e dai-nos graças de aceitar com fé, a doença e a morte quando se aproximarem de nossa família. Ajudai-nos a respeitar e incentivar a vocação de cada um e também daqueles que o Senhor chamar a seu serviço. Que em nossa família reine a confiança, a fidelidade, o respeito mútuo e que o amor nos una cada vez mais. Permanecei em nossa família, SENHOR, e abençoai o nosso lar hoje e sempre. Amém!

2 SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 12 A 18 DE AGOSTO DE 2012 A FAMÍLIA: O TRABALHO E A FESTA DIOCESE DE CRICIÚMA Oração Pela Família Deus, nosso Pai, Tu quiseste que o Teu Filho nascesse e crescesse no seio de uma família como as outras. Assim, ao longo de uma vida simples, Ele aprendeu pouco a pouco, de José e de Maria, a tornar-se adulto e a descobrir a sua missão no mundo. Nós vos louvamos pela nossa família e agradecemos a Vossa presença em nosso lar. Iluminai-nos para que sejamos capazes de assumir nosso compromisso de fé na Igreja e de participar da vida de nossa comunidade. Ensinai-nos a viver Vossa Palavra e o novo mandamento do amor. Concedei-nos a capacidade de reconhecer nossas diferenças para nos ajudarmos mutuamente, para nos perdoarmos as fraquezas, compreendermos nossos erros e vivermos em harmonia. Dai-nos, SENHOR, saúde, trabalho com salário justo e um lar onde possamos viver felizes. Ensinai-nos a tratar bem os mais necessitados e pobres, e dai-nos graças de aceitar com fé, a doença e a morte quando se aproximarem de nossa família. Ajudai-nos a respeitar e incentivar a vocação de cada um e também daqueles que o Senhor chamar a seu serviço. Que em nossa família reine a confiança, a fidelidade, o respeito mútuo e que o amor nos una cada vez mais. Permanecei em nossa família, SENHOR, e abençoai o nosso lar hoje e sempre. Amém!

3 O TRABALHO E A FESTA NA FAMÍLIA Deus nos fala: Gn1,26-31; 2,1-3. A narração bíblica das origens apresenta a criação do ser humano como obra de Deus, fruto do Seu Trabalho. O Trabalho é um bem do ser humano. Bento XVI afirma: Embora o trabalho seja um bem indispensável para o homem e a mulher, eles valem do que o seu trabalho, são feitos para a comunhão e para o relacionamento humano. É indispensável que o ser humano não se deixe escravizar pelo trabalho. O Trabalho é a condição que torna possível a fundação de uma família. O Trabalho constitui o fundamento sobre o qual se edifica a vida familiar, que é um direito fundamental e uma vocação do homem. O ser humano moderno criou o tempo livre e perdeu o sentido da festa. Os membros da família tem dificuldade de encontrar um momento de relacionamento familiar. O Domingo perde a sua dimensão de Dia do Senhor e é vivido mais como um tempo individual do que como um espaço comum. É oportuno que as famílias redescubram a festa como lugar do encontro com Deus.

4 PAI

5 TERÇO DAS FAMÍLIAS Meditando as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil Mistérios Luminosos: 1º Mistério: Contemplamos o batismo de Jesus por São João Batista (Mt 3,13-17). Meditar a urgência da Igreja: em estado permanente de missão. 2º Mistério: Contemplamos Jesus nas Bodas em Caná da Galiléia (Jo 2,1-12). Meditar a urgência da Igreja: casa da iniciação à vida cristã. 3º Mistério: Contemplamos Jesus anunciando o Reino e apelando à conversão (Mc 1,14.15). Meditar a urgência da Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral. 4º Mistério: Contemplamos a Transfiguração de Jesus no Monte Tabor (Mt 17,1-9). Meditar a urgência da Igreja: comunidade de comunidades. 5º Mistério: Contemplamos a Instituição da Eucaristia (Lc 22,7-20). Meditar a urgência da Igreja: serviço da vida plena para todos.


Carregar ppt "SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 12 A 18 DE AGOSTO DE 2012 A FAMÍLIA: O TRABALHO E A FESTA DIOCESE DE CRICIÚMA Oração Pela Família Deus, nosso Pai, Tu quiseste."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google